Ricardo Linhares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ricardo Linhares
Nome completo Ricardo Linhares Godinho
Nascimento 30 de abril de 1962 (60 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Autor de telenovelas

Ricardo Linhares Godinho (Rio de Janeiro, 30 de abril de 1962) é um autor de telenovelas brasileiro.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ricardo Linhares iniciou sua carreira como autor em Viva o Gordo de Jô Soares e Caso Verdade e posteriormente escrevendo novelas com Aguinaldo Silva com quem colaborou na novela O Outro. Sua primeira novela como autor principal foi Tieta com Aguinaldo Silva e Ana Maria Moretzsohn Com ela o autor escreveu o remake da novela de Gilberto Braga Dona Xepa e a novela Lua Cheia de Amor. Com Aguinaldo Silva escreveu sucessos como: Pedra sobre Pedra, Fera Ferida e A Indomada. Em 1998 fez sua primeira novela solo Meu Bem Querer e em 2001 mais um sucesso com Aguinaldo Silva : Porto dos Milagres. Em 2003 fez sua segunda novela solo Agora É que São Elas , a trama tinha a difícil missão de recuperar a audiência do horário e foi conquistando seu espaço do meio até ao fim. Em 2007 escreveu a novela Paraíso Tropical junto a Gilberto Braga, com quem já trabalhou em outras obras. Em 2005, o autor apresentou à Rede Globo uma sinopse de um remake de Fogo sobre Terra para 2006, às 18h, mas o projeto foi adiado para que o autor co-escrevesse Paraíso Tropical.https://pt.m.wikipedia. Em 2019, supervisiona Amor de Mãe novela de Manuela Dias que conta a história de três mães de classes diferentes e que exercem a maternidade em plenitude.

Trabalhos na Televisão[editar | editar código-fonte]

Telenovelas
Título Ano Creditado como Emissora
Autor principal Colaborador Supervisor de texto
O Outro 1987 Sim TV Globo
Fera Radical 1988
Tieta 1989 Sim
Lua Cheia de Amor 1990
O Dono do Mundo 1991 Sim
Pedra sobre Pedra 1992 Sim
Fera Ferida 1993
Malhação 1995 Sim
O Campeão 1996 Sim Rede Bandeirantes
A Indomada 1997 TV Globo
Meu Bem Querer 1998
Porto dos Milagres 2001
Agora É que São Elas 2003
Celebridade Sim
Paraíso Tropical 2007 Sim
Insensato Coração 2011
Malhação: Conectados 2012 Sim
Cheias de Charme
Saramandaia 2013 Sim
Babilônia 2015
A Lei do Amor 2016 Sim
Rock Story
Deus Salve o Rei 2018
Amor de Mãe 2019
Minisséries
Título Ano Creditado como Emissora
Autor principal Colaborador
A Máfia do Brasil 1984 Sim TV Globo
O Tempo e o Vento 1985
Anos Rebeldes 1992
Se Eu Fechar os Olhos Agora 2019 Sim
Seriados
Título Ano Creditado como Emissora
Autor principal Co-autor Supervisor de texto
Caso Verdade 1983-86 Sim TV Globo
Viva o Gordo 1983 Sim
Tele Tema 1986 Sim
Retrado de Mulher 1992 Sim

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Sua novela de 2007, Paraíso Tropical, foi indicada ao Emmy 2008 na nova categoria de melhor novela.[3] O International Emmy Awards, ou simplesmente Emmy, é o equivalente ao Oscar da televisão internacional.

Referências

  1. «Ricardo Linhares - Trajetória». Memória Globo. Consultado em 16 de outubro de 2016 
  2. Nilson Xavier. «Teledramaturgia - Ricardo Linhares». Teledramaturgia. Consultado em 16 de outubro de 2016 
  3. http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u455494.shtml

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.