Irene Stefânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde Maio de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Irene Stefânia
Nascimento 1948 (66 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade  brasileira
IMDb: (inglês) (português)

Irene Stefânia (São Paulo, 1948), é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Irene estudou filosofia e música clássica. Em 1966, estréia no cinema, já como protagonista, em O alegre mundo de Helô, de Carlos Alberto de Souza Barros. Desde então, já foram mais de 20 filmes, sempre com talento e encantando com sua beleza, principalmente nos anos 60 e 70.

Um dos poucos profissionais brasileiros dedicado exclusivamente ao cinema, fez apenas três telenovelas: Tempo de viver (1972), Supermanoela (1974) e Música ao longe (1982).

Com outra musa do cinema, Leila Diniz, fez tres filmes: Fome de amor e Asyllo muito louco, ambos de Nelson Pereira dos Santos,e Os paqueras (1969).... (Reginaldo Faria.)

Irene trabalharia também com Sylvio Back, em seu longa-metragem de estréia (Lance maior, 1968). Em 1978 faz a pornochanchada Damas do prazer e só voltaria às telas nove anos depois, no laureado Anjos do arrabalde, de Carlos Reichenbach.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cinemateca Brasileira Nem Santa, nem Donzela [em linha]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.