Claudia Lage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Claudia Lage
Nascimento
Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade brasileira
Ocupação escritora
Carreira musical
Período musical 2000 - presente

Claudia Lage Flores Menezes é uma escritora brasileira.

Venceu os concursos de contos Rio Arte Stanislaw Ponte Preta (em 1996, com A hora do galo) e Guimarães Rosa/Radio França Internacional (em 2001, com Uma alegria)[1].

Seu romance Mundos de Eufrásia foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura de 2010 na categoria Autor Estreante[2].

Na televisão, foi uma das autoras de Lado a Lado (em parceria com João Ximenes Braga), que em 2013 conquistou o Prêmio Emmy Internacional de melhor telenovela.[3].

Obras[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

  • 2000 - A pequena morte e outras naturezas (Record)
  • 2009 - Mundos de Eufrásia (Record)
  • 2013 - Labirinto da palavra (Record)

Ensaio[editar | editar código-fonte]

  • 2001 - Língua e Literatura: uma questão de educação?, com Cyana Leahy-Dios (Papirus)

Telenovela[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lage, Claudia (1970). Enciclopédia Itaú Cultural de Literatura Brasileira
  2. In Eufrasia’s Word. Machado de Assis Magazine year 1 #4 (em inglês)
  3. Claudia Lage: Uma militante das palavras. O Globo, 13 de novembro de 2013
  4. Gshow (14 de agosto de 2012). «Claudia Lage e João Ximenes Braga estreiam como autores em Lado a Lado». Bastidores - Lado a Lado. Consultado em 18 de junho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Claudia Lage Flores Menezes; Julio Cesar Valladao Diniz (14 de julho de 2004). «Por Uma Literatura Sem Pudor». Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Consultado em 14 de julho de 2012 
  • Claudia Lage - Blog da autora