Simply Red

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Simply Red
SimplyRed6.jpg
O Simply Red em Fevereiro de 2009
Informação geral
Origem Manchester, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Pop, blue-eyed soul, sophisti-pop, PopRock
Período em atividade 19842010
Gravadora(s) Elektra Records (1985–1988); East West Records (1989–2000 e 2015); simplyred.com (2001–2010); Continental/ East West - Warner Music Brasil (1993-2010 e 2015); WEA Discos (1985-1993)
Página oficial www.SimplyRed.com
Integrantes Mick Hucknall; Ian Kirkham; Kenji Suzuki; Dave Clayton; Pete Lew­in­son; Steve Lew­in­son e Kevin Robin­son
Ex-integrantes Tony Bowers; Chris Joyce; Tim Kellett, Sylvan Richardson; Fritz McIntyre; Aziz Ibrahim; Heitor Teixeira Pereira; Gota Yashiki; Tim Vine; Shaun Ward; Wayne Stobbard; Andy Wright; Mark Jaimes; Myllenda Lay; Dave Fryman; Colin Graham; Janette Sewell; Dolly James; Dee Johnson; Chris De Margary; Sarah Brown e John Johnson

Simply Red é uma banda inglesa , de Manchester, liderada pelo cantor e compositor Mick Hucknall. Após 30 anos de carreira, com um interregno de 5 (2010-2015),o grupo de soul-[Música pop|pop] britânico lançou sucessos como "Holding Back the Years", regravando o sucesso dos anos 70,"If You Don't Know Me By Now", "Stars", "Come to My Aid" , "For Your Babies", "Fairground", "You make me feel brand new", vendendo mais de sessenta e cinco milhões de cópias.

História[editar | editar código-fonte]

O Simply Red foi formado originalmente em 1984 na cidade de Manchester por Mick Hucknall, Fritz McIntyre (teclados), Dave Fryman (guitarra) substituído no ano seguinte por Sylvian Richardson[1], além dos ex-membros do The Durutti Column, Tony Bowers (baixo), Chris Joyce (bateria) e Tim Kellett (trompete).[2].

Através de Elliot Rashman, empresário e amigo de Hucknall, conseguem um contrato com a gravadora Elektra Records em 1985[3]. Ainda no mesmo ano lançam o compacto de estréia, Money's too tight, 13º lugar no Reino Unido e o primeiro álbum, Picture Book. Mas, o grande êxito acontece somente um ano depois com lançamento de "Holding back the Years" nos Estados Unidos, que alcançou o topo da Billboard. Nesse período fizeram uma apresentação no Festival de Jazz de Montreux de 1986.

Lançado em 1987, Men and Women não fez o mesmo sucesso do primeiro álbum apesar de alcançar 2º lugar em território britânico. Logo em seguida começam as mudanças na formação do grupo que passou a ser constante. A primeira substituição foi Aziz Ibrahim, futuro membro do The Stone Roses, no lugar de Sylvan Richardson para a turnê de divulgação desse disco que teve no roteiro uma apresentação pela primeira vez no Brasil no Festival Hollywood Rock de 1988.

A New Flame de 1989 foi o primeiro trabalho da banda a ser número um no Reino Unido, devido em grande parte a canção "If You Don't Know Me By Now" que alcançou o lugar mais alto da Billboard e rendeu um prêmio Grammy de melhor Rhythm and Blues para a grupo em 1990. Antes da produção do disco houve nova mudança no posto de guitarrista que passou a ser do brasileiro Heitor Teixeira Pereira.

Com o lançamento de Stars em Setembro de 1991, um álbum com todas as composições originais, o Simply Red alcançou seu maior sucesso comercial, vendendo mais de nove milhões de cópias e recebendo vários prêmios como melhor álbum do BRIT Awards e World Music Awards. Na gravação das músicas, Chris Joyce e Tony Bowers são substituídos pelo japonês Gota Yashiki e Shaun Ward, respectivamente; além disso, o saxofonista Ian Kirkham, que vinha participando dos trabalhos do grupo desde o segundo disco, passa a ser membro oficial. A banda aproveitou a oportunidade para começar uma grande turnê mundial que tem como destaques uma apresentação em 1992 no Festival de Jazz de Montreux, um concerto em Hamburgo registrado no vídeo A Starry Night With Simply Red e mais uma atuação no Brasil no Festival Hollywood Rock em 1993.

Com mais uma baixa, a de Kellett, o Simply Red, oficialmente, era Hucknall, McIntyre, Kirkham e Heitor T.P. para a gravação de Life de 1995. Para suprir os músicos, houve a participação de artistas importantes como Sly Dunbar, Robert Shakespeare e Bootsy Collins. O álbum foi bem-sucedido no Reino Unido, junto com a faixa Fairground, primeiro single número um naquele país insular. No final da LifeTour, McIntyre e Heitor T.P. deixam a banda, que passa a funcionar como uma carreira solo de Mick Hucknall. Prova disso, foi a participação do grupo americano Fugees na regravação de Angel de Aretha Franklin para a coletânea Greatest Hits lançada em 1996.

Em 1998, o japonês Gota estava de volta para produzir o próximo álbum de estúdio, Blue, com co-produtores Andy Right e Hucknall formando, assim, o trio AGM. Nesse período o Simply Red fez poucas apresentações ao vivo. No ano seguinte, lançam Love and the Russian Winter, último trabalho pela gravadora East West Records.

Para gerenciar as gravações, turnês e outros trabalhos da banda, Hucknall e seus empresários, Andy Dodd e Ian Grenfell, criaram a marca simplyred.com em 2002[4]. O primeiro álbum desse selo foi Home, lançado no ano subseqüente, que não recebeu boas críticas[5], mas tornou-se o álbum independente mais vendido da história[6]. Continuando as gravações, lançam Simplified em 2005, álbum com versões acústicas e influências latinas dos seus maiores sucessos, que voltou a fazer as pazes com a crítica[7].

Em 2007 chega ao mercado o álbum Stay, considerado uns dos melhores trabalhos do grupo devido a experiência de Hucknall e sua postura em fazer canções fortes[8]. Naquele mesmo ano, o líder do Simply Red anuncia que esse seria o último trabalho de inéditas.

Em 2009, o grupo anunciou que sua próxima turnê seria a de despedida ("Farewell, The Final Tour") e em 19 de Dezembro de 2010, fez o último show da turnê que foi realizado na O2 Arena em Londres, Inglaterra.

Em 2015, para celebrar o 30º aniverário da edição do primeiro álbum, divulgam datas de shows na europa/usa http://www.simplyred.com/tour-dates/ ,e anúnciam o lançamento de um novo álbum de originais, o 11º na carreira, Big Love, que saiu para as lojas a 1 de Junho, tendo Shine On, como single de apresentação.

O segundo single foi The Ghost of Love. Big Love voltou a colocar os Simply Red entre os mais vendidos em Inglaterra, chegando ao TOP4.

Integrantes

Discografia[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Simply Red The Greatest Hits 25 Anniversary 2009

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Simply Red
Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.