Cuca Legal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cuca Legal
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Comédia romântica
Duração 45 minutos
Criador(es) Marcos Rey[1][2]
Baseado em Boeing Boeing, Marc Camoletti
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Gonzaga Blota[3]
Oswaldo Loureiro[3]
Jardel Mello[3]
Elenco Francisco Cuoco[3]
Yoná Magalhães[3]
Suely Franco[3]
Françoise Forton[3]
Juca de Oliveira[3]
Hugo Carvana[3]
Rosamaria Murtinho[3]
Elza Gomes[3]
Mário Lago[3]
Sebastião Vasconcelos[3]
(Ver mais)
Tema de abertura Cuca Legal, Ha Ha Ha - Chico Batera[4][5]
Tema de encerramento Cuca Legal, Ha Ha Ha - Chico Batera[4][5]
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Transmissão original 27 de janeiro - 13 de junho de 1975
N.º de episódios 119[3]
Cronologia
Corrida do Ouro
Bravo!
Programas relacionados Boeing Boeing
Meu Rico Português

Cuca Legal foi uma telenovela brasileira produzida e exibida às 19 horas pela Rede Globo, entre 27 de janeiro e 13 de junho de 1975[3].

Escrita por Marcos Rey[1][2] e dirigida por Gonzaga Blota, Oswaldo Loureiro e Jardel Mello, substituiu Corrida do Ouro e foi substituída por Bravo!, totalizando 119 capítulos. Produzida em preto-e-branco, foi a 15ª "novela das sete" exibida pela emissora.

Teve Francisco Cuoco, Yoná Magalhães, Suely Franco, Françoise Forton, Mário Lago, Elza Gomes, Sebastião Vasconcelos, Suzana Faini, Ruy Rezende, Hugo Carvana, Rosamaria Murtinho e Juca de Oliveira nos papéis principais.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Ambientada no Rio de Janeiro, a trama gira em torno de Mário Barroso (Francisco Cuoco), um piloto de aviação solteirão que mantém relacionamento amoroso com três mulheres de diferentes classes sociais: Fátima (Yoná Magalhães), Irene (Suely Franco) e Virgínia (Françoise Forton). Embora acredite amar as três com a mesma intensidade, Mário não consegue decidir qual mulher seria capaz de dar-lhe um filho com a cuca legal[6][7]. Bem-sucedido na profissão mas emocionalmente inseguro, ele ainda mora com a mãe, Dalva (Elza Gomes), e passa as horas vagas em mesas de bar com o amigo do peito Jacaré (Hugo Carvana), um típico carioca bem-humorado.

Para escapar dos apuros em que vive se metendo, Mário conta com a ajuda da mãe, sua melhor conselheira. De fato, há mais de dez anos, Dalva atua como conselheira sentimental e astróloga em um programa de rádio que apresenta sob o pseudônimo de Madame Zaíde. Em casa, ela está sempre na companhia do velho amigo Aureliano Villaça (Mário Lago), um cavalheiro que se veste e se comporta como se ainda estivesse nos anos 30, fazendo constantes referências a ídolos e cenários do passado. Os dois amigos nutrem um amor platônico um pelo outro[8].

Fátima é a pobre viúva de um empregado da manutenção da empresa de aviação na qual Mário trabalha. Mora com sua irmã, a dona de casa Diva (Suzana Faini), que é casada com Albano (Ruy Rezende), um homem moralista e desempregado que passa todo o tempo livre na praia. Além disso, Fátima foi o primeiro amor do determinado publicitário Diego Pappalardo (Juca de Oliveira), disposto a reconquistá-la e tirar seu rival Mário do caminho. Diego vive com seu irmão, o ciumento advogado Franco Pappalardo (Rogério Fróes), casado com Elizabeth (Lady Francisco), conhecida profissionalmente como Berta Lammar, atriz circense afastada dos picadeiros que sonha, obsessivamente, em voltar à atividade. Tem como marca registrada o jeito extravagante de se vestir.

A outra pretendente é Irene, uma moça de classe média. Sonhadora e ingênua, Irene dá aulas particulares de piano, para compensar a fustração de não ter-se tornado uma pianista profissional. Ela é filha de José Aprígio Proença (Felipe Carone), um ex-chefe de honra dos escoteiros obcecado em promover a disciplina em todos os aspectos do cotidiano, a começar pela organização da vida doméstica. Ele atormenta a mulher, Alba (Miriam Pires), com suas exigências neuróticas, as quais ela aceita sem reclamar, mais preocupada com as dores de cabeça provocadas pela caçula, Maria Lúcia, a Lu (Elizângela), jovem cheia de vida e irresponsável. José ainda abriga a sua irmã Nilzete (Dorinha Duval), uma divertida costureira. Raquel (Chica Xavier) é outra personagem que acata as exigências de José. Doce e compreensiva, é empregada da famíliaanos e, por ter ajudado na criação das filhas do patrão, é a maior confidente de Irene e Lu.

E, por fim, Virgínia Viana, uma jovem e rica empresária obcecada com os rumos dos negócios do falecido pai. Mora numa linda mansão com sua mãe, a viúva e "desamparada" Joaquina, conhecida também como Kinu (Rosamaria Murtinho), que depois começa a se envolver com Mário, pretedente da filha. Kinu também é mãe de Dennis (Mário Cardoso), jovem aventureiro que está com noivado marcado com a esnobe Elaine (Fátima Freire), filha de Nestor Dias (Sebastião Vasconcelos), rico industrial apaixonado por Kinu.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator[9][10] Personagem[9][10]
Francisco Cuoco Mário Barroso
Yoná Magalhães Fátima
Suely Franco Irene Proença
Françoise Forton Virgínia Viana
Juca de Oliveira Diego Pappalardo
Hugo Carvana Celso Maranhão (Jacaré)
Rosamaria Murtinho Joaquina Viana (Kinu)
Sebastião Vasconcelos Nestor Dias
Elza Gomes Dalva Barroso / Madame Zaíde
Mário Lago Aureliano Villaça
Suzana Faini Diva
Ruy Rezende Albano
Elizângela Maria Lúcia Proença (Lu)
Luiz Armando Queiroz Cláudio
Felipe Carone José Aprígio Proença
Miriam Pires Alba Proença
Rogério Fróes Franco Pappalardo
Lady Francisco Elizabeth Pappalardo / Berta Lammar
Dorinha Duval Nilzete Proença
Herval Rossano Fausto
Chica Xavier Raquel
Mário Cardoso Dennis Viana
Fátima Freire Elaine Dias
Dary Reis Durval
Cleyde Blota Beatriz
Edson Silva Villaboim
Luiz Magnelli Edgar Brandão
Vinícius Salvatori Ivo
Pedro Farah Gente Fina

Elenco de apoio[10][editar | editar código-fonte]

  • Ana Cristina Farias – Lígia
  • Dudu Continentino – Ivonete
  • Eliéser Gomes - Olindo
  • Georgiana de Moraes - Martita
  • Marcelo Gomes - Rubinho
  • Mário Petraglia – Ricardo
  • Rita de Cássia - Tuca

Galeria[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[4][5][editar | editar código-fonte]

Cuca Legal - Nacional
Trilha sonora de Vários intérpretes
Lançamento 1975
Gênero(s) Vários
Formato(s) LP, K7
Gravadora(s) Som Livre[4][5]
Produção Eustáquio Sena[5]
João Araújo[5]
Júlio Medaglia[5]

Capa : logotipo da novela

  1. Não Me Pergunte Mais - Betinho
  2. Rei do Mar - Djavan
  3. Tiu Ru-Ru - Chico Batera
  4. Retalhos e Remendos - Rick Ferreira
  5. Pelas Nuvens - Coral Som Livre
  6. Cuca Legal, Ha Ha Ha - Chico Batera (abertura)
  7. Linha do Horizonte - Azymuth
  8. Valsinha Azul - Orquestra Som Livre
  9. Terceiro Ato - Antônio Carlos & Jocafi
  10. Adolescentes - Coral Som Livre
  11. Lero-Lero Social - Carlos Thiago
  12. Canção Para Um Quase Amor - Orquestra Som Livre
  13. Tanto Amor Nunca Mais - Luciene Franco

Internacional[4][5][editar | editar código-fonte]

Cuca Legal - Internacional
Trilha sonora de Vários intérpretes
Lançamento 1975
Gênero(s) Vários
Formato(s) LP, K7
Gravadora(s) Som Livre[4][5]
Produção Eustáquio Sena[5]
João Araújo[5]
Júlio Medaglia[5]

Capa : logotipo da novela

  1. One Day In Your Life - Jackson Five
  2. I'll be Holding On - All Downing
  3. More Than You Know - Chrystian
  4. Castles - The Futures
  5. We Can't Make Love Tonight - Terry Winter
  6. Boogie On Reggae Woman - Stevie Wonder
  7. If I Ever Lose This Heaven - Sérgio Mendes e Brazil' 77
  8. The Miracle - The Stylistics
  9. Love You Just As Long As I Can - Free Spirit
  10. It's My First Day Without You - Dennis Yost & The Classics IV
  11. Keep On Keepin' On - The Miracles
  12. I'm Prisoner - Paul Jones
  13. Let Me Be Forever - Steve Feldman
  14. Black Soul - Airto Fogo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Marcos Rey:Televisão». MarcosRey.com. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  2. a b «Marcos Rey - Teledramaturgia». Teledramaturgia. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  3. a b c d e f g h i j k l m n o «Cuca Legal - Teledramaturgia». Teledramaturgia. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  4. a b c d e f «Cuca Legal - Trilha Sonora». Teledramaturgia. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  5. a b c d e f g h i j k l «Trilha Sonora de 'Cuca Legal'». Memória Globo. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  6. «Cuca Legal - Trama Principal». Memória Globo. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  7. «Cuca Legal - Sinopse». Teledramaturgia. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  8. «Cuca Legal - Trama Paralela: Dalva & Aureliano». Memória Globo. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  9. a b «Ficha técnica». Memória Globo. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  10. a b c «Cuca Legal - Elenco». Teledramaturgia. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  11. a b c d e «Cuca Legal - Curiosidades». Memória Globo. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  12. a b c d Paulo Senna. «Cuca Legal - 1975 - Nostalgia:O Globo». Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  13. a b c «Cuca Legal - Bastidores». Teledramaturgia. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.