Irene Stefânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Irene Stefânia
Nascimento 10 de março de 1944
São Paulo
Nacionalidade brasileira
Morte 5 de janeiro de 2017 (72 anos)[1]
São Paulo
Ocupação Atriz, psicóloga
Atividade 1966-2017

Irene Stefânia (São Paulo, 10 de março de 1944São Paulo, 5 de janeiro de 2017) foi uma atriz brasileira.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Irene estudou filosofia, mas desistiu do curso após mudar-se para a cidade de São Paulo. Também estudou música clássica.[3] Em 1966, estreou no cinema, já como protagonista, em O Mundo Alegre de Helô[4] , de Carlos Alberto de Souza Barros. Desde então, foram mais de 20 filmes, principalmente nos anos de 1960 e 1970.

Um dos poucos profissionais brasileiros dedicado exclusivamente ao cinema, fez apenas três telenovelas: Tempo de viver (1972), Supermanoela (1974) e Música ao longe (1982).[3]

Com Leila Diniz, fez três filmes: Fome de amor e Asyllo muito louco, ambos de Nelson Pereira dos Santos, e Os paqueras (1969) de Reginaldo Faria.

Irene trabalhou também com Sylvio Back, em seu longa-metragem de estreia, Lance maior, de 1968.[3] Em 1978 fez a pornochanchada Damas do Prazer e só voltaria às telas nove anos depois, em Anjos do arrabalde, de Carlos Reichenbach. Abandonou a carreira, se afastou da mídia e se tornou terapeuta[5].

No dia 18 de dezembro de 2016, Irene sofreu um AVC e permaneceu internada até o seu falecimento em 05 de janeiro de 2017. A morte da atriz foi confirmada por Ivan Cabral, fundador da companhia Os Satyros, e amigo pessoal da atriz.[6]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

No Cinema
Ano Título Personagem
2008 O Signo da Cidade Isadora[7][8]
1987 Anjos do arrabalde Carmo
1978 Damas do Prazer Prostituta
1974 Amor e medo Olívia
1973 Nem Santa, nem donzela [9]
1971 O Doce Esporte do Sexo
Mãos Vazias
1970 Azyllo Muito Louco Amante de Porfírio
Cléo e Daniel Cléo
O Donzelo
É Simonal Ana Cristina
1969 As Armas Luiza
A cama ao alcance de todos Enfermeira
Os paqueras Margarete
1968 Fome de amor Mariana
A doce mulher amada Carolina
Lance maior Neusa
1967 Garota de Ipanema Regina
O Mundo Alegre de Helô Helô
Na Televisão
Ano Título Personagem
2009 Além do Horizonte Dona Tristeza
1982 Música ao Longe Clemência
1974 Supermanoela Laurita Bueno[10]
1972 Tempo de Viver Ana (Aninha)
No Teatro
Ano Título
2006 De Profundi
Cachorro
2005 A Verdadeira História do Astronauta, sua mãe e o Carrasco
2004 Kaspar Hauser
2003 Antígona
2001 Playground,

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Pereira, Germano, Irene Stefânia: arte e psicoterapia - Coleção Aplauso - Editora Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. ISBN 85-7060-233-2.

Referências

  1. «Morre atriz Irene Stefânia, uma das estrelas dos anos 60». correio24horas. 9 de janeiro de 2017. Consultado em 10 de janeiro de 2017 
  2. Morre a atriz Irene Stefânia, musa do cinema brasileiro da década de 1960 O Sul
  3. a b c Adilson Marcelino. «Irene Stefânia». Mulheres do Cinema Brasileiro. Consultado em 10 de janeiro de 2017 
  4. «O Mundo Alegre de Helô». Adoro Cinema. Consultado em 4 de março de 2017 
  5. http://cultura.estadao.com.br/noticias/cinema,morre-irene-stefania-a-luminosa-estrela-dos-anos-60,10000098881
  6. «Morre aos 72 anos a atriz Irene Stefânia, do filme 'Fome de Amor'». Folha de S.Paulo. 9 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de fevereiro de 2017 
  7. «O Signo da Cidade: Elenco». AdoroCinema. Consultado em 2 de novembro de 2016 
  8. «O Signo da Cidade - Ficha Técnica». Academia Brasileira de Cinema. Consultado em 2 de novembro de 2016 
  9. Cinemateca Brasileira Nem Santa, nem Donzela [em linha]
  10. «Supermanoela». Memória Globo. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço relacionado ao projeto entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.