Mariah Teixeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mariah Teixeira
Nome completo Mariah Teixeira
Nascimento 14 de janeiro de 1985 (37 anos)
João Pessoa, PB
Nacionalidade brasileira

Mariah Teixeira (João Pessoa, 14 de Janeiro de 1985) é uma atriz e diretora brasileira. Ganhou notoriedade após interpretar a personagem Auxiliadora em Baixio das Bestas, papel que lhe rendeu o Candango de Melhor Atriz no Festival de Brasília.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mariah nasceu no dia 14 de Janeiro em João Pessoa na Paraíba. É filha do escritor e ator paraibano Tavinho Teixeira, onde foi uma das grandes inspirações para Mariah entrar no mundo dramático.

Se mudou para o Rio de Janeiro quando tinha apenas 16 anos, para cursar teatro na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), continuou morando na cidade por 5 anos e voltou a morar em João Pessoa. Depois de um ano, mudou-se para o Rio novamente para dar continuidade aos estudos.

Em Janeiro de 2006, recebeu uma ligação da produção do longa Baixio das Bestas e foi aprovada em pouco tempo para participar do elenco. A produção procurava pessoas que fossem maiores de idade, mas que apresentassem uma fisionomia de uma pessoa de 16 anos, e Mariah se encaixou perfeitamente neste perfil após mandar vídeos se apresentando para a produção. Em poucos dias estava em Recife fazendo mais testes para o filme, que foi a sua primeira atuação no cinema. No longa, ela faz o papel de Auxiliadora, interpretação que lhe rendeu o Troféu Candango de Melhor Atriz no Festival de Brasília de 2006.[2][3][4]

Depois de sua estreia, atuou em diversos outros filmes, como o longa Se nada mais der certo, dirigido por José Eduardo Belmonte em 2008, e o curta Lembrança, de Maurício Osaki, feito em 2009 e premiado no Festival de Brasília. Ainda fez uma participação em Corpo presente, de 2011, e protagonizou um filme dirigido por seu pai, Tavinho Teixeira, o longa Luzeiro volante, de 2013.[4] Os dois atuaram juntos em Sol Alegria, filme de tom libertário e anárquico também dirigido por Tavinho lançado em 2018.[5][6]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2016 Justiça Ariel [7]
2020 Onde Está Meu Coração Anjo [8]

Cinema[9][editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2006 Baixio das Bestas Auxiliadora
2008 Se Nada Mais Der Certo Fiscal de Luz
2009 Lembrança Amiga Curta-metragem
2010 Quinteto de Cordas
2011 Luzeiro Volante Mochileira
2013 Corpo Presente Prostituta
2016 Cães Famintos Vizinha
2018 Sol Alegria Filha [5][10]
Reforma Flávia Curta-metragem
Relações Elétricas Filha
2019 Tempestade
Misteria
2020 Rafameia Carmem[11]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Peças
Ano Título Personagem Notas Ref
2006 A Frente Fria Que a Chuva Trás Direção de Caco Ciocler produção de Mario Bortolotto do grupo 'Nós do Morro' [12]
2007 Não Olhe Agora Com Coletivo Improviso [13]

Referências

  1. Erika Azevedo; O Globo Online (10 de maio de 2007). «Mariah Teixeira é a revelação de 'Baixio das Bestas'». Consultado em 15 de junho de 2013 
  2. Erika Azevedo; O Globo Online (10 de maio de 2007). «Mariah Teixeira é a revelação de 'Baixio das Bestas'». Consultado em 15 de junho de 2013 
  3. Jornal do Brasil. «A Atriz Mariah Teixeira se divide entre o teatro e o cinema». Consultado em 15 de junho de 2013 
  4. a b «Mariah Teixeira». Mulheres do Cinema Brasileiro. 2020. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  5. a b «Cine Ceará 2018: O sonho de um novo cinema marginal em Sol Alegria». Adoro Cinema. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  6. «Sol Alegria - Crítica». Papo de Cinema. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  7. «Mariah Teixeira - Atriz em Justiça». gshow. Justiça. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  8. «Onde Está Meu Coração: conheça a história e o elenco da nova estreia do Globoplay». observatoriodatv.uol.com.br. Consultado em 16 de maio de 2022 
  9. «Mulheres do Cinema Brasileiro - Mariah Teixeira». Consultado em 16 de maio de 2022. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  10. «sol alegria». Semana de Cinema. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  11. «Curta Paraibano estreia mundial no festival Olhar de Cinema 2020». parlamentopb.com.br. Consultado em 16 de maio de 2022 
  12. «Mulheres do Cinema Brasileiro - Mariah Teixeira». Consultado em 15 de junho de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  13. «Mariah Teixeira». Consultado em 15 de junho de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.