Páginas da Vida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Páginas da Vida
Páginas da Vida
Páginas da Vida (PT/BR)
Logotipo da telenovela
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Romance
Suspense
Duração 75 minutos
Criador(es) Manoel Carlos
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Jayme Monjardim
Elenco
Tema de abertura "Wave", Tom Jobim
Tema de encerramento "Wave", Tom Jobim
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 10 de julho de 2006 - 2 de março de 2007
N.º de episódios 203

Páginas da Vida é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo no horário das 20 horas entre 10 de julho de 2006 e 2 de março de 2007, em 203 capítulos,[2] substituindo Belíssima, e sendo substituída por Paraíso Tropical. Foi a 68ª "novela das oito" exibida pela emissora.

Escrita por Manoel Carlos e Fausto Galvão, com colaboração de Maria Carolina, Juliana Peres, Ângela Chaves e Daisy Chaves, dirigida por Jayme Monjardim, Fabrício Mamberti, Teresa Lampreia, Frederico Mayrink e Luciano Sabino e com direção geral de Fabrício Mamberti e Jayme Monjardim e núcleo de Jayme Monjardim.[2]

Contou com as participações de Regina Duarte, Lília Cabral, Marcos Caruso, Fernanda Vasconcellos, Thiago Rodrigues, Ana Paula Arósio, Sônia Braga e Marcos Paulo.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A trama tem como eixo central quatro personagens femininas: Nanda (Fernanda Vasconcellos), Marta (Lília Cabral), Olívia (Ana Paula Arósio) e Helena (Regina Duarte). A novela é dividida em duas fases: a primeira ocorre no ano de 2001. Essa fase dura os primeiros 38 episódios da novela. A segunda fase entra na atualidade em que a novela passou (2006), mostrando a vida dos personagens 5 anos após a morte da personagem Nanda e a vida dos gêmeos.[3][4]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

A estudante Nanda conhece Olívia em Amsterdã, e acabam se tornando grandes amigas. Olívia está na cidade em lua-de-mel com o marido, Sílvio. As duas descobrem forte afinidade por gostarem de arte, sendo Olívia proprietária de uma galeria. Em um desses encontros, Nanda, que estava na cidade estudando línguas, revela à amiga que está grávida do namorado Léo, mas ele alegou ter um futuro pela frente e não quis saber das crianças, afinal, a jovem está grávida de gêmeos. Nanda fora abandonada grávida.[5]

Nanda decide voltar para o Brasil, quase ganhando os filhos, mas ao chegar, é desprezada pela mãe, a amarga e fria Marta, que agride a filha e discute com ela, ficando arrasada em ter investido na filha e saber que ela não aproveitou nada que os estudos dariam. Nanda só conta com o apoio de seu pai, Alex, homem honesto e sincero e que não suporta as loucuras de Marta e passa a ajudar frequentemente sua filha Nanda em sua gravidez indesejada. Desesperada com a surra e as humilhações constantes de sua mãe, que alega inclusive que ela deu o golpe da barriga no namorado rico, a grávida sai de casa desesperada e na calçada é atropelada por um carro e um ônibus, que colidem e invadem um ponto de ônibus onde tinha muitas pessoas que se ferem, inclusive Nanda. Ela é arremessada em uma barraca de verduras, batendo a cabeça no meio-fio e tendo muito sangramento. Ela é levada para o hospital onde trabalha a médica Helena. Grávida de um casal de gêmeos, a moça perde muito sangue e faz uma cesariana de emergência, que, por complicações devido ao acidente, ela tem que retirar o útero devido a uma hemorragia incontrolável que Helena tenta estancar a qualquer custo. Com muitas dores e perdendo mais sangue, a jovem não resiste e morre, mas antes Helena faz o parto e consegue salvar os bebês. Nanda chega a ver e beijar as crianças e tirar uma foto com eles antes de partir.[6] Fazendo-se exames, Helena comunica a Marta sobre a menina ter Síndrome de Down.[7] Marta leva um choque pela morte da filha e por essa notícia, e automaticamente, a criança é rejeitada pela mãe de Nanda, a pérfida Marta, uma mulher arrogante, intransigente e muito amargurada com a vida. Ela diz friamente que a neta é uma doente mental e que não tem dinheiro nem paciência para tratar de uma criança assim, já bastando criar o neto. A médica fica horrorizada com tal atitude e decide adotar a criança, Clara, nome de sua filha que morrera na infância, e nome que Nanda pronunciou antes de morrer, pedindo que fosse dado esse nome a filha. Enquanto isso, Marta mente para a família que a menina morreu, e decide criar o neto Francisco, nome também escolhido por Nanda. Francisco sofre em suas mãos, mas recebe muito afeto e atenção do avô Alex, que amava a filha Nanda mais do que tudo em sua vida, e do tio Sérgio.[2]

Helena é uma mulher que já perdeu muita coisa na vida, e faz da menina Clara a razão do seu viver. Ela lhe dá muito amor e carinho, uma esmerada educação e sólidos valores morais. Mas ela esconde do avô das crianças, Alex, que sua neta está viva, temendo que a criança acabe caindo nas mãos de Marta. Dois homens, seu ex-marido Greg e o ex-namorado de juventude, o infectologista Diogo brigarão pelo amor de Helena, mulher que jamais esqueceram.

O problema é que Helena terá que enfrentar uma batalha com Olívia, que sabia da gravidez da amiga, e que acaba se envolvendo com Léo, 5 anos depois, quando ele retorna ao Brasil e ela está separada de Sílvio. Léo fica sabendo que tem um filho e o dilema de Helena no decorrer da trama será revelar ou não ao pai da criança que a filha dele está viva e é criada por ela. E aí a médica terá que se deparar de novo com Marta, que ao longo da trama, chega a entregar Francisco para Léo em troca de um milhão de reais, atacar Alex com uma faca, colocar uma placa com o nome de Clara no cemitério para falsamente provar a Alex que a neta morreu, e criar uma grande mentira na reta final, o que deixa Helena numa difícil situação. Helena ama a filha Clara, e a defenderá de todos os perigos que surgirem. Um dia, Clara e Francisco ficam amigos, e Helena conhece o pai de Nanda e terá que conviver sempre com esse fantasma em sua vida.

O espírito de Nanda aterrorizará Marta para ela juntar os filhos dela novamente. Nanda também cuidará dos seus filhos e fará eles serem amigos. Ela protegerá Helena das maldades da mãe.

Além do drama de Helena, outros temas são abordados na telenovela. Anna é uma anoréxica que obriga a filha Giselle a ser bailarina e muito magra. A fotógrafa Isabel luta contra o forte sentimento que tem pelo também fotógrafo, mas rude, Renato, que é casado. Dóris, irmã de Sílvio, que se apaixona por Sérgio, simpático irmão de Nanda. Teresa é uma promotora honesta e corretíssima, que vive um dilema por ser tão diferente do marido, Nestor, um advogado picareta, e tem um filho, Luciano, namorado de Giselle. Terá ainda uma freira, Irmã Lavínia, que se envolverá com um paciente portador de Aids no hospital onde trabalha, chefiado pela Irmã Maria, uma freira arrogante e severa, conhecida como Irmã Má, e completamente diferente da outra madre, Irmã Natércia.

Os pais de Olívia são Aristides e Amália ou melhor Tide e Lalinha. O casal é pai de seis filhos: Carmem, Leandro, Elisa, Márcia, Jorge e Olívia. Carmem é mãe de Marina e vive em conflito com ela ao separar-se do marido alcoólatra, Bira, que viverá sob os cuidados da filha; ela assume seu romance com Greg, que já se encontrava com ela enquanto era casado com Helena. Leandro é casado com a dedicada e simpática artista plástica Diana, que é alvo da paixão secreta de seu aluno Ulisses. São pais de Maurício e Rafael. Elisa é professora de balé, casada com Ivan e mãe do arruaceiro Felipe e da mimada Camila, filha de um ex-namorado. Márcia é casada com o corretor Gustavo, que pouco depois morre; ele estava de olho no dinheiro de Tide. São pais de Nina e Tidinho. E Jorge é um solteiro disputadíssimo que namora a bela Simone, mas está na mira da ambiciosa e perigosa Sandra, filha de Constância, a governanta da família que ajudou a criar todos os seis, tendo ainda vivido um caso com Thelminha, a irmã de Sandra, garota simples, romântica e sincera, que veio do interior.

Ex-fazendeiro, Tide conheceu Lalinha em São Paulo. Ela era professora do Rio de Janeiro, educada e culta, e estava lá numa missão educacional. Tide não era culto, era quase analfabeto, e ela cuidou dele com carinho e dedicação, ensinando-o praticamente a ler e escrever. Casaram-se, tiveram todos esses filhos, e vivem numa imensa casa na Gávea, onde todos foram criados. Na mansão há uma capela Santa Rita de Cássia, em homenagem à mãe dele, que era devota da Santa. Tide ficará viúvo em 2001 - primeira fase da história.

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

A segunda se passa em 2006 (ano que a novela foi exibida) - onde Tide amarga uma viuvez triste e solitária, até conhecer a escultora Tônia Werneck.[4]

Após armar muitas ciladas para tentar separar Simone de Jorge, Sandra é desmascarada por Carmem, que ainda lhe dá uma surra de cinto. Ela, então, decide se vingar e seduz o marido da dondoca, Greg, levando-o para a cama, e depois transformando a vida de todos num inferno. Ela obriga Greg a lhe dar dinheiro, casa, carro e jóias, fazendo com que ele desvie dinheiro da empresa de Tide, onde trabalha como administrador. Carmem acaba descobrindo a traição do marido, e dá um tiro em Sandra, mas a bala atinge o pé de Greg, que fica manco. Divorciado da perua e demitido da empresa de Tide, Greg vai morar com Sandra num apartamento, até que a vilã decide dar o golpe do baú no porteiro, que ganha 30 milhões de reais na loteria.

Carmem fica com o jardineiro Domingos; Thelma e Jorge se casam e finalmente os dois têm sua primeira noite de sexo; Isabel desiste de viajar com Simone para os EUA e aceita o pedido de casamento de Renato. Tide e Tônia se apaixonam depois dela viver um conturbado romance com Sílvio - que no fim, decide morar com a cunhada Márcia - e decidem assumir o relacionamento. Olívia e Léo, agora vivem um romance, que é atrapalhado por Alice, a mimada e geniosa ex-noiva do ricaço. Alice é problemática e obcecada por Léo, sendo sempre criada no luxo e riqueza. Sua vida muda quando Léo termina o noivado para ficar com Olívia, despertando seu ódio e rancor pelo rapaz que tanto amava. Alice resolve frustrar o romance dos dois, e acabará por seduzir Léo e levá-lo para a cama. Olívia, porém, descobre o truque da vilã e rouba novamente Léo dela. Com isso, a jovem tenta matar Olívia com um canivete na empresa de Tide. Alex entra no escritório, desarma Alice, enquanto Olívia é acudida pelo ex-marido Silvio. Alice, desesperada ao descobrir que a polícia a espera, sai aos prantos e gritos quebrando tudo à sua volta. Ao sair da empresa, foge do cerco policial, porém morre após ser atropelada por um carro em alta velocidade.

Último capítulo[editar | editar código-fonte]

No fim da trama, o casal acaba tendo um filho, e Helena consegue enfim ficar com a guarda de Clara, e vai viver com o médico Diogo, o grande amor de sua vida, enquanto Greg fica amargurado e sozinho. Alex fica com Francisco, e se separa de Marta, que começa a enlouquecer e termina a trama solitária, sofrendo um surto e sendo zelada pelo espírito de Nanda, que termina feliz ao ver os filhos unidos, crescendo como irmãos.[8]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Produção[editar | editar código-fonte]

Amsterdam, onde as primeiras cenas da novela foram gravadas.

Teve o título provisório de Amor x Casamento.[9]

Foi satirizada pelo Casseta e Planeta, Urgente! como Plásticas da Vida.

As gravações da novela começaram em abril de 2006 em Amsterdam, na Holanda.[10]

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

A atriz Priscila Fantin havia sido escalada para interpretar Alice, a noiva de Léo (Thiago Rodrigues), que surge na segunda fase da novela, cinco anos após o rompimento deste com Nanda (Fernanda Vasconcellos), mas a atriz preferiu tirar férias depois de trabalhar como a índia Serena na novela Alma Gêmea. O papel acabou ficando para Regiane Alves, que entrou na novela no capítulo do dia 3 de outubro de 2006.[11]

Entre outros atores não cotados, o papel de Marta (Lília Cabral), tinha sido oferecido a Renata Sorrah, mas a atriz alegou que não fazia muito sentido fazer uma vilã depois de ter interpretado uma outra vilã recentemente, a Nazaré de Senhora do Destino, então o autor escreveu uma personagem para a atriz: a promotora Tereza.[12]

Fernanda Vasconcellos, intérprete de Nanda, foi elogiada pela crítica especializada e pelo público por sua atuação da mocinha sonhadora e sofredora. A cena do acidente da personagem foi exibida em 2 de agosto de 2006.[13]. Sua participação na novela foi estendida devido à popularidade da personagem, porém ela aparecia como fantasma[14]

A atuação de Lília Cabral, como Marta, lhe rendeu a indicação de melhor atriz no Emmy 2007.[15] Porém ela perdeu a estatueta para a francesa Muriel Robin, por sua participação em Marie Besnard- The Poisoner.[16][17]

Grazi Massafera, ex-participante do Big Brother Brasil, entrou na segunda fase da novela, no capítulo do dia 13 de setembro de 2006, e surpreendeu por sua atuação.[18] Foi a primeira vez que Grazi atuou na televisão, sendo treinada pela equipe de dramaturgia da Rede Globo. No Big Brother Brasil, já tinha atingido grande popularidade, o que a catapultou para o papel. Após a participação na novela, a média de seus cachês triplicou e passou a ser requisitada para futuros papéis.[19] No entanto, a inclusão da atriz na novela, desagradou algumas atrizes veteranas, como Natália do Valle e Leandra Leal, que escreveu em seu blog pessoal, críticas à trama e à interpretação de colegas. Manoel Carlos defendeu-se dizendo que achava Grazi uma ótima atriz, independentemente da sua participação no Big Brother Brasil.[20]

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

No dia 13 de julho de 2006, a trama exibiu uma polêmica cena de striptease, protagonizada por Ana Paula Arósio e Edson Celulari, onde ela ficou nua.[21] Por causa desta cena, o Ministério da Justiça ameaçou classificar a novela como imprópria para menores de 16 anos.[22][23]

Outra grande polêmica envolvendo a novela ocorreu no fim do capítulo do dia 15 de julho de 2006, foi mostrado um depoimento dado pela babá Nelly dos Santos, de 68 anos, onde ela admitiu ter chegado ao orgasmo pela primeira vez aos 45 anos, após ter se masturbado ao som da música "Côncavo e Convexo", de Roberto Carlos. Por conta do tabu e da subsequente perda de emprego da babá, ela ameaçou processar a Rede Globo.[24][25]

Em 2007 a telenovela entrou no 12º ranking "Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania", que é formado por denúncias de telespectadores e pelo Comitê de Acompanhamento da Programação (CAP), onde estão como representantes mais de 60 entidades que assessoram a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados para criar a lista com o "Ranking da Baixaria na TV".[26] As denúncias indicavam que a telenovela continha cenas de sexo e nudez e precipitava a erotização juvenil.[27]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Regina Duarte Helena Camargo Varela
Lília Cabral Marta Toledo Flores [28]
Marcos Caruso Alex (Alexandre Flores)
Fernanda Vasconcellos Fernanda Toledo Flores (Nanda)
Thiago Rodrigues Leonardo de Almeida Maia (Léo)
Ana Paula Arósio Olívia Martins de Andrade
Grazi Massafera Thelma Ribeiro de Andrade (Thelminha)
Thiago Lacerda Jorge Fragoso Martins de Andrade
Edson Celulari Silvio Duarte
Marcos Paulo Diogo de Carvalho
Vivianne Pasmanter Isabel Fernandes
Caco Ciocler Renato Martins
Regiane Alves Alice Miranda Silveira
Danielle Winits Sandra Ribeiro
José Mayer Gregório Rodrigues Lobo (Greg)
Natália do Vale Carmen Fragoso Martins de Andrade
Marjorie Estiano Marina Martins de Andrade Rangel
Joana Mocarzel Clara Camargo Varela (Clarinha)
Gabriel Kaufmann Francisco Toledo Flores
Christine Fernandes Simone Bueno
Elisa Lucinda Selma Araújo
Tarcísio Meira Aristides Martins de Andrade (Tide)[29]
Sônia Braga Tônia Werneck
Renata Sorrah Tereza Junqueira de Figueiredo[30][31]
Deborah Evelyn Anna Saraiva
Letícia Sabatella Irmã Lavínia
Helena Ranaldi Márcia Fragoso Martins de Andrade Pinheiro
Eduardo Lago Ubirajara Rangel (Bira)
Louise Cardoso Diana Salles Martins de Andrade
Leandra Leal Sabrina Marcondes
Ângelo Antônio Miroel Saraiva
Pérola Faria Gisele Saraiva[32]
Thalita Carauta Lídia
Rafael Almeida Luciano Junqueira de Figueiredo
Antônio Calloni Gustavo Pinheiro de Sousa
Sílvia Salgado Verônica Toledo Mattos
Pedro Neschling Rafael Salles Martins de Andrade
Paulo César Grande Lucas Azevedo
Cláudia Mauro Angélica Cunha
Luciele di Camargo Camila Fragoso Martins de Andrade
Ana Botafogo Elisa Fragoso Martins de Andrade Telles[33]
Buza Ferraz Ivan Monteiro Telles[34]
Sidney Sampaio Vinícius Pessoa
Nathalia Timberg Hortência Miranda de Almeida Vilela Arruda
Inez Viana Irmã Fátima
Tato Gabus Mendes Leandro Fragoso Martins de Andrade
Walderez de Barros Constância Ribeiro
Umberto Magnani José Ribeiro ()
Bete Mendes Irmã Natércia
Zé Carlos Machado Nestor Figueiredo
Ângela Leal Hilda Nascimento
Henrique César Dr. Moretti
Marly Bueno Irmã Maria (Irmã Má)
Georgiana Góes Norma
Max Fercondini Sérgio Toledo Flores
Sthefany Brito Kelly Toledo Mattos
Carolina Oliveira Gabriela Cunha Azevedo (Gabi)
Thiago Picchi Marcelo Nascimento
Fernando Eiras Rubens Bueno (Rubinho)
Xuxa Lopes Isabelle Ferreira (Belita)
Narjara Turetta Inesita[35]
Luciano Chirolli Eliseu Mattos
André Frateschi Dorival
Susana Ribeiro Suzy
Lucci Ferreira Horácio
Hylka Maria Odete
Selma Reis Irmã Zenaide
Domingos Meira Ulisses
Lú Mendonça Mônica
Tamara Taxman Dalva
Duda Nagle Fred
Manuela do Monte Nina Martins de Andrade Pinheiro
Armando Babaioff Felipe Martins de Andrade Telles
Lígia Cortez Cecília
Zé Victor Castiel Machadão
Joelson Medeiros Domingos
Jorge de Sá Salvador Fortunato
Quitéria Chagas Dorinha
Marcos Henrique Washington da Silva (Pinhão)
Bruno Padilha Saldanha
Sabrina Rosa Célia
Carolina Bezerra Margareth
Miguel Lunardi Gabriel
Sophie Charlotte Joyce
Rachel de Queiroz Gisele Saraiva (criança)
Cláudia Borioni Laura
Carolyna Aguiar Carla
Ana Furtado Lívia Ferreira Martins
Glória Menezes Amália Fragoso Martins de Andrade (Lalinha)
Jéssica Golcci Dóris Duarte
Suzana Gonçalves Dirce
Janaína Ávila Lalinha (jovem)
Luana Carvalho Lili
Nina Morena Vandinha
Julia Carrera Tatiana
Daniela Galli Marília
Gabriel Lepsch Tidinho
Rafael Machado Guilherme Batista de Andrade Duarte
Thiago Jordão Pedro
Bruce Gomlevsky Ele Mesmo
Eva Wilma Promotora
Walmor Chagas Juiz

Audiência[editar | editar código-fonte]

Horário # Eps. Estreia Final Posição Temporada Classificação geral
Data Primeiro
capítulo
Data Último
capítulo
Segunda— Sábado
20:55
203
10 de julho de 2006
50
3 de março de 2007
53 #1 2006 - 2007

47

Seu primeiro capítulo marcou média de 50 pontos.[36]

Seu último capítulo marcou 53 pontos de média.[37][38]

Teve média geral de 47 pontos.[39] A média dos primeiros 60 capítulos registrou 48 pontos.[40] A novela conseguiu 56 pontos de média, com 60 pontos de pico no capítulo apresentado no dia 7 de agosto de 2006, que apresentou o velório da personagem Nanda.[41]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio APCA[42]

Troféu Imprensa[42]

Emmy Internacional[43][44]

Prêmio Contigo de TV[42]

Prêmio Extra de Televisão

Melhores do Ano - Minha Novela[46]

Prêmio TV Press

Prêmio Arte Qualidade Brasil

Melhores do Ano - Domingão do Faustão

2006
2007

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Páginas da Vida - Nacional
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2006
Gênero(s) Trilha Sonora
Idioma(s) Português
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Som Livre

Capa: Ana Paula Arósio como Olívia

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Wave"   Daniel Jobim / Luiza Jobim Locação: "Rio de Janeiro"  
2. "Só Em Teus Braços"   Nana Caymmi Marta  
3. "Para Mais Ninguém"   Marisa Monte Thelma  
4. "Amplidão"   Elba Ramalho Helena  
5. "So In Love"   Caetano Veloso Diogo  
6. "A Dor a Mais"   Francis Hime Tereza  
7. "Outra Vez"   Adriana Calcanhotto Anna Saraiva e Miroel  
8. "Passarela No Ar"   Ivan Lins Sandra  
9. "Ventos de Paz"   Leila Pinheiro Irmã Lavínia  
10. "Se Quiser (Anytime)"   Tânia Mara Isabel  
11. "Seu Nome"   Luiza Possi Diana  
12. "Eu Sei"   Papas da Língua Jorge e Simone  
13. "O Que Resta de Nós"   Zeca Pagodinho Selma e Lucas  
14. "Alguém Me Disse"   Maysa Tide  
15. "Wave (Instrumental)"   Tom Jobim Abertura  
16. "Melodia (da Ópera de Orfeu e Eurídice) - Instrumental"   Nelson Freire Gisele e Luciano  

Internacional[editar | editar código-fonte]

Páginas da Vida - Internacional
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2006
Gênero(s) Trilha Sonora
Idioma(s) Inglês e Italiano
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Som Livre

Capa: Thiago Lacerda como Jorge

N.º Título Música Personagem Duração
1. "One Last Cry"   Marina Elali Nanda  
2. "Put Your Records On"   Corinne Bailey Rae Kelly  
3. "The Hardest Part"   Coldplay    
4. "Cannonball"   Damien Rice Sérgio e Sabrina  
5. "Colors"   Amos Lee Sabrina e Vinícius  
6. "Our Day Will Come"   Jamie Cullum Locação: "Rio de Janeiro"  
7. "Why Should I Care?"   Diana Krall Tônia  
8. "I Concetrate On You"   Dianne Reeves Geral  
9. "L'Appuntamento (Sentado à Beira do Caminho)"   Ornella Vanoni Marcelo e Rubinho  
10. "Para Tu Amor"   Juanes Jorge e Thelma  
11. "Ed Ero Contentissimo"   Tiziano Ferro Márcia e Silvio  
12. "Break The Night With Colour"   Richard Ashcroft Léo e Alice  
13. "Free Loop"   Daniel Powter Nina e Vinícius  
14. "Shake It!"   Kasino    

Lounge[editar | editar código-fonte]

Páginas da Vida - Lounge
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2006
Gênero(s) Trilha Sonora
Idioma(s) Inglês e Espanhol
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Som Livre

Capa: Vista de Copacabana

N.º Título Música Personagem Duração
1. "Here With Me"   X-Static Olívia e Silvio  
2. "La Maison"   Gabin Geral  
3. "Obtener Un Sí"   Shakira Carmem e Greg  
4. "La Più Bella del Mondo"   Celso Fonseca / Ronaldo Bastos Jorge e Simone  
5. "Don't Let Me Be Misunderstood"   Juliana Aquino Geral  
6. "Meditation (Meditação)"   Salena Jones Tereza  
7. "Samba da Bênção"   Bebel Gilberto Locação: "Rio de Janeiro"  
8. "Dindi"   Leila Maria Tide e Tônia  
9. "Minha Saudade"   João Donato / Paulo Moura    
10. "Movimento de Primavera"   Alexandre Guerra Clara e Francisco  
11. "Far Away"   Lady Rockfeller Locação: "AMA"  
12. "Feel Me Up"   Farina Silvio  
13. "Dust In The Wind"   Paula Fernandes Nanda e Olívia / Fred e Kelly  
14. "Beautiful Girl"   Paulo Ricardo Marina  
e ainda

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Paginas da Vida já foi negociada para 86 países,[47] e teve um estrondoso sucesso de audiência nos países em que foi exibida. Quando foi transmitida no Equador, a história da menina Clara (Joana Morcazel), que tinha síndrome de down, fez com que a TV Ecuavisa criasse uma campanha para defender os direitos dos portadores da síndrome.[48]

Referências

  1. a b «Páginas da Vida». Teledramaturgia. Consultado em 24 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 21 de fevereiro de 2016 
  2. a b c Memória Globo. «Páginas da Vida - Memória Globo». Consultado em 20 de fevereiro de 2014 
  3. Redação Folha Online (21 de agosto de 2006). «"Páginas da Vida" entra hoje na segunda fase e pula cinco anos». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  4. a b Redação Diário de Santa Bárbara d'Oeste (10 de agosto de 2006). «"Páginas da Vida" inicia segunda fase no próximo dia 21». Diário de Santa Bárbara d'Oeste. Consultado em 1 de julho de 2010 
  5. Redação Terra (6 de julho de 2006). «Nanda e Leo vivem romance delicado em "Páginas da Vida"». Terra Diversão. Consultado em 1 de julho de 2010 
  6. Redação O Globo Online (1 de agosto de 2006). «Nanda sofre acidente e morre em "Páginas da Vida"». Gazeta do Povo. Consultado em 1 de julho de 2010 
  7. Redação O Dia Online (1 de setembro de 2006). «Atriz com síndrome de down encanta em "Páginas da Vida"». Terra Diversão. Consultado em 1 de julho de 2010 
  8. Redação Terra (2 de março de 2007). «Léo perde guarda dos filhos em final previsível de Páginas da Vida». Portal Terra. Tecnologia. Consultado em 1 de julho de 2010 
  9. «De 'Vale tudo' a 'Cama de gato': quando as novelas tiveram outro nome» 
  10. «Novela 'Páginas da vida' começa a ser gravada na Holanda». O Globo. 17 de abril de 2006. Consultado em 21 de dezembro de 2016 
  11. «Regiane Alves entra em "Páginas da Vida" como vilã Alice». Folha Ilustrada. 2 de outubro de 2006. Consultado em 31 de outubro de 2016 
  12. «RENATA SORRAH NÃO SERÁ VILÃ EM NOVELA DE MANOEL CARLOS». O Fuxico. 21 de dezembro de 2005. Consultado em 21 de dezembro de 2016 
  13. «Nanda vai ser atropelada em Páginas da Vida». Estadão. 2 de agosto de 2006. Consultado em 24 de julho de 2017 
  14. «Em Páginas da Vida, fantasma de Nanda assusta a vilã Marta». Estadão. 19 de setembro de 2006. Consultado em 24 de julho de 2017 
  15. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome paginas01
  16. http://www.celebrities.com.br/noticias/noticias.asp?ID=6745  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  17. Redação Ego RJ (8 de outubro de 2007). «TV Globo é finalista do Emmy Internacional 2007 com cinco indicações». Ego. Globo.com. Consultado em 1 de julho de 2010 
  18. «Ex-BBB Grazi entra essa semana em Páginas da Vida». O Fuxico. 11 de setembro de 2006. Consultado em 1 de dezembro de 2010 
  19. Escansette, Roberta (2 de março de 2007). «Com o sucesso de Páginas da Vida, Grazi Massafera triplica cachê». Ego. Globo.com. Consultado em 1 de julho de 2007 
  20. Redação Ego (18 de julho de 2007). «Manoel Carlos se defende de queixas de atores de 'Páginas da vida'». Ego. Globo.com. Consultado em 1 de julho de 2007 
  21. «Globo esquenta ibope de "Páginas da Vida" com nudez». Folha Online. 14 de julho de 2006. Consultado em 1 de julho de 2010 
  22. «Ministério recebe queixas, mas descarta punir "Páginas da Vida"». Folha Online. 17 de Julho de 2006. Consultado em 1 de julho de 2010 
  23. Feltrin, Ricardo (17 de julho de 2006). «Sexo demais ameaça horário de novela da Globo». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  24. «Depoimento polêmico em 'Páginas da Vida' já está na web». O Globo. 17 de julho de 2006. Consultado em 24 de julho de 2017 
  25. «"Páginas da Vida": depoimento faz mulher perder emprego». Terra. 28 de agosto de 2006. Consultado em 24 de julho de 2017 
  26. Patricia Roedel (9 de outubro de 2007). questao/big_brother_lidera_13o_ranking_da_baixaria_na_tv/ «Big Brother lidera 13º ranking da baixaria na TV» Verifique valor |url= (ajuda). observatoriodaimprensa.com.br. Consultado em 3 de novembro de 2016 
  27. «Campanha divulga 12º Ranking da Baixaria na TV». site.cfp.org.br. 8 de janeiro de 2006. Consultado em 3 de novembro de 2016 
  28. Redação Revista Caras (2006). «Face delicada e verdadeira de Lília Cabral: Aplaudida vilã de Páginas da Vida». Portal Caras Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  29. Almeida, Luiz (16 de julho de 2006). «Tarcísio Meira se destaca no elenco de "Páginas da Vida"». Portal Terra. Tecnologia. Consultado em 1 de julho de 2010 
  30. Redação Folha Online (28 de agosto de 2006). «Renata Sorrah entra em "Páginas da Vida" nesta quinta». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  31. «Renata Sorrah entra em cena hoje em "Páginas da Vida"». Portal Terra. Diversão. 30 de agosto de 2006. Consultado em 1 de julho de 2010 
  32. Redação Diário do Vale (agosto de 2006). «Pérola Faria faz estreia de peso em "Páginas da Vida"». Diário do Vale. Consultado em 1 de julho de 2010 
  33. Alencar, Juliana; Garcia, Mariana (15 de fevereiro de 2007). «Em "Páginas da Vida", personagem de Ana Botafogo bate em filha». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  34. Redação Folha Online (3 de abril de 2010). «Conhecido por novelas, ator Buza Ferraz morre aos 59 anos no Rio de Janeiro». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  35. Ramos, Carlos (4 de fevereiro de 2007). «Narjara Turetta grava com Tarcísio Meira pela primeira vez em sua vida». Ofuxico. Consultado em 1 de julho de 2010 
  36. Muniz, Diógenes (10 de julho de 2006). «Estreia de "Páginas da Vida" registra ibope abaixo do esperado». Folha Online. Consultado em 24 de julho de 2017 
  37. Padiglione, Cristina (2 de março de 2007). «Fim de "Páginas da Vida" rende média de 53 pontos». Jornal Estadão. Consultado em 1 de julho de 2010 
  38. Redação Folha Online (3 de março de 2007). «Último capítulo de "Páginas da Vida" registra 53 pontos de audiência». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  39. Mattos, Laura (9 de maio de 2010). «"Viver a Vida" tem pior audiência da década e recorde de merchandising». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  40. Redação Portal O Planeta TV (10 de agosto de 2008). «Comparativo: "A Favorita" segue com o pior desempenho das 21h da Globo». Portal O Planeta TV. Consultado em 1 de julho de 2010 
  41. Redação Folha Online (8 de agosto de 2008). «"Páginas da Vida" bate recorde de audiência com velório de Nanda». Folha Online. Consultado em 1 de julho de 2010 
  42. a b c http://memoriaglobo.globo.com/Memoriaglobo/0,27723,GYN0-5273-238363,00.html
  43. http://oglobo.globo.com/cultura/sete-representantes-brasileiros-estao-na-disputa-do-emmy-internacional-2007-4140284
  44. http://www.imdb.com/title/tt0757116/awards?ref_=tt_awd
  45. http://www.gazetadopovo.com.br/caderno-g/premio-extra-de-televisao-reune-celebridades-no-rio-de-janeiro-ac4x1ddq153tdoxpq8doxxq32
  46. http://tv-premiacoes-artisticas.webnode.com/pr%C3%AAmios-nacionais/minha-novela/
  47. http://guiadoscuriosos.com.br/blog/2010/08/09/novelas-brasileiras-mexem-com-o-mundo-inteiro/
  48. http://www.guiadoscuriosos.com.br/categorias/254/1/as-novelas-brasileiras-no-mundo.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]