Herval Rossano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Herval Rossano
Nome completo Herval Abreu Pais
Nascimento 23 de abril de 1935
Campos dos Goytacazes,  Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Morte 9 de maio de 2007 (72 anos)
São Paulo,  São Paulo
Ocupação ator e diretor
Cônjuge Bibi Ferreira (1956-1958)
Doris Guerrero (1960-1976)
Nívea Maria (1976 - 2003)
Mayara Magri (2005 - 2007)
Página oficial
IMDb: (inglês)

Herval Rossano, nome artístico de Herval Abreu Pais (Campos dos Goytacazes, 23 de abril de 1935São Paulo, 9 de maio de 2007), foi um ator e diretor de televisão brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi ator de cinema, e seu primeiro filme foi Luzes nas Sombras em 1952, no qual fez uma participação muito pequena. Apesar dos papéis pequenos em filmes, e de ganhar pouco, participava de dois filmes por ano. Logo, passou a pertencer ao elenco fixo da Multifilmes, chegando a galã de Eva Wilma, e trabalhando ao lado de Procópio Ferreira e Maria Vidal.

É o diretor brasileiro de televisão com o maior número de telenovelas vendidas para o exterior. Viveu no Chile por cinco anos. Foi diretor no Canal 13 da Universidade Católica do Chile.

Dirigiu telenovelas de época, de sucesso e marcos da televisão, como Escrava Isaura, primeira versão da Rede Globo. Cabocla, A Sucessora, Maria, Maria, A Moreninha, todas na Rede Globo, e Dona Beija, na Rede Manchete.

Em 1977, substituiu o ator Rogério Fróes que, por problemas de saúde, não pôde atuar em À Sombra dos Laranjais, acumulando as funções de protagonista e diretor da telenovela.

Seus últimos trabalhos foram a nova versão de A Escrava Isaura, na TV Record e Cristal, no SBT. Acabou destituído da Direção Geral de Teledramaturgia do SBT, devido a seu estado de saúde, sendo substituído por David Grimberg.

Na Rede Bandeirantes, chegou a ser contratado para dirigir a novela Paixões Proibidas, mas ele e a autora contratada, Ana Maria Moretzsohn, deixaram a emissora antes mesmo do início das gravações, sendo substituídos por Ignácio Coqueiro e Aimar Labaki, respectivamente.

Foi casado com a cantora chilena Doris Guerrero, da dupla Doris & Rossie. Depois, com a atriz Nívea Maria, por vinte e sete anos. Desde 2005, era casado com a atriz Mayara Magri.

Teve quatro filhos: Vanessa, com a atriz Nívea Maria; e Elizabeth, Henrique e Herval Abreu, com a cantora Doris Guerrero. O último seguiu seus passos e hoje é diretor de telenovelas em Santiago do Chile

Herval Rossano faleceu em 9 de maio de 2007, enquanto dormia, aos 72 anos de idade, e foi cremado no Crematório da Vila Alpina, na cidade de São Paulo.[1]

Atuação artística[editar | editar código-fonte]

Como ator[editar | editar código-fonte]

No cinema
Na televisão

Como diretor[editar | editar código-fonte]

Supervisão de direção

Como autor de libreto[editar | editar código-fonte]

  • 1975 - Na roda vida da vida - Caso especial.
  • 1991 - O portador - minissérie - em conjunto com José Antonio de Souza.

Referências

  1. «Morre o ator e diretor Herval Rossano». G1. 9 de maio de 2007. Consultado em 3 de maio de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]