Narjara Turetta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Narjara Turetta
Nome completo Narjara Aparecida Turetta
Outros nomes Narjara Turetta
Nascimento 19 de novembro de 1966 (52 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileira
Ocupação atriz
dubladora
youtuber
Período de atividade 1971–presente
Prêmios

Narjara Aparecida Turetta, mais conhecida apenas como Narjara Turetta (São Paulo, 19 de novembro de 1966) é uma atriz e dubladora brasileira. Tornou-se conhecida ao interpretar a jovem Elisa no seriado Malu Mulher.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1971 iniciou a carreira fazendo monólogos e apresentando os palhaços Arrelia e Pimentinha no programa de Durval de Souza A Grande Gincana , na TV Record- SP, além de ter participado também do quadro do programa Raul Gil, "As crianças querem saber", na mesma emissora e , em 1975, ainda na TV Record, fez vários quadros no programa infantil Essa Gente Inocente,dirigido por Wilton Franco, com Lucio Mauro,Roberto Marques e Rogério Cardoso. Em 1976 estreia em novelas, ao lado de Paulo Goulart na telenovela Papai Coração com 9 anos sendo a protagonista. No ano seguinte é contratada pela TVS de Silvio Santos e participa de duas produções,uma novelinha de 5 capítulos "Um pedaço de papel" e outra novela de 60 capítulos "Solar Paraíso".Em 1978 volta para Tupi e faz a novela "Salário Mínimo", mas é vivendo a personagem Elisa, na TV Globo RJ ,a filha de Malu (Regina Duarte) na série Malu Mulher (1979), que Narjara conquista fama e reconhecimento por todo o Brasil e internacionalmente, obtendo o troféu APCA de atriz revelação no ano seguinte.

Em outubro de 1979 é convidada para participar do especial Mulher 80, transmitido pela Rede Globo, revelando-se como cantora num dueto da música Feminina com o consagrado grupo Quarteto em Cy. Além de homenagear algumas das grandes cantoras do Brasil, entre elas Elis Regina, Maria Bethânia e Rita Lee, o programa discutia questões de leis favoráveis a mulher e a sua cidadania na sociedade setentista. Não tarda e Narjara emenda uma série de trabalhos televisivos, atuando em novelas consagradas como Baila Comigo"(telenovela)(1981), O Homem Proibido (1982), Amor com Amor se Paga (1984), onde interpretou Bel, sua primeira vilã, Selva de Pedra"(1986) Direito de Amar (1987) e O Salvador da Pátria (1989), onde interpreta a polêmica personagem Rafaela, com o qual obteve a sua segunda indicação ao prêmio APCA. Mantida por contrato sólido e com emprego garantido na televisão, passa a conciliar sua carreira de atriz no teatro encenando peças de João Bethencourt e outros autores contemporâneos.

Depois de atuar em Gente Fina, no ano de 1990, os convites para trabalhar na televisão foram diminuindo, o que levou a atriz, anos mais tarde,em 1999, a pedir emprego em programas de TV. Apesar disso, no decorrer da década de 1990, participou de três episódios do Você Decide e de um episódio da novela infantil Caça Talentos (protagonizada por Angélica. Em 2000 integrou o elenco da novela Vidas Cruzadas, da TV Record , interpretando Selma, uma das personagens centrais. Os convites não aparecem e a crise financeira a obriga mudar de ramo: em 2001 escreve para uma empresa particular e ganha um carrinho de água de coco, com o qual passa a trabalhar numa rua de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro ao lado da mãe a partir de Abril de 2002.

Em maio de 2006 passa a trabalhar como dubladora e neste mesmo ano, em Setembro, retorna à televisão a convite de Jayme Monjardim para participar da novela Páginas da Vida, no papel de Inezita, a governanta de Tônia (Sônia Braga).[1] Em 2007 volta a mídia aparecendo ao lado de Kiefer Sutherland, quando de sua visita ao Rio de Janeiro para gravar um comercial de veículo. Também gravou uma participação especial no programa Turma do Didi. Em 2010 teve sua estreia no cinema interpretando a personagem Mariana, no curta-metragem Disse Não Disse, dirigido por Victor Perales. O curta é baseado num conto de João Emanuel Carneiro.[2] No mesmo ano surge uma participação especial em Malhação ID.[3] e é convidada por Jô Soares a uma entrevista.

Ao acompanhar o programa, o autor de novelas Walcyr Carrasco a solicita por contrato com a emissora, enviando-lhe um convite pelo twitter para participar da novela Morde & Assopra. Em 2011 retoma a carreira de atriz num dos papéis de destaque da trama, interpretando a personagem Lilian, ao lado das atrizes Elizabeth Savalla e Marina Ruy Barbosa. Integrou o elenco da novela Salve Jorge em 2012 fazendo a turca Buquê,que trabalhava na loja de Mustafá (Antonio calloni). Nesta mesma época passou a dar palestras sobre motivação e superação de desafios. Em 2015, foi contratada pela Rede Globo para ser Instrutora de Dramaturgia de Babilônia, ajudando atrizes como Glória Pires a decorar textos.[4]

Em outubro de 2017, a atriz retorna às novelas em O Outro Lado do Paraíso, escrita por Walcyr Carrasco para o horário nobre da Rede Globo. Na trama, Narjara interpreta a ex-prostituta e cozinheira do bordel da fictícia cidade de Pedra Santa (no Tocantins), Zildete Santana, trabalhando ao lado de Laura Cardoso, Mayana Neiva e Glória Pires.

Atualmente, encontra-se na novela Jezabel, da Record TV, onde interpreta a personagem Dalila .

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Nascida em São Paulo, passou a infância e a adolescência em Porangaba, cidade natal de sua mãe. A atriz vive sozinha no Rio de Janeiro desde 1986. Narjara optou por não casar e nem ter filhos, sempre dedicando-se a sua carreira artística. É vista eventualmente acompanhada de homens anônimos e famosos, mas é muito discreta e não chegou a assumir nenhum relacionamento sério.

A artista enfrentou diversas dificuldades financeiras ao longo da carreira, tendo ficado afastada das novelas por mais de dez anos, apenas fazendo participações esporádicas. Neste período, Narjara trabalhou como vendedora de água de coco e recepcionista. Sempre em busca de melhores oportunidades profissionais, desde 2006 passou a atuar como dubladora.

Causou polêmica quando em 2014 internou sua mãe em um hospital público, devido as dificuldades financeiras e escassez de oportunidades profissionais que sempre enfrentou. Em 2017 sua mãe foi novamente hospitalizada no Hospital Municipal Miguel Couto.

Maria Antônia, sua mãe, faleceu em 19 de outubro de 2018, devido a insuficiência renal causada pelo diabetes. O fato causou comoção na rede social de Narjara.

Nas eleições de 2004 candidatou-se a vereadora pelo PSDB no município do Rio de Janeiro, porém não foi eleita, obtendo apenas 2.676 votos.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1970 Simplesmente Maria Criança Episódio: "6 de julho"
1971 Grande Gincana Kibon Participante Quadro: "Calouros"
1974–76 Essa Gente Inocente Apresentadora
1976 Papai Coração Titina
1978 Solar Paraíso Noca
Salário Mínimo Sanchinha
1979–80 Malu Mulher Elisa Fonseca (Elisinha)
1981 Baila Comigo Flora Rosa França
1982 O Homem Proibido Arlinda
1983 Caso Verdade Ana Episódio: "O Bloco do Boicote Está na Rua"
Quarta Nobre Ana Luisa Episódio: "Esquadrão da Vida"
1984 Caso Verdade Talita Episódio: "Feliz Natal, Papai Noel!"
Amor com Amor se Paga Isabel (Bel)
1985 Um Sonho a Mais Suelen Amado
1986 Selva de Pedra Madalena Ribeiro (Lena)[5]
1987 Direito de Amar Mariana
1989 O Salvador da Pátria Rafaela Toledo Blanco
1990 Gente Fina Alessandra
1993 Você Decide Célia Episódio: "Isca de Polícia"
1994 Luzia Episódio: "O Transplante"
1996 Caça Talentos Zelda (Agente Z) Episódio: "Viajantes do Espaço"
Você Decide Ana Maria Episódio: "Amor Por Correspondência"
2000 Vidas Cruzadas Selma Duarte
2004 Linha Direta Vítima Episódio: "O Naufrágio do Bateau Mouche"
2006 Páginas da Vida Inezita Pompílio
2008 Sete Pecados Médica Episódio: "14 de fevereiro"
Casos e Acasos Vilma Episódio: "A Blitz, o Presente e os Filhos"
2010 Malhação Sônia Episódio: "18 de junho"
2011 Morde & Assopra Lílian da Silva
2012 Salve Jorge Buquê Oliver
2015 Babilônia Augusta Episódio: "15 de junho"
2016 Pé na Cova Jacira Episódio: "O Rouxinol do Imperador"[6]
2017 O Outro Lado do Paraíso Zildete Alves [7]
2019 Sob Pressão Fátima[8] Episódio: "26 de junho"
Jezabel Dalila Yak

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2008 O Futuro a Deus Pertence Solange Curta-metragem
2009 Disse Não Disse Mariana Curta-metragem
2012 De 09 a 90 Belisa Curta-metragem
2016 É Fada! Margarete

Dublagens[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Atriz Emissora
2013 Hora de Aventura Mãe do Finn Ming-Na Wen Cartoon Network
2010 Nip/Tuck Rebecca Shea Curry SBT
2009 Eastwick Gloria Ragan Brooks SBT
2009 Reverse Angle Janie Finley Brittany Drisdelle Filme produzido no Canadá
2008 The Nine Rachel Andrea Lui SBT
2008 Cold Case Tara Koslowisk Bitsie Tulloch SBT
2008 Fringe Maxine / Assistente Johanna Lebovitz / Heather Doerksen FOX
2007 One Tree Hill Sra. Edwards Renee Vincent SBT / FOX / FOX Life
2007 Gossip Girl Fiona / Kali / Aubrey / Repórter 2 Bess Rous / Jody Flader / Katrina Begin / Jennifer Restivo Glitz*
2007 Studio 60 on the Sunset Strip Deb / Carrie / Daphne Wendle Josepher / Tate Hanyok / Jayma Mays Warner Channel
2006 Veronica Mars Angie Dahl Kayla Ewell SBT
2006 Big Love Sally / Ivery Lindsay Hollister / M.J. Karmi HBO
2006 The O.C. Lisa Tucker Lisa Tucker HBO
2006 The Path to 9/11 Secretária Tenet Victoria Fodor ABC
2006 Blade Mãe Johanna Lebovitz SBT
2005 Desperate Housewives Courtney Ragan Brooks Sony Entertainment Television

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1981 Simbad, o Marujo
1983 Cinderela
1984 A Venerável Madame Goneau
1988 A Grande Revista
1992 Os Mistérios do Sexo
1993 O Romance dos Dois Soldados
2007 A Cigarra e a Formiga

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Nomeação Resultado
1980 Troféu APCA Melhor Atriz Revelação
Malu Mulher
Venceu
1989 Melhor Atriz Coadjuvante
O Salvador da Pátria
Indicado

Referências

  1. Folha, 25 de Setembro de 2006. Narjara Turetta entra em Páginas da Vida [1]
  2. O Fuxico, 13 de Junho de 2010. Narjara Turetta é vítima de fofoca em curta-metragem [2]
  3. R7, 10 de Junho de 2010. Narjara Turetta consegue participação em Malhação ID [3]
  4. [4]
  5. «Dramaturgia > Novelas > Selva de Pedra (2a versão)». Memória Globo. Consultado em 3 de setembro de 2012 
  6. «Na Globo atrás das câmeras, Narjara Turetta é convidada para atuar em série». UOL Na Telinha. Consultado em 18 de Agosto de 2016 
  7. «Narjara Turetta festeja volta à TV em 'O outro lado do paraíso', onde vai interpretar cozinheira do bordel». Extra Globo. Consultado em 16 de outubro de 2017 
  8. Redação (18 de novembro de 2018). «Narjara Turetta é convidada para outra produção na Globo». Na Telinha. Consultado em 18 de novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]