The Stone Roses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Stone Roses
Stone Roses em show em Milão, 17 de julho de 2012
Informação geral
Origem Manchester, Inglaterra
País Reino Unido Flag of the United Kingdom.svg
Gênero(s) Madchester
Rock alternativo
Indie Rock
Período em atividade 1985 - 1996, 2011-presente
Gravadora(s) Silvertone Records
Geffen Records
Afiliação(ões) The Seahorses, Primal Scream
Integrantes Ian Brown
John Squire
Mani
Reni
Ex-integrantes Andy Couzens, Pete Garner, Robbie Maddix, Nigel Ippinson, Aziz Ibrahim

The Stone Roses é um dos mais influentes grupos de rock inglês e foi entre o final da década de 1980 e o começo da década seguinte, formando juntamente com o Happy Mondays e o The Charlatans o movimento conhecido como Madchester[1], na cidade de Manchester, Inglaterra.

História[editar | editar código-fonte]

A banda lançou seu primeiro álbum, The Stone Roses, em 1989. O álbum trouxe sucesso e exposição para a banda. Nesse momento, o Stone Roses decidiu capitalizar seu êxito, assinando com uma grande gravadora, no entanto, sua atual gravadora Silvertone os impediu por causa de seu contrato, o que levou a uma longa batalha legal que culminou com a assinatura de banda com Geffen Records em 1991 para, finalmente, lançar seu segundo álbum, Second Coming, 1994. O grupo se desfez logo após diversas mudanças na formação ao longo da turnê de promocional, que começou com a saída de Reni, seguido por Squire.

Em 1995, a Silvertone lançou a compilação The Complete Stone Roses, com singles e b-sides de músicas do grupo, muito elogiada pela critica e por fãs, a coletânea passou por um processo de re-engenharia de som feito pelo selo, de forma que as versões das músicas do CD são ligeiramente diferentes (no aspecto sonoro) das lançadas originalmente em LP.

Em Outubro de 2011, 15 anos depois de se terem separado, a banda anunciou o regresso aos palcos, com duas datas de concertos agendadas para 2012 e a possibilidade de um terceiro álbum.[2]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação clássica (novembro de 1987 a março de 1995)[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Andy Couzens - Guitarra. Deixou a banda em julho de 1986 após um desentendimento com Gareth Evans, empresário da banda.
  • Pete Garner - baixo. (Fevereiro de 1984 - agosto de 1987)
  • Cressa, (Steve Cressa) - 5° membro não-oficial da banda e técnico de efeitos da guitarra (1989-1990).
  • Robbie Maddix - Bateria (até julho de 1995). Substituiu Reni em abril de 1995.
  • Nigel Ippison - Teclado. Tocou com a banda durante as últimas apresentações da turnê do álbum Second Coming de julho de 1995 em diante.
  • Aziz Ibrahim - Guitarra. Substituiu John Squire em abril de 1996.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "All for One" (12 de Maio de 2016)
  • "So Young" (Setembro de 1985)
  • "Sally Cinammon" (Maio de 1987)
  • "Elephant Stone" (Outubro de 1988)
  • "Made Of Stone" (Fevereiro de 1989)
  • "She Bangs The Drums" (Julho 1989)
  • "[[Fools Gold]]/What The World Is Waiting For" (Novembro de 1989)
  • "One Love" (Julho de 1990)
  • "I Wanna Be Adored" (Setembro de 1991)
  • "Waterfall" (Janeiro de 1992)
  • "I Am The Resurrection" (Abril de 1992)
  • "Love Spreads" (Novembro de 1994)
  • "Ten Storey Love Song" (Fevereiro de 1995)
  • "Fools Gold '95" (Abril de 1995)
  • "Begging You" (Novembro de 1995)
  • "Fools Gold '99" (Março de 1999)

Outras informações[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O disco de estréia da banda foi muitas vezes listados entre os melhores de todos os tempos e/ou do Reino Unido:

  • Em 2003 a revista NME elegeu o disco como o melhor de todos os tempos. [3].
  • Em junho de 2004 o jornal britânico The Observer o escolheu como o melhor disco britânico de todos os tempos, à frente de The Beatles e Rolling Stones, em uma enquete realizada entre jornalistas e músicos [4]
  • Em 2006 a NME escolheu o disco como o melhor álbum britânico de todos os tempos.[3].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.