Aimar Labaki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Aimar Labaki (8 de dezembro de 1960) é dramaturgo, diretor, roteirista, ensaísta e tradutor brasileiro.

Como autor teatral escreveu Tudo de Novo no Front, por ele dirigida em 1992, Vermouth, direção de Gianni Ratto, 1998; A Boa (publicado pela editora Boitempo em 1999), direção de Ivan Feijó, 1999; Pirata na Linha, 2000; e Motorboy, 2001, infanto-juvenis dirigidos por Debora Dubois, "Fala" in "A Putanesca", direção de Marco Antônio Rodrigues, 2002; "Poda/"Una Notte Intera", direção de Débora Dubois, no Festival Intercity, Florença, Itália, 2004 - e , com o título " Campo de Provas", dirigido por Gilberto Gavronski, RJ, 2007; "Vestígios", direção de Roberto Alvim, RJ, 2005; "O Anjo do Pavilhão Cinco", baseado em inédito de Dráuzio Varella, dirigido por Emílio de Biasi, 2006;"Miranda e a Cidade", direção de Rodrigo Matheus, 2008: "MSTesão", dirigido por ele mesmo, 2008 e "Marlene Dietrich- As Pernas do Século" (direção de William Pereira, Rio). Entre as inéditas constam: Allegro Ma Non Troppo e "O Gancho",ambas de 1996; VagaBunda ou Renée, 2000, e Babado Forte, baseada no livro de Erika Palomino, 2001 .

Escreveu as telenovelas Zazá (1997) e Quem é você? (1996) em colaboração com Lauro César Muniz.

Escreveu o documentário Brasil 500 – A Mostra do Redescobrimento (TV/2000). Foi roteirista do programa de televisão Cine Conhecimento (1998-2003).

Participou da adaptação da novela Seus Olhos veiculada no SBT.

Em 2006 e 2007, escreveu a telenovela Paixões Proibidas na TV Bandeirantes, livremente baseada nas obras Amor de Perdição e Mistérios de Lisboa de Camilo Castelo Branco.

Em 2006, dirigiu, traduziu e adaptou "Prego na Testa", a partir do texto "Pounding Nails in The Floor With My Forehead" de Eric Bogosian. Espetáculo solo de Hugo Possolo, produzido pelos Parlapatões.

Em 2007 dirigiu a peça A Graça da Vida. No elenco: Nathalia Timberg, Graziella Moretto, Emílio Orciollo Netto, Fábio Azevedo, Ênio Gonçalves, Eliana Rocha, Clara Carvalho em São Paulo.

Em 2008, escreveu e dirigiu a peça MSTesão, com Luciana Domschke, Augusto Pompeo, Mario Cesar Carmargo e Murillo Carraro.

Em 2010, escreveu "Marlene Dietrich, As Pernas do Século", que estreou no Rio, com direção de William Pereira, estrelada por Sylvia Bandeira. A peça chegou a São Paulo em março de 2012.

É co-autor da telenovela Poder Paralelo da Rede Record.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

No teatro[editar | editar código-fonte]

Como autor e diretor[editar | editar código-fonte]

  • depois de trabalhar no teatro 1950

trabalhou como autor e diretor 1975

Como autor[editar | editar código-fonte]

  • "Tudo de Novo No Front" - direção de Aimar Labaki (1992)
  • Vermouth - direção de Gianni Ratto (1998)
  • A Boa, direção de Ivan Feijó (1999)
  • Pirata na Linha (2000) dirigido por Débora Dubois
  • Motorboy (2001) dirigido por Débora Dubois
  • "Fala" ( 2002) in Á Putanesca, direção de Marco Antônio Rodrigues
  • "Poda/Una Notte Intera" ( 2004). Direção de Débora Dubois.
  • "Vestígios". (2005) Direção de Roberto Alvim.RJ.
  • "O Anjo do Pavilhão Cinco"(2006). Baseado em original de Dráuzio Varella. Direção de Emílio di Biasi.
  • "Poda/Campo de Provas" ( 2007. Direção de Gilberto Gavronski. RJ.
  • "Miranda e a Cidade" (2008) . Direção de Rodrigo Matheus.
  • "Marlene Dietrich - As Pernas do Século" (2010). Direção de William Pereira ( RJ em 2011 e SP em 2012)

Como diretor, tradutor e adaptador

  • "Prego na Testa".(2005) De Eric Bogosian. Com Hugo Possolo.

Como diretor, tradutor e dramaturgo[editar | editar código-fonte]

Como diretor "Prova de Fogo" de Consuelo de Castro. Montado no prédio da Maria Antônia, antes da reforma, logo após ser devolvido à USP.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.