Zeca Baleiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zeca Baleiro
Informação geral
Nome completo José Ribamar Coelho Santos
Nascimento 11 de abril de 1966 (50 anos)
Origem Arari, Maranhão Maranhão
País  Brasil
Gênero(s) Samba, mpb, pop, pop rock, rock
Instrumento(s) Voz, violão, guitarra
Período em atividade 1997 - atualmente
Gravadora(s) Som Livre
Afiliação(ões) Chico César, Vange Milliet, Fagner, Moska, Lenine, Simone, Zé Ramalho, Martinho da Vila
Página oficial zecabaleiro.com.br

José Ribamar Coelho Santos (Arari, 11 de abril de 1966), mais conhecido como Zeca Baleiro, é um cantor, compositor, cronista, e músico brasileiro de MPB. Transferiu-se para São Paulo onde lançou sua carreira. Zeca canta, toca violão e já teve suas composições interpretadas por Simone, Gal Costa, Elba Ramalho, Vange Milliet, Adriana Maciel, Luíza Possi, Rita Ribeiro, Renato Braz e Claudia Leitte. Em 2011, lançou um livro de crônicas intitulado Bala na agulha[1]. Atualmente, além da carreira de músico, é colunista mensal da revista Isto É.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O nome José de Ribamar é uma homenagem a São José de Ribamar, santo dos maranhenses.[3] O apelido - Baleiro - vem do fato de Zeca consumir balas entre as aulas, durante o curso de Agronomia.[4] É o que pode ser percebido nas próprias palavras do Zeca: "Sempre fui um grande consumidor de doces, balas e toda sorte de guloseimas. Quando ingressei na universidade, entre uma aula e outra, saboreava minhas balas. Quando alguém desejava comer uma, vinha até mim. Daí para começarem a me chamar de baleiro foi um passo. Confesso que a princípio aquilo não soava bem aos meus ouvidos."[5] Antes de dedicar-se exclusivamente à música, chegou, inclusive, a abrir uma loja de balas, tortas e doces caseiros.

Carreira Musical[editar | editar código-fonte]

Zeca começou sua carreira compondo melodias e músicas para peças infantis de teatro, onde se destacou pela qualidade de suas letras. Mudou-se para Belo Horizonte, onde cantava pelos bares da cidade. Foi morar em São Paulo, onde dividia um apartamento com seu parceiro musical Chico César. Apesar de sua carreira musical já existir 12 anos antes de gravar seu primeiro disco em 1997, seu salto para a fama foi em sua participação no Acústico MTV de Gal Costa com a canção "A Flor da Pele", que lhe valeu projeção nacional. Nos anos seguintes gravou mais cinco discos com participação de outros cantores do Brasil, muitos dos quais são seus parceiros em composições como: Chico César, Rita Ribeiro, Lobão, O Teatro Mágico, Arnaldo Antunes, Zé Geraldo, Paulinho Moska, Lenine, Fagner, Zeca Pagodinho, Genival Lacerda e Zé Ramalho. Sua música deriva de muitos ritmos tradicionais brasileiros: samba, pagode, baião com elementos do rock, pop e música eletrônica com um modo muito particular de tocar violão.

Em 2004, Rossanna Decelso, empresária do Baleiro, gravou o CD Mandando Bala, composto totalmente por um repertório inédito de Zeca Baleiro. As músicas inéditas estavam escondidas no baú do compositor antes da fama, entre 1991 e 1996.[6]

Em 2008, com diferença de poucos meses entre o lançamento de um e outro, Baleiro lançou O Coração do Homem Bomba - Vol. 1 e Vol. 2.[7] Baleiro disse: "Optei pela edição em dois volumes. Acho disco duplo um pouco indigesto. Assim dá tempo de ouvir, digerir, parece mais interessante. Tem uma coisa meio marqueteira: dá um expectativa. Alguns questionam, dizem que vai ser um fiasco. Não me lembro de terem feito isso no Brasil. Estou fazendo para experimentar mesmo".[8]

Em 2012, o Charlie Brown Jr. convidou o Zeca Baleiro, e ambos gravaram juntos a versão ao vivo da canção Proibida pra Mim (Grazon) no CD/DVD Música Popular Caiçara (Ao Vivo), lançado em Maio de 2012.

Ainda em 2012, Zeca produziu o álbum Praça Tiradentes, de Odair José, que saiu com o selo Saravá Discos (que é a gravadora de Zeca).[9]

Em 2014, Zeca lançou seu segundo livro de crônicas, “A Rede Idiota e outros textos”, com artigos publicados na revista IstoÉ e no blog Questões Musicais, da revista piauí, além de textos publicados em diversos jornais e revistas e outros escritos especialmente para o livro.[10] Neste mesmo ano, o álbum "A palavra acesa de José Chagas", de autoria de Zeca Baleiro e do poeta Celso Borges, foi lançado. Entusiasmados com a poesia do paraibano José Chagas, os dois chamaram músicos e cantores para transformar 14 de seus poemas em canções.[11]

Em 2015, para homenagear os 40 anos da carreira de Zé Ramalho, lançou o álbum Zeca Baleiro Canta Zé Ramalho: Chão de Giz Ao Vivo.

Ainda em 2015, juntamente com Paulo Lepetit e Naná Vasconcelos, lança o álbum Projeto Café no Bule, com o selo SESC. A gravação durou dois anos espaçados, com três vindas de Naná a São Paulo, onde Lepetit tem um estúdio em parceria com Zeca. O título “Projeto Café no Bule” remete à expressão popular. Tem um significado de “aqui tem conteúdo”.[12]

Trabalhos voltados ao Público Infantil[editar | editar código-fonte]

O primeiro trabalho voltado ao público infantil criado por Zeca foi o musical Quem Tem Medo de Curupira?, escrito por ele em 1988. Esta foi a primeira peça escrita por ele.[13]

Em 2014, Zeca lançou seu primeiro álbum voltado ao público infantil.[14] Zoró (bichos esquisitos) Vol.1 foi agraciado com o 26° Prêmio da Música Brasileira, categoria Melhor Álbum Infantil[15] Segundo Zeca, gravar um álbum infantil era um projeto antigo, desde quando ele criava música para seus filhos quando pequenos.

No ano seguinte, lançou o DVD Zeca Baleiro e Convidados - A Viagem da Família Zoró, como um um desdobramento do disco anterior.[16] Neste mesmo ano, a coleção “Fora de Cena”, da Companhia das Letrinhas, lançou o livro “Quem Tem Medo de Curupira?”, cujo texto do musical infantil foi escrito por Baleiro e encenado pela primeira vez em 2010. “Esse texto, que escrevi há 28 anos, é uma opereta fantasiosa sobre as criaturas brasileiras da mata - Saci, Caipora, Curupira, Mãe-d'Água e Boitatá”, lembra Zeca Baleiro.[17]

Musicografia[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Estúdio[editar | editar código-fonte]
# Lançamento Álbum Certificação
1 1997 Por Onde Andará Stephen Fry? ouro - ABPD[18]
2 1999 Vô Imbolá ouro - ABPD[18]
3 2000 Líricas ouro - ABPD[18]
4 2002 Pet Shop Mundo Cão
5 2003 Raimundo Fagner & Zeca Baleiro
6 2005 Baladas do Asfalto e Outros Blues
7 2007 Lado Z
8 2008 O Coração do Homem Bomba - Vol. 1
9 2008 O Coração do Homem Bomba - Vol. 2
10 2012 O Disco do Ano
11 2012 Lado Z Volume 2
12 2016 Era Domingo
Infantis[editar | editar código-fonte]
# Lançamento Álbum Formato(s) Certificação
1 2014 Zoró (bichos esquisitos) Vol.1[14] CD
2 2015 Zeca Baleiro e Convidados - A Viagem da Família Zoró DVD
Ao Vivo[editar | editar código-fonte]
# Lançamento Álbum Formato(s) Certificação
1 2004 Pet Shop Mundo Cão - A Ópera Infame DVD
2 2004 Raimundo Fagner & Zeca Baleiro - O Show DVD ( ouro - ABPD[18])
3 2005 Líricas (Ao Vivo) DVD)
4 2006 Vô Imbolá (Ao Vivo) (DVD)
5 2006 Baladas do Asfalto & Outros Blues (Ao Vivo) CD/DVD
6 2008 O Coração do Homem Bomba - Ao Vivo (Ao Vivo Mesmo) DVD
7 2010 Concerto CD
8 2014 Calma Aí, Coração - Ao Vivo Cd e DVD
9 2015 Zeca Baleiro Canta Zé Ramalho: Chão de Giz Ao Vivo Cd e DVD
Coletâneas Musicais[editar | editar código-fonte]
Com Paulo Lepetit e Naná Vasconcelos[editar | editar código-fonte]
Trilhas[editar | editar código-fonte]
Trilha Sonora Telenovelas

Zeca Baleiro teve muitas de suas canções incluídas em trilhas sonoras de telenovelas da Rede Globo, Rede Bandeirantes e Rede Record, algumas delas são:

Trilha Sonora Filmes
Participação especial[editar | editar código-fonte]
  • 1997 - CD Acústico MTV de Gal Costa - Música "À Flor da Pele"
  • Brésil
  • Calor do Brasil
  • Metamophoses
  • MPBZ by Marco Mazzola
  • Novo Canto
  • O Melhor do Acústico MTV
  • Palco MPB
  • Reggae Around the World
  • 2003 - CD A peste negra do Nordeste, da banda Clã Nordestino - Música "Coração feito de África"
  • 2005 - Tributo a Odair José - Vou Tirar Você Desse Lugar - Música "Eu, Você e a Praça"
  • 2008 - CD Segundo Ato da banda O Teatro Mágico - Música Xanéu N. 05
  • 2008 - DVD "Zoombido Para Se Fazer Uma Canção - V.1" - Canções "Cigarro", "Flores No Asfalto" e "Você só Pensa em Grana (com Moska")
  • 2008 - DVD Intimidade de Oswaldo Montenegro - Música Léo e Bia
  • 2009 - DVD "Tributo a Elpídio dos Santos" - Músicas: Fogo no Rancho e Fantasia Cigana
  • 2009 - CD "Balaio do Sampaio" - Canção "Tem Que Acontecer"
  • 2010 - CD "Mr. Lennon" - Canção "Mother"
  • 2012 - CD Música Popular Caiçara (Ao Vivo) do Charlie Brown Jr. - Música Proibida pra Mim (Grazon)

Livros[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios Musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Indicação/Categoria Trabalho (Canção/Álbum) Resultado Ref.
1997 Jornal do Brasil "Cantor Revelação do Ano" Venceu [24]
Prêmio APCA "Melhor Cantor" Venceu [24]
1998 Prêmio Sharp 98 "Artista Revelação" Venceu [24]
"Melhor Álbum" Por Onde Andará Stephen Fry? Venceu [24]
"Troféu Melhor Música" Bandeira Venceu [24]
MTV Video Music Brasil 1998 "Melhor Videoclipe de Artista Revelação" Indicado [25][26]
"Melhor Videoclipe de MPB" Indicado
2000 Grammy Latino de 2000 "Best Brazilian Pop Album (Melhor Álbum Pop Brasileiro)" Vô Imbolá Indicado [18][27]
2001 Grammy Latino de 2001 "Best Brazilian Contemporanean Pop Album (Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro)" Líricas Indicado [28]
2003 Prêmio Rival BR Compositor do Ano Venceu [29]
Grammy Latino de 2003 "Best Brazilian Contemporary Pop Album (Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro)" Pet Shop Mundo Cão Indicado [30]
2005 Grammy Latino de 2005 "Best Brazilian Contemporary Pop Album (Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro)" Baladas do Asfalto e Outros Blues Indicado [30]
2009 Grammy Latino de 2009 "Best Brazilian Contemporary Pop Album (Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro)" O Coração do Homem Bomba - Ao Vivo (Ao Vivo Mesmo) Indicado [30]
2010 Prêmio da Música Brasileira "Canção Popular" O Coração do Homem Bomba - Ao Vivo (Ao Vivo Mesmo) Venceu [24]
18ª edição do Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem "Melhor Trilha Sonora - Música Originalmente Composta" Quem Tem Medo de Curupira? Venceu [31]
2012 MTV Video Music Brasil 2012 "Melhor Capa" O Disco do Ano Indicado [32]
2014 Grammy Latino de 2014 "Melhor Álbum de MPB" Calma Aí, Coração - Ao Vivo Indicado [33]
"Melhor Canção Brasileira" Calma Aí, Coração Indicado [33]
2015 26° Prêmio da Música Brasileira Melhor Álbum Infatil Zoró (bichos esquisitos) Vol.1 Venceu [34]
2016 27° Prêmio da Música Brasileira Melhor Canção Antes Do Mundo Acabar* (Intérprete: Zélia Duncan) Venceu [35]
  • Nota: * = A canção "Antes Do Mundo Acabar" foi composta por Zeca Baleiro em parceria com Zélia Duncan.

Com Projeto Café no Bule[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado Ref
2016 27° Prêmio da Música Brasileira Álbum Projeto Especial Venceu [35]
Projeto Visual Indicado [36]

Prêmios Literários[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Livro Resultado Ref
2016 Prêmio APCA "Melhor Livro - Literatura Infanto-juvenil" Quem Tem Medo de Curupira? Venceu [37][13]

Referências

  1. «Você pode ganhar um livro de Zeca Baleiro!». Bienalpernambuco.com. Consultado em 14 de março de 2012 
  2. Istoe.com.br http://www.istoe.com.br/colunas-e-blogs/colunista/4_ZECA+BALEIRO. Consultado em 14 de março de 2012  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  3. «Biografia - Zeca Baleiro». Guiadasemana.com.br. Consultado em 14 de março de 2012 
  4. «Biografia - Zeca Baleiro». Pensador.uol.com.br. Consultado em 14 de março de 2012 
  5. «Zeca Baleiro - Biografia». Jornallivre.com.br. Consultado em 14 de março de 2012 
  6. uol.com.br/ Rossanna Decelso canta repertório inédito de Zeca Baleiro
  7. territoriodamusica.com/ Resenhas - Zeca Baleiro: O Coração do Homem Bomba - Vol. 2
  8. pilulapop.com.br/ Ele não toca Raul e tem medo de Geraldo Vandré
  9. jornalopcao.com.br/ Odair José é um gênio”
  10. rivalpetrobras.com.br/
  11. territoriodamusica.com/ Vários Artistas: A palavra acesa de José Chagas
  12. uai.com.br/ Projeto coletivo reúne Zeca Baleiro, Naná Vasconcellos e Paulo Lepetit
  13. a b blogdaletrinhas.com.br/ Livro de Zeca Baleiro ganha prêmio da APCA
  14. a b imirante.globo.com/ Zeca Baleiro lança o seu primeiro trabalho infantil
  15. aboutmusic.com.br/ Confira o que rolou no 26º Prêmio da Música Brasileira
  16. g1.globo.com/ Baleiro solta os bichos ao entrar com DVD na praça da animação infantil
  17. eventosnobrasil.net/ Zeca Baleiro na Livraria Cultura
  18. a b c d e f mpbnet.com.br/
  19. showlivre.com/ Zeca Baleiro, Paulo Lepetit e Naná Vasconcelos no Projeto Café no Bule
  20. ultimosegundo.ig.com.br/ A música fora do armário de Zeca Baleiro
  21. gshow.globo.com/ #Clipe! "Proibida Pra Mim", de Zeca Baleiro, embala as cenas de Davi e Manu: confira
  22. «Disritmia - Zeca Baleiro - Tema de Rodinei e Liara em Cheias de Charme!». www.midiatotal.net. Consultado em 26 de fevereiro de 2016 
  23. midiatotal.net/ Ai que Saudade D'ocê - Tema de Vicente e Cristina em Império!
  24. a b c d e f dicionariompb.com.br/
  25. mtv.uol.com.br/ Lista dos indicados e vencedores do VMB 1998 no MTV.com.br
  26. ultramix.com.br/
  27. educacional.com.br/ Zeca Baleiro
  28. terra.com.br/ Grammy Latino 2001
  29. cliquemusic.uol.com.br/ Prêmio Rival BR faz honra aos independentes
  30. a b c zecabaleiro.uol.com.br/ Perfil do artista
  31. noticias.bol.uol.com.br/ Confira lista dos vencedores do prêmio Femsa de Teatro Infantil e Jovem de 2010
  32. mtv.uol.com.br/ Lista dos indicados e vencedores do VMB 2012 no MTV.com.br
  33. a b «Nominados - 15a Entrega Anual del Latin Grammy». Latin Grammy Awards official website (em espanhol). Consultado em 11 de outubro de 2014 
  34. aboutmusic.com.br/ Confira o que rolou no 26º Prêmio da Música Brasileira
  35. a b g1.globo.com/ Veja os vencedores do 27º Prêmio da Música Brasileira
  36. diariodepernambuco.com.br/ Lenine, Naná Vasconcelos e Alessandra Leão entre os finalistas do 27° Prêmio da Música Brasileira
  37. folhadaregiao.com.br/ APCA premia melhores de 2016 em nove áreas das artes

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Zeca Baleiro
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Zeca Baleiro