Leonor Bassères

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Leonor Bassères
Nascimento 15 de dezembro de 1926
Rio de Janeiro, RJ
Morte 29 de janeiro de 2004 (77 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação Escritora, jornalista, e telenovelista

Leonor Bassères (Rio de Janeiro, 15 de dezembro de 1926 — Rio de Janeiro, 29 de janeiro de 2004) foi uma escritora de literatura infanto-juvenil, jornalista, crítica literária, professora de línguas e autora de telenovelas brasileira.

Escreveu 16 livros juvenis de aventura, a partir da década de 1950, sendo também ghost-writer de várias celebridades.

Em 1980 foi convidada por Gilberto Braga para transformar sua telenovela Água-Viva em livro, lançado pela editora Record no mesmo ano, o que inciou uma parceria de sucesso. Leonor foi co-autora de Gilberto Braga em todos os seus trabalhos posteriores, sendo os principais:"Vale Tudo", "O Dono do Mundo", "Labirinto", "Pátria Minha" e "Celebridade".

Como autora principal, Leonor escreveu, em 1990, a telenovela Mico Preto, em parceria com Euclydes Marinho e Ricardo Linhares. Também com Ricardo, foi co-autora de Meu Bem Querer, em 1998. Em meados de 2003, apesar de ter descoberto um câncer no pulmão, continuou a escrever a novela Celebridade. A doença acabou por matá-la, aos 78 anos. Celebridade se encerrou com uma mensagem homenageando Leonor Bassères.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Escalação Parceiros Titulares Emissora
2003 Celebridade Co-autora Gilberto Braga Rede Globo
1998 Labirinto Colaboradora
Meu Bem Querer Ricardo Linhares
1994 Pátria Minha Gilberto Braga
1991 O Dono do Mundo Co-autoria
1990 Mico Preto Autora Principal Marcílio Moraes
Euclydes Marinho
1988 O Primo Basílio Gilberto Braga
Vale Tudo Gilberto Braga
Aguinaldo Silva
1984 Corpo a Corpo Colaboradora Gilberto Braga
1983 Louco Amor
1981 Brilhante
1980 Água Viva Gilberto Braga
Manoel Carlos
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.