Coração de Estudante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Coração de Estudante
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Comédia
Romance
Duração 50 minutos
Criador(es) Emanuel Jacobina
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Ricardo Waddington
Rogério Gomes
Alexandre Avancini
Elenco Fábio Assunção
Helena Ranaldi
Adriana Esteves
Marcello Antony
Vladimir Brichta
Carolina Kasting
Cláudio Marzo
Pedro Malta
Ângela Vieira
Júlia Feldens
Rodrigo Prado
Paulo Vilhena
Alinne Moraes
Caio Blat
(ver mais)
Tema de abertura "Maria Solidária", Beto Guedes
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 25 de fevereiro27 de setembro de 2002
N.º de episódios 185
Cronologia
Último
A Padroeira
Sabor da Paixão
Próximo

Coração de Estudante é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida no horário das 18 horas, entre 25 de fevereiro e 27 de setembro de 2002, em 185 capítulos, substituindo A Padroeira e sendo substituída por Sabor da Paixão. Foi a 60ª "novela das seis" exibida pela emissora. Escrita por Emanoel Jacobina, com a colaboração de Nelson Nadotti, Max Mallmann, Júlio Fischer e Cristianne Fridman. Teve a direção de Fabrício Mamberti e Cláudio Boeckel, a direção geral de Rogério Gomes e Alexandre Avancini e a direção de núcleo de Ricardo Waddington.

Contou com Fábio Assunção, Helena Ranaldi, Adriana Esteves, Marcello Antony, Vladimir Brichta, Carolina Kasting, Cláudio Marzo, Pedro Malta, Ângela Vieira, Júlia Feldens, Rodrigo Prado, Paulo Vilhena, Alinne Moraes, Caio Blat e Adriana Esteves nos papéis principais da trama.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O professor de biologia Eduardo Feitosa (Fábio Assunção) muda-se com o filho Lipe (Pedro Malta), para a cidade de Nova Aliança, no interior do estado brasileiro de Minas Gerais para lecionar na Universidade Estadual de Nova Aliança (UENA), instituição superior pública local. Além disso, a mudança serviria para aproximá-lo de sua noiva, Amelinha (Adriana Esteves), filha do maior fazendeiro da região, João Alfredo Mourão (Cláudio Marzo). Mas logo que Edu chega à cidade ele se apaixona por Clara (Helena Ranaldi), professora de direito e responsável pelo escritório modelo do curso de direito da UENA, que luta contra os desmandos do prepotente João Mourão numa disputa judicial por terras. O fazendeiro pretende construir uma hidroelétrica numa área de floresta que fica no limite entre o campus universitário e a Fazenda Vitória, de sua propriedade. No entanto, a professora, a universidade e os moradores da região lutam na Justiça para que a região de mata virgem seja transformada em área de preservação ambiental. Se envolvendo cada vez mais com Clara, Edu adere à luta, se colocando contra a família de Amelinha e terminando seu noivado.

Além disso, a trama segue o dia-a-dia de um grupo de universitários que estão longe de casa e da família, dividindo juntos uma república cheia de farras, conflitos e confusões. Na casa moram Carlos (Rodrigo Prado), Baú (Cláudio Heinrich), Cardosinho (Betito Tavares), Rosana (Alinne Moraes) e Bruna (Michelle Birkheuer), que recebem naquele ano dois calouros: Rafaela (Júlia Feldens) e Fábio (Paulo Vilhena). Séria e estudiosa, Rafaela acaba despertando o interesse em Carlos e Fábio, além do prepotente Mateus (Caio Blat), filho de Esmeralda (Ângela Vieira) dona de um movimentado bar na cidade. O rapaz não é visto com bons olhos pelos estudantes da república, uma vez que tem um temperamento arrogante e nada amigável. A mãe, no entanto, é uma mulher de fibra e bom coração, que se rebela contra seu ex-namorado, João Mourão, que lhe cobra uma dívida alta depois de haver sido preterido por ela.

João Mourão muda seu completamente ao descobrir que Clara, sua grande rival nos tribunais, é na realidade sua filha, fruto de um antigo caso extraconjugal dele com Lígia (Jussara Freire), que lhe escondeu este fato por anos com medo do que ele poderia fazer ao descobrir que ela havia ficado grávida dele. Quem não gosta da notícia é Amelinha, que faz de tudo para ter Edu ao seu lado, mentindo que espera um filho dele, que na verdade é de Nélio (Vladimir Brichta), ex-peão fogoso de sua fazenda, completamente apaixonado por Amelinha e usado como objeto sexual por ela. Com medo que Nélio descubra a armação Amelinha expulsa o peão, que vai trabalhar no bar de Esmeralda e acaba se interessando pela mulher mais velha. Além de lidar com os chiliques de Amelinha, Edu luta pela guarda do filho, Lipe contra a mãe do garoto, Mariana (Carolina Kasting), que arruinou seu casamento e fez a criança sofrer muito por sua dependência de alcoolismo. Recuperada, ela vai atrás do filho em Nova Aliança e consegue a guarda dele, que tem de conviver o novo namorado da mãe, Leandro (Marcello Antony), um professor de pouco caráter e que não gosta de crianças.

A luta pela guarda de Lipe e o filho que acha ter com Amelinha acabam por desestruturar a relação que Edu tem com Clara. Para completar a história, chega na cidade Pedro Guerra (Bruno Garcia), o novo promotor público, que se apaixona por Clara e acaba gerando um certo interesse nela, apesar da moça amar Edu, gerando confusões cômica pelo temperamento forte dos dois.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Produção[editar | editar código-fonte]

Tiradentes, Minas Gerais, onde a novela foi gravada.

A parte externa da novela foi gravada em Tiradentes, interior de Minas Gerais, a qual foi utilizada como cenário para a cidade fictícia de Nova Aliança.[1] Já as cenas rurais foram gravadas na fazenda São Fernando, em Vassouras, no Rio de Janeiro, locação da fazenda Vitória. A cidade cenográfica de Nova Aliança foi construída na Central Globo de Produção (Projac). A cenógrafa May Martins e o produtor de arte Luiz Pereira fizeram uma viagem de dois meses entre as cidades históricas de Ouro Preto, São João Del Rei e Tiradentes, pesquisando e levantando elementos e informações para a caracterização do cotidiano mineiro, além da concepção do interior das casas, da universidade e parte da cidade cenográfica.[1] O campus da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro foi usado como cenário da Universidade Estadual de Nova Aliança, faculdade fictícia onde se passa parte da novela.[1]

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

Gabriela Duarte e Letícia Spiller estiveram cogitadas para viver a personagem Mariana. Porém, os diretores preferiram reservar Letícia para protagonizar a novela seguinte do horário, Sabor da Paixão. Carolina Kasting assumiu o papel.[1] No dia 9 de setembro de 2002, a atriz Helena Ranaldi quebrou o nariz durante uma cena de briga com Fábio Assunção e Bruno Garcia. A atriz não precisou de operação, ficou dez dias afastada da novela.[2] Primeira novela de Paulo Vilhena, Alinne Moraes, Fernanda de Freitas.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Fábio Assunção Eduardo Feitosa (Edu)
Helena Ranaldi Clara Gouveia
Adriana Esteves Amélia Mourão (Amelinha)
Bruno Garcia Pedro Guerra
Marcello Antony Leandro Junqueira
Vladimir Brichta Nélio Garcia
Carolina Kasting Mariana Mendes
Cláudio Marzo João Alfredo Mourão
Pedro Malta Felipe Mendes Feitosa (Lipe)
Ângela Vieira Esmeralda Camargo
Júlia Feldens Rafaela Tavares (Rafa)
Rodrigo Prado Carlos Domingues
Paulo Vilhena Fábio Vaz
Alinne Moraes Rosana Santos
Caio Blat Matheus Camargo
Cláudio Heinrich Gustavo Brandão (Baú)
Betito Tavares Flávio Cardoso (Cardosinho)
Michelle Birkheuer Bruna
Jussara Freire Lígia Gouveia
Marcos Caruso Raul Gouveia
Paulo Gorgulho Caio
Jéssica Marina Sofia Mourão
Marília Passos Patrícia Gouveia (Patty)
Jana Palma Luciana
Paulo Figueiredo Lineu Inácio Cordeiro
Alexandra Richter Rita Cordeiro
Ana Carbatti Eneida
Leonardo Villar Ronaldo Rosa
Sônia Guedes Madalena
Mário César Camargo Beraldo
Dill Costa Raimunda
Ítalo Rossi Juiz Bonifácio
Roger Gobeth Zeca Estrela (Zé Coutinho)
Tião D'Ávila Sílvio
Marly Bueno Juíza Zuleica Andrade (Zuzu)
Fernanda de Freitas Heloísa Cordeiro (Helô)
Cléa Simões Nair (Naná)
Ricardo Petraglia Dr. Armando
Juliana Martins Ana
Hugo Gross Detetive Alceu
Miguel Rômulo André
Bruno Gradim Maurício
Xando Graça Delegado Isolino Furtado
Aline Borges Dolores
Ana Paula Botelho Beatriz (Bia)
Fausto Maule Buddy Holliday
Nathalia França Carolina Rosa (Carol)
Cacá Bueno Horácio Cordeiro
Ramon Francisco José ()
Dorgival Júnior Rodrigo
Kailany Guimarães Vitinho (bebê de Rosana)

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Adalberto Nunes Miguel
Alexandre Zacchia Motorista
Amandha Lee Laura
Roberta Gualda Aline
Bia Nunnes Drª Selma
Bruno Abrahão Colega de Lipe
Cláudia Lira Matilde
Erom Cordeiro Rorger
Gilberto Marmorosch Dono da pensão Fernetto
Heitor Martinez Cláudio
Jaime Leibovitch Advogado de João Mourão
Lucas Margutti Estudante
Luciana Rigueira Vanderléa
Luiz Felipe Badin Osvaldo
Malu Valle Eliane Tavares
Plínio Soares Antônio Tavares
Rosaly Papadopol Nancy Vaz
Marcelo Escorel Joaquim Mendes
Marcos França Oficial do fórum
Marcos Palmeira Júlio Rosa
Maria Cristina Gatti Assistente Social Andréia
Marilu Bueno Madame Nicete
Mauro José Padre Saulo
Monique Lafond Médica de Amelinha
Murilo Elbas Oficial de justiça
Nica Bonfim Enfermeira de João Mourão
Nildo Parente Dr. Carrasco
Roberto Frota Empresário
Rodrigo Edelstein Estudante
Rosane Gofman Rosa
Tadeu di Pietro Empresário
Zulma Mercadante Mercedes Mourão de Castro
Orã Figueiredo Mário Mourão de Castro

Audiência[editar | editar código-fonte]

Horário # Eps. Estreia Final Posição Temporada Classificação geral
Data Primeiro
capítulo
Data Último
capítulo
Segunda — Sábado
18:10
185
25 de fevereiro de 2002
30
27 de setembro de 2002
40 #1 2002

30

O primeiro capítulo da trama teve média de 30 pontos. [3] Sua menor audiência é de 21 pontos, alcançada em 23 de março de 2002. Marcou recorde de audiência no antepenúltimo capítulo, que foi ao ar em 25 de setembro de 2002. Nesse dia a trama alcançou 41 pontos de média, a maior audiência da novela. Seu último capítulo teve média de 40 pontos, com picos de 44 e 61% de participação. [4] Teve média geral de 30 pontos.[5]

Reapresentação[editar | editar código-fonte]

Horário # Eps. Estreia Final Posição Temporada Classificação geral
Data Primeiro
capítulo
Data Último
capítulo
Segunda — Sexta
14:30
100
19 de novembro de 2007
17
4 de abril de 2008
28 #1 2007 - 2008

17

Foi reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo entre 19 de novembro de 2007 à 4 de abril de 2008 em 100 capítulos, substituindo Da Cor do Pecado e antecedendo Cabocla.[6] A reprise estreou com 17 pontos. Sua menor audiência é de 10 pontos, alcançada no dia 25 de dezembro de 2007. Após alguns dias com audiência abaixo dos 20 pontos, a reprise bateu recorde de audiência no dia 29 de janeiro de 2008 com 25 pontos de média, com 44% de participação. Foi a segunda maior audiência da reprise.[7] O último capítulo da reprise alcançou uma média de 28 pontos e 60% de participação. Com isso, superou neste dia as audiências de Malhação e Desejo Proibido e empatou com Beleza Pura. [8] Sua reprise marcou uma média geral de 17 pontos.[9]

De acordo com o Ministério da Justiça, obtém classificação "livre", podendo ser exibida em qualquer horário a qualquer hora do dia.[10] Em 2016 foi cogitada para substituir Anjo Mau no Vale a Pena Ver de Novo, visando a audiência positiva da temporada de Malhação, uma vez que Coração de Estudante também tem uma trama jovem, porém acabou não sendo selecionada.[11]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Coração de Estudante Nacional
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2002
Formato(s) CD
Gravadora(s) Som Livre
Produção Alberto Rosenblit
Cronologia de Vários artistas
Último
-
Coração de Estudante Internacional
Próximo


  1. "Maria Solidária" - Beto Guedes
  2. "Bola de Meia, Bola de Gude" - 14 Bis
  3. "Confesso" - Ana Carolina
  4. "Paisagem da Janela" - Lô Borges
  5. "Quando o Amor Era Medo" - Frejat
  6. "Änïmä" - Milton Nascimento
  7. "Eu Me Acerto" - Zélia Duncan
  8. "Menti Pra Você, Mas Foi Sem Querer" - Pato Fu
  9. "Acaso" - Ivan Lins
  10. "É Amanhã" - Elétrika
  11. "Acontecência" - Cláudio Nucci
  12. "Mas, Quem Diria" - Paula Hunter
  13. "Eu Não Acredito Em Você" - Vinny
  14. "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" - Cássia Eller
  15. "Angelus" - Leonardo Bretas e Milton Nascimento
  16. "Saudade" - Instrumental

Internacional[editar | editar código-fonte]

Coração de Estudante Internacional
Trilha sonora de Vários intérpretes
Lançamento 2002
Formato(s) CD
Gravadora(s) Som Livre
Produção Alberto Rosenblit
Cronologia de Vários intérpretes
Último
Coração de Estudante Nacional
-
Próximo


  1. "Don't Let Me Get Me" - Pink
  2. "Wherever You Will Go" - The Calling
  3. "Never Tear Us Apart" - Joe Cocker
  4. "Easy 2 Luv" - DJ Memê Vs. Double You
  5. "Cruisin' " - Mister Jam
  6. "One Day In Your Life" - Anastacia
  7. "Dancing In The Moonlight" - Toploader
  8. "Walk Alone" - The Uglys
  9. "Friends & Family" - Trik Turner
  10. "She" - JiveJones
  11. "She's An Angel" - Sun Coast
  12. "Handy Man" - James Taylor
  13. "Aubrey" - Bread
  14. "Agua Y Sal" - Rosario
  15. "Someone Like You" - Layan
  16. "Objection" - Michael Lorf

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado
2002 Prêmio Contigo! Melhor Ator Mirim Pedro Malta Venceu
Melhor Ator Coadjuvante Vladimir Brichta
Prêmio Magníficos SP Melhor Ator Mirim Pedro Malta
Prêmio Extra de Televisão
Melhores do Ano Melhor Ator Revelação Vladimir Brichta
Melhor Ator Mirim Pedro Malta
2003 Austregésilo de Ataíde Destaque do Ano

Referências

  1. a b c d e «Coração de Estudante». Teledramaturgia. Consultado em 30 de julho de 2013. 
  2. Helena Ranaldi quebra o nariz em gravação Diário do Grande ABC
  3. «Coração de Estudante: Novo folhetim das seis estréia com compromisso de superar crise de audiência do horário». Isto É. 4 de março de 2002. Consultado em 10 de março de 2015.  line feed character character in |titulo= at position 69 (Ajuda)
  4. «Coração de Estudante termina com 40 pontos no ibope». Babado IG. 27 de setembro de 2002. Consultado em 10 de março de 2015. 
  5. Ricardo Feltrin (18 de setembro de 2008). «Ibope de novelas desaba na Globo; veja a queda». Consultado em 11 de junho de 2010. «Coração de Estudante -30» 
  6. «"Coração de Estudante" é a próxima novela do "Vale a Pena Ver de Novo"». O Planeta TV. 5 de outubro de 2007. Consultado em 27 de julho de 2015. 
  7. «"Coração de Estudante" bate recorde de audiência». O Planeta TV. 30 de janeiro de 2008. Consultado em 10 de março de 2015. 
  8. «Confira a audiencia das emissoras no final de semana». Notícias da tv brasileira. 7 de abril de 2008. Consultado em 10 de março de 2015. 
  9. «Ranking das Novelas». O Planeta TV. Consultado em 22 de dezembro de 2014. 
  10. «Classificação indicativa». Ministério da Justiça. Consultado em 22 de dezembro de 2014. 
  11. «“Alma Gêmea” deverá ser a próxima novela do “Vale a Pena Ver de Novo”». TV Foco. Consultado em 22 de dezembro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]