Lulu Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lulu Santos
O artista em 2014, durante evento.
Informação geral
Nome completo Luiz Maurício Pragana dos Santos
Também conhecido(a) como Lulu Santos
Nascimento 4 de maio de 1953 (63 anos)
Origem Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
País  Brasil
Gênero(s) Pop, pop rock, MPB, baião , electropop, R&B, disco, Rock
Instrumento(s) Vocal
Violão
Guitarra
Gaita
Ukulele
Modelos de instrumentos Fender Stratocaster, Fender Telecaster, Fender Jaguar, Gibson SG
Período em atividade 1973 — presente
Gravadora(s) Warner Music
BMG
Sony BMG Music Entertainment
Som Livre
EMI
Universal Music
Sony Music
Afiliação(ões) Vímana, Thiaguinho, Jorge Vercillo, Ayrton Montarroyos, Roberto Carlos, Claudia Leite, Carlinhos Brown, Daniel
Página oficial www.lulusantos.com.br

Luiz Maurício Pragana dos Santos[1] (Rio de Janeiro, 4 de maio de 1953), mais conhecido como Lulu Santos, é um cantor, compositor e guitarrista brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de pai militar, começou a tocar aos doze anos de idade,muito precoce, formando uma banda inspirada nos Beatles[1] chamada de Cave Man. Contrariando o desejo de seu pai, de que também se tornasse militar, foge de casa antes de completar o colegial, percorrendo o Brasil com hippies. Aos dezenove anos tocava no grupo Veludo Elétrico com Fernando Gama e Paul de Castro.[1] Um ano depois, Lulu, Ritchie e Lobão formam a banda Vímana, da qual saiu por não concordar com os rumos que a banda acabou seguindo. Uma apresentação sua com a banda no Hollywood Rock no verão de 1975, no Rio de Janeiro, pode ser vista no documentário Ritmo Alucinante. Após trabalhar como músico freelancer, Lulu Santos resolveu seguir carreira solo. Antes de se tornar músico trabalhou como colunista em revistas como a Som Três escrevendo comentários sobre os álbuns da época. Em 1981, assinou com a gravadora WEA e assumiu o nome de Lulu Santos, gravando "Tesouros da Juventude" em parceria com o jornalista Nelson Motta. Seguiram-se outras músicas de sucesso: em 1982 "Tempos Modernos","O Ritmo do Momento" (1983), "O Último Romântico" (1984) (cujo arranjo músical foi fortemente influenciado por uma canção de George Harrison, "Greece", do álbum Gone Troppo de 1982), "Tudo Azul" (1984) "Normal" (1985), "Lulu" (1986) e "Toda Forma de Amor" (1988). Em 1985, Lulu participa, com êxito, do Rock in Rio e dois anos depois é premiado com o disco de platina.[1] O cantor recusa o prêmio na cerimônia de entrega por não ter atingido o limite mínimo de vendas de 250 mil cópias.

Entrou em um período de crise a seguir, quando tentou aproximar o pop com os ritmos brasileiros, através dos trabalhos Popsambalanço e Outras Levadas, Honolulu e Mondo Cane. Mas, a parceria com o DJ Memê, iniciada na sequência, alavancou novamente sua carreira com discos como Assim Caminha a Humanidade (1994), cuja faixa-título tornou-se tema de abertura do seriado Malhação entre 1995 e 1999. Com o gênero disco trabalhou com o produtor Marcelo Mansur em Eu e Memê, Memê e Eu (1995). Seguiram-se Anticiclone Tropical (1996), Liga Lá, assumindo a produção, e o álbum foi mestrado pelo tropicalista Rogério Duprá em (1997), Calendário (1999) e o Acústico MTV (2000) em dois volumes. Em 2002 lança o disco Programa. Em 2003, foi lançado Bugalu, novamente em parceria com o Dj Memê, em 2004 é lançado o MTV ao Vivo. No ano de 2005 como lançamento de seu disco, segue Letra e Música, com a turnê Popstar. Em 2007, com Longplay ficou três anos em turnê pelo Brasil e outros países e o show foi visto por mais de cinco milhões de pessoas, acompanhado por sua banda e se utilizando do que há de mais moderno em tecnologia, com paredes de LED, iluminação e projeções feitas com clipes interativos. No fim de 2009 flerta com o samba novamente no álbum Singular recheado de canções pop no melhor estilo que o consagrou. Em meados de 2010, em comemoração aos seus trinta anos de carreira solo, aos vinte anos da MTV Brasil e aos dez anos da gravação do seu primeiro Acústico MTV, Lulu lança o seu Acústico MTV Vol. 2. Foi casado por 28 anos com a jornalista Scarlet Moon, a qual conheceu em uma festa na casa de Caetano Veloso.

Em 2012, passou a ser jurado do The Voice Brasil, junto de Claudia Leitte, Daniel e Carlinhos Brown.[2] Em dezembro do mesmo ano lançou a compilação Toca Lulu, caixa composta por quatro discos contendo sucessos em comemoração de 30 anos de carreira, tendo vendido mais de 300.000 cópias e sendo certificado com disco de diamante em 2015.[3] Em 26 de março de 2013 fez o show de encerramento do programa Big Brother Brasil 13. [4]

Em 2014, lançou o álbum Luiz Maurício, retomando seu flerte com a música eletrônica, e um single em parceria com Felipe Dylon, intitulado Ano Novo Lunar[5] .

No ano de 2015 fez participações especiais no programa Tá no Ar, da Rede Globo e continua brilhando e ajudando a revelar talentos no The Voice Brasil com seu bom humor e singular inteligência.

Parceiros/compositores[editar | editar código-fonte]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação atual[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Título Vendagens
1982 Tempos Modernos Ouro = 150.000 cópias.
1983 O Ritmo do Momento Platina + Ouro = 350.000 cópias.
1984 Tudo Azul Platina + Ouro = 400.000 cópias.
1985 Normal Ouro = 180.000 cópias.
1986 Lulu Ouro = 170.000 cópias.
1988 Toda Forma de Amor Ouro = 240.000 cópias.
1989 Popsambalanço e Outras Levadas 80.000 cópias.
1989 Amor à Arte - Lulu Santos e Auxílio Luxuoso Ao Vivo Ouro = 100.000 cópias.
1990 Honolulu 70.000 cópias.
1992 Mondo Cane 60.000 cópias.
1994 Assim Caminha a Humanidade 3× Platina + 2× Ouro = 950.000 cópias.
1995 Eu e Memê, Memê e Eu 4× Platina ou Diamante = 1.000.000 cópias.
1996 Anticiclone Tropical Platina + Ouro = 400.000 cópias.
1997 Liga Lá Ouro = 150.000 cópias.
1999 Calendário (álbum de Lulu Santos) Ouro = 120.000 cópias.
2000 Acústico MTV - Lulu Santos (ou Lulu Acústico) 3× Platina + Ouro = 900.000 cópias.
2002 Programa Ouro = 160.000 cópias.
2003 Bugalu Ouro = 120.000 cópias.
2004 MTV Ao Vivo Platina = 200.000 cópias.
2005 Letra & Música Ouro =50.000 cópias.
2007 Longplay Ouro =50.000 cópias.
2009 Singular 20.000 cópias
2010 Lulu Acústico MTV II 25.000 cópias
2013 Lulu Canta & Toca Roberto e Erasmo Ouro = 45.000 cópias.
2014 Luiz Maurício 20.000 cópias
2015 Toca + Lulu - Ao Vivo 3× Platina + Ouro ou Diamante = 300.000 cópias.

Singles[editar | editar código-fonte]

Singles em carreira solo lançados nas rádios brasileiras. [6] [7] [8]

Ano Canção Certificação Álbum
1981 Tesouros da Juventude Ouro = 100.000 cópias Tempos Modernos
De Leve (Get Back) 20px Nenhuma = 40.000 cópias
1982 Tempos Modernos Ouro = 100.000 cópias
De Repente Califórnia Ouro = 100.000 cópias
Scarlet Moon (canção) 20px Nenhuma = 30.000 cópias
Tudo com Você Ouro = 100.000 cópias
1983 Como uma Onda (Zen-Surfismo) Ouro = 100.000 cópias O Ritmo do Momento
Adivinha O Quê Ouro = 100.000 cópias
Um Certo Alguém Ouro = 100.000 cópias
Esse Brilho em Teu Olhar 20px Nenhuma = 25.000 cópias
1984 Certas Coisas Ouro = 100.000 cópias Tudo Azul
Tudo Azul Ouro = 100.000 cópias
Tão Bem Ouro = 100.000 cópias
Último Romântico Ouro = 100.000 cópias
O Calhambeque (canção de Roberto Carlos) 20px Nenhuma = 45.000 cópias
Lua de Mel (canção de Gal Costa) Ouro = 100.000 cópias
1985 Sincero (canção) Ouro = 100.000 cópias Normal
De Repente 20px Nenhuma = 40.000 cópias
1986 Tudo Bem (canção) Ouro = 100.000 cópias Compacto “Tudo Bem (canção)
Casa (canção) Ouro = 100.000 cópias Lulu
Minha Vida Ouro = 100.000 cópias
1987 Condição
Um Pro Outro Ouro = 100.000 cópias
Toda Forma de Amor Toda Forma de Amor
1988 A Cura
Satisfação
Lá Vem o Sol Amor à Arte (álbum ao vivo)
1989 Lei da Selva
Dinossauros do Rock
Brumário Popsambalanço e Outras Levadas
A2
1990 E.O.Q.A.
Perguntas
Não Acredito Honolulu
Papo Cabeça
1991 Pra Você Parar
1992 Apenas Mais Uma de Amor Mondo Cane
Cicatriz
1993 Submundo Vaticano Trilha da Novela Olho no Olho
Auto Estima Single "Alto Estima" (1993)
1994 Febre Assim Caminha a Humanidade
Graal
1995 Assim Caminha a Humanidade
Sereia Eu, Memê, Memê e Eu
Descobridor dos Sete Mares
Fullgás
1996 Aviso Aos Navegantes Anticiclone Tropical
Cadê Você?
Dancin’ Days
1997 Hyperconectividade Liga Lá
1999 Fogo de Palha Calendário
Aquilo
2000 Astronauta (acústico) (part. Gabriel O Pensador) Acústico MTV - Lulu Santos
Made in Brazil
Tempos Modernos (acústico)
2001 Apenas Mais Uma de Amor (acústico)
2002 Todo Universo Programa
Figurativa
Compaixão
2003 Já é! Bugalu
Melô do Amor
Delete
2004 Sem Nunca Dar Adeus MTV ao Vivo
A Cura (ao vivo)
Delete
2005 Pop Star Letra e Música
2006 Vale de Lágrimas
2007 Deixa Isso pra Lá Longplay
Contatos
2009 Baby de Babylon Singular
2010 Auto Estima (acústico) Lulu Acústico MTV II
2011 E Tudo Mais
2013 Como é Grande o Meu Amor Por Você Lulu Canta & Toca Roberto e Erasmo
As Curvas da Estrada de Santos
2014 Sócio do Amor [9] Luiz Maurício
Luiz Maurício

Compilações[editar | editar código-fonte]

Compactos[editar | editar código-fonte]

  • Zebra (com Vímana) (1977)
  • Gosto de Batom (1980)
  • Melô de Amor (1980)
  • Areias Escaldantes (1981)
  • De Leve (1981)
  • Tesouros da Juventude (1981)
  • Tudo Bem (1986)
  • Último Romântico (1987)

CD Singles[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Box Cd álbum Liga Lá - edição especial promocional - (1997)
  • Dance Bem, Dance Mal, Dance Sem Parar (remix) (1998)

Álbuns nunca lançados[editar | editar código-fonte]

  • Álbum sem nome (com Vímana) (1978)

Referências

  1. a b c d «Biografia de Lulu Santos». R7. Letras. Consultado em 14 de janeiro de 2013. 
  2. «Lulu Santos está dando trabalho para produção do “The Voice Brasil”, diz colunista». Papelpop Conteúdo. Yahoo! Brasil. 12 de novembro de 2012. Consultado em 14 de janeiro de 2013. 
  3. SILVIO ESSINGER. «Tudo Azul Para Lulu Santos». O Globo. Consultado em 27 de março de 2013. 
  4. «BBB13: Lulu Santos canta na grande final». R7. Consultado em 26 de março de 2013. 
  5. «Ouça: "Ano Novo Lunar", a nova música de trabalho do Felipe Dylon com participação do Lulu Santos». Art.com. Consultado em 17 de janeiro de 2014. 
  6. «Lulu Santos - carreira». MPBNet. Consultado em 26 de março de 2013. 
  7. «Biografia de Lulu Santos». Jovem Pan. Consultado em 26 de março de 2013. 
  8. «Biografia de Lulu». Consultado em 26 de março de 2013. 
  9. «Sócio do Amor - Single». iTunes Store. 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]