Portal:LGBT

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
LGBT
PORTAL LGBT
Lésbica • Gay • Bissexual • Transgênero
Lésbica Gay Bissexual Transgénero

LGBT é o acrónimo de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros. Embora se refira apenas a seis, é utilizado para identificar todas as orientações sexuais minoritárias e manifestações de identidades de gênero diferentes daquelas expressas pela maioria das pessoas.

Mais sobre LGBT...

 ver·editar Portal LGBT.svg Artigo selecionado

A violência contra pessoas LGBT- lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros- são acções que podem ocorrer tanto pelas mãos de indivíduos ou grupos, como por parte da aplicação de leis governamentais visando as pessoas que contrariam as regras da heterocisnormatividade.

Um crime de ódio ocorre simplesmente quando os indivíduos são vitimados por causa da sua raça, etnia, religião, sexo, identidade de gênero ou orientação sexual. Os crimes de ódio contra as pessoas LGBT muitas vezes ocorrem porque os autores são homofóbicos, bifóbicos, transfóbicos, entre outros. Os ataques também podem ser atribuídos à própria sociedade. Uma variedade de grupos religiosos, bem como os defensores de ideologias extremistas condenam a homossexualidade, bissexualidade, transexualidade, etc, definindo-a a termos como: fraco, doente e moralmente errado. A violência dirigida às pessoas por causa de sua sexualidade e identidade de gênero pode ser de forma psicológica e física, incluindo o assassinato. Estas acções podem ser causadas por hábitos culturais, religiosos ou políticos e preconceitos.

Ler mais...


 ver·editar Portal LGBT.svg Imagens
Cruzes na bandeira lgbt.jpg
Crédito: Elza Fiuza/ABr

Protesto em Brasília, capital do Brasil, com cruzes sobre a bandeira LGBT, representando as vítimas de violência transfóbica e homofóbica. Segundo um estudo feito pela Universidade de São Paulo em 2014, sete em cada dez homossexuais brasileiros já sofreram algum tipo de agressão, seja física ou verbal. O país teve 650 assassinatos homofóbicos ou transfóbicos em 2012 e 2013 e desde 2008 concentra quase metade do total de homicídios de transexuais do mundo, de acordo com o relatório da organização europeia Transgender Europe.

 ver·editar Portal LGBT.svg Citações
O senhor é meu pastor e ele sabe que sou gay.
 
Reverendo Dr. Troy Perry, fundador das Igrejas da Comunidade Metropolitana - Fonte: iz Quotes.
 ver·editar Portal LGBT.svg Conteúdo destacado
 ver·editar Portal LGBT.svg Categorias
 ver·editar Portal LGBT.svg Wikiprojectos
 ver·editar Portal LGBT.svg Como participar

Nuvola apps klipper.png Artigos regularmente vandalizados

Artigos controversos que são regularmente vandalizados, sujeitos a guerras de edição e precisam ser regularmente "vigiados":

| LGBT | Lésbica vandalismo frequente | Gay vandalismo frequente | Bissexualidade controverso, vandalismo | Transgénero | Transexualidade vandalismo frequente | Homossexualidade vandalismo frequente | Homofobia | Androginia | Direitos dos homossexuais pelo mundo | Casamento entre pessoas do mesmo sexo | Ex-gay vandalismo, controverso | Ex-ex-gay controverso | Orgulho gay vandalismo | Pederastia vandalismo, controverso | Sodomia vandalismo, controverso | Freddie Mercury | Rosie O'Donnell | Andy Warhol | Ted Haggard | Elton John | Lindsay Lohan |

Nuvola apps klipper.png Predefinições

Predefinição Colocar nas
{{LGBT Navegação}} páginas próprias do projecto
{{LGBT Convite}} páginas de discussão de editores (convite)
 ver·editar Portal LGBT.svg Biografias
Jane Addams 3a15774u.tif

Jane Addams, conhecida como a "mãe do trabalho social" (Cedarville, 6 de setembro de 1860Chicago, 21 de maio de 1935) foi uma pioneira ativista, assistente social, socióloga, filósofa, feminista, pacifista e reformadora norte-americana, a segunda mulher a ganhar o Prêmio Nobel da Paz. Jane tornaria-se um modelo para a mulher de classe média que se engajava por sua comunidade. Foi gradativamente reconhecida como membro da escola pragmática de filosofia, conhecida por muitos como a primeira mulher abertamente filósofa dos Estados Unidos. Em 1889 seria a co-fundadora da Hull House, e em 1920 co-fundadora da União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU). Em 1931, tornaria-se a primeira dos Estados Unidos receberam um prêmio Nobel da Paz, em reconhecimento ao seu trabalho social no país.

Jane nunca se casou ou teve filhos e teve poucos relacionamentos. Suas companheiras mais conhecidas são Mary Rozet Smith e Ellen Starr. Embora na época não se falasse muito a respeito, aos olhos de hoje Jane Addams seria lésbica.

Ler mais...

 ver·editar Portal LGBT.svg Sabia que...
Harvey Milk High School Entrance by David Shankbone.jpg


 ver·editar Portal LGBT.svg Neste mês

Março:

Tallinn Digital Summit. Handshake Xavier Bettel and Jüri Ratas (36718144533) CROP BETTEL.jpg


LGBTs nascidos em março:


 ver·editar Portal LGBT.svg Cultura LGBT
 ver·editar Portal LGBT.svg LGBT na Wikimedia
 ver·editar Portal LGBT.svg Portais relacionados