Amor à Vida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2014).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Amor à Vida
Logotipo da novela.
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Duração 70 minutos
45 minutos (Quartas de Futebol)
Criador(es) Walcyr Carrasco[1]
País de origem  Brasil

Inadequado para menores de 12 anos i DEJUS (Brasil) [2]

Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Wolf Maya
Mauro Mendonça Filho
Produtor(es) Central Globo de Produção
Narrador(es) José Wilker (chamadas)
Elenco Paolla Oliveira
Malvino Salvador
Mateus Solano
Antonio Fagundes
Susana Vieira
Vanessa Giácomo
Eliane Giardini
José Wilker
Elizabeth Savalla
Tatá Werneck
Juliano Cazarré
Bárbara Paz
ver mais
Tema de abertura "Maravida", Daniel[3]
Tema de
encerramento
"Maravida", Daniel, entre outras canções.
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 20 de maio de 2013 - 31 de janeiro de 2014[4]
Nº de episódios 221[5]
Cronologia
Último
Último
Salve Jorge
Em Família
Próximo
Próximo
Programas relacionados Barriga de Aluguel
Grey's Anatomy

Amor à Vida é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida no seu tradicional horário das 21 horas, entre 20 de maio de 2013 e 31 de janeiro de 2014 em 221 capítulos, substituindo Salve Jorge e sendo substituída por Em Família.

Foi escrita por Walcyr Carrasco, com a colaboração de Daisy Chaves, Eliane Garcia, Daniel Berlinsky e Márcio Haiduck; teve direção de Marcelo Travesso, Marco Rodrigo, André Felipe Binder, André Barros e Marcus Figueiredo,[6] [7] com direção geral de Mauro Mendonça Filho e núcleo de Wolf Maya.[8] [9] [7]

Conta com Paolla Oliveira e Malvino Salvador como protagonistas, Klara Castanho, Eliane Giardini, Bárbara Paz, Elizabeth Savalla, Tatá Werneck, Susana Vieira e Antônio Fagundes como co-protagonistas, Mateus Solano(redimido nos últimos meses da trama) , Vanessa Giácomo, Juliano Cazarré como antagonistas principais.[10]

Foi a segunda telenovela brasileira a mostrar uma cena de beijo gay entre dois homens, e a primeira da Rede Globo a exibir um beijo homossexual.[11]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

2001. A história gira em torno das disputas e conflitos que acontecem em uma rica família pelo controle de um hospital, o renomado San Magno, na capital paulista. A instituição de saúde pertence à família Khoury, que segue sob o comando do clínico geral César Khoury (Antonio Fagundes). A medicina é uma área frequente em quase toda a família: a mulher de César, Pilar (Susana Vieira), é dermatologista aposentada e Paloma (Paolla Oliveira), a filha mais nova do casal, acaba de ser aprovada na faculdade de medicina, mesmo após tentativas mal sucedidas em diversas outras áreas. Só Félix (Mateus Solano), o filho mais velho, não mostra vocação para seguir a mesma carreira, mas ambição é o que não lhe falta. Já que não conseguiu ser médico, o rapaz formou-se em administração, para assim poder trabalhar na diretoria do hospital e por em prática seus planos de ser o único à frente dos negócios da família. Além disso, Félix ainda esconde ser homossexual e mantém um casamento de aparências com a estilista Edith (Bárbara Paz).[12]

Para comemorar o ingresso de Paloma na faculdade, a família viaja para Machu Picchu, no Peru, onde a jovem conhece Ninho (Juliano Cazarré).[13] [14] Ninho é um mochileiro que adota um estilo de vida livre de regras, e Paloma se apaixona por ele. Cansada da convivência conflituosa com sua mãe, ela resolve abandonar a família e o trabalho em plena viagem para viver com Ninho. Os dois passam cerca de um ano viajando de carona sem rumo pela América do Sul, vivendo uma paixão intensa, até que Paloma descobre que está grávida. Sem dinheiro e pensando na chegada do bebê, ela decide voltar para a casa dos pais, em São Paulo, e convence o mochileiro a ir junto.[15] Para pagar a passagem, Ninho se vê obrigado a transportar drogas durante a viagem, mas, no momento do embarque, Ninho é detido em um aeroporto da Bolívia após ser revistado com as drogas presas ao corpo. Paloma então volta sozinha para São Paulo e só confia em seu irmão para ajudá-la a encarar a família. Félix convence a irmã de que é melhor manter a gravidez em segredo. De volta à casa dos pais, Paloma conta com a ajuda da mulher de Félix, Edith, para disfarçar a barriga em roupas largas sem levantar suspeitas. Nos últimos momentos da gravidez de Paloma, Ninho sai da prisão e vai para São Paulo com a ajuda de Félix, este que planejava a aproximação dos dois para se livrar da irmã e ser então o único herdeiro da família. Paloma decide ir embora de casa com Ninho, mas é flagrada pelos pais, que ficam chocados ao perceber que ela espera um bebê. Depois de discutir com sua mãe, ela vai embora e passa a noite acompanhando Ninho em um bar. Depois de muita bebida para comemorar sua saída da cadeia, o mochileiro tem uma discussão feia com Paloma e diz que não quer formar uma família. Muito decepcionada, ela o manda embora, mas seu temperamento faz com que ela apresse o trabalho de parto, e ela acaba dando à luz uma menina no banheiro do boteco com a ajuda de Márcia (Elizabeth Savalla), uma ex-chacrete que estava no local. Félix, que havia saído à procura da irmã, chega ao boteco seguindo as informações de um taxista, e a encontra desmaiada no banheiro com a recém-nascida ao seu lado, já que Márcia havia apenas chamado a ambulância e ido embora, temendo ser presa.[16]

Sentindo-se ameaçado pela mais nova herdeira dos Khoury, Félix sequestra a criança e a deixa em uma caçamba de lixo de um beco, enquanto Paloma encontra-se desfalecida.[17] Quando acorda, Paloma não encontra o bebê e é convencida de que sua filha fora misteriosamente roubada sem deixar pistas. O destino de Paloma cruza-se com o de Bruno (Malvino Salvador), um homem bondoso que acaba de perder sua mulher e seu filho devido a complicações no parto. Desolado com o ocorrido, Bruno encontra a filha de Paloma em uma caçamba de lixo quando ouve seu choro. Ele vê o ocorrido como um sinal divino, uma nova chance para ele recomeçar a vida, e leva a menina para casa. Bruno recebe a ajuda da sua mãe, a enfermeira Ordália (Eliane Giardini), que trabalha no hospital San Magno, e da médica-obstetra Glauce (Leona Cavalli), para conseguir ficar com o bebê sem precisar passar pelo processo de adoção. Ele pede que Glauce altere o prontuário e registre que sua mulher deu à luz duas crianças: o menino, que morreu, e a menina sobrevivente. Por amor a Bruno, Glauce faz o que ele lhe pede, arriscando sua carreira. Um pacto é feito entre Bruno, Ordália e Glauce para que esse segredo jamais seja revelado.[18]

Segunda Fase[editar | editar código-fonte]

2013. 12 anos se passaram e, Paloma, após terminar com Ninho, pede perdão a seus pais e decide seguir a carreira de médica trabalhando como pediatra do hospital de seu pai, tendo as crianças sempre ao seu lado para compensar a perda de sua filha a quem ela acredita ainda estar viva em algum lugar. O que ela nem imagina é que sua filha perdida é uma de suas pacientes mais queridas: Paulinha (Klara Castanho), uma garota muito doce e inteligente. Paloma sempre teve um laço de afeto muito forte com Paulinha, mesmo desconhecendo o fato dela ser sua filha, e sua aproximação com a menina cruza seu caminho com o de Bruno e, os dois adultos, que já haviam se conhecido anos antes, quando Paloma esteve internada e amamentou Paulinha sem saber que ela era sua filha. O envolvimento não demora a acontecer, e quando se dão conta, os dois já estão juntos. O relacionamento conta com a aprovação muito especial de Paulinha, que adora Paloma.

Unidos pelo destino, Bruno, Paloma e Paulinha são felizes até que a boa relação deles começa a ficar abalada quando Ninho volta ao Brasil decidido a reconquistar Paloma. O destino reserva momentos de alegria e tristeza, revelações e dilemas. Em certo momento da trama, Paulinha sofre uma doença grave e Paloma é a única que a pode ajudar doando um órgão, por sua grande compatibilidade de sangue, tão grande que apenas um parente muito próximo poderia apresentar tais resultados. Desconfiada, Paloma faz secretamente um exame de DNA e descobre que Paulinha é sua filha verdadeira, e junto com Ninho ela lutará na justiça para tirar a guarda de Paulinha das mãos de Bruno, a quem ela acredita ter roubado sua filha e assim passa a odiar. Mas, Paloma supera seu ódio e o amor prevalece. O que Paloma nem imagina é que o verdadeiro responsável por tudo isso é seu irmão, Félix, que agora, além de Paloma, possui mais um alvo para tirar do caminho: Paulinha, a mais nova herdeira do San Magno. Félix contará com a colaboração de Glauce, que acaba se revelando uma vilã disposta a tirar Paloma de seu caminho, já que sempre amou Bruno. Além de todo esse drama, vemos o estabilizado casamento de César e Pilar ser destroçado com a chegada da nova secretária do médico, Aline (Vanessa Giácomo), uma moça bonita e atraente, porém ardilosa, que fará de tudo para se vingar da família de César, que ela acredita ser o responsável por todas as desgraças em sua vida.[19] [20] [21]

Tramas Paralelas[editar | editar código-fonte]

A novela ainda mostra a família de Pilar: seu irmão, Amadeu (Genézio de Barros) que passa por dificuldades financeiras e, além disso, ainda tem que aprender a lidar com sua filha Linda (Bruna Linzmeyer), portadora de autismo. A mãe de Pilar e de Amadeu é Bernarda (Nathália Timberg), uma humilde senhora que guarda o rancor de um antigo segredo de família a respeito de seu genro César. Ao longo da história ela acaba vivendo inusitadamente um romance na terceira idade com o solitário Dr. Lutero (Ary Fontoura), um homem que já foi um famoso médico, mas com a chegada da velhice vê que não é mais tão firme quanto antes e por isso vive um interno conflito, já que não quer abandonar a carreira.[22] Outra filha de Amadeu é Leila (Fernanda Machado), mulher que ambiciona ascender na vida e se livrar de sua família falida. Leila consegue o trabalho de secretária particular da tia Pilar, e por isso esconde seu namoro com o humilde Thales (Ricardo Tozzi), um jovem escritor de romances que não possui os mesmos sonhos de ambição da namorada.

Nicole (Marina Ruy Barbosa) é uma jovem linda e frágil, herdeira de uma grande herança de seus falecidos pais, sem parentes próximos. Morava na Europa, mas após ficar órfã, voltou a morar em São Paulo, em uma mansão, junto com a empregada e confidente Lídia (Angela Rebello). Nicole é ingênua, se sente muito solitária, e sonha viver um grande amor. Pilar, que era muito amiga dos seus pais, oferece um jantar para apresentá-la para a família dela. Leila se aproxima de Nicole fingindo ser sua amiga, mas na verdade só tem interesse em conseguir alguma vantagem material através da jovem milionária. Nicole conhece Thales, namorado de Leila, e nesse primeiro encontro existe uma atração imediata entre eles. Nicole começa um relacionamento amoroso com Thales, e acredita que finalmente encontrou o grande amor da sua vida. Thales demonstra gostar de Nicole, mas ainda se sente dividido pela atração física que sente por Leila. Thales tem uma sintonia espiritual com Nicole, mas com Leila sua relação é carnal, sexual. Tudo começa a mudar no momento em que Nicole descobre que possui uma doença, um tipo de leucemia, já em estágio avançado, e que teria poucos meses de vida. Leila imagina então que essa poderia ser a maior oportunidade de sua vida, e arquiteta um plano diabólico para ficar milionária: Thales casaria com Nicole, e após a morte dela, ele herdaria toda a fortuna da esposa. Mesmo estando muito doente, Nicole marcou o casamento com Thales, mas teve uma morte trágica no altar, em um fulminante ataque cardíaco, quando Lídia mostrou provas da traição de Thales com Leila. Porém, o espírito de Nicole se recusou a partir, e continuou aparecendo para Thales, que fica a cada dia mais atormentado e culpado pela morte de Nicole.[23] [22]

Márcia, a ex-chacrete que fez o parto de Paloma no bar, agora trabalha vendendo cachorros-quentes ilegalmente. Ambiciona subir na vida e para isso conta com a ajuda da própria filha, a desengonçada Valdirene (Tatá Werneck), que fará de tudo para engravidar de celebridades como jogadores de futebol e cantores e assim tornar-se rica.[22]

Patrícia (Maria Casadevall) é uma moça moderna e independente que valoriza sua liberdade, depois de sofrer um verdadeiro trauma quando seu marido, Guto (Marcio Garcia), lhe traiu em plena lua-de-mel. Porém, ela acaba se envolvendo com Michel (Caio Castro), um médico sedutor que aceita manter com ela uma relação de sexo eventual, mas a ideia com o passar do tempo acaba não dando muito certo. Tudo se complica ainda mais com a chegada de Sílvia (Carol Castro), esposa de Michel, uma competente advogada que resolveu dar um tempo em sua relação com o endocrinologista, mas assim que volta percebe que perdeu seu marido para Patrícia. Porém, Sílvia descobre sofrer de câncer de mama, o que fará com que Michel se aproxime ainda mais dela para confortá-la e ajudá-la a superar a doença. Tudo isso para o desespero de Patrícia, que além de tudo ainda recebe a indesejada visita do encostado Guto, que ainda se mostra apaixonado por ela.

A melhor amiga de Patrícia é Perséfone (Fabiana Karla), uma enfermeira que sofre com o fato de ainda ser virgem mesmo na sua idade, e que por causa disso fará de tudo para encontrar o parceiro ideal para ter sua cobiçada primeira vez. Após várias tentativas mal sucedidas, ela chega a noivar Daniel (Rodrigo Andrade), outro filho de Amadeu, mas mesmo assim prefere manter a virgindade até o momento de sua lua-de-mel. Além disso, o relacionamento é reprovado pela família de Daniel pelo fato de Perséfone estar a cima do peso.[22]

Atílio (Luís Melo) era o responsável pela contabilidade do San Magno, mas acabou descobrindo que Félix planejava um grande golpe no hospital. Ele acaba sofrendo um acidente de percurso armado pelo próprio vilão, mas sobrevive, apesar de não se lembrar de nada. Desorientado, Atílio foge deixando todos sem notícia dele e despertando o medo de Félix, já que ele pode recuperar a memória a qualquer momento. Ele é encontrado pela ex-chacrete Márcia, e com o nome Alfredo Gentil, ele e Márcia se apaixonam e até ficam noivos mas no dia do casamento, a memória dele volta. Ao invés de contar à César o que Félix planeja, ele opta por chantagear o vilão. Porém, a memória de Atílio pode voltar e se perder a qualquer momento, fazendo com que ele viva sob uma dupla identidade. Além disso, ainda existe a interesseira Gigi (Françoise Forton), a primeira mulher de Atílio que em crise vive tentando arranjar um jeito fácil de ganhar dinheiro, sem perder a pose de mulher rica.[22]

No bairro de Márcia vive Ordália, a mãe de Bruno, uma enfermeira do San Magno casada com Denisard (Fúlvio Stefanini). Além de Bruno, eles possuem três filhos: Gina (Carolina Kasting), mulher humilde, filha de Ordália com outro homem e criada por Denisard. O que ela mais quer é descobrir a identidade de seu verdadeiro pai, o que a mãe faz questão de guardar segredo; Carlito (Anderson Di Rizzi), um "bicão" sem emprego fixo, que mantém uma atrapalhada e reprovada relação com Valdirene, com quem acaba tendo um filho; e Luciano (Lucas Romano), um jovem estudante de medicina que passa por problemas financeiros para pagar sua faculdade. Ele acaba se envolvendo com a enfermeira Joana (Bel Kutner), mas a relação é vítima de preconceito, por causa da grande diferença de idade entre eles.[22]

A trama ainda retrata o relacionamento de Niko (Thiago Fragoso) e Eron (Marcello Antony), um casal homossexual que planeja ter um filho através de uma inseminação artifical. Para isso, eles vão contar com a ajuda da amiga Amarylis (Danielle Winits), que acaba se apaixonando por Eron, formando então um triângulo amoroso pouco convencional.[22]

Várias outras tramas paralelas se desencadeiam durante a novela, como os constantes desentendimentos entre Pérsio (Mouhamed Harfouch) e Rebeca (Paula Braun), enfermeiros que vivem em conflito devido às suas diferenças etno-religiosas, mas se descobrem apaixonados; Marilda (Renata Castro Barbosa), mulher que a princípio parece sofrer com as agressões físicas do namorado, mas que esconde seu fetiche sadomasoquista; Vívian (Ângela Dip), dona de um famoso bar perto do hospital San Magno que não consegue parar de beber; Herbert (José Wilker), um antigo caso de Ordália que conquista o coração de Gina.[22]

Produção[editar | editar código-fonte]

"Hoje em dia o amor se manifesta de muitas formas, existe o amor na sua forma mais pura, mas também existe o amor ao poder, o amor ao dinheiro, o amor ao sucesso, o amor ao corpo, o amor ao belo, o amor ao sexo, o amor ao tudo, o amor ao nada, mas no fundo o que todos deveriam ter é amor à vida.".

Texto dito durante as primeiras chamadas da novela, narradas pelo ator José Wilker.
As primeiras cenas da novela foram gravadas em Machu Picchu, no Peru.

A trama substituta de Salve Jorge era pra ser, originalmente, a última produção novelística de Manoel Carlos. Porém, devido atrasos no roteiro, Walcyr Carrasco fora convidado para escrever a próxima novela, com o título provisório "Em Nome do Pai". A trama de Maneco ficará então como sucessora de Amor à Vida.[24]

Antes da exibição da novela, houve rumores de que devido atrasos na produção sua estreia teria sido adiada para apenas junho. No entanto, o fato acabou não ocorrendo e a novela estreou no dia 20 de maio de 2013, como previsto desde o início.[25]

Inicialmente, Carolina Dieckmann foi cotada para viver a mocinha Paloma, mas por ter sua participação na antecessora Salve Jorge esticada, o papel acabou ficando com Paolla Oliveira, que iria protagonizar a novela Joia Rara no segundo semestre de 2013. Curiosamente, Dieckmann foi quem ganhou um papel na novela das 18h.

Flávia Alessandra estava cotada para viver a vilã Aline. Porém, Flávia já estava na novela Salve Jorge o que impossibilitou da mesma atuar na novela de Walcyr Carrasco. Vanessa Giácomo que iria viver a psicopata Amarilys, foi então escalada para ficar com o papel de Flávia e Danielle Winits que estava atuando na vigésima temporada de Malhação, foi chamada para viver Amarilys. O autor então propôs uma aparição da atriz a partir do capítulo 100, porém a Globo vetou e escalou a atriz para a novela das 19h, Além do Horizonte.

Cassia Kiss Magro foi escalada para viver Ordália, mãe de Bruno, porém a mesma teve que se afastar para cuidar de problemas de saúde e pessoais. Alguns sites afirmam que a atriz deixou a novela, por achar a personagem coadjuvante e que merecia mais prestígio e um papel de destaque.

Vera Holtz, Leandra Leal, Fiuk, Maitê Proença, Lima Duarte, Giovanna Lancelotti foram alguns dos atores que deixaram o elenco da trama e tiveram que ser substituídos.

Paulo Vilhena seria originalmente o intérprete do personagem Niko, mas teve que recusar o papel para gravar a série A Teia. O papel acabou ficando com Thiago Fragoso, que mal havia terminado de protagonizar Lado a Lado, mas aceitou o convite de Walcyr mesmo assim.

Paolla Oliveira assumiu o posto de protagonista da nova novela das nove, Amor à Vida, e contou ao jornal "Diário de São Paulo" como foram as gravações da trama de Walcyr Carrasco no Peru. A atriz afirmou que fez fotos e tomou bastante chá de coca para amenizar os efeitos da altitude local (cerca de 3.500 metros acima do nível do mar).

"Eu fiquei muito bem, só meu nariz é que sangrou um pouco. Claro que senti a diferença na hora de dar aquela corridinha para buscar alguma coisa, mas teve gente da equipe que passou mal mesmo, precisou de oxigênio. Todo mundo precisou de mais ar que eu", disse Paolla. Para amenizar os efeitos da altitude, que muitos não estão acostumados, é recomendado aos turistas beber chá da folha de coca, e foi o que ela fez durante a permanência no país.

"Voltei ao Brasil tomando mais chá do que eu estava acostumada. Mas não senti nada diferente, é um chá normal. Só dá mais energia na altitude", contou à publicação. Paolla, a mocinha da história e par romântico de Juliano Cazarré e Malvino Salvador, disse que não teve problemas quanto à alimentação nas terras Andinas. "Comi bem. Lá tem muito milho, batata. Descobri o choclo, milho adocicado de que gostei bastante. Agora, comer lhama, com um bicho desses do meu lado, olhando pra mim com aquela carinha, fiquei sem graça", comentou aos risos. Aproveitando a paisagem local, Paolla não se limitou em fotografar várias coisas. "Não sou muito de fotografar. Prefiro lembrar das coisas. Mas acabei tirando muitas fotos. É tudo muito colorido. Eu me encantei com o povo, tinha vontade de pegar todas as crianças no colo. Eles se vestem de maneira diferente. Vendem muita coisa na rua", contou.

Cenário[editar | editar código-fonte]

A trama que se passa na capital paulista, tendo como um dos principais cenários o fictício hospital San Magno, da família Khoury, que muitas histórias se desenrolam, que muitas relações acontecem. O cenário foi construído na cidade cenográfica e reúne, além da recepção, uma entrada de emergência, o pátio de ambulâncias, lojas de conveniências, livraria e floricultura. Na trama, o hospital está localizado na Avenida Paulista. O hospital ficticio foi construído no mesmo local onde foi construída a mansão da família Tufão da novela Avenida Brasil,[26] e é considerado o maior cenário já criado pela emissora. São 8 mil metros quadrados no total, o que equivale a uma cidade cenográfica. Por meio de computação gráfica, foram inseridos 30 andares.

A mansão da família Khoury e da personagem Nicole também são um dos principais cenários da trama,[27] além do bairro fictício onde vive a família do protagonista Bruno e a ex-chacrete Márcia e sua filha, Valdirene.[28]

Vinheta de abertura[editar | editar código-fonte]

A abertura foi criada pelo designer norte-americano Ryan Woodward, que já trabalhou em filmes como Os Vingadores e nas duas sequências da franquia Homem-Aranha.[29]

Com o tema "Maravida", interpretada pelo cantor Daniel, a animação retrata um casal dançando e se transformando em pássaros, uma referência à cultura aborígene peruana, primeiro cenário da novela. No fundo, vemos pontos turísticos da grande São Paulo, principal ambientação da trama.[30]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Paolla Oliveira Paloma Khoury[31] [32] [33]
Malvino Salvador Bruno dos Santos Araújo[31] [33]
Mateus Solano Félix Khoury[31] [33]
Antônio Fagundes César Khoury[31] [33]
Susana Vieira Pilar Rodriguez Khoury[31] [33]
Vanessa Giácomo Aline Noronha[31] [34] [33]
Elizabeth Savalla Márcia do Espírito Santo (Tetê Para-Choque Para-Lama)[31] [33]
Tatá Werneck Valdirene do Espírito Santo (Delícia)[31] [33]
Eliane Giardini Ordália Aparecida dos Santos Araújo[31] [33]
José Wilker Herbert Marques[35] [36] [33]
Bárbara Paz Edith Sobral Khoury [31] [37] [33]
Klara Castanho Paulinha (Paula Sousa Araújo)[31] [33]
Juliano Cazarré Ninho[31] [33]
Thiago Fragoso Niko (Nicolas Corona)[31] [33]
Marcello Antony Eron Lira Torgano[31] [33]
Danielle Winits Amarylis Baroni[31] [33]
Fernanda Machado Leila Melo Rodriguez[31] [33]
Ricardo Tozzi Thales Brito[31] [33]
Sophia Abrahão Natasha Veiga de Assis[31] [38] [33]
Marina Ruy Barbosa Nicole Veiga de Assis[31] [33]
Anderson Di Rizzi Carlito (Carlos José dos Santos Araújo) [31] [33]
Caio Castro Michel Gusmão[31] [33]
Maria Casadevall Patrícia Mileto Donato[31] [33]
Carol Castro Sílvia Bueno Gusmão[39]
Márcio Garcia Gustavo Donato (Guto)[31] [33]
Fabiana Karla Perséfone Fortino[31] [33]
Rodrigo Andrade Daniel Melo Rodriguez[31] [33]
Vera Zimmerman Simone Maia Benitez[31] [33]
Ary Fontoura Lutero Moura Cardoso[31] [33]
Nathalia Timberg Bernarda Campos Rodriguez[31] [33]
Luís Mello Atílio Pimenta Camargo / Alfredo Gentil[31] [33]
Christiane Tricerri Vega Azevedo Pimenta Camargo[31] [33]
Françoise Forton Gigi (Gisela Borba de Andrada Lemos)[31] [33]
Carlos Machado Ignácio Alvimar Carvalho[40] [33]
Bruna Linzmeyer Linda Melo Rodriguez[31] [33]
Rainer Cadete Rafael Nero[31] [33]
Leona Cavalli Glauce de Sá Benites[31] [33]
Maria Maya Alejandra Reys Moreno[31] [33]
Thalles Cabral Jonathan Sobral Khoury[31] [33]
Carolina Kasting Gina (Regina Maria dos Santos Batista)[31] [33]
Fúlvio Stefanini Denizard Trajano Araújo[31] [33]
Rosamaria Murtinho Tamara Gouveia Sobral[31] [33]
Bel Kutner Joana Rangel[31] [33]
Lucas Romano Luciano dos Santos Araújo[31] [33]
Paula Braun Rebeca Schatman[31] [33]
Mouhamed Harfouch Pérsio Faruq Ahmad Khoury[31] [33]
Neusa Maria Faro Ciça (Maria Cecília Esteves)[31] [33]
Kiko Pissolato Maciel Pereira / Wilson[31] [33]
Júlio Rocha Jacques Sampaio[31] [33]
Cristina Mutarelli Priscila Khoury[31] [33]
Lucia Veríssimo Mariah
Sandra Corveloni Neide Melo Rodriguez[31] [33]
Genézio de Barros Amadeu Campos Rodriguez[31] [33]
Emílio Orciollo Netto Murilo de Andrada Lemos Corrêa[31] [33]
Thavyne Ferrari Sandra Alves Corrêa (Sandrinha)[31] [33]
Angela Rebello Lídia Pinheiro[31] [33]
Daniel Rocha Rogério Machado[41] [33]
Álamo Facó Renan de Oliveira[31] [33]
Renata Castro Barbosa Marilda Fernandes[31] [33]
Adriano Toloza Ivan Coelho[31] [33]
Marcelo Schmidt Valentin Reys Moreno[31] [33]
Ângela Dip Vivian Lobato[31] [33]
Marcelo Argenta Vanderlei Brandão[31] [33]
Josie Antello Adriana Nascimento[31] [33]
Raquel Villar Inaiá Seixas[31] [33]
Camila Chiba Noriko Akiyoshi[33]
Carol Rainato Raquel Gonçalves[33]
Gabriel Chadan Adoniran Lobo[31] [33]
Pierre Baitelli Laerte Torres[31] [33]
Felipe Titto Wagner Carvalho[31] [33]
Cassiano Barreto Ailton Lima[31] [33]
Vera Mancini Maristela Freitas[31] [33]
Miriam Lins Verônica Rocha[31] [33]
Marcelo Flores Rinaldo Silva[31] [33]
Ângela Rabelo Eudóxia Carvalho[31] [33]
Francisco Cuoco Rubão Carvalho[31] [33]
Francine Melo Karina Ramos[31] [33]
João Cunha Jonas Gomide[31] [33]
Kayky Gonzaga Jayme (Jayminho)[31] [33]
Gláucio Gomes Pastor Efigênio[31] [33]
Ana Carbatti Drª Judith Santiago[31] [33]

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

A novela foi responsável por repercutir muitos aspectos em sua novela. Apesar de ganhar uma grande repercussão, a novela ganhou algumas repercussões negativas também.

Mas quando se fala em questões de cultura popular, pode ser lembrar de várias. Os famosos bordões, marca registrada das novelas do autor Walcyr Carrasco, entrou para a boca dos brasileiros. Um dos maiores casos foi as frases ditas por Félix envolvendo passagens bíblicas, como as famosas: "Salguei a santa ceia", "Joguei pedra na santa cruz", "Pelas contas do Rosário", além de outras envolvendo passagens bíblicas. Outros bordões do personagem que caíram no popular foi: "Criatura" e "Cadela", quando chamava por sua secretária. "Papi Soberano" e "Mami Poderosa", como Félix chamava seus pais também fez sucesso. As frases do personagem logo ganharam as redes sociais, com milhares de memes ditando suas famosas frases.

Não só Félix que ditou bordões, mas também Valdirene (Tatá Werneck) e Márcia (Elizabeth Savalla). Era comum, Márcia dizer: "Cê é burra Valdirene?", quando a Valdirene respondia: "Não, eu sou a inteligência pura!". Também era comum escutar Valdirene dizer: "Eu sou difícil, dificílima". Outras frases da personagem de Tatá Werneck também caíram no gosto popular, assim como as suas frases durante a passagem no Big Brother Brasil, que invadiram as redes sociais.

Alguns cortes de cabelo das personagens fizeram muito sucesso, como os de Paloma (Paolla Oliveira), Nicole (Marina Ruy Barbosa), Aline (Vanessa Giácomo), Patrícia (Maria Casadeval), Sílvia (Carol Castro), entre outras. Os looks fizeram a cabeça das mulheres. Os vestidos longos de Paloma, o visual moderno de Patrícia, os macacões elegantes de Aline, os acessórios de Amarilys entre outros foram itens bastantes pedidos pelo público.

A trilha sonora internacional da novela fez bastante sucesso. Músicas como: "When i Was Your Man" de Bruno Mars, "Get Lucky" de Daft Punk, "We Can't Stop" de Miley Cyrus, "Just Give Me a Reason" de Pink, "Summertime Sadness" de Lana Del Rey e "Love in Those Jeans" de P9 ficaram constantemente em primeiro lugar das mais tocadas e pedidas nas rádios do Brasil.

Já a trilha sonora nacional não fez tanto sucesso como a internacional mas era comum ver algumas músicas tocadas nas rádios."Piradinha" de Gabriel Valim, tema de Valdirene, fez um grande sucesso no país e ficava constantemente entre as mais tocadas e pedidas nas rádios. "Meiga e Abusada" de Anitta, "Combustível" de Ana Carolina, "Um Ser Amor" de Paula Fernandes e "Amor, Amor" de Wanessa também fizeram grande sucesso.

Era comum ver na internet as comparações da novela com novelas mexicanas.

Lançamento e repercussão[editar | editar código-fonte]

Com os baixos índices de audiência de Salve Jorge, a estreia de Amor à Vida foi vista com muito entusiasmo,[56] e seu primeiro capítulo atingiu 35 pontos no Ibope, número considerado bom pela Central Globo de Comunicação.[57] [58] Foi considerada pela Rede Globo uma novela de sucesso, já que elevou os índices da emissora que no horário estava em baixa desde o fim de Avenida Brasil e teve grande repercusão entre a população, principalmente por abordar temas polêmicos.

Do elenco[editar | editar código-fonte]

O elenco selecionado também foi bem recebido. Após sua saída da MTV Brasil, a ex-VJ Tatá Werneck, que interpretou a piriguete Valdirene, foi considerada a grande revelação da telenovela.[59] [60] A atriz Maria Casadevall foi considerada uma das grandes revelações da trama.

A atuação de Mateus Solano na pele do vilão Félix, foi muito elogiada pela mídia, considerada uma das melhores atuações do ator até então.[61] O crítico Gustavo Buena do site Yahoo disse que "o personagem caiu no gosto popular, pois seduz pelo lado divertido - ainda que vários pontos pesem contra ele. Embora em alguns momentos esteja levemente exagerado, o ator está arrasando em cena - e vai seguir - dando de ombros aos críticos -, podem protestar, ameaçar boicote ou espernear. Solano deixa transparecer as intenções de Félix nos olhares e nos trejeitos. É ator, ponto."

Avaliação em retrospecto[editar | editar código-fonte]

Os principais meios de comunicação do país repercutiram a estreia da novela das 9 da Globo.

O Site da Revista Veja, publicou "O primeiro capítulo da trama de Walcyr Carrasco se encharca de melodrama tradicional e esquemático para contar a saga de Paloma e Félix, a mocinha adotada e o irmão que guarda apenas a sexualidade no armário, porque a maldade ele destila em doses altas!".[62]

Já o site do MSN Brasil, publicou que: "Em cerca de 90 minutos, a mocinha descobriu um segredo de família, se rebelou contra os pais, fugiu, encontrou um amor-bandido, engravidou, voltou para casa sozinha, reencontrou o amado, terminou o romance, deu à luz e teve a filha roubada. O primeiro foi responsável pela cena de maior tensão do primeiro capítulo: a sequência em que Ninho tenta embarcar com drogas para o Brasil. Cazarré deu um show na hora em que seu personagem é pego em flagrante. Foi de cortar o coração!".[63]

O Yahoo! disse: "Com muito ritmo e vilão sensacional, primeiro capítulo de Amor à Vida supera todas as expectativas. Novela tem chances de prender o público!".[64]

Nilson Xavier do Uol publicou em seu blog: "Competente e caprichada em um capítulo ágil, pra lá de tenso e repleto de ação. A princípio, pareceu atropelamento de acontecimentos. Mas à medida que o capítulo foi passando, essa impressão foi se dissipando diante de tantas sequências de tirar o fôlego!".[65]

Daniel Castro,então no R7 comentou: "No capítulo inaugural de Amor à Vida, sua primeira novela das oito, não teve medo de parecer brega. Empanturrou o o telespectador de clichês do gênero. Fez isso com maestria, exagerando um pouco aqui e outro tanto ali, em um roteiro que, somado à direção e edição igualmente competentes, ficou em um meio termo entre telenovela, telefilme e seriado!".[66]

O Globo destacou que: "Tiradas de vilão gay ganham destaque no primeiro capítulo de Amor à Vida.[67]

Em crítica geral, a novela é considerada boa, apesar de alguns enredos e polêmicas levarem ao negativismo, como ocorreu em sua antecessora Salve Jorge.

Segundo a crítica, a novela teve grandes atores, porém alguns roubaram a cena de início ao fim: Mateus Solano, Antônio Fagundes, Tatá Werneck, Elizabeth Savalla, Vanessa Giácomo, Thiago Fragoso, Susana Vieira, Paolla Oliveira, Bruna Linzmeyer, Danielle Winits, Carol Castro, Ary Fontoura, Nathalia Timberg, Fabiana Karla, entre outros.

Audiência[editar | editar código-fonte]

No seu primeiro capítulo Amor à Vida obteve média de 35 pontos e pico de 37, com 61% share, na Grande São Paulo.[68] Já no dia seguinte a obra de Walcyr Carrasco obteve 36 pontos e pico de 38 pontos, segundo o Ibope, batendo seu recorde primeiro recorde.[69] A novela registrou na sua primeira semana de exibição uma média de 34,2 pontos, enquanto Salve Jorge, registrou 32,66 pontos.[70] [71] Amor à Vida registra sua maior audiência, até então, no dia 6 de junho, com 38 pontos, segundo os dados consolidados do Ibope, na Grande São Paulo. O recorde voltou a ser atingido desta vez no dia 25 de junho.[72] O capítulo do dia 11 de julho registrou o recorde de audiência da novela de Walcyr Carrasco: média de 39 pontos, segundo dados do Ibope referentes à Grande São Paulo.[73] No capítulo do dia 08 de agosto, que apresentou o casamento e a morte de Nicole (Marina Ruy Barbosa) a novela conseguiu bateu o seu recorde no Rio de Janeiro, atingindo 44 pontos, de acordo com o Ibope, e em São Paulo, registrou 38 pontos.[74] Porém seu recorde na Grande São Paulo foi batido no capítulo do dia 14 de agosto, onde Bruno (Malvino Salvador) revelou a Paloma (Paolla Oliveira) que encontrou Paulinha (Klara Castanho) dentro de uma caçamba com poucas horas de vida. Segundo dados do IBOPE, o capítulo registrou 40 pontos de média e 64% de share na capital paulista.[75]

Na internet, o vídeo mais visto de Amor à Vida, é o do casamento e morte de Nicole (Marina Ruy Barbosa), de 8 de agosto. Ele teve 27 compartilhamentos no Twitter, 19 no Google + e 716 no Facebook.[76]

Sábado 12 de outubro, feriado de Nossa Senhora Aparecida, Amor à Vida alcançou baixíssima audiência. Mesmo ficando na liderança, a novela de Walcyr Carrasco registrou sua pior audiência desde a estreia em 20 de maio deste ano. Segundo dados do ibope, foram 27 pontos de média com pico de 31 pontos. Números 13 pontos abaixo da meta da Rede Globo para a novela, que é de 40 pontos.

No dia 18 de novembro, uma segunda-feira, a novela bateu seu recorde de audiência: 43 pontos de média na Grande São Paulo com picos de 48, e 49 pontos no Rio. Os bons índices no ibope valeram-se da exibição do esperado momento em que Paloma (Paolla Oliveira) descobre que Félix (Mateus Solano) havia jogado sua filha recém-nascida numa caçamba.[77]

No dia 31 de dezembro, uma terça-feira, a novela bateu um novo recorde negativo, com 23 pontos no Rio de Janeiro e 24 em São Paulo. A baixa audiência é devida às festas de fim de ano.

A novela voltou a bater seu recorde no dia 23 de janeiro, uma quinta-feira, em que César desconfia da traição de Aline. Neste dia, a novela marcou 46 pontos de audiência na cidade do Rio de Janeiro e 44 em São Paulo, onde os índices de IBOPE costumam ser menores que os da capital fluminense.[78]

Em sua reta final, na sua última segunda-feira, dia 27 de janeiro, a novela registra novo recorde com 48 pontos de média, com picos de 50 e 72% de share na grande São Paulo. Número mais alto desde o fim de Avenida Brasil, já que a emissora não registrava 50 pontos desde o fim da novela de João Emanuel Carneiro. Na sua última terça-feira, dia 28 de janeiro, a novela registra 47 pontos de média, com picos de 50 na grande São Paulo. Na sua última quarta-feira, dia 29 de janeiro, a novela registra 42 pontos de média, na grande São Paulo. Já na sua última quinta-feira, dia 30 de janeiro, a telenovela registrou 48 pontos de média na Grande São Paulo, este é o maior IBOPE do horário nobre registrado até então, desde Avenida Brasil.[79]

Seu último capítulo, exibido na sexta-feira, 31 de janeiro, repetiu o recorde. A novela marcou 48 pontos com picos de 50 na Grande São Paulo. A audiência de seu capítulo final foi maior que a de sua antecessora Salve Jorge, que obteve 46 pontos em seu término, e do que as novelas Insensato Coração, Fina Estampa e Viver a Vida, que registraram 47 pontos em seus respectivos últimos capítulos. A trama porém não superou Avenida Brasil e Passione que marcaram 52 pontos em seus respectivos últimos capítulos.[80]

Sua média geral foi 36 pontos.[81] A média geral de Salve Jorge foi de 34 pontos, um acréscimo de 2 pontos para o horário das nove.

Foi considerada pela Rede Globo uma novela de sucesso, já que elevou a audiência da emissora que estava em baixa no horário.

Intertextualidade[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2014, a personagem Valdirene "entrou" no Big Brother Brasil 14. Sua intérprete Tatá Werneck, caracterizada como Valdirene, ficou dentro do reality show durante 12 horas como se fosse uma das participantes, e pôde ser vista por 2 dias duas vezes seguidas no ar: em Amor à Vida e no BBB14.[82]

Beijo homossexual[editar | editar código-fonte]

Após várias especulações, no último capítulo da novela foi exibido o primeiro beijo gay em uma novela da Globo, entre os personagens Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso). O fato gerou grandes controvérsias, inclusive apelações nas redes sociais. A cena repercutiu inclusive fora do Brasil, o jornal Financial Times destacou: "Beijo gay em novela Amor à Vida é momento histórico para o Brasil."[83]

O primeiro beijo homossexual da teledramaturgia brasileira já havia sido exibido pelo SBT na novela Amor e Revolução, de 2011, entre as personagens Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Giselle Tigre). Também na novela América, de 2005, um beijo gay entre os atores Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro chegou a ser gravado, mas acabou sendo vetado pouco antes de ser exibido.[84]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado Ref
2013
Meus Prêmios Nick
Ator favorito
Mateus Solano
Venceu [85] [86]
Atriz favorita
Tatá Werneck
Indicado [85]
Personagem de TV Favorito
Valdirene (Tatá Werneck)
Indicado [85]
Gata do ano
Marina Ruy Barbosa
Venceu [85] [86]
Gato do ano
Caio Castro
Indicado [85]
Prêmio Extra de Televisão
Melhor novela
Walcyr Carrasco
Venceu [87] [88] [89]
Melhor atriz
Paolla Oliveira
Indicado [87]
Susana Vieira
Indicado [87]
Melhor ator
Antônio Fagundes
Indicado [87]
Malvino Salvador
Indicado [87]
Mateus Solano
Venceu [87] [90]
Melhor atriz coadjuvante
Elizabeth Savalla
Venceu [87] [91]
Fernanda Machado
Indicado [87]
Vanessa Giácomo
Indicado [87]
Melhor ator coadjuvante
Anderson Di Rizzi
Indicado [87]
Luís Melo
Indicado [87]
Melhor atriz revelação
Maria Casadevall
Indicado [87]
Tatá Werneck
Venceu [87] [92]
Melhor ator/atriz mirim
Klara Castanho
Venceu [87] [93]
Melhor tema musical
"Maravida" (Daniel)
Indicado [87]
"Meiga e Abusada" (Anitta)
Indicado [87]
"Piradinha" (Gabriel Valim)
Indicado [87]
Ídolo teen
Caio Castro
Venceu [87] [94]
Capricho Awards
Melhor atriz nacional
Tatá Werneck
Venceu [95]
Maria Casadevall
Indicado [95]
Marina Ruy Barbosa
Indicado [95]
Melhor ator nacional
Caio Castro
Venceu [95]
Troféu Pegação
Maria Casadevall e Caio Castro
Indicado [95]
Prêmio Jovem Brasileiro
Melhor ator
Caio Castro
Venceu [96]
Melhor atriz
Marina Ruy Barbosa
Indicado [97]
O Globo: Prêmio Faz Diferença
Revista da TV
Tatá Werneck
Indicado [98]
Troféu APCA
Melhor ator
Mateus Solano
Venceu [99]
Melhor Atriz
Elizabeth Savalla
Venceu [99]
Tatá Werneck
Indicado [99]
Retrospectiva UOL
Melhor novela
Walcyr Carrasco
Indicado [100]
Melhor atriz
Susana Vieira
Indicado [100]
Melhor ator
Mateus Solano
Venceu [100]
Melhor vilão
Vanessa Giácomo
Indicado [100]
Mateus Solano
Venceu [100]
Melhor casal
Tatá Werneck e Anderson Di Rizzi
Indicado [100]
Paolla Oliveira e Malvino Salvador
Indicado [100]
Caio Castro e Maria Casadevall
Indicado [100]
Marina Ruy Barbosa e Ricardo Tozzi
Indicado [100]
Melhor Ator/Atriz Revelação
Maria Casadevall
Indicado [100]
Tatá Werneck
Venceu [100]
Prêmio Quem de Televisão
Melhor ator
Antonio Fagundes
Indicado [101]
Mateus Solano
Venceu [101]
Melhor Atriz
Susana Vieira
Indicado [101]
Melhor Ator Coadjuvante
Anderson Di Rizzi
Indicado [101]
Luís Mello
Indicado [101]
Melhor atriz coadjuvante
Bárbara Paz
Indicado [101]
Elizabeth Savalla
Venceu [101]
Danielle Winits
Indicado [101]
Nathalia Timberg
Indicado [101]
Revelação
Felipe Titto
Indicado [101]
Maria Casadevall
Indicado [101]
Tatá Werneck
Venceu [101]
Melhor Autor
Walcyr Carrasco
Venceu [101]
Melhores do Ano
Melhor atriz
Paolla Oliveira
Venceu [102] [103]
Susana Vieira
Indicado [102]
Vanessa Giácomo
Indicado [102]
Melhor ator
Antônio Fagundes
Indicado [102]
Mateus Solano
Venceu [102]
Melhor atriz coadjuvante
Elizabeth Savalla
Venceu [102]
Fabiana Karla
Indicado [102]
Melhor ator coadjuvante
Caio Castro
Indicado [102]
Juliano Cazarré
Indicado [102]
Thiago Fragoso
Venceu [102]
Melhor atriz revelação
Maria Casadevall
Indicado [102]
Tatá Werneck
Venceu [102]
Melhor ator revelação
Anderson Di Rizzi
Venceu [102]
Melhor ator/atriz mirim
Klara Castanho
Indicado [102]
2014
Troféu Internet
Melhor novela
Walcyr Carrasco
Pendente [104]
Melhor ator
Antonio Fagundes
Pendente [104]
Caio Castro
Pendente [104]
Malvino Salvador
Pendente [104]
Mateus Solano
Pendente [104]
Melhor atriz
Elizabeth Savalla
Pendente [104]
Paolla Oliveira
Pendente [104]
Susana Vieira
Pendente [104]
Vanessa Giácomo
Pendente [104]
Revelação
Maria Casadevall
Pendente [104]
Tatá Werneck
Pendente [104]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

# Título Música Personagem Duração
1. "Piradinha"   Gabriel Valim Valdirene 2:47
2. "Pontes Indestrutíveis"   Charlie Brown Jr. Ninho 3:30
3. "As Mina Pira na Balada"   Gusttavo Lima Locação: Bar dos Médicos 2:47
4. "Meiga e Abusada"   Anitta Leila 3:51
5. "As Curvas da Estrada de Santos"   Lulu Santos & Késia Estácio Márcia e Gentil 5:42
6. "Trem das Onze"   Zeca Pagodinho & Rildo Hora, Zé Menezes e Rogério Caetano Ordália e Denizard 2:58
7. "O Amor em Paz"   Ivete Sangalo Pilar 3:10
8. "Um Ser Amor"   Paula Fernandes Bruno e Paloma 4:23
9. "Fofinha Delícia"   Sorriso Maroto Perséfone 2:52
10. "Amor, Amor"   Wanessa Locação: Bar dos Médicos 2:59
11. "Combustível"   Ana Carolina César e Aline 3:42
12. "Você Não Poderia Surgir Agora"   Roberta Sá Romântico geral 4:19
13. "Caio no Suingue"   Pedro Luis e a Parede Patricia e Michel 3:33
14. "Na Selva de Pedra"   Conexão Baixada Locação: São Paulo 4:09
15. "Maravida"   Daniel Abertura 3:52
16. "Amor à Vida"   Nando Reis Geral 3:38
17. "Dançando na Garoa"   Jammil Locação: Bar dos Médicos 3:22
18. "Sambas Urbanos"   Rodrigo Pita Locação: São Paulo 4:05

Internacional[editar | editar código-fonte]

# Título Música Personagem Duração
1. "When I Was Your Man"   Bruno Mars Bruno e Paloma 3:58
2. "Just Give Me a Reason"   Pink feat. Nate Ruess Márcia e Gentil 4:05
3. "Proud"   Heather Small Niko e Félix 3:53
4. "Brand New Me"   Alicia Keys Patrícia e Michel 4:42
5. "Get Lucky"   Daft Punk feat. Pharrell Locação: Bar dos Médicos 4:09
6. "Up in the Air"   30 Seconds to Mars Locação: Bar dos Médicos 4:44
7. "We Can't Stop"   Miley Cyrus Locação: Bar dos Médicos 3:54
8. "Busy (For Me)"   Aurea Perséfone e Daniel 4:20
9. "The Stars (Are out Tonight)"   David Bowie Locação:São Paulo 3:57
10. "It's Over"   Rod Stewart Pilar e Maciel 4:22
11. "Bad"   Groovy Waters Félix 3:42
12. "Love You in Those Jeans"   P9 Valdirene 4:13
13. "Wake Up and Love Me"   Casey Thompson Valdirene e Carlito 3:47
14. "Un Vestido y Un Amor"   Caetano Veloso Ninho e Paloma 4:33
15. "Ci Sono Pensier"   Mariella Nava Ordália e Herbert 4:49
16. "Summertime Sadness"   Lana del Rey Félix e Edith  

E ainda:

  • "Clair de Lune" - Claude Debussy (Tema de Nicole e Thales)
  • "I Have The Love" - Simply Red (Tema de Bernarda e Lutero)
  • "The Perfect Life" - Moby (Tema de Linda e Rafael)
  • "Beautiful 'Cause You Love Me" - Girls Aloud (Tema de Perséfone)
  • "Reach Up" - East Freaks (Tema de Festas)
  • "Start Again" - Van Snyder (Tema Geral)
  • "Empathy" - Alanis Morissette (Tema Natasha e Rogerio)
  • "Wake Me Up" - Avicii (Tema Geral)

Transmissão[editar | editar código-fonte]

A telenovela teve seus direitos autorais adquiridos pelo canal português SIC para substituir Avenida Brasil na faixa nobre portuguesa, às 22 horas. A sua exibição teve início no dia 02 de setembro de 2013 em horário provisório e passaria a ser emitido às dez horas a partir do dia 06 de setembro de 2013, dia em que o último capítulo de Avenida Brasil ainda estava no ar.[109]

País Titulo Canal Inicio Final Horário
Brasil Amor à Vida Rede Globo 20 de maio de 2013 31 de janeiro de 2014 21:15
Portugal SIC 02 de setembro de 2013 TBA 23:00

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Nos primeiros capítulos da novela, ocorreu erros sobre os eventos:
    • Nos primeiros minutos do dia da estréia, imagens da Linha amarela do metrô de São Paulo foi exibida como se existisse em 2001. No entanto, essa linha de metrô jamais existiu, pois só foi construída anos depois e inaugurada em 2010.[110]
    • Paloma (Paolla Oliveira) sai de Cuzco à noite e chega rápido para festa na cidade de Macchu Picchu. A visitação noturna na cidade é proibida e os trens que saem de Cuzco para Macchu Picchu demoram a chegar quatro horas.[110]
    • Félix (Mateus Solano) usa notebook que não é compatível para 2001.[110] Os notebooks da época eram grossos como se fossem livros com centenas de páginas e mais pesados do que os atuais.
    • Alguns nomes dos atores apareceram errados na abertura. O nome de Mateus Solano, apareceu com "th", quando o certo é sem o "h". O erro não aconteceu apenas no nome do maior vilão da história. A protagonista, Paolla Oliveira, também aparece com o nome errado. Em vez de Paolla, está Paola. Em 2013, atriz acrescentou uma letra "L" em seu nome artístico em função da numerologia. O nome de Susana Vieira também está escrito de forma diferente. Usaram o "z", e seu nome ficou aparecendo errado: Suzana Vieira. Não é a primeira vez que o nome desta última é grafado desta maneira em aberturas de novelas, sendo comumente confundido.[111]
    • Durante o minuto 0:49 da abertura, nota-se que a mulher, ao se transmutar de pássaro para humana, muda seus traços e fica semelhante a um homem pois ganha braços musculosos e abdomên definido. Logo, quando "ela" vai beijar o homem, ela volta ao normal. O assunto foi bastante comentado nas redes sociais.[112]
  • O artista plástico Marcus Baby homenageou Marina Ruy Barbosa fazendo uma boneca vestida de noiva, inspirada na personagem Nicole.[113]
  • Fabiana Karla pôde ser vista duas vezes consecutivas na TV aos sábados: em Amor à Vida com sua personagem Perséfone, e logo depois, integrando o elenco do humorístico Zorra Total.[114]
  • Como todo trama de Walcyr Carrasco, tem sempre quase sempre os mesmo atores e atrizes que atuaram em novelas do autor, com essa trama não foi diferente. Elizabeth Savalla, Ary Fontoura, Fúlvio Stefanini, Vanessa Giácomo, Mateus Solano, Antônio Fagundes, Anderson Di Rizzi, Fúlvio Stefanini entre outros.
  • Foi a primeira novela do autor Walcyr Carrasco para o tradicional horário das 21h. Até então o autor escrevia para o horário das 19h e18h.
  • Foi a última novela do ator José Wilker, que faleceu em 05 de abril de 2014, vítima de infarto.[115]

Mudança no enredo[editar | editar código-fonte]

  • A personagem Nicole, interpretada por Marina Ruy Barbosa descobriu que tinha um Linfoma de Hodgkin tipo 4, e poderia ter que raspar o cabelo, porém, ocorreu uma controvérsia com o rumo da história. Nicole deixou de raspar o cabelo, mudando de idéia quando o cabeleireiro estava prestes a dar a primeira tesourada. Houve boatos de que isso teria sido opção da própria Marina, famosa pelos seus cobiçados cabelos ruivos, só que mais tarde a atriz desmentiu isso para a mídia e o próprio autor se pronunciou, afirmando que ele mesmo optou pela mudança da trama em função dos pedidos dos fãs.[116] O autor optou pela morte de Nicole no dia do seu casamento com Thales. Walcyr Carrasco foi muito criticado pela morte de Nicole, uma personagem querida do público, porque o câncer Linfoma de Hodgkin tipo 4 é curável, com grande percentual de cura.[117] Houve rumores de que isto poderia ter sido uma espécie de "vingança" do autor, pelo fato da atriz não ter raspado a cabeça, porém, a atriz continuou na trama, aparecendo como o espírito de Nicole que se comunica com Thales, que sofre muito com a morte do seu amor.[118]
  • A personagem Perséfone, interpretada por Fabiana Karla, passou toda a novela sendo humilhada pelo motivo de ser gorda, e por isso continuava sendo virgem até a meia-idade. Esse humilhação constante incomodou demais as mulheres gordas, que criaram um movimento contra essa situação.[119] Foi feito um abaixo-assinado para apoio ao movimento.[120] Apesar do casamento de Peséfone (Fabiana Karla) com Daniel (Rodrigo Andrade) ter sido tratado com destaque dentro da trama, o público não aceitou o casal com simpatia, e a audiência da novela caiu nos capítulos em que o casamento foi o assunto principal.[121]
  • Outras mudanças de planos puderam ser notadas na novela. Alguns atores tiveram que deixar a novela antes do previsto, para diminuir a quantidade de núcleos excessivos na trama, tentando evitar o mesmo fracasso de audiência de sua antecessora Salve Jorge, que pecou da mesma forma. Foi o caso de Nathália Rodrigues, que acabou tendo que deixar a trama logo em seu terceiro mês, quando sua personagem morre assassinada por Glauce, quando descobre todo o seu plano de forjar o teste de DNA de Paloma. Outra que deixou a produção mais cedo foi Maria Maya, intérprete da vilã Alejandra, que teve a personagem morta de overdose de drogas no meio da trama. No entanto, a morte da personagem veio a calhar, já que suas últimas palavras livraram Paloma da prisão.
  • O personagem César Khoury, de Antônio Fagundes, morreria assassinado misteriosamente no capítulo 80 da novela. Mas, o autor preferiu continuar com o personagem na trama e não repetir mais uma vez o tema Quem Matou? nos folhetins. Fagundes, que foi cogitado para deixar a produção de Amor à Vida mais cedo, para poder integrar o elenco da sucessora de Manoel Carlos, preferiu seguir no folhetim de Walcyr Carrasco.[122]
  • Uma grande polêmica foi criada quando Walcyr Carrasco mandou um recado às equipes de caracterização e figurino de “Amor à vida” para que cortassem o cabelo do menino Jayminho (Kaiky Gonzaga), em processo de adoção por Niko Thiago Fragoso. "Tenho ouvido críticas pesadas ao cabelo dele. Quero um personagem bem aceito”, disse o autor para a coluna da jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.[123] Ele foi acusado de ser preconceituoso e racista.[124] [125] Apesar da grande repercussão negativa sobre o caso, o cabelo do menino foi cortado.[126]
  • A trajetória da personagem Valdirene vivida por Tatá Werneck foi duramente alterada. Inicialmente o roteiro indicava que em certo ponto da trama a personagem deixaria de dar em cima de famosos para virar uma cantora evangélica, o que seria um assunto inovador na teledramaturgia. Porém, a personalidade atacada e cômica de Valdirene conquistou tanto o público, que o autor optou por não mudar a personagem. A religião evangélica, entretanto, foi abordada em outro núcleo: o da personagem Gina, que ganhou mais destaque na trama depois deste fato.

Novos personagens[editar | editar código-fonte]

  • Assim como alguns tiveram que deixar a trama, outros atores entraram inusitadamente no meio dela a convite de Walcyr Carrasco. Foi o caso de Carol Castro, que entrou dois meses depois do início da novela na pele da advogada Sílvia, que era para ser apenas uma participação especial que formaria um triângulo amoroso entre os protagonistas. Porém, a personagem acabou permanecendo na trama com outra função, de interferir na relação de Patrícia e Michel, já que ela revela ser a esposa do médico. Ao longo da novela sua personagem também descobre que tem que retirar um seio, gerando mais um assunto polêmico na trama, o câncer de mama. Já Márcio Garcia, que participou dos primeiros capítulos como o marido adúltero de Patrícia, voltou no meio da novela para também separar sua ex-noiva de Michel.
  • Outro que entra no meio da trama é José Wilker, interpretando o médico Herbert Marques, substituto de César no cargo de diretor clínico do hospital San Magno. O personagem também é um ex-caso de Ordália, e suposto pai biológico de Gina. Curiosamente, Wilker havia narrado as chamadas da novela antes de sua estreia.[127]
  • Sophia Abrahão entra na trama como Natasha, filha de Lídia (Angela Rebello) com o pai de Nicole (Marina Ruy Barbosa), que vivia escondida no exterior.[128] Ela fará parte do plano de Lídia (Angela Rebello) e Rogério (Daniel Rocha), que começa a ser colocado em prática após a moça voltar com o médico dos Estados Unidos, para se vingar de Leila (Fernanda Machado) e Thales (Ricardo Tozzi) pelo que fizeram com Nicole (Marina Ruy Barbosa).[129]
  • Carlos Machado entrou na trama como o milionário Ignácio. Seria apenas uma participação especial, mas o personagem voltou para ficar até o final da trama, com sua mãe Eudóxia, interpretada por Ângela Rabelo. Mais tarde, Francisco Cuoco também entraria nos últimos meses da novela como o fazendeiro Rubão, marido de Eudóxia.
  • Sidney Sampaio, que já estava no elenco da antecessora Salve Jorge, acabou emendando trabalho ao entrar no meio da trama de Amor à Vida como o evangélico Elias, que faz par romântico com Gina (Carolina Kasting).[130]

Referências

  1. 'O público pode esperar emoção', adianta Walcyr Carrasco sobre Amor à Vida. GShow (6 de maio de 2013). Página visitada em 31 de maio de 2013.
  2. Classificação indicativa. Ministério da Justiça. Página visitada em 14 de fevereiro de 2014.
  3. Flávio Ricco (14 de maio de 2013). Daniel vai cantar Gonzaguinha na abertura de nova novela. Uol. Página visitada em 15 de maio de 2013.
  4. Clic RBS. No ar até janeiro, Amor à Vida será novela mais longa dos últimos dez anos. Página visitada em 02 de janeiro de 2014.
  5. Clic RBS. No ar até janeiro, Amor à Vida será novela mais longa dos últimos dez anos. Página visitada em 02 de janeiro de 2014.
  6. Amor à Vida - Créditos.
  7. a b Amor à Vida - Teledramaturgia. teledramaturgia.com.br. Página visitada em 5 de maio de 2013.
  8. Com ‘Amor à Vida’, Walcyr Carrasco enfrenta a prova das 9. Veja (19 de maio de 2013). Página visitada em 31 de maio de 2013.
  9. Amor à Vida: novela das nove estreia na segunda, dia 20. Rede Globo (2 de maio de 2013). Página visitada em 5 de maio de 2013.
  10. Dia de festa! Elenco de Amor à Vida de reúne para comemorar a estreia da novela.
  11. Final de 'Amor à vida' tem primeiro beijo gay em novela da Globo. G1 - Pop & Arte (31 de janeiro de 2014). Página visitada em 01 de fevereiro de 2014.
  12. Em "Amor à Vida", Félix admite para Edith que é gay; veja como será a cena.
  13. Palco de 'Amor à Vida', Machu Picchu encanta turistas; conheça
  14. Nova trama das 21h começa na cidade mística de Machu Picchu; fotos!
  15. Susana Vieira se encanta com as belezas de Machu Picchu em gravações de 'Amor à Vida'.
  16. Elizabeth Savalla teve que engordar para interpretar ex-chacrete em "Amor à Vida".
  17. "Amor à Vida" vai discutir sexualidade, inseminação e autismo.
  18. 'Amor à Vida': Glauce falsifica prontuário para Bruno ficar com bebê.
  19. Carol Castro entra em 'Amor á Vida' como advogada de Bruno
  20. Amor à Vida: Paloma desconfia que Bruno roubou Paulinha de maternidade.
  21. Amor á Vida: Paloma entrará na justiça pela guarda de Paulinha
  22. a b c d e f g h Amor a Vida Sinopse de Amor à Vida.
  23. Thales vê Nicole e tena beija-lá
  24. "Amor à Vida" é o nome da próxima novela das 21h
  25. Rede Globo marca a data da estreia da substituta de "Salve Jorge".
  26. Animados, elenco e equipe de ‘Amor à Vida’ recebem a imprensa para falar da nova trama global das 21h.
  27. Palacete que serve de cenário da casa de Nicole em ‘Amor à vida’ tem fama de mal assombrado.
  28. ‘Amor à Vida’ leva o Divino para São Paulo.
  29. Abertura de "Amor à Vida" foi criada por animador da franquia "Homem-Aranha".
  30. Confira a abertura de Amor à Vida!
  31. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax ay az ba bb bc bd be bf bg bh bi bj bk bl bm bn bo bp bq br bs bt bu bv Amor à Vida - Teledramaturgia. teledramaturgia.com.br. Página visitada em 5 de maio de 2013.
  32. Para viver vilão em Amor à Vida, Solano está estudando a história do nazismo. Por Trás das Câmeras (06 de maio de 2013). Página visitada em 07 de abril de 2014.
  33. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax ay az ba bb bc bd be bf bg bh bi bj bk bl bm bn bo bp bq br bs bt bu bv bw bx by bz ca Personagens de Amor à Vida. Rede Globo de Televisão. Globo.com (12 de junho de 2013). Página visitada em 05 de outubro de 2013.
  34. Vanessa Giácomo promete surpresas como secretária misteriosa em Amor à Vida
  35. José Wilker entra em "Amor à Vida" como ex-marido de Ordalia.
  36. Amor à Vida: Personagens de Eliane Giardini e José Wilker tem uma historia do passado.
  37. Bárbara Paz, a Edith de ‘Amor à vida’, diz que está cansada de ser ‘a órfã’ e que sua cicatriz ainda a incomoda: ‘Não gosto de me ver’.
  38. Natasha (Sophia Abrahão) é irmã de Nicole!.
  39. 'Amor à vida': Carol Castro interpreta Silvia, a advogada que vai defender Bruno pela guarda de Paulinha. Extra. Globo.com (12 de junho de 2013). Página visitada em 12 de junho de 2013.
  40. Carlos Machado volta para "Amor à Vida" e vai mroar com Valdirene.
  41. Sophia Abrahão grava pela primeira vez cena de beijo com Daniel Rocha, veja as fotos
  42. Paolla Oliveira diz que viveu um "amor avassalador", assim como Paloma de "Amor à Vida".
  43. Amor à Vida: Malvino Salvador e Paolla Oliveira gravam nova novela.
  44. "Beijo gay não é a questão", diz Mateus Solano sobre personagem gay de "Amor à Vida".
  45. Susana Vieira aposta que drama é trunfo de "Amor à Vida": "Chorar é lindo".
  46. 'Amor à vida': Antonio Fagundes pinta o cabelo para gravar cena de flashback com Bárbara Paz de garota de programa. Veja as fotos!
  47. ‘Amor à vida’: Vanessa Giácomo vive Aline, secretária de César, que seduz o médico com jeito cuidadoso, e eles acabam aos beijos.
  48. Em ‘Amor à vida’, visual de Bárbara Paz é destaque com mistura de tecidos e um toque de sedução.
  49. Rita Cadillac vai gravar participação em 'Amor à Vida' ao lado de Elizabeth Savalla.
  50. Ruy Barbosa e Ricardo Tozzi gravam cenas de beijo em 'Amor à Vida'.
  51. 'Amor à vida': Marina Ruy Barbosa pode ter que raspar os cabelos.
  52. Fernanda Machado fala sobre sua personagem em Amor à Vida, que substitui Salve Jorge.
  53. Danielle Winits chega em ‘Amor à Vida’ pronta para enfrentar polêmicas: ‘Não vou ligar nem para a minha opinião’.
  54. 'Amor à vida': Marcello Antony e Thiago Fragoso entram na novela e ficam em crise por causa de uma mulher.
  55. Gay em "Amor à Vida", Thiago Fragoso diz que assumiria se fosse homossexual.
  56. Globo cria nova ficção: a de que 'Salve Jorge' foi sucesso.
  57. "Amor à Vida" estreia com 35 pontos de audiência.
  58. 'Amor à vida' estreia com 35 pontos; último capítulo de 'Balacobaco' marca oito.
  59. ‘Amor à vida’: Sucesso de Valdirene faz Tatá Werneck esquecer o próprio aniversário.
  60. Cria da MTV, Tatá Werneck ganha reconhecimento ao estrear na Globo.
  61. Sucesso em "Amor à Vida", Mateus Solano recebe autorização para improvisar nos textos.
  62. ‘Amor à Vida’ começa com avalanche de acontecimentos e o gay mais malvado de todos os tempos. Revista Veja (22 de maio de 2003). Página visitada em 23 de Maio de 2013.
  63. Famosidades (22 de maio de 2013). Crítica: Apesar do ritmo eletrizante, Amor à Vida repete marca de Salve Jorge. MSN. Página visitada em 23 de Maio de 2013.
  64. Vanessa Paes Barreto (22 de maio de 2013). Com muito ritmo e vilão sensacional, primeiro capítulo de ‘Amor à Vida’ supera todas as expectativas. Novela tem chances de prender o público. Yahoo!. Página visitada em 23 de Maio de 2013.
  65. Nilson Xavier (22 de maio de 2013). Estreia de “Amor à Vida” é marcada por capítulo ágil e envolvente. Uol. Página visitada em 23 de Maio de 2013.
  66. Daniel Castro (22 de maio de 2013). Amor à Vida repete clichês de novela em ritmo de telefilme. R7. Página visitada em 23 de Maio de 2013.
  67. Zean Bravo (22 de maio de 2013). "Tiradas de vilão gay ganham destaque no primeiro capítulo de ‘Amor à vida’". O Globo. Página visitada em 23 de Maio de 2013.
  68. Vera Jardim (27 de março de 2003). Audiência: Amor à Vida estreia com 35 pontos e se iguala a Salve Jorge. Ofuxico. Página visitada em 23 de Maio de 2013.
  69. Confira as principais audiências de terça-feira (21/05). RD1 audiência (23 de maio de 2013). Página visitada em 23 de maio de 2013.
  70. Adriana Esteves voltará ao trabalho em filme com o marido. patriciakogut.com (25 de maio de 2013). Página visitada em 31 de maio de 2013.
  71. Ibope do primeiro mês de ”Amor á Vida” é superior ao de ”Salve Jorge” (26/26/2013). Página visitada em 26/06/2013.
  72. Capítulo de Amor à Vida bate recorde de audiência
  73. Na Globo, 'Amor à Vida' conquista novo recorde de audiência! (11/07/2013). Página visitada em 26/06/2013.
  74. http://entretenimento.br.msn.com/famosos/giro-famosidades-502#image=12 Audiência de 'Amor à Vida' registra recorde com morte de Nicole]
  75. 'Amor à Vida' bate recorde de audiência em SP
  76. "Sangue Bom": Beijo entre Fabinho e Giane faz sucesso na internet.
  77. Com barraco, "Amor à Vida" supera recorde de audiência.
  78. http://oplanetatv.clickgratis.com.br/noticias/audiencia-da-tv/cesar-descobre-traicao-de-aline-e-amor-a-vida-bate-recorde-de-audiencia.html
  79. Notícia da TV UOL (31 de janeiro de 2014). Amor à Vida consolida 48 pontos, maior IBOPE desde Avenida Brasil. Página visitada em 31 de janeiro de 2014.
  80. http://natelinha.ne10.uol.com.br/novelas/2014/02/03/final-de-amor-a-vida-consolida-48-pontos-em-sp-e-45-no-rio-70906.php
  81. http://oplanetatv.clickgratis.com.br/noticias/audiencia-da-tv/com-beijo-gay-ultimo-capitulo-de-amor-a-vida-quebra-tabu-na-globo.html
  82. http://oplanetatv.clickgratis.com.br/noticias/reality-show/globo-explora-personagem-de-novela-no-lancamento-do-bbb14.html
  83. Gay kiss in soap opera Amor à Vida is landmark moment for Brazil
  84. Com beijo gay no ultimo capitulo de Amor a Vida quebra tabú na Globo
  85. a b c d e Confira os finalistas da 14ª edição do Meus Prêmios Nick (26/08/2013).
  86. a b Público infantil escolhe os melhores do ano no Meus Prêmios Nick 2013 (18/10/2013).
  87. a b c d e f g h i j k l m n o p q r 'Amor à Vida' sai como grande vencedora do Prêmio Extra de Televisão (13 de novembro de 2013).
  88. Prêmio Extra de TV 2013: vote nos melhores da televisão
  89. 'Amor à vida' leva o Prêmio Extra de melhor novela de 2013.
  90. Mateus Solano é eleito o Melhor Ator no Prêmio Extra de TV.
  91. Elizabeth Savalla recebe o Prêmio Extra de melhor atriz coadjuvante.
  92. Tatá Werneck recebe o Prêmio Extra de atriz revelação.
  93. Klara Castanho recebe o Prêmio Extra de melhor atriz mirim.
  94. Caio Castro recebe o Prêmio Extra de Ídolo Teen
  95. a b c d e Vote nos melhores do ano da Capricho Awards 2013!.
  96. Caio Castro recebe prêmio de melhor ator em São Paulo
  97. Vencedores do Prêmio Jovem Brasileiro 2013
  98. O Globo: Prêmio Faz Diferença 2013
  99. a b c Mateus Solano, Fernanda Lima e filha de Débora Falabella marcam entrega do 58º Prêmio APCA.
  100. a b c d e f g h i j k Retrospectiva: Vote nos melhores de 2013.
  101. a b c d e f g h i j k l m Prêmio QUEM 2013: Conheça os vencedores na categoria TV.
  102. a b c d e f g h i j k l m n Mateus Solano vence na categoria de melhor ator do Melhores do Ano.
  103. M. Solano, Tatá Werneck: veja vencedores do Melhores do Ano
  104. a b c d e f g h i j k Primeira fase da votação do Troféu Internet, do SBT, termina sábado no Terra.
  105. Título não preenchido, favor adicionar.
  106. Conheça a trilha sonora de 'Amor à Vida'.
  107. Amor à Vida - Trilha Sonora da Novela
  108. Título não preenchido, favor adicionar.
  109. João Gabriel Batista. "Amor à Vida" substituirá "Avenida Brasil" em Portugal. Página visitada em 02 de setembro de 2013.
  110. a b c Gafes de 'Amor à Vida'. Yahoo! Brasil (27 de maio de 2013, 17hs). Página visitada em 13-06-2013.
  111. Produção erra nomes de atores na abertura de Amor à Vida.
  112. Você reparou no casal gay da abertura de “Amor à Vida”, né?
  113. Marina Ruy Barbosa ganha boneca em sua homenagem (em português). Ego (21 de agosto de 2013). Página visitada em 17 de setembro de 2013.
  114. http://www.purepeople.com.br/noticia/fabiana-karla-comemora-38-anos-com-personagem-plus-size-em-amor-a-vida_a11770/1
  115. Morre o ator José Wilker, aos 66 anos.
  116. Nicole desiste de cortar o cabelo em Amor à Vida.
  117. Esclarecimento - Personagem com Linfoma de Hodgkin tipo 4 na novela Amor à Vida.. ABRALE (01 de agosto de 2013). Página visitada em 30 de setembro de 2013.
  118. Thales vê Nicole e tenta beijá-la: 'Eu te amo!' (html) (em português). globo.com (20 de setembro de 2013). Página visitada em 21 de setembro de 2013.
  119. Gordinhas criticam Perséfone em Amor à Vida: Ela não nos representa! (em português). Ego (30 de setembro de 2013). Página visitada em 07 de outubro de 2013.
  120. Mudança na personalidade da Perséfone na novela Amor à Vida: que o autor pare de relacionar virgindade com obesidade de forma ridícula (em português). Change.org (11 de agosto de 2013). Página visitada em 07 de outubro de 2013.
  121. Público rejeita o casamento de Perséfone (em português). Folha de S.Paulo (17 de outubro de 2013). Página visitada em 18 de outubro de 2013.
  122. Cesar não vai mais morrer em Amor à Vida, diz autor da novela.
  123. Depois de criticas, Walcyr Carrasco mudará visual do filho de Niko.
  124. Astrid Fontenelle ataca novelista Walcyr Carrasco no "Saia Justa".
  125. Autor de "Amor à Vida" é acusado de racismo.
  126. Jayminho, filho de casal gay em "Amor à Vida".
  127. Personagens de Eliane Giardini e José Wilker tem uma historia do passado.
  128. Sophia Abrahão grava pela primeira vez cena de beijo com Daniel Rocha, veja fotos.
  129. Rogerio e Natasha enganam Thales e o deixam achando que viu Nicole.
  130. Novo Pretendente: Elias se interessa por Gina e pergunta se ela tem namorado.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]