Bill Andriette

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bill Andriette
Bill Andriette
Nascimento: 1965 (52 anos)
Professão: Jornalista
Universidade: Universidade de Cornell
Orientação sexual: Pedófilo homosexual

Bill Andriette é um jornalista, ativista homossexual[1] e ativista pedófilo estadunidense.[2] É diretor artístico do jornal gay Baltimore Outloud[3] e anteriormente foi diretor interino de The Guide, uma revista gay de viagems e espectáculos publicada em Boston[4] É porta-voz da North American Man/Boy Love Association (NAMBLA).[2]

Numa entrevista para The Boston Phoenix em 1996, Andriette disse: "Compreendi que era gay quando tinha 12 anos". Juntou-se à NAMBLA quando tinha 15 anos e com a idade de 17 anos já era membro do seu comité directivo. Durante seis anos foi redactor do NAMBLA Bulletin.[2] Andriette discorda com alguns pontos da política da NAMBLA em relação à abolição da idade de consentimento, deixando espaço para o diálogo com o governo e as preocupações da sociedade.[2]

Durante a controvérsia de 1993 com a Associação Internacional de Gays e Lésbicas (ILGA), Andriette defendeu os membros da NAMBLA ante esta, bem como o lugar da NAMBLA dentro do movimento pelos direitos dos homossexuais, alegando que "a tradição principal" do movimento LGBT é baseada no apoio à abolição da idade de consentimento.[5]

Andriette qualifica a condenação moral em relação aos pedófilos por parte dos gays como una "ideologia reaccionária que o movimento gay tem adoptado para polir a sua própria categoria de identidade particular".[2] Ele apareceu em 1994 no documentário sobre a NAMBLA Chicken Hawk: Men Who Love Boys, onde explicou que o seu trabalho na NAMBLA lhe fornece uma saída à sua pedofilia.[6]

Em 2008 foi finalista do prémio jornalístico Sex Positive por um artigo publicado em The Guide: "Tipping Point for Gay Sex?".[7]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Seleção de obras:

Referências

  1. Nair, Yasmin (9 de outubro de 2009). «Why I Won't Come Out on National Coming Out Day». The Bilerco Project. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  2. a b c d e Lowenthal, Michael (24 de outubro de 1996). «The Boy-lover Next Door». The Boston Phoenix. The Phoenix Media/Communications Group. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  3. «Who We Are». Baltimore Outload. Pride Media Ltd. 2010. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  4. Silverstein, Charles; Picano, Felice (2004). The Joy of Gay Sex. [S.l.]: HarperCollins. 144 páginas. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  5. Osborne, Duncan (8 de março de 1994). «Ill Will Towards ILGA». The Advocate. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  6. Sideman, Adi (Director) (1994). Chicken Hawk: Men Who Love Boys (IMDB). Consultado em 1 de outubro de 2010 
  7. Susan, Wright (18 de junho de 2008). «2008 Sexies Winners». The Sex Positive Journalism Awards. Consultado em 5 de outubro de 2010