Serras Azuis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Serras Azuis
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Ana Maria Moretzsohn
Baseado em Serras Azuis de Geraldo França de Lima
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Nilton Travesso
Elenco Petrônio Gontijo
Adriana Londoño
Joana Fomm
Leonardo Villar
Ítalo Rossi
Ana Lúcia Torre
Gianfrancesco Guarnieri
Bete Coelho
Carmo Dalla Vecchia
ver mais
Tema de abertura "Canção dos viajantes" - Marcus Viana
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Bandeirantes
Transmissão original 22 de junho de 1998 - 4 de dezembro de 1998
N.º de episódios 120
Cronologia
Perdidos de Amor
Meu Pé de Laranja Lima

Serras Azuis é uma telenovela brasileira que foi produzida e exibida pela Rede Bandeirantes entre 22 de junho e 4 de dezembro de 1998, sendo substituída por Meu Pé de Laranja Lima, em 120 capítulos.[1]

Baseada na obra de Geraldo França de Lima, foi escrita por Ana Maria Moretzsohn, com colaboração de Maria Cláudia Oliveira, Daisy Chaves e Izabel de Oliveira, e dirigida por Nilton Travesso, Paulo Figueiredo e Tarcísio Filho.

Foi protagonizada por Adriana Londoño e Petrônio Gontijo.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O envolvimento de Lígia das Graças Paiva com Gaius Gutemberg Roldão. Mais que filhos de famílias inimigas, são sobreviventes de uma chacina que, por pouco, não tira a cidade do mapa. Sob a maldição de que o sangue de um Roldão não pode misturar-se com o de um Paiva, ambos terão muita dor de cabeça.

No entanto, a tragédia é suavizada pelas histórias paralelas: disputa pelo poder, política sindical, vinganças, traições, fofocas, bruxarias, e até mesmo uma personagem do folclore brasileiro: a mula-sem-cabeça.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Reprise[editar | editar código-fonte]

Foi reexibida de 1 de agosto de 2011 a 12 de janeiro de 2012 pela TV Diário, totalizando 119 capítulos, substituindo Meu Pé de Laranja Lima, e sendo a segunda novela da Band a ser exibida na emissora. No dia 13 de janeiro de 2012, uma sexta-feira, a emissora reprisou o último capítulo.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. Toada - Boca Livre (participação especial de Milton Nascimento)
  2. canção dos viajantes - Marcus Viana (tema de abertura)
  3. Saco de ouro - Chitãozinho e Xororó
  4. Majestade, o sabiá - Roberta Miranda
  5. Te ver - Lô Borges
  6. Minha voz, minha vida - Caetano Veloso
  7. Onde estará o meu amor - Chico César
  8. A flor - Virgínia Rosa
  9. Folia - Boca Livre (participação especial de Beto Guedes)
  10. Brincadeira de coroar - Simone Guimarães
  11. Trenzinho do caipira - Ney Matogrosso
  12. Flor da pele - Zeca Baleiro
  13. Igrejinha de São Damião - Marcus Viana
  14. Serras azuis - Marcus Viana
  15. A gaita e a sanfona - Téo Azevedo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. «Band inaugura "cidade' em parque municipal». Folha de São Paulo. 16 de junho de 1998. Consultado em 6 de agosto de 2017.