Saltar para o conteúdo

Corpo a Corpo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Se procura a técnica de combate, veja Combate corpo a corpo.
Corpo a Corpo
Corpo a Corpo
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero drama
romance
Duração 60 minutos
Criador(es) Gilberto Braga
Elenco
País de origem Brasil
Idioma original português
Episódios 179
Produção
Diretor(es) Dennis Carvalho
Produtor(es) Evaldo Lemos
Sergio Madureira
Teresa Helena De Carli
Roteirista(s) Gilberto Braga
Leonor Bassères
Tema de abertura "Tão Beata, Tão à Toa", Marina Lima
Composto por Naïla Skorpio
Guto Graça Mello
Tema de encerramento "Tão Beata, Tão à Toa", Marina Lima
Empresa(s) produtora(s) TV Globo
Exibição
Emissora original TV Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Formato de áudio monaural
Transmissão original 26 de novembro de 1984 – 21 de junho de 1985
Cronologia
Partido Alto
Roque Santeiro

Corpo a Corpo é uma telenovela brasileira exibida pela TV Globo de 26 de novembro de 1984 a 21 de junho de 1985, em 179 capítulos. Substituiu Partido Alto e foi substituída por Roque Santeiro na faixa das 20 horas, sendo a 33.ª "novela das oito" produzida pela emissora.[1]

Escrita por Gilberto Braga, com colaboração de Leonor Bassères, teve direção de Dennis Carvalho (também na direção geral) e Jayme Monjardim.[1]

Contou com as atuações de Débora Duarte, Glória Menezes, Antônio Fagundes, Hugo Carvana, Joana Fomm, Marcos Paulo, Zezé Motta, Flávio Galvão e Stênio Garcia nos papéis principais.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Eloá é uma mulher inteligente e ambiciosa, em busca de projeção social e profissional. Para tal, ela se empenha para se destacar na empresa de engenharia onde ela e o marido, Osmar, trabalham, a Fraga Dantas S.A. Osmar é um sujeito acomodado, sem grandes ambições, que não tem as mesmas perspectivas de ascensão que a mulher.

Durante uma festa, Eloá, frustrada por não ter conseguido uma promoção, conhece o misterioso Raul. Ele lhe garante que poderá fazer com que ela cresça em seu trabalho. Eloá começa a se destacar profissionalmente e sua ascensão acompanha, de maneira inversa, a derrocada de Osmar, gerando uma crise em seu até então inabalável casamento.

A situação entre os dois fica insustentável quando Eloá assume um cargo de direção e, por chantagem de Raul, é obrigada a demitir o marido. Com a influência de Raul, ela se torna presidente da empresa no exterior e viaja para o Cairo. Cansada de ser atormentada por ele, Eloá decide voltar e descobrir o que há por trás do pacto que fez com este homem.

Enquanto isso, Tereza se emprega como enfermeira na mansão da rica família Fraga Dantas com o objetivo de conquistar o patriarca, o viúvo Alfredo, e por fim aos seus problemas financeiros. Porém, este casamento e o pacto de Eloá e Raul fazem parte do plano de vingança de Tereza contra Osmar, homem que ela amou no passado, mas que preferiu Eloá.

Raul promete a Tereza que pode fazer Osmar se apaixonar por ela, mas com uma condição: ela teria de matar Alfredo Fraga Dantas. Tereza prepara a injeção letal, mas recua. A enfermeira, então, revela a Osmar que foi ela quem fez Raul se aproximar de Eloá, no intuito de separar o casal. A partir de então, desiste do amado, pois sabe que ele ama Eloá.

Osmar decide investigar a razão de Raul desejar a morte de Alfredo e descobre que seu irmão, Amauri, é quem está por trás de tudo. Ao longo da trama, Alfredo se envolve com Lúcia Gouveia, ex-mulher de Amauri, e se casa com ela. A arrivista Lúcia busca a estabilidade por meio de casamentos com homens ricos. Revoltado, Amauri planeja matar o rival.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem[1]
Débora Duarte Eloá Pelegrini
Antônio Fagundes Osmar Pelegrini
Glória Menezes Tereza Fonseca
Hugo Carvana Alfredo Fraga Dantas
Joana Fomm Lúcia Gouveia
Flávio Galvão Raul Monteiro (O Diabo)
Marcos Paulo Cláudio Fraga Dantas
Zezé Motta Sônia Rangel Fraga Dantas
Stênio Garcia Amauri Pelegrini
Lauro Corona Rafael da Motta (Rafa)
Malu Mader Beatriz Fraga Dantas (Bia)
Caíque Ferreira José Carlos Maciel (Zeca)
Eloísa Mafalda Guiomar da Motta
Renata Fronzi Zoraide da Motta
Andréa Beltrão Angela Mendes Machado
Luíza Tomé Alice Gouveia
Mila Moreira Christina Werneck
Marcelo Picchi Olavo Fraga Dantas
Lília Cabral Margarida Fraga Dantas
Isabela Garcia Heloísa Fonseca
Íris Bruzzi Vânia Bastos
Odilon Wagner Rogério
Tânia Scher Nádia
José de Abreu Victor
Waldir Onofre Antônio Rangel
Ruth de Souza Jurema Nascimento Rangel
Clementino Kelé Floriano Jardim
Duse Nacaratti Virgínia Cantanhede
Rosane Gofman Jalusa (O verdadeiro Diabo)
Cosme dos Santos Wanderley Jardim
Zeni Pereira Odete Jardim
Yaçanã Martins Shirley
Maria Helena Pader Palmira Cantanhede
João Paulo Adour Orlando
José Dumont Darcy
Cidinha Milan Neide
Paulo Figueiredo Tadeu
Ricardo Blat Nuno
Waldyr Sant'anna Agildo
Selton Mello Ronaldo Pelegrini
Giovanna Pieck Isabel Fraga Dantas
Daphne Bastos Margarete Fraga Dantas
Alexandre Garcia Ricardo

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Exibição[editar | editar código-fonte]

Será reexibida no Viva a partir de 24 de junho de 2024, substituindo Direito de Amar na faixa das 14h40, com reprises ás 0h30 e maratona semanal aos domingos.[2] Mas, devido a ausência da versão integral, a trama será exibida na edição internacional, com a mesma quantidade de capítulos originais, algo semelhante ao ocorrido com Terra Nostra em 2019, mas no caso da última, tal exibição ocorreu por problemas de direitos autorais.[3]

Essa é a primeira vez que a obra de Gilberto Braga ganha uma reprise, 40 anos após sua exibição original.[4] Esta situação é semelhante a de Bambolê, Selva de Pedra (1986), O Sexo dos Anjos, Sonho Meu, Andando nas Nuvens, Porto dos Milagres, América, Páginas da Vida e Viver a Vida que nunca foram reapresentadas no Vale a Pena Ver de Novo ou em alguma faixa da TV Globo, contudo, ganharam reprises no canal de TV paga.

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

A novela foi vendida para países da América Latina, além de Bulgária, Canadá, Espanha, Portugal, República Dominicana e Turquia.

Música[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Corpo a Corpo – Nacional
Corpo a Corpo
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 1984
Gênero(s)
Idioma(s) (em português brasileiro)
Formato(s) LP, cassete
Gravadora(s) Som Livre
  1. Um Grande Amor - Fagner (tema de Cláudio)
  2. Corra e Olhe o Céu - Beth Carvalho (tema de Sônia)
  3. Nada Mais (Lately) - Gal Costa (tema de Tereza)
  4. Onde é Que a Gente Vai? - Dalto (tema de Rafael)
  5. Para Lennon e McCartney - Elis Regina (tema de Lúcia)
  6. Papel Marché - João Bosco (tema de Osmar)
  7. Tão Beata, Tão à Toa - Marina Lima (tema de abertura)
  8. Para Eu Parar de Me Doer - Maria Bethânia (tema de Eloá e Osmar)
  9. Sorvete - Caetano Veloso (tema de Ângela)
  10. Um Desejo Só Não Basta - Simone (tema de Alice)
  11. Baby Suporte - Barão Vermelho (tema de Heloísa)
  12. Férias de Verão - Sandra Sá (tema de Bia)
  13. A Mulher Invisível - Ritchie (tema de Zeca)
  14. Dê Um Rolê - Zizi Possi e ainda:
  15. Coração de Estudante - Instrumental (tema de Cláudio e Sônia)

Internacional[editar | editar código-fonte]

Corpo a Corpo – Internacional
Corpo a Corpo
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 1985
Gênero(s)
Idioma(s) Inglês e português
Formato(s) LP, cassete
Gravadora(s) Som Livre
  1. Too Late For Goodbyes - Julian Lennon (tema de Ângela)
  2. Still Loving You - Scorpions (tema de Heloísa)
  3. Body Rock - Maria Vidal (tema de locação)
  4. What About Me? - Kenny Rogers, Kim Carnes and James Ingram (tema de Bia e Rafael)
  5. Sex Appeal - Sophie St. Laurent
  6. Autumn - Season of Love (tema romântico geral)
  7. Taste So Good - File 13 (tema dos flagelados da enchente no sul)
  8. Purple Rain - Prince & The Revolution (tema de Zeca e Alice)
  9. Missing You - Diana Ross (tema de Lúcia e Amauri)
  10. I Feel For You - Chaka Khan (tema de locação)
  11. Edge Of a Dream - Joe Cocker (tema de Cláudio e Sônia)
  12. Make No Mistake, He's Mine - Barbra Streisand and Kim Carnes (tema de Eloá e Osmar)
  13. Bonita - Maysa (tema de Tereza)
  14. Agadoo - Black Lace

Referências

  1. a b c d Nilson Xavier. «Corpo a Corpo». Teledramaturgia. Consultado em 19 de dezembro de 2015 
  2. link, Gerar; Facebook; Twitter; Pinterest; E-mail; aplicativos, Outros (20 de maio de 2024). «"Corpo a Corpo" estreia em junho no VIVA». Consultado em 20 de maio de 2024 
  3. «Novela de Gilberto Braga, 'Corpo a corpo' volta no Viva com edição da versão internacional». extra. 21 de maio de 2024. Consultado em 22 de maio de 2024 
  4. purepeoplebr. «Novela polêmica da Globo com diabo vivo e racismo explícito sai do fundo da gaveta após 40 anos». www.terra.com.br. Consultado em 22 de maio de 2024 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]