Gretchen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Gretchen (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Julho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Gretchen
Gretchen durante uma entrevista no talk-show Lady Night em 2017
Nome completo Maria Odete Brito de Miranda
Conhecido(a) por
  • Rainha do Rebolado
  • Rainha do Bumbum
  • Rainha dos Memes
Nascimento 29 de maio de 1959 (60 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Parentesco Sula Miranda (irmã)
Filho(s) Thammy Miranda
Ocupação
Período de atividade 1978–presente
Carreira musical
Gênero(s)
Instrumento(s)
Afiliações
Página oficial
www.gretchen.com.br

Maria Odete Brito de Miranda Marques[1] (Rio de Janeiro, 29 de maio de 1959), artisticamente conhecida como Gretchen, é uma cantora, dançarina e empresária brasileira. É irmã da cantora Sula Miranda e mãe do ator Thammy Miranda. Em torno de seu sucesso, Gretchen vendeu cerca de 15 milhões de discos durante quase quatro décadas de carreira.[2][3]

Desde 2010 se tornou uma notável personalidade da televisão ao participar de diversos reality shows, incluindo Troca de Família, A Fazenda, Power Couple Brasil, Duelo de Mães, Os Gretchens e Bancando o Chef.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

1976–78: Início e As Melindrosas[editar | editar código-fonte]

Gretchen iniciou a carreira como cantora na orquestra do Maestro Zaccaro em 1976. O convite para integrar a banda veio após Maria Odete ter vencido o Festival Musical do Colégio Objetivo.[5] Foi neste ano de 1976 que escolheu seu nome artístico Gretchen: Viu um outdoor publicitário do filme Aleluia, Gretchen na Praça da Sé, enquanto voltava da escola de ônibus. Isso lhe despertou imediatamente a vontade de usá-lo. Apesar da insistência dos produtores artísticos de que o público não conseguiria pronunciar direito o nome, ela insistiu pois queria um nome artístico original, inusitado. E deu muito certo. Ainda na adolescência, integrava o grupo As Melindrosas juntamente com suas irmãs Sula Miranda, Yara e a prima Paula. O primeiro LP, "Disco Baby", já estava pronto enquanto a gravadora Copacabana procurava quatro meninas para a divulgação do material. Após a escolha e o início da divulgação com exibição do clipe no programa Fantástico e várias outras aparições em programas de TV, o LP alcançou a marca de um milhão de cópias vendidas e recebeu nota na revista musical Billboard.[6] Em um período de dois anos, o LP já havia vendido quatro milhões de cópias, segundo o produtor Jorge Gambier, mas neste período Gretchen já havia abandonado o grupo e seguiu em carreira solo.[6]

1978–2009: Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Dois anos, em 1978, depois do sucesso no grupo As Melindrosas, Santiago Malnati, conhecido nos meios musicais da época como Mister Sam, viu-a em um programa de calouros e a lançou em carreira solo.[5] No fim dos anos 1970, na Era Disco, seu primeiro trabalho foi com o compacto Dance With Me, produzida pelo argentino Mister Sam, inspirado na canção Dance a little bit closer da cantora Charo.[7] A estreia de Maria Odete como "Gretchen" para o grande público da TV aconteceu no Programa Carlos Imperial, na extinta Rede Tupi. Seu nome artístico foi inspirado no título do filme Aleluia Gretchen.[8] Seus sucessos foram Freak Le Boom Boom, Conga Conga Conga, Melô do Piripiri (Je Suis La Femme), "Melô do Xique Xique", "Melô do Pata Pata" e "Latino-americana" (os dois primeiros receberam disco de ouro e o terceiro disco de platina), entre outros. Pelas décadas seguintes é associada a estes seus mais conhecidos hits.[9] Neste período, Gretchen tornou-se recordista por chegar a mil espetáculos em menos de três anos, sendo uma das mais bem sucedidas artistas brasileiras da época.[10]

Durante o auge de sua carreira, Gretchen participou de todos os importantes programas de TV da época, de Globo de Ouro a Chacrinha, passando por Bolinha e Silvio Santos. Era também presença constante em todas as emissoras, como Rede Tupi, Rede Record, TV Gazeta, Rede Globo, SBT e Rede Bandeirantes. A cantora também costumava participar de vários quadros do Programa Silvio Santos e em outros quadros e atrações do SBT, entre eles o game show "Qual é a Música?", patrocinado pelo Baú da Felicidade, pertencente a Silvio Santos, no qual por muitos anos foi uma das maiores vencedoras. Ela se apresentou na Coreia do Sul, por toda a Europa e Estados Unidos, inclusive com shows de lambada, ritmo que era uma febre no início da década de 1990. Até hoje é presente em shows, na TV e em discos. É por muitos reconhecida como a pioneira do estilo. A carreira de Gretchen como atriz teve início em 1979 em um filme infantil com suas irmãs, "Vamos Cantar Disco Baby". Em 1982, Gretchen fez o filme Aluga-se Moças, no estilo pornochanchada. O filme contava também com a participação de Rita Cadillac. O filme ganhou certo aspecto cult no Brasil. Na época quebrou todos os recordes de bilheteria, ficando na frente de "Caçadores da Arca Perdida" de Steven Spilberg.[11] Em 1990, ao lado de Deni Cavalcanti e Alexandre Frota, estrelou "A Rota do Brilho".

2010–presente: Televisão e Youtube[editar | editar código-fonte]

Gretchen durante uma entrevista em 2019

Em 2010 ela participou do reality show Troca de Família, garantindo à emissora o primeiro lugar em audiência durante sua exibição, sendo reprisado em 2011 na Rede Record. Dois anos depois, na Rede Record, integrou o elenco da quinta edição de A Fazenda, onde desistiu da competição na sexta semana durante uma festa.[12] Participou também de um reality show da Rede TV, onde mostrava sua vida em Portugal. Em abril de 2011, Gretchen interpretou Maria Madalena numa encenação da Paixão no Piauí,[13] que foi vista por mais de 8 mil pessoas.[14] Entretanto, em Agosto de 2015 no programa Luciana by Night ela revelou nunca ter gostado de atuar e sim de cantar e dançar.[15]

Em abril de 2016, Gretchen integrou o elenco da primeira temporada reality show brasileiro da Rede Record Power Couple juntamente com seu marido Carlos Marques.[16]

Em 3 de julho de 2017, estreou o primeiro videoclipe (lyric video) de "Swish Swish", de Katy Perry, protagonizado por Gretchen.[7] O vídeo se tornou um hit internacional,onde repercutiu por todo mundo, inclusive no Brasil. Na época, Gretchen chegou a noticiar que havia mudado seu salário de 8 mil reais para 25 mil reais para participar de eventos. Graças ao lyric video, Swish Swish se tornou muito popular nas rádios brasileiras. Atualmente, o vídeo de Gretchen ultrapassa os 80 milhões de visualizações no YouTube. Ainda no mesmo ano, Gretchen assinou contrato com a Universal Music e no dia 27 de novembro ela lançou sua coletânea intitulada ‘The Queen’, com o single inédito “Falsa Fada”, em parceria com o DJ Rody. Em 2019 interpretou Gina em A Dona do Pedaço, Novela das 21 h da Globo.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Família e relacionamentos[editar | editar código-fonte]

Filha de Maria José Brito de Miranda e Mário de Miranda, nasceu em uma família humilde do subúrbio carioca, tendo sido criada na periferia de São Paulo. Gretchen tem duas irmãs: Sula Miranda e Yara Miranda. Tem sete filhos, cinco biológicos e dois adotivos: Thammy, nascido em 1982, Décio, nascido em 1989, Jennifer, nascida em 1991 e adotada em 2008, Sérgio, nascido em 1994, Gabriel, nascido em 2000, Giúlia, nascida em 2004, fruto de uma inseminação artificial, e Valentina, nascida em 2010 e adotada em 2012.[17] Gretchen teve um filho que faleceu recém nascido, em 2000. Ele era gêmeo idêntico de Gabriel. Os bebês nasceram prematuros em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Nesta época, estava desempregada e passando necessidades.[18] A cantora afirmou ter sido traída pela maioria dos seus relacionamentos, e que foi agredida e humilhada por muitos namorados e maridos que teve. Um de seus filhos, Décio, a cantora não criou: O pai do menino tirou a guarda dela, e a ameaçou de morte se ela fosse procurá-lo. Com medo, e querendo preservar a vida do filho, optou por deixá-lo com o pai. Na infância do menino, ela conseguiu encontrá-lo com ajuda de detetives, e ele pensava que a mãe havia morrido, pois o pai tinha falado isso a ele. O pai novamente a tirou do contato do filho, e ela só voltou a revê-lo quando ele tinha treze anos de idade, novamente com ajuda de detetives, mas o pai tirou o filho do país, e eles perderam o contato mais uma vez. Durante seis anos não teve mais notícias desse filho, até reencontrá-lo, em dezembro de 2016. Em entrevistas revelou não ter contato com nenhum de seus ex-namorados e maridos, e que mesmo quando os filhos eram crianças, eles mantinham contato direto com seus filhos, sem intermédio dela.[19]

Durante sua carreira, Gretchen teve muitos namorados, os quais muitas vezes apareciam na mídia como seus maridos, somando ao todo, 17 supostos maridos,[20] quando na verdade foram cinco.[21] Em 2002 , Gretchen cancelou o casamento com o cabeleireiro Cláudio Alves de Farias na TV dias antes devido a ter sido vítima de agressão.[22] Desde junho de 2013 está casada com o empresário português Carlos Marques.[23] Juntos possuem três lojas de roupas e produtos brasileiros em Portugal e Paris, chamadas de "Mercado Rio Brasil".[24] Desde 2015 a cantora mora em Mônaco, na França, onde abriu uma nova loja de roupas. Gretchen reside em um duplex com o marido e as filhas Giúlia e Valentina. Revelou que o marido é faz um excelente papel de pai, sendo muito mais que só padrasto. Contou que essas duas filhas são as únicas que não possuem pai, já que Giúlia, mesmo sendo filha biológica, foi fruto de uma inseminação artificial, e Valentina foi adotada. Na época que fez inseminação e posteriormente a adoção, Gretchen estava solteira, e as registou sozinha. Também contou em entrevistas nunca ter tido babá, e que atualmente faz todos os serviços domésticos sem ajuda de empregada, pois gosta de cuidar do lar.[25]

Relembrando o passado, sua irmã Sula Miranda deu uma entrevista contando como era a convivência com o pai violento e alcoólatra, contando que ele nunca foi a favor da carreira das filhas, e as agredia. Em uma reportagem, contou um episódio ocorrido:

Imagem pública[editar | editar código-fonte]

Gretchen posou nua pela primeira vez para a revista Playboy dois meses antes de aparecer na revista Status, fotografada por Cinira Arruda. Em seguida, também para outras revistas, tais como: Homem, Sexy, Hunter. Ela também teve edições especiais da revista Homem feitas especialmente para ela nos anos de 1984 duas vezes e uma em 1985. Seus nus foram feitos não apenas quando a cantora era jovem e estava no auge da fama, mas também quando já estava na faixa dos quarenta anos. Gretchen chegou a posar nua até mesmo quando estava grávida em 2003, aos 44 anos.[26]

No ano de 2006, Gretchen assinou um contrato de R$ 1,5 milhão com a produtora erótica brasileirinhas, para gravar 8 cenas que originariam três filmes pornográficos. Uma de suas exigências foi atuar ao lado do seu então marido Gutto Guitar. Apesar de críticas pelas fracas atuações, os filmes foram sucessos de vendas.[27] Após os filmes ela declarou diversas vezes que este trabalho é o seu maior arrependimento, mas que foi com seu cachê que conseguiu reerguer a vida financeira e a carreira.[28]

Em 2011, Gretchen se vestiu de garçonete em uma lanchonete dos EUA e algumas fotos foram publicadas na Internet, criando a noticia de que ela estaria passando necessidade. Gretchen então explicou de que estava fazendo um favor publicitário ao amigo, dono do restaurante, para atrair clientes.[29]

Outros empreendimentos[editar | editar código-fonte]

Política[editar | editar código-fonte]

Nas eleições de 2004, Gretchen foi detida por algumas horas pela polícia militar no ginásio esportivo do município de Senador Canedo, a 18 quilômetros de Goiânia, junto com a deputada estadual Laudeni Lemes. A prisão ocorreu devido ambas estarem fazendo boca de urna para o deputado Alsueres Mariano do PSDB.[30] Em 2008, enquanto morava no estado de Pernambuco, Gretchen filiou-se ao Partido Popular Socialista e tentou a candidatura à prefeitura da cidade de Ilha de Itamaracá. Na eleição, ficou em terceiro lugar ao obter apenas 343 votos, correspondendo a 2,85% do total da votação.[31] Em 2010, ela lançou o documentário "Gretchen Filme Estrada".[9]

Livro[editar | editar código-fonte]

Em 26 de outubro de 2015, lançou o livro "Gretchen - Uma biografia quase não autorizada" na livraria Fnac, no Barra Shopping, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Também mencionou que Juliana Paes estaria cotada para a adaptação da biografia em filme.[32] Na biografia Gretchen diz: "É uma despedida oficial da minha carreira, não tenho intenção de voltar, quero ter a oportunidade de cuidar do meu marido, dos meus filhos, viajar e ter uma vida normal. Quero ser a Maria, descansar".

Prêmios e homenagens[editar | editar código-fonte]

Ao longo de sua carreira, Gretchen recebeu vários prêmios da mídia, como ela mesma mostrou em programas da TV Gazeta e no programa Domingo Legal do SBT. Entre seus prêmios destacam-se o "Troféu Rádio Globo", Troféu do programa Globo de Ouro, vários troféus "Disco de Ouro" do programa Discoteca do Chacrinha, prêmio dado pelo apresentador aos melhores do mês e também do ano, prêmios de várias rádios, como da Rádio América o prêmio "Destaque América", o qual ela ganhou sete vezes, e prêmios de festivais em estados diversos, como do "Festival do Disco" no Rio Grande do Sul, e outros como revelação do ano de rádios, revistas e programas de TV em seu início de carreira. Em 1987 o LP "No Mundo da Criança" (com Gretchen, Maria Alcina e outros) foi indicado ao "Troféu Villa-Lobos" como melhor disco infantil de 1986, concorrendo com "Os Abelhudos" "A Turma do Balão Mágico" e "Show da Xuxa"[33]

Em 1999, ganhou um "Disco de Ouro" pela divulgação do CD "Discoteca do Chacrinha". O prêmio foi entregue por Augusto Liberato no programa Domingo Legal. Em 2006 recebeu o Troféu "Coroa de Ouro" no programa Rei Majestade no SBT.[34] Ela também foi homenageada com o Prêmio "Boas Vindas a Goiânia" pelo premiação Megha Profissionais 2010.[35] No Carnaval de Pernambuco, foi coroada "Rainha Gay 2010" pela comunidade GLBT. Também foi eleita "Rainha do Baile dos Artistas" em 2011, juntamente com o "rei", o escritor Ariano Suassuna, honraria pela qual ela declarou que esperava há um bom tempo, pois não sendo Pernambuco sua terra natal sentiu-se uma verdadeira pernambucana ao receber tal título.[36] Em 2011, Gretchen também foi homenageada em Israelândia, onde recebeu um banner com vários momentos de sua carreira e uma faixa do Prefeito de boas-vindas à cidade.[37]

Ainda em Goiânia foi homenageada sendo tema de uma premiação de hipismo.[38] Gretchen recebeu mais uma homenagem pelos seus mais de 30 anos no mundo do entretenimento no prêmio "Vips de Minas e Celebridades 2012", onde recebeu o prêmio "Celebridade Nacional 2012".[39]

Em 2013, Thammy Miranda dançou o maior sucesso de Gretchen na telenovela Salve Jorge.[40] Em outubro do mesmo ano, Viviane Araújo homenageou Gretchen ao dançar "Conga, Conga, Conga" na boate GLS Pipper Club.[41]

Emanuelle Araújo interpretou Gretchen no filme Bingo: O Rei das Manhãs. [42]

Em julho de 2017, após o sucesso de Gretchen no clipe de Katy Perry , Gretchen recebe do programa Domingo Legal uma placa comemorativa como "Rainha da Internet".[43] Antes disso, porém precisamente em fevereiro de 2017 ela recebe placa do Youtube em comemoração a marca de 100 mil inscritos em seu canal[44]. Após o mega sucesso do lyric vídeo de "Swish Swish" a cantora americana Katy Perry, diz em entrevista que Gretchen é a própria internet.[45] Logo em seguida faz um vídeo de agradecimento dizendo que o sucesso de Gretchen transcende todas as línguas[46]. Em dezembro de 2017 Gretchen recebe outro prêmio "Rainha da Internet ", dessa vez na premiação Digital Awards 2017.[47] Em maio Gretchen recebe o prêmio Networking Empresarial 2019 Nacional e Internacional, onde mais uma vez foi eleita a "Rainha da Internet Brasileira". O prêmio foi entregue em Lisboa e recebido por seu marido Carlos Marques devido a impossibilidade de sua presença.[48]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Gretchen
Álbuns de estúdio
  • My Name Is Gretchen (1979)
  • You and Me (1981)
  • Lonely (1982)
  • Gretchen (1983)
  • Latino Americana (1987)
  • Gypsy (1988)
  • Cheiro & Chamego (1991)
  • Vem Me Ver (1993)
  • Sexy Charme Dance (1995)
  • Jesus Dance (1996)
  • A Nova Gretchen (1997)
  • La Pasión (2000)
  • Me Deixa Louca (2001)
  • De Conga a Coração - Gretchen Canta Dorgival Dantas (2009)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo / Personagem Notas
1982–88 Cassino do Chacrinha Jurada Quadro: "Calouros"
1984 Pirlimpimpim 2 Cuca Rumbeira Especial de final de ano
2010 Troca de Família Participante Temporada 4
2012 A Fazenda Participante Temporada 5
2016 Power Couple Brasil Participante Temporada 1
2016 Duelo de Mães Participante Episódio: "Gretchen x Simony"
2018 Os Gretchens Ela mesma
2018 Samantha![49] Ela mesma Episódio: "4"
2018 Bancando o Chef Participante Episódio: "Ticiane Pinheiro x Gretchen"
2019 A Dona do Pedaço Dginalda de Souza (Gina)[50] Episódios: "11 de julho–1 de agosto"

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1979 Vamos Cantar Disco Baby Nara
1982 Aluga-Se Moças Beth Lara
1990 A Rota do Brilho Natália
2006 La Conga Sex[nota 1] Gretchen
2006 Gretchen: Carnaval[nota 2] Gretchen
2007 A Rainha do Bumbum[nota 3] Gretchen
2009 Alô, Alô, Terezinha! Ela mesma Documentário
2010 Gretchen: Estrada Ela mesma Documentário

Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2016–presente Gretchen & Você Apresentadora
2019 FLOPS - Uma comédia musical Professora de artes

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Gretchen

Notas

  1. Filme erótico gravado para a produtora Brasileirinhas em 2006.
  2. Filme erótico gravado para a produtora Brasileirinhas em 2006.
  3. Filme erótico gravado para a produtora Brasileirinhas em 2006.

Referências

  1. «Gretchen comemora vitória na Justiça contra youtuber que que xingou ela e Thammy: 'Ofendeu a minha honra'». Extra. 16 de outubro de 2013. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  2. «Em pocket show, Gretchen celebra hits e dispara: 'Eu sou a Madonna brasileira'». O Globo. 27 de julho de 2011 
  3. «Biografia de Gretchen». Arquivado do original em 10 de junho de 2015 
  4. «Pró-TV». Arquivado do original em 10 de junho de 2015 
  5. a b Cora Lima, Ana (2014). «"É uma chance de esclarecer várias questões"». Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  6. a b «Vendas de Gretchen chega a 4 milhões» 
  7. a b Presente no clipe de Perry, Gretchen é ícone pop sem ter hit já há 35 anos|acessodata=16 de dezembro de 2016|data=16 de outubro de 2013
  8. «"Dez fatos sobre Gretchen que você tem que saber». 31 de Julho de 2014. Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  9. a b Chacur, Fabian (16 de outubro de 2013). «Gretchen lança documentário sobre vida política». Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  10. «Gretchen fez mil shows em menos de três anos de carreira». Consultado em 18 de Janeiro de 2016 
  11. «"Aluga-se Moças" fica à frente de Caçadores da Arca Perdida, batendo recorde de bilheteria» 
  12. «Gretchen desiste do reality show A Fazenda e toca o sino» 
  13. «Gretchen incorpora Maria Madalena em peça de teatro» 
  14. «Peça de teatro com Gretchen lota mais de 8 mil pessoas» 
  15. «Gretchen no Luciana By Night em 11 de Agosto de 2015» 
  16. «Power Couple Brasil estreia dia 12 de abril com apresentação de Roberto Justus». Consultado em 8 de maio de 2016. Arquivado do original em 5 de agosto de 2016 
  17. «Gretchen completa 56 anos, pensa em adotar oitavo filho e brinca: 'Queria o meu corpo de 18'». 24 de Maio de 2015. Consultado em 7 de Janeiro de 2016 
  18. [1]
  19. [2]
  20. «Gretchen já teve 16 maridos». 16 de outubro de 2013. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  21. Cora Lima, Ana (16 de outubro de 2013). «Gretchen esclarece quantos casamentos já teve em biografia». Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  22. [[3] «Ex-noivo que agrediu Gretchen é morto a tiros»] Verifique valor |url= (ajuda). 1 de janeiro de 2003. Consultado em 15 de agosto de 2018 
  23. a b Couto, Gerson (16 de outubro de 2013). «Gretchen apanhava do pai alcoólatra, revela biografia inédita da cantora». Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  24. «Ao lado do marido, Carlos, a cantora tem mercados de produtos brasileiros em Portugal e na França: 'Estou amando essa vida'.». 15 de Novembro de 2014. Consultado em 8 de Janeiro de 2016 
  25. [4]
  26. «Gretchen lança biografia; 10 fatos provam que sua vida já é um livro aberto». Outubro de 2015. Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  27. «Gretchen fala sobre o cache de seus filmes eróticos» 
  28. «Gretchen se arrepende de seus filmes eróticos» 
  29. «"Não fui para os EUA trabalhar como garçonete. Aquelas imagens foram de umas fotos que eu fiz para um trabalho publicitário, mas se tivesse que trabalhar como garçonete, não teria o menor problema"». Julho de 2014. Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  30. «Gretchen é detida pela polícia militar por boca de urna» 
  31. «Gretchen se elege à prefeitura de cidade de Pernambuco». 16 de outubro de 2013. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  32. «Gretchen lança biografia e diz que Ju Paes pode interpretá-la em filme». 26 de Outubro de 2015. Consultado em 8 de Janeiro de 2016 
  33. «Gretchen indicada ao Troféu Villa-Lobos» 
  34. «Gretchen, Jair Rodrigues, As Marcianas, Agnaldo Timóteo e Kátia. no Rei Majestade» 
  35. «Gretchen ganha homenagem em Goiânia» 
  36. «Gretchen coroada Rainha Gay» 
  37. «Gretchen recebe homenagem em Israelândia» [ligação inativa]
  38. «Gretchen é homenageada em corrida de cavalos em goiania» 
  39. «Gretchen homenagem recebida pela VIP» 
  40. Bittencourt, Carla (26 de março de 2013). «'Salve Jorge': Thammy vira mulherão e dança 'Conga' como Gretchen». Consultado em 21 de outubro de 2017 
  41. «Vivi Araújo faz tributo a Gretchen e dança 'Conga' em boate GLS». 15 de Outubro de 2013. Consultado em 8 de Janeiro de 2016 
  42. Vieira, William (23 de Agosto de 2017). «Emanuelle Araújo fala sobre interpretar Gretchen no cinema». Consultado em 15 de Outubro de 2017 
  43. «Efeito Katy». Noticias UOL. 16 de julho de 2017. Consultado em 5 de novembro de 2017 
  44. «Gretchen ganha placa comemorativa por 100 mil inscritos no Youtube». Ego 
  45. «Katy Perry elogia Gretchen: 'Ela é a internet'». G1 
  46. «Katy Perry agradece Gretchen após participação em clipe: "Você transcende todas as línguas" - R7 Diversão - R7 Pop». diversao.r7.com. Consultado em 22 de dezembro de 2017 
  47. «Gretchen é eleita a rainha da internet em 2017». CARAS. 15 de dezembro de 2017 
  48. «Personalidades brasileiras são homenageadas em premiação internacional em Lisboa | Publicado por MF Press Global». VEJA.com. Consultado em 28 de maio de 2019 
  49. «'Samantha!', nova série da Netflix, tem Gretchen e comparações com Simony - Cultura - Estadão». Estadão 
  50. Edu Viana (6 de junho de 2019). «Gretchen estreia em novelas como ex de Marco Nanini em A Dona do Pedaço». Notícias da TV. Consultado em 6 de junho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gretchen