Sthefany Brito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sthefany Brito
Nome completo Sthefany Fernandes de Brito
Nascimento 19 de junho de 1987 (29 anos)
Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo,  São Paulo
Nacionalidade  brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 1999-presente

Sthefany Fernandes de Brito (São Paulo, 19 de junho de 1987) é uma atriz brasileira,[1] irmã do também ator Kayky Brito.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A partir de 1995, passou a estudar teatro. Fez vários comerciais de brinquedos e produtos infantis até que, em 1999, passou a integrar o elenco da telenovela Chiquititas, telenovela do SBT, como Hannelore, indo morar na Argentina nesse período.

Em 2001 foi contratada pela Rede Globo, e interpretou a Dorinha na telenovela Um Anjo Caiu do Céu. Ainda em 2001 atuou em O Clone, no papel de Samira, uma menina muçulmana que queria ser como suas amigas ocidentais. Em 2003, apresentou o programa TV Globinho. A seguir, Sthefany interpretou Elis, em Agora É que São Elas, de Ricardo Linhares.

Em 2004, viveu Dandara em Começar de Novo. Já em 2006, interpretou a personagem Kelly na telenovela Páginas da Vida.

No teatro, foi protagonista da peça A noviça rebelde, no Rio de Janeiro, em 2002. No ano seguinte voltou ao teatro junto com seu irmão Kayky Brito, na peça É o bicho - A ordem natural das coisas. Em 2005, atuou no musical Léo & Bia, de Oswaldo Montenegro.

Em 7 de julho de 2009, casou-se com o jogador de futebol do Milan e da Seleção Brasileira de Futebol, Alexandre Pato, casamento que durou somente até abril de 2010.[2] No processo de divórcio litigioso, ela conseguiu, em primeira instância, uma pensão de R$ 130 mil mensais, equivalente a cerca de 20% do salário de Pato. A decisão foi revertida e ela voltou a ganhar R$ 5 mil, o oferecido inicialmente por Pato, mas continua com o processo na Justiça.[3]

Em setembro de 2016, é contratada pela a Record e estará em O Rico e o Lázaro, substituta de A Terra Prometida.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1999 Chiquititas Hanne (Hannelore)
2001 Um Anjo Caiu do Céu Dorinha
O Clone Samira El Adib Rachid
2002, 2004 TV Globinho Apresentadora
2003 Agora É que São Elas Elis
2004 Começar de Novo Dandara Gautama Silveira
2006 Páginas da Vida Kelly Toledo Mattos
2007 Carga Pesada Elisa
Desejo Proibido Dulcina Botiquário
2011 A Vida da Gente Alice[4]
2012 Dança dos Famosos 9 Ela mesma
2013 Flor do Caribe Edwiges Cristina (Amaralina)
2016 Fazendo a Festa (GNT) Apresentadora
2017 O Rico e Lázaro Nitócris

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2005 As Vidas de Maria Mária
2006 O Senhor dos Ladrões Vespa (dublagem)
2007 Mistéryos Jucélia Ramos
2008 Remissão Camila

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2002 A Noviça Rebelde
2002 É o bicho – A ordem natural das coisas
2005 Léo e Bia Encrenca
2016 O Grande Amor da Minha Vida Maria Helena

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Stephany Brito
  1. Sthefany Brito (em inglês)
  2. «Acabou o casamento de Sthefany Brito e Alexandre Pato». Extra online. 21 de abril de 2010. Consultado em 22/4/2010. 
  3. «Sthefany Brito perde pensão de 130.000 reais». Veja. 3-8-2010. 
  4. Redação Rede Globo (19 de agosto de 2011). «A Vida da Gente: Sthefany Brito grava com Fernanda Vasconcellos 'grávida'». Globo.com.