Matheus Nachtergaele

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Matheus Nachtergaele
Matheus Nachtergaele no filme Eclipse (2002)
Nome completo Matheus Nachtergaele
Nascimento 3 de janeiro de 1968 (53 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Estatura 1,63m[1]
Ocupação
Período de atividade 1992–presente
Prêmios

Matheus Nachtergaele OMC (São Paulo, 3 de janeiro de 1968) é um ator, diretor e autor brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ingressou na carreira artística aos vinte anos no teatro. Em 1989, a convite de uma amiga fez um teste para a companhia do diretor teatral Antunes Filho e foi aprovado. Aos 22 anos, entrou para a Escola de Arte Dramática da USP, se formando em 91. Ganhou notoriedade em 1992 com a companhia Teatro da Vertigem, sob a direção de Antonio Araújo, e teve seu trabalho reconhecido por sua atuação no premiado espetáculo da companhia Livro de Jó.[2]

Seu sucesso o levou à televisão (Rede Globo), onde estreou na minissérie Hilda Furacão como Cintura Fina. O sucesso na minissérie o levou a atuação como protagonista na também minissérie que se tornou filme O Auto da Compadecida, baseado na obra de Ariano Suassuna, no papel de João Grilo. Atuação essa que lhe rendeu o Grande Prêmio do Cinema Nacional como Melhor Ator. Desde então, tem feito inúmeras participações no cinema nacional e, no ano de 2008 estreou como diretor sem nunca ter deixado de lado o teatro e a televisão. Atualmente, mora em Tiradentes (Minas Gerais).[2]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Matheus Nachtergaele tinha três meses quando sua mãe Maria Cecília suicidou-se aos 22 anos. Ela era poetiza e musicista e Matheus só soube na adolescência que a mãe havia tirado a própria vida. Quando ele tinha dezesseis anos, seu pai lhe revelou o fato, apresentando uma pasta com dezenas de poemas escritos por Maria Cecília. Em 2018, Matheus encenou o monólogo Concerto do Desejo, produzido por ele a partir das poesias escritas pela mãe. Segundo o ator, ela foi a inspiração para que seguisse a carreira artística.[3]

Em 2014, o ator revelou ser bissexual e que tentou se definir sexualmente, mas que "não adiantava". Segundo ele, ninguém "cabe numa prateleira" quando se trata de sexualidade e que cada um tem a sua própria definição.[4]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1992—93 Paraíso Perdido Anjo Caído
1995—96 O Livro de Jó
1998 Da Gaivota Treplev[5]
2000 A Controvérsia Bartolomeu de Las Casas[6]
2002—03 Woyzzeck, O Brasileiro Franz Woyzeck[7]
2015—20 Concerto do Desejo Ele mesmo (monólogo)
2018—20 Molière – Uma Comédia Musical Molière

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota
1997 A Comédia da Vida Privada Andrew Episódio: "Anchietanos"
Motorista Episódio: "A Voz do Coração"
1998 Hilda Furacão Cintura Fina
1999 O Auto da Compadecida João Grilo
2000 A Muralha Padre Miguel
Você Decide Arinelson[8] Episódio: "Um Casamento Aberto"
2001 Os Maias Teodorico Raposo
Brava Gente Pedro [9] Episódio: "Lira Paulistana"
2002 Pastores da Noite Curió
2004 Da Cor do Pecado Pai Helinho (Hélio do Espírito Santo)
2005 América Carreirinha
2005–07 Os Amadores Jaime Especial de fim de ano
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Poeta
2008 Queridos Amigos Tito
2008–09 Ó Paí, Ó Queixão / Moisés
2009 Decamerão: A Comédia do Sexo Tofano
2010 S.O.S. Emergência Sete Quedas (Jezuíno da Silva) Episódio: "Um Paciente Indigesto"
2011 Cordel Encantado Miguezim[10]
2012 Doce de Mãe Fernando de Souza Especial de fim de ano
2013 Saramandaia Virgílio Souza (Seu Encolheu)[11]
2014 Doce de Mãe Fernando de Souza[12][13]
2015 Zé do Caixão José Mojica Marins
2016–17 Grandes Cenas Apresentador
2017 Sob Pressão Romero Episódio: "15 de agosto"
2017–19 Filhos da Pátria Pacheco[14]
2018 Carcereiros Monstro (Laércio Rocha) Episódio: "Uma Questão Pessoal"
2019 Cine Holliúdy Prefeito Olegário Maciel
Rocky e Hudson - A Série Rocky Dublagem
2020 Todas as Mulheres do Mundo Cabral[15]
Diário de Um Confinado Jayme[16] Episódio: "Último"

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota
1997 Anahy de las Misiones
O Que É Isso, Companheiro? Jonas
1998 O Primeiro Dia Francisco
Kenoma Pedro
Central do Brasil Isaías
1999 Castelo Rá-Tim-Bum, o filme Rato
O Enfermeiro Procópio Valongo[17]
2000 O Auto da Compadecida João Grilo
Gêmeas
O Capitão Imaginário Narrador[18]
2001 Bufo & Spallanzani Agenor
Bicho de Sete Cabeças
2002 Cidade de Deus Sandro Cenoura
Onde a Terra Acaba Narrador
Eclipse Gil[19]
2003 Amarelo Manga Dunga
A Espera Amigo de Kico[20] Curta-metragem
2004 Narradores de Javé Souza
Nina Pintor
O Curupira Narrador[21] Curta-metragem
2005 Deu zebra! Scuzz Dublagem
2005 Crime Delicado Ator da peça 'Woyzeck, o brasileiro
2005 500 Almas
2006 A Concepção X
Árido Movie Salustiano
12 Horas até o Amanhecer Nazda
Tapete Vermelho Quinzinho
2007 Baixio das Bestas Everardo
2008 Terra Vermelha Dimas
La Virgen Negra João Pinto[22]
2010 O Bem Amado Dirceu Borboleta
2011 Febre do Rato Paizinho
2012 Cidade de Deus - 10 Anos Depois Ele mesmo
2013 Serra Pelada Carvalho[23][24]
Na Quadrada das Águas Perdidas Olegário[25]
2014 Trinta Joãosinho Trinta[26]
2015 Sangue Azul Gaetan[27]
Quando Parei De Me Preocupar Com Canalhas João Carlos[28] Curta-metragem
2016 Big Jato Francisco Pai / Nelson[29]
Mãe Só Há Uma Matheus
2017 Zama Vicuña Porto[30]
Má Adolescência Sem Nome[31]
A Serpente Paulo[32]
O Nome da Morte Luciano[33]
2018 Piedade Aurélio [34]
Como Você Me Vê? Ele mesmo Documentário
Tito e os Pássaros Dr. Rufus[35] Dublagem
2019 Carro rei
Cabras da Peste

Diretor/Autor[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo
2008 A Festa da Menina Morta Diretor/Autor

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
1996 Prêmio Shell[36] Melhor Ator
O Livro de Jó
Venceu
Prêmio Mambembe[36] Melhor Ator Venceu
Troféu APCA de Teatro[37] Melhor Ator Venceu
1999 Prêmio APCA de Televisão[36] Melhor revelação masculina
Hilda Furacão
Venceu
2000 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[36] Melhor Ator
O Primeiro Dia
Venceu
2001 Troféu APCA[36] Melhor Ator
O Auto da Compadecida
Venceu
Viña del Mar Film Festival Melhor Ator Venceu
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Ator Venceu
2003 Cine Ceará - Festival Audiovisual[38] Melhor Ator
Amarelo Manga
Venceu
2004 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Ator Indicado
2005 Prêmio Contigo! de TV[39] Melhor Ator Coadjuvante
Da Cor do Pecado
Indicado
Melhores do Ano[36] Melhor Ator Coadjuvante
América
Venceu
Prêmio Extra de Televisão Melhor Ator Indicado
2006 8º Prêmio Contigo! de TV[40] Melhor Ator Coadjuvante Indicado
Troféu APCA[41] Melhor Ator
Tapete Vermelho
Venceu
Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Ator Venceu
Cine PE - Festival do Audiovisual[42] Melhor Ator Venceu
Brazilian Film Festival of Miami[42] Melhor Ator Venceu
Festival SESC de Melhores Filmes[42] Melhor Ator Venceu
2007 Prêmio Fiesp/Sesi-SP[43] Melhor Ator Venceu
Prêmio ACIE de Cinema[44] Melhor Ator Indicado
Prêmio Contigo! de Cinema Nacional Melhor Ator Indicado
2008 Grande Prêmio Cinema Brasil Melhor Ator
Baixio das Bestas
Indicado
Prêmio Qualidade Brasil[45] Melhor Ator Coadjuvante
Queridos Amigos
Indicado
Festival do Rio[46] Melhor Diretor
A Festa da Menina Morta
Venceu
Festival de Cinema Luso-Brasileiro Melhor Ator Venceu
Festival de Cannes[47] Caméra D'Or Indicado
Um Certo Olhar Indicado
Festival Internacional de Cinema de Chicago Melhor Diretor Venceu
Seção Novos Diretores Venceu
Festival de Gramado[48] Melhor Filme (Júri Popular) Venceu
Prêmio Especial do Júri Venceu
Prêmio da Crítica Venceu
Melhor Trilha Sonora Venceu
2009 Los Angeles Brazilian Film Festival Melhor Roteiro Venceu
Troféu APCA[49] Melhor Filme de Ficção Venceu
Santa Barbara International Film Festival[50] Melhor Diretor Indicado
Uruguay International Film Festival Melhor Filme Latino-Americano Venceu
Prêmio Qualidade Brasil[51] Melhor Ator de série ou minissérie
Decamerão: A Comédia do Sexo
Indicado
Prêmio Contigo! de Cinema Nacional Melhor Ator Coadjuvante
Terra Vermelha
Indicado
2010 Prêmio ACIE de Cinema[52] Melhor Diretor
A Festa da Menina Morta
Venceu
Melhor Roteiro Indicado
Melhor Filme Indicado
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[53] Melhor Roteiro Original Indicado
2011 Prêmio Qualidade Brasil[54] Melhor Ator Coadjuvante de série/ minissérie
O Bem Amado
Indicado
Prêmio Contigo! de Cinema Nacional[55] Melhor Ator Coadjuvante (júri oficial) Indicado
Melhor Ator Coadjuvante (júri popular) Venceu
2014 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[56] [57] Melhor Ator Coadjuvante
Serra Pelada
Indicado
2015 Melhor Ator
Trinta
Indicado
Prêmio Fiesp/Sesi-SP[58] Melhor Ator Venceu
Festival de Brasília[36] Melhor Ator
Big Jato
Venceu
Festival de Gramado[36] Melhor Ator de Curta-metragem
Quando parei de me preocupar com canalhas
Venceu
2016 Prêmio Cesgranrio de Teatro[59] Melhor Ator
Processo de Conscerto do Desejo
Indicado
Prêmio Shell[60] Melhor Ator Indicado
2017 FESTin - Festival de Cinema de Lisboa[61] Melhor Ator
Big Jato
Venceu
2018 Prêmio Platino[62] Melhor Ator
Zama
Indicado
Prêmio Shell Melhor Ator
Molière
Indicado
2019 Prêmio APTR de Teatro Melhor Ator Indicado
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Ator Coadjuvante
O Nome da Morte
Venceu
2020 Los Angeles Brazilian Film Festival[63] Melhor Ator
Piedade
Venceu
Prêmio Contigo! de TV[64] Melhor Ator Coadjuvante de Novela ou Série
Todas as Mulheres do Mundo
Indicado
Prêmio The Brazilian Critic[65] Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia Venceu

Referências

  1. «Matheus Nachtergaele, o ator de tipos inesquecíveis». Época. 14 de novembro de 2014. Consultado em 2 de dezembro de 2020 
  2. a b "«Matheus Nachtergaele traz 'Processo de Conscerto do Desejo' a Brasília». Funarte. 24 de maio de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  3. «Ator Matheus Nachtergaele se emociona ao relembrar suicídio da mãe». IstoÉ. 11 de novembro de 2020 
  4. «Matheus Nachtergaele sobre bissexualidade: "me arrependo de ter tentado me definir"». Correio. 27 de janeiro de 2014 
  5. «"Da Gaivota" chega a São Paulo». Folha de S.Paulo. 11 de setembro de 1998. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  6. «Peça "A Controvérsia" com Matheus Nachtergaele e Paulo José». Cultura - Estadão. 7 de setembro de 2000. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  7. «O jovial desencanto de Woyzeck». Folha de S.Paulo. 22 de junho de 2003. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  8. «Triângulo amoroso conduz o Você Decide». JC Online Uol. 17 de agosto de 2000. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  9. «Matheus Nachtergaele participa de Brava Gente». Memoria Globo. 2001. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  10. [1]
  11. Taís Araújo vai estrelar série 'O dentista mascarado' - Patrícia Kogut, O Globo
  12. JB. «Atores de 'Doce de Mãe' divulgam nova série no Rio». Terra. Consultado em 23 de janeiro de 2014 
  13. Ana Beatriz Marin (26 de janeiro de 2014). «Matheus Nachtergaele vive homossexual em 'Doce de mãe' e afirma: 'Eu me arrependo de já ter tentado me definir. Não adianta'». Extra. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  14. «Nova série da Globo, 'Filhos da Pátria' retrata Brasil do século XIX». Jornal da Paraíba. 8 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  15. Carla Bittencourt (20 de abril de 2020). «Matheus Nachtergaele será filósofo romântico e sonhador na série 'Todas as mulheres do mundo'». Extra. Consultado em 21 de abril de 2020 
  16. Redação (2 de julho de 2020). «Elenco que participa de Diário de um Confinado fala sobre a experiência de gravar a série». Globo Imprensa. Consultado em 2 de julho de 2020 
  17. José Geraldo Couto (15 de dezembro de 1998). «Telecine exibe hoje "O Enfermeiro', que inicia série de adaptações de textos de autores». Folha Uol. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  18. «documentário "O Capitão Imaginário", com direção e roteiro do cineasta catarinense Chico Faganello». AN. 2004. Consultado em 18 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2017 
  19. «Rio BR: Pensado em alemão, falado em português». Época. 7 de outubro de 2002. Consultado em 30 de novembro de 2020 
  20. «A Espera. Curta-metragem de Ernesto Solis». Porta Curtas. 2003. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  21. Érico Borgo (15 de janeiro de 2004). «Matheus Nachtergaele em: O Curupira em curta-metragem animado». Omelete Uol. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  22. «Matheus Nachtergaele inicia carreira internacional em filme venezuelano». Cinema Uol. 27 de outubro de 2008. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  23. UOL SP (2 de outubro de 2013). «Matheus Nachtergaele medeia briga de casal em cena de "Serra Pelada"». UOL Cinema. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  24. UOL SP (20 de janeiro de 2014). «Matheus Nachtergaele diz que se emocionou ao filmar "Serra Pelada"». UOL Televisão. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  25. Reuters (1 de agosto de 2013). «Matheus Nachtergaele interage com natureza em "Na Quadrada das Águas Perdidas"». Último Segundo IG. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  26. Extra (6 de outubro de 2014). «Matheus Nachtergaele fala sobre preparação para viver Joãosinho Trinta no cinema». Extra. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  27. «Sangue Azul - elenco» 
  28. Renata Ferreira (5 de setembro de 2016). «Quando Parei de Me Preocupar com Canalhas, de Tiago Vieira». Woo Magazine. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  29. «'Big Jato' revela o lado mais doce de Claudio Assis». Cultura Estadão. 14 de junho de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  30. «Matheus Nachtergaele atua em novo filme de Lucrécia Martel». Los Andres. 31 de dezembro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  31. «Do diretor Hsu Chien Hsin filme 'Má Adolescência' com Ghilherme Lobo e Matheus Nachtergaele». Cine. 3 de abril de 2015. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  32. «Matheus Nachtergaele e Lucélia Santos em 'A Serpente'». JC Online Uol. 13 de outubro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  33. «O Nome da Morte - Globo Filmes». Globo Filmes. 26 de setembro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  34. «Novo filme de Claudio Assis, "Piedade" será gravado no Cabo». Folha de Pernambuco. 17 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  35. «A aventura Tito e os Pássaros com as vozes de Mateus Nachtergaele e Denise Fraga». BFV Cultura Esporte. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  36. a b c d e f g h "Nélio Barbosa (17 de julho de 2016). «Confira alguns prêmios conquistados por Matheus Nachtergaele». Correiro de Uberlândia. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  37. Cultural, Instituto Itaú. «O Livro de Jó | Enciclopédia Itaú Cultural». Enciclopédia Itaú Cultural 
  38. «Cine Ceará anuncia premiados». Redação. 14 de maio de 2003. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  39. «7º Prêmio Contigo! - Vencedores». Contigo!. Consultado em 30 de setembro de 2011. Arquivado do original em 22 de março de 2009 
  40. Tatiana Amin (7 de maio de 2006). «8º Prêmio Contigo! terá transmissão ao vivo». O Fuxico. Consultado em 30 de setembro de 2011 
  41. «Folha Online - Ilustrada - APCA 2006 premia "O Céu de Suely"». Folha Uol. 16 de dezembro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  42. a b c "«Confira alguns prêmios conquistados pelo filme 'Tapete Vermelho'». Lap Filme. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  43. «Folha de S.Paulo - Cinema: São Paulo premia filme de Cao». Folha de S.Paulo. 2007. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  44. «Confira abaixo os filmes indicados e vencedores de todas as edições do Prêmio». Prêmio ACIE de Cinema. 2007. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  45. «Categoria Televisão - 2008 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Arte Qualidade Brasil. 7 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  46. «Folha de S.Paulo - Longa de Belmonte vence Festival do Rio». Folha de S.Paulo. 11 de outubro de 2008. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  47. «61º Festival de Cannes: Rito de fé inspira Nachtergaele em Cannes». Folha de S.Paulo. 11 de outubro de 2008. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  48. «Vencedores, 45º Festival de Cine de Gramado». Gramado. Consultado em 18 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 31 de janeiro de 2018 
  49. «APCA elege os melhores de 2009». Jornal do Brasil. 7 de abril de 2010. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  50. «The 24th edition of the Santa Barbara International Film Festival (SBIFF)presents its film line-up for 2009». Film Festivals. 7 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  51. «Você escolheu e Aqui estão os ganhadores do Prêmio Arte Qualidade Brasil 2009». Prêmio Qualidade Brasil. 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  52. «APCA elege os melhores de 2009». Prêmio Acie de Cinema. 2010. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  53. «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2010: Vencedores». Cena de Cinema. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  54. «Você escolheu e Aqui estão os ganhadores do Prêmio Arte Qualidade Brasil 2011». Prêmio Qualidade Brasil. 2011. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  55. «Veja a lista dos vencedores do 6º Prêmio Contigo! de Cinema Nacional». G1. 12 de setembro de 2011. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  56. «"Faroeste Caboclo", "Serra Pelada" e "Flores Raras" lideram a lista de finalistas do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2014». Academia Brasileira de Cinema. 6 de agosto de 2014. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  57. «Veja os vencedores do 14º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro». G1. 1 de setembro de 2015. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  58. «11º Prêmio FIESP/SESI-SP de cinema revela os filmes vencedores». SAIAESP. 2007. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  59. Eventos, Bh. «Evento: Processo de Conscerto do Desejo, com Matheus Nachtergaele». BH Eventos. Consultado em 16 de junho de 2017 
  60. «Prêmio Shell divulga lista de indicados referentes ao 2º semestre». O Globo. 6 de dezembro de 2016 
  61. «'Big Jato' ganha prêmio de melhor filme no FESTin». Estadão. Consultado em 28 de janeiro de 2018 
  62. «Brasil tem 18 filmes pré-selecionados para os Prêmios Platino». Uai. Consultado em 28 de janeiro de 2018 
  63. «Conheça os vencedores do Los Angeles Brazilian Film Festival 2020». Cine vitor. 25 de outubro de 2020. Consultado em 29 de outubro de 2020 
  64. «PRÊMIO CONTIGO! 2020: Ator coadjuvante de novela ou série». Contigo!. 7 de novembro de 2020. Consultado em 7 de novembro de 2020 
  65. «The Brazilian Critic 2020: indicados anunciados». The Brazilian Critic. Consultado em 5 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Matheus Nachtergaele
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Matheus Nachtergaele