A Viagem (1994)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
A Viagem
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 45 minutos
Criador(es) Ivani Ribeiro
Baseado em A Viagem, de Ivani Ribeiro
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Wolf Maya
Elenco
Tema de abertura "A Viagem", Roupa Nova
Composto por Cleberson Horsth
Aldir Blanc
Localização Rio de Janeiro
Exibição
Emissora original TV Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 11 de abril – 21 de outubro de 1994
Episódios 167
Cronologia
Programas relacionados A Viagem (1975)

A Viagem é uma telenovela brasileira produzida pela TV Globo e exibida originalmente de 11 de abril a 21 de outubro de 1994 em 167 capítulos,[nota 1][3] com o último capítulo reexibido no dia subsequente, 22 de outubro.[2] Substituiu Olho no Olho e foi substituída por Quatro por Quatro, sendo a 50ª "novela das sete" exibida pela emissora.

Escrita por Ivani Ribeiro,[4] com colaboração de Solange Castro Neves, teve direção de Ignácio Coqueiro, Maurício Farias e Wolf Maya (este também na direção geral). É um remake da telenovela homônima transmitida entre 1975 e 1976 pela Rede Tupi.[2]

Contou com as participações de Christiane Torloni, Antônio Fagundes, Guilherme Fontes, Maurício Mattar, Andréa Beltrão, Cláudio Cavalcanti, Lucinha Lins e Miguel Falabella.[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Alexandre é um playboy inconsequente que matou um homem em uma tentativa de roubo. Ao fugir da polícia, é delatado pelo irmão Raul e pelo cunhado Téo. O famoso criminalista Otávio Jordão não aceita defendê-lo nos tribunais, pois a vítima era um amigo pessoal. Para ajudá-lo, Alexandre conta apenas com a irmã mais velha, Diná, que luta para livrá-lo da cadeia. Até mesmo a namorada Lisa o abandona. Condenado, o rapaz comete suicídio na prisão, amaldiçoando todos que o traíram.

A temperamental Diná é casada com Téo, um rapaz mais jovem e boa pinta que sofre com o ciúme doentio da esposa, o que coloca o casamento em xeque. A mãe doente, Dona Maroca, tenta se recuperar da perda do filho caçula com a amizade do médico da família, o Dr. Alberto. Ele é um médico espiritualista que apaixona-se por Estela, a outra filha de Maroca. Abandonada pelo marido Ismael, um mau-caráter, Estela criou sozinha a filha Bia, que sonha em reencontrar o pai.

Raul, irmão de Alexandre, Diná e Estela, tem um casamento feliz com Andreza e uma boa relação com a sogra, Dona Guiomar, que o trata como filho. Para completar a felicidade do casal, falta um bebê, que os dois lutam para conseguir. O advogado Otávio Jordão é também amigo do Dr. Alberto. Viúvo, é pai de dois filhos: Tato, que quer seguir a sua carreira, e o garoto Dudu. Após a morte de Alexandre, a vida de todos esses personagens muda drasticamente.

O espírito de Alexandre planeja uma vingança contra os que lhe viraram as costas. Seus principais alvos são Raul, Téo e Otávio. Dona Guiomar, influenciada pelo espírito de Alexandre, transforma o casamento do genro e da filha em um inferno, até conseguir separá-los. O filho de Otávio, Tato, deixa de lado os estudos e torna-se um delinquente, tal qual Alexandre fora um dia. E Téo passa a sofrer de surtos que o deixam violento, principalmente depois que se separa de Diná e se envolve com Lisa, a antiga namorada de Alexandre.

Entretanto, Alexandre não contava que Diná, a única que lhe estendeu a mão, fosse se apaixonar por Otávio, o seu maior desafeto. O Dr. Alberto, adepto do Espiritismo, tenta, por meio de reuniões mediúnicas, conscientizar o espírito atormentado de Alexandre do mal que causa às pessoas. O clímax é a morte de Otávio, em um acidente. Diná e ele passam a viver um amor transcendental. Porém, ela adoece e também morre. Juntos em outro plano, em um lugar conhecido como Nosso Lar, os dois tentam neutralizar a má influência de Alexandre sobre seus entes queridos.

Produção[editar | editar código-fonte]

A Viagem é um remake da telenovela homônima escrita por Ivani Ribeiro e exibida pela Rede Tupi entre 1975 e 1976. A história aborda a vida após a morte segundo a doutrina espírita. Para escrevê-la, a autora baseou-se nos livros E a Vida Continua... (1968) e Nosso Lar (1944), psicografados pelo médium Chico Xavier.[2]

A telenovela seria, inicialmente, veiculada na faixa das 18 horas. Porém, no horário das sete, a sucessora de Olho no Olho, que seria Vira Lata, enfrentou problemas de produção e foi engavetada pela emissora para posterior execução; assim, A Viagem foi realocada para este horário. A demora desta decisão fez com que o diretor Wolf Maya iniciasse os trabalhos da novela em vinte dias até sua estreia.[5]

Para interpretar a protagonista Dinah, Wolf Maya convidou Regina Duarte, que estava afastada das novelas desde Rainha da sucata. Porém Regina não pode aceitar o papel, sendo Christiane Torloni convidada logo em seguida.[6] Na época, a atriz morava em Portugal e foi convencida a fazer a novela com o argumento de que se tratava de uma história de comédia, o que não era exatamente a realidade.[6]

Para ambientar a trama, a equipe de cenografia montou cinquenta cenários e mais de 200 ambientações nos Estúdios Herbert Richers, no bairro carioca Tijuca, além de uma cidade cenográfica em Jacarepaguá, também no Rio, para o núcleo da vila na Urca. O Petrópolis Golf Clube, na cidade fluminense de Petrópolis, era utilizado para representar o Nosso Lar, local aonde vão Otávio e Diná depois de mortos, e uma pedreira desativada em Niterói retratava o Vale dos Suicidas, onde ficava Alexandre.[2]

Os nomes de alguns personagens da versão original foram modificados na adaptação: Dona Isaura, mãe de Diná, tornou-se Dona Maroca; Maria Lúcia, filha de Estela, passou a ser Bia; Dona Josefina, mãe de Téo, chamou-se Josefa; e Dona Cidinha, dona da pensão na história, virou Cininha. O protagonista em 1975 César Jordão ganhou Otávio como primeiro nome, pois um dos personagens da antecessora de A Viagem, Olho no Olho, também era chamado de Cézar.[6]

Quando escreveu o remake, Ivani Ribeiro estava com dificuldades para enxergar devido a complicações da diabetes. Sua colaboradora Solange Castro Neves lia o roteiro original e redigia as adaptações discutidas com ela. A Viagem foi a última novela escrita por Ivani, que faleceu em 1995, aos 73 anos, vítima de insuficiência renal.[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem[2] Interpretado(a) em 1975 por
Christiane Torloni Diná Toledo Eva Wilma como Diná Veloso
Guilherme Fontes Alexandre Toledo Ewerton de Castro como Alexandre Veloso
Antônio Fagundes Otávio César Jordão Altair Lima como César Jordão
Andréa Beltrão Lisandra Barbosa ("Lisa") Elaine Cristina
Maurício Mattar Teodoro Dias (Téo) Tony Ramos como Teófilo Moraes
Lucinha Lins Estela Toledo Novaes Irene Ravache como Estela Veloso
Miguel Falabella Raul Toledo Adriano Reys como Raul Veloso
Thaís de Campos Andrezza Muniz Toledo Joana Fomm como Andrezza Veloso
Suzy Rêgo Carmem Ana Rosa
Jonas Bloch Ismael Novaes Serafim Gonzalez
Laura Cardoso Guiomar Muniz Carminha Brandão
Yara Cortes Maroca Toledo Carmen Silva como Isaura Veloso
Cláudio Cavalcanti Dr. Alberto Rezende Rolando Boldrin
Nair Bello Cirena Panzotti ("Dona Cininha") Lúcia Lambertini como Dona Cidinha
Ary Fontoura Tibério Campos ("Seu Tibério") Abrahão Farc
Eduardo Galvão Mauro Botelho Rezende Francisco di Franco
Fernanda Rodrigues Beatriz Toledo Novaes (Bia) Suzy Camacho como Maria Lúcia Veloso
Breno Moroni Mascarado / Adonay Carlos Augusto Strazzer como Sombra
Lolita Rodrigues Fátima Aparecida Domingues Wilma de Aguiar
John Herbert Agenor Barbosa Dante Rui
Felipe Martins Otávio César Jordão Júnior (Tato) Carlos Alberto Riccelli como César Jordão Júnior
Mara Carvalho Regina
Irving São Paulo José Carlos Barbosa (Zeca) Arnaldo José Pinto
Denise Del Vecchio Glória Gusmão Célia Biar
Daniel Ávila Eduardo Jordão (Dudu) Haroldo Botta
Viviane Pinheiro Patrícia Toledo Dias (Patty) Andréa Morales como Patrícia Veloso Moraes
Cláudio Mamberti Geraldão
Ricardo Petraglia Diogo Queiroz
Danton Mello Johnny
Tânia Scher Josefa Dias
Mara Manzan Ednéia
Keila Bueno Naná Tereza Sodré como Nenê
Renato Rabelo Padilha
Eduardo Felipe Dedé
Roberta Índio do Brasil Sofia
Chris Pitsch Bárbara
Walther Verve Boca
Jayme Periard Igor Telles
Carlos Takeshi Okida
Maria Alves Francisca
Cibele Larrama Maria
Jorge Pontual Antônio
Caio Junqueira Pedro Bala
Thierry Figueira Guga
Nádia Bambirra Margarida

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Exibição[editar | editar código-fonte]

Durante o período da Copa do Mundo de 1994, cujos jogos eram transmitidos pela Globo, A Viagem teve sua exibição remanejada para outros horários além do das sete, chegando a começar às 18h30 e às 20h20. A adaptação resultou no aumento da duração do tempo de arte da novela em relação ao roteiro. A história, escrita em 160 capítulos, foi editada e exibida em 167, sendo que sete destes foram divididos em dois.[2]

A novela foi reexibida pela Globo no bloco Vale a Pena Ver de Novo, entre 28 de abril e 12 de setembro de 1997, sucedendo Mulheres de Areia e antecedendo Fera Ferida. Ganhou nova reapresentação na mesma faixa entre 13 de fevereiro e 21 de julho de 2006, sucedendo Força de um Desejo e antecedendo Chocolate com Pimenta.[2]

O programa Vídeo Show exibiu um resumo da trama em cinco capítulos no quadro Novelão, de 25 a 29 de junho de 2012, sucedendo Renascer e antecedendo História de Amor.

Foi reexibida pela primeira vez pelo Viva, entre 14 de julho de 2014 e 24 de janeiro de 2015, sucedendo A Próxima Vítima e antecedendo Pedra sobre Pedra na faixa das 14h15.[7] Foi reexibida segunda vez entre 21 de dezembro de 2020 a 2 de julho de 2021, sucedendo Chocolate com Pimenta e antecedendo Paraíso Tropical na faixa das 15 horas.[8]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

A trama despertou o interesse do público no espiritismo. Houve em 1994 uma grande procura por centros espíritas, se comparado a anos anteriores, e um aumento na venda de livros sobre a doutrina.[9]

Audiência[editar | editar código-fonte]

A novela teve uma audiência média de 52 pontos, tornando-se um dos maiores sucessos do horário das sete da Globo.[10]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2017, a Globo Marcas lançou A Viagem um box com 14 DVDs. Foi a última novela da Globo distribuída em disco pela marca.[11]

Logo após ter sua segunda exibição finalizada no canal Viva, a novela foi disponibilizado na íntegra no canal de streaming Globoplay no dia 2 de agosto de 2021.[12]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

A Viagem - Nacional
Christiane Torloni na capa do álbum
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 1994
Gênero(s)
Duração 54:50
Idioma(s) português
Formato(s)
Gravadora(s) Som Livre
N.º TítuloCompositor(es)Artista(s) Duração
1. "Esqueça" (Forget Him)
  • Mark Anthony
  • Roberta Corte Real (versão)
Fábio Jr. 3:38
2. "Mais Uma de Amor" (Geme Geme)
Blitz 3:40
3. "Meu Grande Amor"  Renato Terra 3:54
4. "Febre"  Lulu SantosLulu Santos 4:23
5. "Caminhos de Sol"  Yahoo 4:04
6. "Ilha de Mel"  Leila Monjardim 4:06
7. "A Viagem"  Roupa Nova 3:27
8. "Poeira de Estrelas" (Stardust)
Fafá de Belém 4:10
9. "Melodrama"  Toni Platão 3:38
10. "Beijo Partido"  Toninho HortaMilton Nascimento 3:50
11. "Seja Lá Como For"  Ary de CarvalhoRita de Cássia 3:58
12. "Ter Mais Que Um Coração"  
Artur Maia 3:35
13. "Quando Chove" (Quanno Chiove)Patrícia Marx 3:36
14. "Cada Um No Seu Cada Um"  
  • Prateado
  • Carica
Zeca Pagodinho com part. de Ivan Milanez 2:34
15. "Paisagem"  
  • Periquito
  • Edvaldo Santos
BR 3 2:17
Duração total:
54:50

Internacional[editar | editar código-fonte]

A Viagem Internacional
Andréa Beltrão na capa do álbum
Trilha sonora de Vários Artistas
Lançamento Agosto de 1994
Gênero(s)
Duração 58:34
Idioma(s) inglês
Formato(s)
Gravadora(s) Som Livre
N.º TítuloCompositor(es)Artista(s) Duração
1. "I'm Your Puppet"  
Elton John & Paul Young 3:33
2. "Linger"  The Cranberries 4:31
3. "I'll Stand by You"  
The Pretenders 3:52
4. "Twist and Shout"  
Chaka Demus & Pliers com part. de Jack Radics e Taxi Gang 3:55
5. "My Love"  
  • Porter Howell
  • Brady Seals
  • Tommy Barnes
Little Texas 3:58
6. "Another Sad Love Song"  
Toni Braxton 4:50
7. "The Way I Feel"  
  • Peter Valentine
  • Jon Albrink
  • Jim Gatel
Twenty Seven Heavens 3:03
8. "Crazy"  Willie NelsonJulio Iglesias 3:16
9. "Why Worry"  Mark KnopflerArt Garfunkel 5:03
10. "I Miss You"  
  • Dee Dee Halligan
  • Junior Torello
  • Clyde Lieberman
Haddaway 4:12
11. "Can We Talk"  
Tevin Campbell 4:41
12. "Paradise"  Phillip MelegritoKorell 4:43
13. "Desperate Lovers" (part. Paulo Ricardo) Marta Sánchez e Paulo Ricardo 3:43
14. "I Need You"  Stevie BB.V.S.M.P. 4:31
Duração total:
58:34

Notas e referências

Notas

  1. Foram 167 capítulos exibidos, mas 160 capítulos escritos. Mesmo durante a Copa do Mundo de 1994 a novela não deixou de ser exibida, com alguns capítulos desmembrados e remanejados para outros horários, devido às mudanças na grade de programação impostas pelos jogos. Assim, foram exibidos os chamados "capítulos A", que eram desmembramentos feitos na edição de um único capítulo escrito pelo autor, e exibidos em dias diferentes. Desta forma, foram exibidos 7 "capítulos" adicionais: 37A, 46A, 61A, 67A, 70A, 74A e 78A.[2] (seção Bastidores)

Referências

  1. ‘A Viagem’: Canal VIVA, disponível nos EUA no Globoplay, traz de volta obra de Ivani Ribeiro
  2. a b c d e f g h i j k «A Viagem». Teledramaturgia. 17 de abril de 2019. Consultado em 17 de abril de 2019 
  3. «Alexandre volta à vida para pagar pecados». Folha de S.Paulo. 25 de setembro de 1994 
  4. «Autora assina adaptação de fábula espiritualista». Folha de S.Paulo. 10 de abril de 1994. Consultado em 14 de novembro de 2017 
  5. «Correram contra o tempo: 10 novelas que entraram no ar às pressas». TV História. 11 de agosto de 2021. Consultado em 25 de setembro de 2021 
  6. a b c «Christiane Torloni enganada, nomes trocados e mais: sete curiosidades sobre "A Viagem", disponível no streaming». GZH TV. 2 de agosto de 2021. Consultado em 25 de setembro de 2021 
  7. «Canal Viva reprisa Dancin Days em abril e adia volta de A Viagem». Notícias da TV. 23 de janeiro de 2014. Consultado em 25 de setembro de 2021 
  8. «Novela 'A Viagem' ganha data e horário de estreia no Canal Viva». UOL. 20 de julho de 2020. Consultado em 25 de setembro de 2021 
  9. «A Viagem detona explosão espírita». Folha de S. Paulo. 18 de setembro de 1994. Consultado em 14 de novembro de 2017 
  10. «Globo vai reprisar novela "A Viagem"». Folha Ilustrada. 27 de janeiro de 2006. Consultado em 30 de março de 2014 
  11. «TV Globo encerra a produção de novelas em DVD». JC. 13 de setembro de 2017. Consultado em 25 de setembro de 2021 
  12. «'A viagem' estreia no Globoplay; relembre novela sobre vida após a morte que foi sucesso de audiência». G1. Consultado em 2 de agosto de 2021