Leona Cavalli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leona Cavalli
Nome completo Alleyona Canedo da Silva
Nascimento 6 de novembro de 1969 (48 anos)
Rosário do Sul, RS
Nacionalidade brasileira
Ocupação Atriz
Diretora de teatro
Atividade 1993–presente
Página oficial
IMDb: (inglês)

Alleyona Canedo da Silva (Rosário do Sul, 6 de novembro de 1969), mais conhecida como Leona Cavalli, é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de pai político, advogado e poeta e de mãe professora, tem três irmãos.[1][2] Ao nascer, recebeu o nome de Alleyona. Sua mãe queria que fosse Leona, mas o pai achou o nome muito forte para um bebê e resolveu adaptá-lo. Cavalli vem dos seus padrinhos. Sua infância foi junto à natureza, brincando pelos campos gaúchos, onde corria a cavalo, subia em árvores, nadava e a praticava muitos outros esportes. Com o pai, que foi prefeito da cidade duas vezes, aprendeu desde cedo a conviver com muita gente, subindo em palanques, frequentando comícios. Com a mãe, aprendeu a gostar da beleza e amar a liberdade.[1] Aos dez anos já viajava, tinha namorados e já queria ser atriz.[1] Foi uma adolescente rebelde. Aos quatorze anos, viajou para o Rio de Janeiro, onde assistiu a primeira grande peça, A Divina Sarah, com Tônia Carrero, e, em seguida, no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, "As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant", com Fernanda Montenegro e Renata Sorrah, e "Brincando em Cima Daquilo", com Marília Pera. Decidiu naquela época que iria começar a carreira de atriz.[1] Seu pai, porém, não permitiu que Leona fosse morar em Porto Alegre. No ano seguinte, viajou para Londres, onde assistiu um espetáculo chamado Motim. Depois da peça, ligou para o pai e disse que ficaria morando em Londres, e que desejava ser atriz. Disse que só voltaria ao Brasil para morar em Porto Alegre e fazer teatro. O pai então permitiu.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Leona na centésima apresentação da peça 'Frida e Diego' em 2015.

Assim que voltou ao Brasil, começou a fazer curso de teatro. Como finalização do curso, participou de Valsa nº 6,de Nelson Rodrigues, sua estréia no teatro adulto, com 16 anos.[1] Depois, entrou na UFRGS, no curso de Artes Cênicas e na PUC, no curso de direito. Mas, largou tudo e foi embora para São Paulo na tentativa de fazer teatro profissionalmente.[1] Chegou a São Paulo em 1990. Entrou para o curso de teatro da PUC, onde fez "O Homem e o Cavalo", de Oswald de Andrade.[1] Logo depois, fez, com o ator Pascoal da Conceição, a Farsa de Inês Pereira e Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente.[1] Em seguida, Leona fez, com o diretor Zé Celso Martinez Corrêa, As Troianas, de Eurípedes, e Hamlet, montagem para a reinauguração do Teatro Oficina.[1][2] A atriz tinha nome artístico de Alleyona Cavalli. Além de teatro, Leona faz cinema e TV. No cinema, fez Amarelo Manga,[3] Cafundó,[4] Através da Janela,[5] Carandiru[6] e Olga,[7][8] dentre outros.

Na TV, participou das novelas As Filhas da Mãe,[9] Da Cor do Pecado,[10] Começar de Novo,[11] Bang Bang e Belíssima.[12] Em 2007, participou da minissérie Amazônia[13][14] e da novela Duas Caras,[15] ambas da TV Globo. Em 2008, após encerrar a novela Duas Caras, Leona participou de um episódio do seriado Casos e Acasos (Globo).[16] Ainda em 2008, a atriz esteve novamente na TV, integrando o elenco da novela Negócio da China.[17][18] Leona, em 2010, participou da minissérie Dalva e Herivelto interpretando a personagem Margot,[19] e também está no teatro com o monólogo Máscaras de Penas Penadas.[20] Ainda em 2010, participa de um dos episódios de As Cariocas[21][22] e A Vida Alheia, seriados exibidos pela Rede Globo,[23] além de aparecer no longa metragem Os Inquilinos.[24] Em 2011, ela fez uma participação especial na novela Araguaia.[25] Esteve na novela A Vida da Gente, no qual interpretou a pediatra Celina.[26][27][9] Em 2012, fez uma participação na série As Brasileiras, no episódio "A Justiceira de Olinda"[28][29] e interpretou sua primeira vilã, Zarolha no remake da novela Gabriela.[30] Em decorrência do sucesso de sua sensual personagem Zarolha, surge convite para posar nua na edição de Outubro de 2012 da revista Playboy. Aos 42 anos de idade a atriz mostrou excelente forma e o ensaio foi um sucesso de público e crítica. Em 2013, esteve na novela Amor à Vida de Walcyr Carrasco, interpretando a médica Glauce, mulher que compromete sua carreira para ajudar Bruno (Malvino Salvador), por quem é apaixonada.[31][32][33] Em 2015, é anunciada no elenco da novela Totalmente Demais na pele de Gilda, uma moradora do interior do Rio De Janeiro e mãe da protagonista Eliza, interpretada por Marina Ruy Barbosa.

Em 2017, após anos na Rede Globo, assina com a RecordTV para atuar na novela Apocalipse, na qual interpreta a vilã Ariela. Em 2018, atua na segunda temporada da série da TV Brasil, Natália como Ingrid Romanek, uma mulher de negócios,[34] dirige a peça de teatro Pandora[35] e roda o filme Águas Selvagens, uma coprodução entre o Brasil e a Argentina.[36]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2002 Os Normais Sheila Episódio: "Acima do Normal"
2003 A Grande Família Vanessa Episódio: "Costurando para Fora"
2004 Da Cor do Pecado Edilásia Sardinha (jovem) 1ª fase
Começar de Novo Lucrécia Borges (jovem) 1ª fase
2005 Belíssima Valdete Pereira
2006 Bang Bang Bandida Episódio: "21 de abril de 2006"
Pé na Jaca Miranda Episódio: "29 de novembro de 2006"
2006–14 Brasil Cult Apresentadora
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Justine
Duas Caras Dália Mendes
2008 Guerra e Paz Miréia Episódio: "Velozes e Infiéis"
Casos e Acasos Célia Episódio: "A Nova Namorada, o Chefe.."
A Grande Família Rebeca Episódio: "Era Uma Vez no Motel"
Negócio da China Maralanis Silvestre
2009 Aline Vera Episódios: "Aline Gorda", "Aline TPM"
2010 Dalva e Herivelto - Uma canção de amor Margot
A Vida Alheia Magda Kosmo Episódio: "O Sequestro"
Na Forma da Lei Belinda Azambuja Episódio: "Maratona"
As Cariocas Rita Episódio: "A Traída da Barra"
2011 Araguaia Marly Episódio: "2 de fevereiro de 2011"
2011 A Vida da Gente Dra. Celina
2012 As Brasileiras Valquíria Episódio: "A Justiceira de Olinda"
Gabriela Risoleta (Zarolha)
2013 Amor à Vida Dra. Glauce
2015 Totalmente Demais Gilda de Assis[37]
2016 A Secretária do Presidente Mirte de Souza Pinto
Dança dos Famosos Participante[38] Temporada 13
2017 Apocalipse Ariela Feld Gudman[39]
2018 Natália Ingrid Romanek Temporada 2

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1996 Um Céu de Estrelas Dalva[40]
1997 O Trabalho dos Homens Raped woman Curta-metragem
1999 Ilha Mariana
2000 Através da Janela Simone
2002 Amarelo Manga Lígia
2003 Carandiru Dina
2004 Desequilíbrio Prostituta Curta-metragem
Contra Todos Cláudia
Olga Maria
Capital Circulante Curta-metragem
2005 Quanto Vale Ou É Por Quilo? Clara
Cafundó Rosário
2006 Antônia
2010 Os Inquilinos Fátima
Aparecida - O Milagre Sônia Resende
2011 As 12 Estrelas Dolores Ferrão[41]
2013 A Casa da Mãe Joana 2 Laurinha[42]
2015 Anna K Joana Fonseca[43]
2020 Águas Selvagens Debora Shuster

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel / Cargo
1993 Valsa nº 6
1993 Ham-let Ofélia
1994 Os Mistérios Gozozos
1996 As Bacantes
1997 Auto da Barca do Inferno
1997 Pra Dar um Fim no Juízo de Deus
1998 Tio Vânia Vânia
1998 Viva o Demiurgo
1999 O Disco Solar
1999 Cascando o Bico Diretora da peça
1999 Disk Ofensa
1999 A Vizinha de Noé
1999 Cacilda! Cacilda Becker
2001 Toda Nudez Será Castigada Geni
2002 Um Bonde Chamado Desejo Blanche Dubois[44]
2003 Vestir o Pai Regina[45]
2004 Memórias do Mar Aberto Medéia[46]
2010 Máscaras de Penas Penadas Atriz[47]
2012 O Príncipe Diretora da peça
2014 E aí, Comeu? Sete personagens[48]
2015 Frida y Diego Frida Kahlo[49]
2017 Gatão de Meia Idade, a peça Oito personagens
2018 Pandora Diretora da peça

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
1996 Prêmio Cine SESC Melhor Atriz Um Céu de Estrelas Venceu [50]
1996 Festival Internacional de Trieste Melhor Atriz Venceu [50]
1996 Troféu APCA Melhor Atriz Venceu [50]
1996 Festival de Brasília Melhor Atriz Venceu [50]
2002 Prêmio Shell Melhor Atriz Toda Nudez Será Castigada Venceu [51]
2002 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Um Bonde Chamado Desejo Venceu [51]
2003 Festival Internacional de Barcelona Melhor Atriz Amarelo Manga Venceu [50]
2004 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Indicado
2004 Melhor Atriz Coadjuvante Carandiru Indicado
2005 Festival de Cataguases Melhor Atriz Contra Todos Venceu [50]
2005 CinePort Melhor Atriz Coadjuvante Venceu [52]
2005 Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema Melhor Atriz Venceu [53]
2005 Festival Internacional de Las Palmas Melhor Atriz Venceu
2005 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Indicado [54]
2006 Prêmio Contigo! de Cinema Nacional Melhor Atriz Coadjuvante Quanto Vale Ou É Por Quilo? Indicado [55]
2007 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz de Minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Venceu [51]
2007 Prêmio Top of Business Nacional Melhor Atriz Venceu [56]
2010 Troféu Evidência Nacional Arte Homenagem Venceu [50]
2012 Prêmio Quem de Televisão Melhor Atriz Coadjuvante Gabriela Indicada [57]
2014 Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema Melhor Atriz Coadjuvante A Casa da Mãe Joana 2 Venceu [58]
2014 Prêmio Top Brazil Quality Melhor Atriz de Teatro Frida y Diego Venceu [59]
2014 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz de Drama Indicado [60]
2015 Prêmio Cenym Melhor Atriz Indicado [61]
2016 Prêmio Magnífico Melhores do Ano Homenagem Venceu [50]
2016 Troféu Evidência Nacional Arte Homenagem Venceu [50]

Referências

  1. a b c d e f g h i j «Biografia». Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  2. a b «Cavalli, Leona (1969)». Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  3. «AMARELO MANGA». Cineclick. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  4. «Atriz Leona Cavalli fala do filme 'Cafundó'». Terra Networks. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  5. «ATRAVÉS DA JANELA». Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  6. «CARANDIRU». Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  7. «OLGA». Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  8. Cinemateca Brasileira Olga [em linha]
  9. a b Manu Moreira (20 de novembro de 2011). «Além de atuar em "A Vida da Gente", Leona Cavalli dirigirá documentário». UOL. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  10. «Mistério sobre Paco e Apolo é revelado em "Da Cor"». Terra Networks. 3 de fevereiro de 2004. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  11. «Participações especiais». Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  12. Elba Kriss (29 de setembro de 2005). «Leona Cavalli e Marcello Anthony gravam cenas de Belíssima no Rio». O Fuxico. Terra Networks. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  13. «Amazônia: Leona Cavalli fala de sua personagem». Estrelando. R7. 1 de novembro de 2006. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  14. «Amazônia, de Galvez a Chico Mendes». Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  15. «Dália». Globo.com. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  16. «Leona Cavalli e Ângelo Antônio juntos em Casos e Acasos». Globo.com. 10 de julho de 2008. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  17. «Leona Cavalli e Ney Latorraca serão um casal em "Negócio da China"». UOL. 26 de setembro de 2008. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  18. «Negócio da China: Leona Cavalli volta às telinhas». Estrelando. R7. 19 de junho de 2008. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  19. «Leona Cavalli está no elenco de 'Dalva e Herivelto'». Terra Networks. 26 de setembro de 2009. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  20. Felipe Abílio (10 de abril de 2011). «Leona Cavalli se apresenta com seu espetáculo no Egito». O Fuxico. Terra Networks. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  21. «Leona Cavalli será uma prostituta em "As Cariocas"». UOL. 1 de agosto de 2010. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  22. «Maria Teresa faz amizade com prostitutas de peso». Globo.com. 14 de dezembro de 2010. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  23. «O sequestro». Globo.com. 21 de maio de 2010. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  24. «OS INQUILINOS». Cineclick. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  25. «Leona Cavalli chega a Araguaia na pele de Marly». Globo.com. 04 de fevereiro de 2011. Consultado em 20 de dezembro de 2011.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  26. Redação OsPaparazzi (8 de setembro de 2011). «Saiba quem é quem na novela "A Vida Da Gente"». OsPaparazzi 
  27. Fábia Oliveira (30 de agosto de 2011). «Leona Cavalli se emociona com crianças em hospital; atriz fará pediatra em trama das 18h». UOL. Consultado em 20 de dezembro de 2011. 
  28. Sara Paixão (30 de janeiro de 2012). «Leona Cavalli surge com visual diferente em 'As brasileiras'». Extra. Globo.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2012. 
  29. «As Brasileiras: Marcos Palmeira e Leona Cavalli gravam com Ju Paes». Globo.com. 26 de janeiro de 2012. Consultado em 1 de fevereiro de 2012. 
  30. «Leona Cavalli será Zarolha em remake de "Gabriela"». 1 de maio de 2012. Consultado em 23 de maio de 2012. 
  31. Regina Rito (19 de abril de 2013). «Leona Cavalli vai voltar ao ar em 'Amor à Vida'». O Dia. IG. Consultado em 6 de maio de 2013. 
  32. Gshow (17 de maio de 2013). «Por amor, Glauce, personagem de Leona Cavalli, fere ética profissional». Fique por Dentro - Amor à Vida. Consultado em 30 de agosto de 2014. 
  33. «Glauce de Sá Benites». Globo.com. Consultado em 20 de maio de 2013. 
  34. «Conheça os personagens da segunda temporada de Natália». TV Brasil. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  35. «Com direção de Leona Cavalli, 'Pandora' estreia na Laura Alvim». Rio Cena. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  36. «O filme "Águas Selvagens" inicia filmagens, em coprodução com a Argentina». Paranashop. Consultado em 23 de abril de 2013. 
  37. http://noticiasdetv.com/2015/07/15/leona-cavalli-vivera-gilda-na-novela-totalmente-demais/
  38. «Conheça as duplas da nova temporada do 'Dança dos Famosos'» 
  39. http://noticiasdetv.com/2017/09/15/laryssa-ayres-e-leona-cavalli-dividem-papel-na-novela-apocalipse/
  40. Cinemateca Brasileira Um Céu de Estrelas [em linha]
  41. [1]
  42. Filme A Casa da Mãe Joana 2
  43. Anna K protagonizado por Leona Cavalli
  44. " Um Bonde Chamado Desejo" de Tennesse Willians
  45. Peça Vestir o Pai fala da hipocrisia de alguns relacionamentos familiares
  46. Peça Memórias do Mar Aberto
  47. Máscaras de Penas Penadas, monólogo de Ana Vitória Vieira Monteiro
  48. Leona Cavalli é Frida Kahlo na peça Peça E aí, Comeu?
  49. Leona Cavalli é Frida Kahlo na peça "Frida y Diego"
  50. a b c d e f g h i «16º Troféu Evidência marca 20 anos da Momento Vip». Gazeta. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  51. a b c «Premios: Leona». Leona Cavalli. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  52. «Conheça os vencedores do 1º Cineport - Cineclick». Cineclick. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  53. «Vencedores do I Prêmio Fiesp/SESI-SP do Cinema Paulista serão conhecidos dia 28 de março». portalimprensa. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  54. «Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro 2005 - Artigo - Cineplayers». Cineplayer. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  55. «'Casa de Areia' lidera indicações ao Prêmio Contigo! de Cinema». O Globo. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  56. «EGO - NOTÍCIAS - Premiação homenageia atores e o EGO». Ego. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  57. «Votações encerradas - Prêmio QUEM 2012: finalistas da categoria televisão». Revista Quem. Globo.com. 17 de outubro de 2012. Consultado em 14 de setembro de 2016. 
  58. «Fiesp e Sesi-SP anunciam vencedores do 10º Prêmio de Cinema na ...». Fiesp. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  59. «Prêmio Top Brazil consagra o talento feminino». Revista Cara. Consultado em 20 de maio de 2017. 
  60. «Categoria Teatro - 2014 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Qualidade Brasil. Consultado em 21 de julho de 2018. 
  61. «"Borderline", peça potiguar, recebe indicações em prêmio nacional de teatro». potiguar noticias. Consultado em 21 de julho de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Leona Cavalli