Toda Forma de Amor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o álbum de Lulu Santos. Para o filme com Christopher Plummer e Ewan McGregor conhecido no Brasil como Toda Forma de Amor, veja Beginners.
Toda Forma de Amor
Álbum de estúdio de Lulu Santos
Lançamento 1988
Gênero(s) Rock
Duração 41:16
Idioma(s) Curdo (Faixa 6)
Inglês (Faixa 5)
Português
Formato(s) CD, K7, LP
Gravadora(s) RCA Victor
Produção Lulu Santos
Cronologia de Lulu Santos
Lulu
(1986)
Popsambalanço e Outras Levadas
(1989)
Singles de Toda Forma de Amor
  1. "Toda Forma de Amor[1]"
    Lançamento: 1988
  2. "A Cura[2]"
    Lançamento: 1988
  3. "Satisfação[3]"
    Lançamento: 1988
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 3 de 5 estrelas.[4]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Toda Forma de Amor é o sexto álbum de estúdio e o primeiro produzido por Lulu Santos. Os singles desse álbum foram "Toda Forma de Amor", "A Cura"[5][6] e "Satisfação". A capa original, que continha o casal de bonecos Barbie e Ken pelados na cama, foi censurada e substituída por uma capa preta com o título do álbum.[7]

Segundo o Jornal do Brasil, com dados do NOPEM (Nelson Oliveira Pesquisas de Mercado), na época o álbum alcançou o quarto lugar na lista de discos mais vendidos.[8]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Mojo (Instrumental)"   3:32
2. "Nova Ordem"   3:26
3. "Cobra Criada"   3:30
4. "Paz e Amor"   4:47
5. "Riding a High"   4:25
6. "Ton Ton"   1:50
7. "Toda Forma de Amor"   3:45
8. "A Cura"   4:39
9. "Bilhetinho"   4:35
10. "Satisfação"   3:26
11. "Futuro do Passado"   3:34
Duração total:
41:16

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Produzido por Lulu Santos Gravado por Flávio Senna e Franklin Garrido Mixado por Flávio Senna

  • Paulo Duncan, Yuri Palmeira e Rodrigo Castro Neves: arranjos em "Paz e Amor"
  • Lulu Santos: arranjos, voz e guitarras
  • Arthur Maia: baixo (3, 5, 6, 8, 9, 11), guitarra e voz (em "Ton Ton")
  • Décio Crispim: baixo (2, 4, 7 e 10)
  • Paulo Duncan: baixo e teclados em "Paz e Amor"
  • Pedro Gil: bateria (2, 6, 8, 9 e 11)
  • Marcelo Costa: bateria (3, 5, 7 e 10), percussão (em "Cobra Criada" e "Satisfação"), caxixi (em "Ton Ton"), bongô (em "Toda Forma de Amor") e pandeiro (em "Bilhetinho")
  • Sacha Amback: sampler (2, 5, 6, 7, 8, 9 e 11), triângulo (em "Cobra Criada") e órgão (em "Satisfação")
  • Yuri Palmeira: computador em "Paz e Amor"
  • Christovan Jaques de Chevalier: "ah-ey" em "Paz e Amor"
  • Paul de Castro: violino em "Bilhetinho"

Referências

  1. «Faixa Quente > Rádios/As Mais Tocadas». Jornal do Brasil. 97 (328). 5 de março de 1988. Consultado em 4 de outubro de 2019 .
  2. «Faixa Quente > Rádios/As Mais Tocadas». Jornal do Brasil. 98 (22). 30 de abril de 1988. Consultado em 4 de outubro de 2019 .
  3. «Faixa Quente > Rádios/As Mais Tocadas». Jornal do Brasil. 98 (115). 1 de agosto de 1988. Consultado em 4 de outubro de 2019 .
  4. «Toda Forma de Amor - Lulu Santos». allmusic. Consultado em 23 de junho de 2016 
  5. «Lulu Santos - Toda Forma de Amor (Vinyl)». Discogs. Consultado em 23 de junho de 2016 
  6. «Lulu Santos - A Cura (Vinyl)». Discogs. Consultado em 23 de junho de 2016 
  7. Tomás Bello (6 de janeiro de 2015). «10 censuras clássicas a capas de grandes discos – parte 2». El Hombre. Consultado em 13 de julho de 2016 
  8. «Discos / Os mais vendidos». Jornal do Brasil. 98 (108). 25 de julho de 1988. Consultado em 6 de junho de 2021 .
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Lulu Santos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.