Cláudio Marzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cláudio Marzo
Nome completo Cláudio Marzo
Nascimento 26 de setembro de 1940
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Morte 22 de março de 2015 (74 anos)[1]
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Ocupação Ator
IMDb: (inglês)

Cláudio Marzo[2] (São Paulo, 26 de setembro de 1940Rio de Janeiro, 22 de março de 2015) foi um ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pai da atriz Alexandra Marzo (nascida em 26 de setembro de 1968, mesmo dia em que completava 28 anos de idade) e que é fruto do seu casamento com a atriz Betty Faria, também foi casado com a atriz Denise Dumont com quem tem um filho chamado Diogo e pai de Bento, fruto do seu casamento com a atriz Xuxa Lopes. Foi também casado com a atriz Miriam Mehler. Cláudio foi filho de um metalúrgico e de uma dona de casa.

Na TV se destacou em telenovelas como Irmãos Coragem, Minha Doce Namorada, Carinhoso, Senhora, Brilhante, Plumas & Paetês, Cambalacho, Bambolê, Fera Ferida, A Indomada, Era Uma Vez... e Andando nas Nuvens e nas minisséries Quem Ama Não Mata e Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, todas esses trabalhos na Rede Globo. Também participou da novela Pantanal, na extinta Rede Manchete, no antológico personagem José Leôncio,onde,atuou magistralmente e como um Fazendeiro.Inclusive,a Fazenda cenário,hoje,uma ONG que leva o nome da Fazenda,ou seja,Fazenda Rio Negro.Nessa mesma novela interpretando duplo personagens,como José Leôncio e o Velho do Rio(seu Pai). Em 1962, na extinta TV Tupi, protagonizou o compositor Frédéric Chopin, ao lado de Laura Cardoso, que interpretou George Sand.

Morte[editar | editar código-fonte]

O ator morreu no dia 22 de março de 2015, aos 74 anos, vítima de complicações pulmonares, após internação no CTI desde o dia 4 de março do mesmo ano.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Telenovela Personagem Emissora
1963 Moulin Rouge, a Vida de Toulouse-Lautrec (desconhecido) Rede Tupi
1964 Marcados pelo Amor Roberto RecordTV
1965 A Moreninha Augusto Rede Globo
Um Rosto de Mulher (desconhecido)
1966 Eu Compro Esta Mulher Ricardo
1966 O Sheik de Agadir Marcel
1967 A Rainha Louca Robledo
1968 A Grande Mentira Roberto
1968 Sangue e Areia Miguel
1969 A Última Valsa Carlos Augusto
1969 Véu de Noiva Marcelo Montserrat
1970 Irmãos Coragem Duda Coragem
1971 Minha Doce Namorada Renato
1972 O Bofe Demitrius
1973 Carinhoso Humberto
1974 O Espigão Léo Simões
1975 Senhora Fernando Seixas
1976 Saramandaia Conde August Strauss
1977 Despedida de Casado Dr. Laio (Novela Não Exibida)
1978 Roda de Fogo Jacques Rede Tupi
1980 Olhai os Lírios do Campo Eugênio Fontes Rede Globo
1980 Plumas & Paetês Edgar
1981 Brilhante Carlos Amorim
1982 Quem Ama não Mata Jorge
1983 Pão Pão, Beijo Beijo Ciro
1984 Partido Alto Maurício
1985 Tenda dos Milagres Jerônimo
1986 Cambalacho Rogério Guerreiro
1987 Bambolê Álvaro Galhardo
1989 Kananga do Japão Noronha
1990 Pantanal José Leôncio (Velho do Rio) Rede Manchete
1991 O Fantasma da Ópera Rodrigo Alfredo do Vale
1993 Fera Ferida Orestes Fronteira
Você Decide Desconhecido (Eps: "O Homem Errado") Rede Globo
Desconhecido (Eps: "O Professor")
1995 Irmãos Coragem Cel. Pedro Barros
1996 Vira Lata Lupércio Botelho Wanderpetrokovtz
1997 A Indomada Pedro Afonso de Mendonça e Albuquerque
1998 Era Uma Vez... Xistus Kleiner
Você Decide Desconhecido (Eps: "Aconteceu no Natal")
1999 Andando nas Nuvens Antônio San Marino
2000 Aquarela do Brasil Rodolfo
2002 Coração de Estudante João Alfredo Mourão
2003 Mulheres Apaixonadas Rafael Nogueira
2005 A Lua me Disse Ivan Lago
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Ramalho Jr.
Desejo Proibido Lázaro Simões
2008 Guerra e Paz Capitão Guerra (Eps: "Mães e Pais")

No Cinema[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
1991 Troféu APCA Melhor Ator Pantanal Venceu
[6]
Troféu Imprensa Melhor Ator Venceu
1997 Festival de Gramado Melhor Ator O Homem Nu Venceu

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]