Ody Fraga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ody Fraga
Marisa Woodward e Ody Fraga durante as filmagens de "Adultério: As Regras do Jogo", 1974.
Nascimento 15 de outubro de 1927
Florianópolis, SC
Nacionalidade brasileiro
Morte 4 de setembro de 1987 (59 anos)
São Paulo, SP
Ocupação Diretor de cinema, roteirista e autor de telenovelas

Ody Fraga (Florianópolis, 15 de outubro de 1927São Paulo, 4 de setembro de 1987) foi um diretor de cinema, roteirista e autor de telenovelas brasileiro.[1]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Como diretor[editar | editar código-fonte]

  • 1966 - O Diabo de Vila Velha [2]
  • 1967 - Vidas Nuas
  • 1974 - Adultério, as Regras do Jogo
  • 1974 - Macho e Fêmea
  • 1975 - Amantes, Amanhã se Houver Sol
  • 1975 - O Sexo Mora ao Lado
  • 1976 - Quem É o Pai da Criança?
  • 1978 - Reformatório das Depravadas
  • 1978 - Terapia do Sexo
  • 1979 - A Dama da Zona
  • 1979 - E Agora José? - Tortura do Sexo
  • 1980 - A Noite das Taras
  • 1980 - Palácio de Vênus
  • 1981 - A Fêmea do Mar
  • 1981 - A Filha de Calígula
  • 1981 - Aqui, Tarados!
  • 1981 - O Sexo Nosso de Cada Dia
  • 1982 - A Noite das Taras II
  • 1982 - As Gatas, Mulheres de Aluguel
  • 1982 - Fome de Sexo
  • 1982 - Mulher Tentação
  • 1984 - Erótica, a Fêmea Sensual
  • 1984 - Tentação na Cama
  • 1985 - Senta no Meu, que Eu Entro na Tua
  • 1986 - Mulheres Taradas por Animais

Como roterista[editar | editar código-fonte]

  • 1960 - Conceição
  • 1966 - O Diabo de Vila Velha
  • 1967 - Amor na Selva
  • 1967 - O Cabeleira
  • 1967 - Vidas Nuas
  • 1974 - Adultério, as Regras do Jogo
  • 1974 - Macho e Fêmea
  • 1974 - O Exorcista de Mulheres
  • 1974 - O Signo de Escorpião
  • 1974 - Pensionato de Mulheres
  • 1975 - Amantes, Amanhã Se Houver Sol
  • 1975 - O Sexo Mora ao Lado
  • 1976 - Excitação
  • 1976 - O Mulherengo
  • 1976 - Possuídas pelo Pecado
  • 1976 - Quem É o Pai da Criança?
  • 1977 - As Trapalhadas de Dom Quixote e Sancho Pança
  • 1977 - Dezenove Mulheres e Um Homem
  • 1978 - Damas do Prazer
  • 1978 - Ninfas Diabólicas
  • 1978 - Reformatório das Depravadas
  • 1978 - Terapia do Sexo
  • 1979 - A Dama da Zona
  • 1979 - Bandido, Fúria do Sexo
  • 1979 - Desejo Selvagem
  • 1979 - E Agora José? - Tortura do Sexo
  • 1979 - Eu Compro Essa Virgem
  • 1979 - Histórias que Nossas Babás não Contavam
  • 1979 - Mulher, Mulher
  • 1979 - O Guarani
  • 1979 - Sexo Selvagem
  • 1980 - A Noite das Taras
  • 1980 - Bacanal (filme)
  • 1980 - Bordel - Noites Proibidas
  • 1980 - Corpo Devasso
  • 1980 - Palácio de Vênus
  • 1981 - A Fêmea do Mar
  • 1981 - A Filha de Calígula
  • 1981 - Anarquia Sexual
  • 1981 - Aqui, Tarados!
  • 1981 - O Sexo Nosso de Cada Dia
  • 1981 - Pornô!
  • 1982 - A Noite das Taras II
  • 1982 - As Gatas, Mulheres de Aluguel
  • 1982 - As Seis Mulheres de Adão
  • 1982 - Fome de Sexo
  • 1982 - Mulher Tentação
  • 1982 - Viúvas Eróticas
  • 1982 - A Fábrica das Camisinhas
  • 1982 - O Prazer do Sexo

Trabalhos na televisão[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Nuno Cesar Abreu (abril de 1984). «O roteiro comercial: Entrevista de Ody Fraga a Nuno Cesar Abreu» (PDF). Revista Filme Cultura, nº 43, páginas 33 a 37. Consultado em 28 de agosto de 2020 
  2. Salvyno Cavalcanti de Paiva (11 de maio de 1966). «Cinema: O Diabo de Vila Velha». Correio da Manhã, ano LXV, edição 22421, 2º Caderno, página 2/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 28 de agosto de 2020 
  3. Nilson Xavier. «Vendaval». Teledramaturgia. Consultado em 28 de agosto de 2020 
  4. Nilson Xavier. «Bel-Ami». Teledramaturgia. Consultado em 28 de agosto de 2020 
  5. Nilson Xavier. «O Preço de um Homem». Teledramaturgia. Consultado em 28 de agosto de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cineasta é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.