Blind Date (30 Rock)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Blind Date"
3º episódio da 1ª temporada de 30 Rock
Liz Lemon (Tina Fey; esquerda) ao se encontrar com Gretchen Thomas (Stephanie March; direita) no bar.
Informação geral
Direção Adam Bernstein
Escrito por John Riggi
Código de produção 103
Exibição original 25 de Outubro de 2006
Convidados
Episódios da 1ª temporada
Cronologia
"The Aftermath"
"Jack the Writer"
30 Rock (1ª temporada)
Lista de episódios

"Blind Date" é o terceiro episódio da primeira temporada da série de televisão norte-americana de comédia de situação 30 Rock. Escrito pelo co-produtor executivo John Riggi e dirigido por Adam Bernstein, foi originalmente transmitido nos EUA através da National Broadcasting Company (NBC) a 25 de Outubro de 2006. Dentre os artistas convidados para este episódio, estão inclusos Brett Baer, Katrina Bowden, Kevin Brown, Grizz Chapman, John Lutz, Stephanie March, Maulik Pancholy, Keith Powell e Lonny Ross.

O enredo do episódio centra-se no "encontro às cegas" que Jack Donaghy (interpretado por Alec Baldwin) marcou para Liz Lemon (Tina Fey) com uma amiga dele (March). Ao mesmo tempo, Jack infiltra-se no jogo semanal de póquer dos argumentistas do TGS with Tracy Jordan (TGS) — Pete Hornberger (Scott Adsit), Josh Girard (Ross), Frank Rossitano (Judah Friedlander), James "Toofer" Spurlock (Powell) e J.D. Lutz (Lutz) — e começa a vencer cada rodada até o estagiário da NBC, Kenneth Parcell (Jack McBrayer), juntar-se e demonstrar ser um excelente jogador.

Em geral, "Blind Date" foi recebido com opiniões positivas pela crítica especialista, com vários analistas de televisão afirmando que foi o melhor episódio da temporada. De acordo com os dados revelados pelo sistema de mediação de audiências Nielsen Ratings, foi assistido em 6.01 milhões de domicílios durante a sua transmissão original, e lhe foi atribuída a classificação de 2.2/6 na faixa demográfica de telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade. Na cerimónia dos GLAAD Media Awards de 2007, o episódio recebeu uma nomeação na categoria "Melhor Episódio (em uma série sem um personagem homossexual regular)".

Produção[editar | editar código-fonte]

"Blind Date" teve o seu enrendo co-escrito pelo co-produtor executivo John Riggi.

O enredo de "Blind Date" foi escrito pelo co-produtor executivo John Riggi e foi dirigido pelo produtor supervisor Adam Bernstein.[1] No episódio, a actriz Stephanie March fez uma participação ao interpretar Gretchen Thomas, a pessoa com quem era suposto Liz ter um jantar romântico. O co-produtor executivo da temporada, Brett Baer, fez também uma breve participação em "Blind Date", como um homem que tenta paquerar Liz depois de Gretchen ir-se embora do restaurante.[2]

Uma cena de "Blind Date" foi cortada da transmissão para a televisão. Em vez disso, foi inclusa no DVD da primeira temporada de 30 Rock, como parte das cenas excluídas. Na cena em questão, Pete Hornberger chega ao escritório de Liz e conta a ela como Jack arranjou a mesa do TGS na qual os argumentistas jogam póquer. Então, Liz pergunta a ele se não se importaria se trouxesse Gretchen para o jogo, como uma acompanhante.[3]

Embora creditada na transmissão dos créditos de abertura, a actriz Jane Krakowski, intérprete da personagem Jenna Maroney, não participou de "Blind Date".[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta secção contém revelações sobre o enredo.

Jack (interpretado por Baldwin) fica preocupado quando começa a observar Liz (Fey) como stressada e fraca por assumir a função de argumentista-chefe do TGS devido à falta de contacto humano. Então, sugere que ela vá a um jantar com "o seu amigo Thomas", ao que, inicialmente, Liz recusa, contudo, quando quase engasga até a morte, sozinha no seu apartamento naquela mesma noite — uma acção que Jack tinha descrito como "a maior preocupação de uma mulher solteira" — muda de ideias. A argumentista conhece o seu acompanhante em um restaurante e descobre que Jack marcou um encontro com Gretchen Thomas, uma mulher lésbica. Apesar de Liz e Gretchen terem uma óptima química, Gretchen não está interessada em correr atrás de uma "menina direita". No dia seguinte, Liz repreende Jack por achar que ela fosse homossexual. À noite, Liz sente-se só e convida Gretchen. Depois de compartilharem os seus receios e preocupações sobre a vida de mulheres solteiras, elas vão jantar. No jantar, Gretchen revela que sente-se como se estivesse a começar a perseguir a "menina direita" e avisa que elas devem parar de se ver. Liz tenta fazer um pacto: que elas se encontrem depois de 25 anos e comecem um relacionamento se ambas ainda estiverem solteiras, mas Gretchen recusa e vai-se embora.[2]

Entretanto, um jogo de póquer à noite é uma tradição de quinta-feira entre a equipa do TGS: Pete (Adsit), Josh (Ross), Frank (Friedlander), Toofer (Powell) e Lutz (Lutz). Jack e Tracy Jordan (Tracy Morgan) juntam-se a eles pela primeira vez. Jack consegue derrotar todos os outros jogadores, excepto o estagiário Kenneth (McBrayer), que vence a ronda final. No dia seguinte, Jack programa mais uma noite de póquer para aquela noite. Eventualmente, Jack e Kenneth chegam até a ronda final. Jack tem mais fichas e aposta tudo, se oferecendo para fazer da última rodada uma aposta de "o-vencedor-leva-tudo", caso Kenneth aceite apostar o seu emprego de estagiário como maneira de cobrir a aposta, ao que ele concorda. Após perder o jogo, Liz pergunta-lhe por que apostaria uma coisa como aquela, e ele responde que gosta de viver no limite e também estava confuso sobre as regras do jogo. Antes que o estagiário se vá, Jack explica-lhe que apenas fez aquilo para provar o seu poder sobre ele.[2]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AfterEllen.com (positiva)[4]
Chicago Tribune (média)[5]
IGN (positiva)[6]
The Palm Beach Post (positiva)[7]
Richmond Times-Dispatch (positiva)[8]

De acordo com as estatísticas publicadas pelo serviço de mediação de audiências Nielsen Ratings, "Blind Date" foi visto em 6.01 milhões de agregados familiares durante a sua transmissão original nos EUA e conseguiu uma avaliação de 2.2 e 6 de share na fixa demográfica dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade. Isso significa que ele foi visto por 2.2 por cento de todos os jovens de 18 a 49 anos, e 6 por cento de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade que estavam a assistir televisão no momento da transmissão.[9][10] Este foi um aumento em relação ao episódio anterior, "The Aftermath", visto por 5.7 milhões de telespectadores americanos.[11] Este foi o 72° episódio mais assistido da semana.[9]

Robert Canning, para o portal britânico IGN, elogiou o episódio por "usar as suas forças" e por centrar-se nas melhores personagens da série: Liz e Jack. Canning ressaltou que Tracy "teve uma melhoria significativa da sua loucura constante", o que o fez ficar "mais engraçado na interpretação". Ele também gostou do aumento do tempo de câmera de Kenneth e da ausência da personagem Jenna Maroney, interpretada por Jane Krakowski.[6] Um crítico de televisão do jornal Chicago Tribune notou que as cenas entre Jack e Liz são sempre "uma delícia" e vangloriou a cena na qual Liz castiga-lhe por pensar que ela fosse homossexual. Ademais, acrescentou que Judah Friedlander, Keith Powell e Scott Adsit "não receberam trabalho suficiente" e ficou na esperança que o seriado produza momentos engraçados no escritório dos argumentistas.[5] Sarah Warn, do portal LGBT AfterEllen.com, achou que para um episódio, a personagem lésbica Gretchen foi "uma das melhores que já vimos". Warn gostou do episódio em si, chamando-o de "um dos mais engraçados de comédia que vi até agora nesta temporada."[4] Kevin D. Thompson, para o jornal The Palm Beach Post, declarou que "Blind Date" foi um dos "episódios mais engraçados do seriado",[7] enquanto um jornalista do Richmond Times-Dispatch alegar que foi "um dos melhores" de 30 Rock.[8]

Na 18ª cerimónia dos GLAAD Media Awards, "Blind Date" foi nomeado para "Melhor Episódio (em uma série sem um personagem homossexual regular)", todavia, perdeu para "Where the Boys Are", sétimo episódio da terceira temporada de Grey's Anatomy,.[12][13]

Notas de rodapé

  1. «30 Rock: Episodes» (em inglês). Screenrush (AlloCiné). Consultado em 7 de Julho de 2011 
  2. a b c d Argumentista(s): John Riggi; Director(es): Adam Bernstein (25 de Outubro de 2006). «Blind Date». 30 Rock. Temporada 1. Episódio 3. NBC Universal. National Broadcasting Company 
  3. 30 Rock: Season 1 (Bonus Features — Deleted Scenes) (CD). Universal Studios Home Entertainment. 2007 
  4. a b Warn, Sarah (26 de Outubro de 2006). «Tina Fey, Stephanie March Get Lesbians Right on 30 Rock» (em inglês). AfterEllen.com. 2 páginas. Consultado em 7 de Julho de 2011 
  5. a b «'30 Rock' is on a roll but could still use a bit more polishing». Chicago Tribune (em inglês). 14 de Dezembro de 2006 
  6. a b Canning, Robert (26 de Outubro de 2006). «IGN: 30 Rock: "Blind Date" Review» (em inglês). IGN. Consultado em 7 de Julho de 2011 
  7. a b Thompson, Kevin D. (25 de Dezembro de 2006). «Kevin's TV Tips — Our Critic's Picks Of The Week». The Palm Beach Post (em inglês): 6D 
  8. a b «Download This: "30 Rock"». Richmond Times-Dispatch (em inglês): G-4. 30 de Novembro de 2006 
  9. a b «Weekly Program Rankings» (em inglês). American Broadcasting Company Medianet. 31 de Outubro de 2006. Consultado em 7 de Julho de 2011 
  10. «'Heroes,' The #1 New Show Of The Week And The Season, Soars To New Ratings Highs» (em inglês). The Futon Critic. 31 de Outubro de 2006. Consultado em 7 de Julho de 2011 
  11. «'Heroes' Flexes Ratings Muscle As The #1 New Show Of The Week And The Season In 18-49» (em inglês). The Futon Critic. 24 de Outubro de 2006. Consultado em 7 de Julho de 2011 
  12. Kilday, Gregg (22 de Janeiro de 2007). «GLAAD unveils film, TV noms». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 7 de Julho de 2011 
  13. «GLAAD honors 'Grey's Anatomy'». Los Angeles Times (em inglês). Associated Press. 16 de Abril de 2007. Consultado em 7 de Julho de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal.svg A Wikipédia possui o
Portal 30 Rock