Nildo Parente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nildo Parente
O ator em 2007, em cena da
telenovela Paraíso Tropical.
Nascimento 1936
Fortaleza
Nacionalidade brasileiro
Morte 31 de janeiro de 2011 (75 anos)
Rio de Janeiro, Brasil
Ocupação Ator
Atividade 1962 – 2010
IMDb: (inglês)

Nildo Parente (Fortaleza, 1936 - Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2011) foi um ator brasileiro.[1]

O ator participou de diversas novelas importantes na Rede Globo como Pai Herói, Água Viva, Guerra dos Sexos, Vereda Tropical, O Dono do Mundo, Celebridade, Senhora do Destino e Paraíso Tropical. Na Rede Manchete fez as novelas Corpo Santo, Kananga do Japão e Tocaia Grande. Também participou de muitas minisséries como Padre Cícero, A, E, I, O... Urca, Agosto e Amazônia, de Galvez a Chico Mendes. Seu último trabalho foi no seriado A Lei e o Crime, da Rede Record.

No cinema participou de mais de 40 filmes como Chico Xavier, Leila Diniz, O Beijo da Mulher-Aranha, Memórias do Cárcere, Luz del Fuego, Rio Babilônia, Se Segura, Malandro!, Cabaret Mineiro, Os Condenados, Um Homem Célebre e O Homem que Comprou o Mundo entre outros.

Em 2008 também participou, ao lado do cantor Ney Matogrosso, do curta-metragem Depois de Tudo, do diretor Rafael Saar, que conta uma noite da afetiva relação entre dois homens de terceira idade.

Nildo Parente morreu em 31 de janeiro de 2011 por volta das 20:00, no Hospital Adventista Silvestre no Rio de Janeiro um mês após sofrer um AVC.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

No cinema[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Referências

  1. «Ator Nildo Parente morre aos 76 anos». Folha de S.Paulo. 1 de fevereiro de 2011. Consultado em 8 de novembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.