Maria Alcina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Alcina
Maria Alcina se apresenta na
Virada Cultural de São Paulo, em 2008.
Informação geral
Nascimento 22 de abril de 1949 (67 anos)
Origem Cataguases, Minas Gerais
País  Brasil
Gênero(s) MPB, Samba, carnaval
Instrumento(s) voz
Período em atividade 1966-atualmente
Gravadora(s) Outros Discos

Maria Alcina (Cataguases, 22 de abril de 1949) é uma cantora brasileira.

Entre seus maiores sucessos estão Fio Maravilha (Jorge Ben) — vencedora da fase nacional do Festival Internacional da Canção de 1972 — e Kid Cavaquinho (João Bosco e Aldir Blanc). Com Fio Maravilha, fez o Maracanãzinho vibrar e conquistou o estrelato.

Dona de uma voz grave e de uma presença de palco contagiante, ganhou o Troféu Imprensa, participou de programas de televisão como a Discoteca do Chacrinha, o Qual é a Música? e todos os outros da época. Percorreu o Brasil com seus shows e ficou conhecida internacionalmente. Sua maneira exótica de se vestir se compara muito a Carmem Miranda. No início de sua carreira, trabalhou durante seis anos em um circo.

No ano de 2004 gravou um CD de batida eletrônica, chamado Agora, com o Bojo, banda composta por Maurício Bussab, Fê Pinatti, Du Moreira e Kuki Stolarski. No CD, alguns clássicos de sua carreira, com roupagem eletrônica, como Eu dei, Alô, alô e Fio Maravilha; além desses sucessos, canções inéditas.

Em 2010 gravou o CD Maria Alcina Confete e Serpentina produção de Mauricio Bussab e ganhou o premio da musica brasileira como melhor cantora e melhor CD.

Em 2014 gravou o CD de nome De Normal Bastam Os Outros com a produção de Thiago Maques Luis comemorando 40 anos de carreira.Tem composições de Zeca Baleiro, Arnaldo Antunes, Pericles Cavalcanti, Felipe Cordeiro, Anastacia, Karina Bahur, Oswaldo Nunes, Adoniran Barbosa, João Bosco e Aldir Blanc, Totonho e os Cabras,Jorge Ben Jor, Chico Anisio,e a participação de Ney Mato Grosso, cantando a musica Bigorrilho. O disco foi recebido com entusiasmo pela crítica especializada e o show de lançamento considerado um dos melhores de 2014 pelo jornalista Alexandre Eça. [1]

Em 2016 lança o DVD DE Normal Bastam Os Outros no Sesc Belenzinho. O DVD foi gravado no Auditório Ibirapuera em São Paulo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «LISTA: Os 20 shows nacionais de 2014 nos palcos de São Paulo». Música Estática. 2014-12-20. Consultado em 2016-11-16.