Kati de Almeida Braga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Maria do Carmo Nabuco de Almeida Braga (Rio de Janeiro, 23 de outubro de 1953)[1] ou Kati de Almeida Braga é uma empresária brasileira do ramo financeiro e musical. É a primogenita do banqueiro Antônio Carlos de Almeida Braga e da empresária Vivi Nabuco. Ela é assim chamada em homenagem a sua avó materna, Maria do Carmo de Mello Franco Nabuco.

Trabalhou na Fundação Nacional de Artes (FUNARTE), e em empresas do pai, como Atlântica Seguros S.A e Bradesco Seguros, onde foi vice-presidente.

Kati foi indicada para suplente da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) pela Associação Nacional de Música (ANC) e Associação Brasileira de Música Independente (ABMI). Junto com Olívia Hime é fundadora e proprietaria da gravadora voltada para MPB, a Biscoito Fino.

Família[editar | editar código-fonte]

Na época que foi produtora teatral conheceu Gianni Ratto, com que foi casada e teve dois filhos: Antonia de Almeida Braga Ratto e Bernardo de Almeida Braga Ratto. Atualmente é casada com o José Arnaldo Rossi, com quem tem duas filhas.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.