Lady Francisco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lady Francisco
Lady Francisco no 25º Prêmio da Música Brasileira
Nome completo Leyde Chuquer Volla Borelli Francisco de Bourbon
Nascimento 7 de janeiro de 1935 (82 anos)
Belo Horizonte,  Minas Gerais
Ocupação Atriz
Produtora
Diretora
Atividade 1959 - presente
Cônjuge Nardo Vanucci (1984-199?)
IMDb: (inglês)

Leyde Chuquer Volla Borelli Francisco de Bourbon (Belo Horizonte, 7 de janeiro de 1940[1]), mais conhecida como Lady Francisco é uma atriz, produtora e diretora brasileira.

lançou em 2004 o livro autobiográfico Nunca fui santa.[2] Em 2010, quis se candidatar a política em prol dos direitos dos animais e dos portadores de deficiência mental e apoiando a terceira idade contra o preconceito racial e a homofobia.[3] [4]

Em 2017, após o controverso caso de assédio sexual envolvendo o ator José Mayer e uma figurinista da Globo, Lady Francisco revelou que há várias décadas, já foi estuprada por um diretor "muito conhecido" da emissora.[5]

Carreira artística[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2015 República do Peru Arlete[6]
Totalmente Demais Fátima[7]
2014 Geração Brasil Marlene[8]
2013 Saramandaia Silmara, a Mulher Barbada[9]
Louco por Elas Loretta
2012 Cheias de Charme Madame Kastrup
2009 Chamas da Vida Safira
2007 Duas Caras Odete
2005 Alma Gêmea Generosa
2000 Marcas da Paixão Marinalva
1998 Por Amor Madame Consuelo
1997 O Amor Está no Ar Candoca Guimarães Ribeiro (Candê)
1995 Explode Coração Carmem
1992 As Noivas de Copacabana Dona da pensão onde Maryrose morava
1990 Barriga de Aluguel Yara
1984 Transas e Caretas Liana
1983 Louco Amor Gisela
1981 Baila Comigo Ondina
1979-1982 Os Trapalhões Várias Personagens
1979 Marron Glacê Eleonora
Plantão de Polícia[10]
1978 Pecado Rasgado Helena / Wânia
O Pulo do Gato Regina
1977 Locomotivas Carla Lambrini
1976 Escrava Isaura Juliana
O Feijão e o Sonho Tude
1975 Pecado Capital Rose
Cuca Legal Berta Lammar
1972 Jerônimo, o Herói do Sertão Suzana / Ana Beatriz

No cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2017 Goitaca Mãe Ci/Iara - Mãe d'água
2010 A Casa Errada Velha[11]
1987 Sexo Selvagem dos Filhos da Noite
1985 O Verdadeiro Amante Sexual Marta[12]
1984 Amenic - Entre o Discurso e a Prática
Aguenta, Coração Tutuca
1982 Punk's - Os Filhos da Noite
Profissão Mulher Vera
1981 Anjos do Sexo Lourdes[13]
Rapazes da Calçada Luís[14]
1979 Uma Estranha História de Amor Mônica[15]
Viúvas Precisam de Consolo Dolores[16]
O Preço do Prazer
Os Foragidos da Violência Paula[17]
1978 Os Melhores Momentos da Pornochanchada
Desejo Violento
1977 Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia Lígia[18]
O Crime do Zé Bigorna Marlene[19]
1975 Com as Calças na Mão Mulher no Bar
O Roubo das Calcinhas Kátia
O Padre que Queria Pecar Mulher do Síndico[20]
As Deliciosas Traições do Amor
Os Maníacos Eróticos
As Loucuras de um Sedutor
1974 Um Varão entre as Mulheres

Referências

  1. Marcelino, Adilson. «Lady Francisco». Mulheres do Cinema Brasileiro. Consultado em 24 de novembro de 2014 
  2. «A semana». Revista IstoÉ. 20 de outubro de 2004. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  3. «Atriz Lady Francisco quer virar política para proteger animais e idosos». Terra 
  4. «Fala vizinho: Lady Francisco». Jornal Copacabana. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  5. «Quem acreditaria em mim?', diz Lady Francisco sobre estupro por diretor de TV». Diário de Pernambuco. Consultado em 28 de abril de 2017 
  6. «Nasce a República». TV Brasil. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  7. «Eliza (Marina Ruy Barbosa) consegue encontrar a pensão de Fátima (Lady Francisco) seguindo as instruções de Bino (Stênio Garcia), na novela 'Totalmente Demais'». PurePeople.com. Consultado em 2 de Agosto de 2016 
  8. «Daisy Lúcidi e Lady Francisco voltarão em 'Geração Brasil». O Globo. Consultado em 7 de novembro de 2016 
  9. «Saramandaia termina com recorde de efeitos especiais». Tribuna do Norte. Consultado em 7 de novembro de 2016 
  10. «Plantão de Polícia». Memória Globo. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  11. «A Casa Errada». Correio do Povo. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  12. «O Verdadeiro Amante Sexual». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  13. «Anjos do Sexo». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  14. «Rapazes da Calçada». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  15. «Uma Estranha História de Amor». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  16. «Viúvas Precisam de Consolo». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  17. «Os Foragidos da Violência». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  18. «Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  19. «O Crime do Zé Bigorna». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  20. «O Padre Que Queria Pecar». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Lady Francisco
Precedida por:
Zezé Motta
por Xica da Silva
Troféu Candango de Melhor Atriz
por O Crime do Zé Bigorna

1977
Sucedida por:
Anecy Rocha
por A Lira do Delírio
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.