Isabela Garcia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Isabela Garcia
Nome completo Isabela Garcia Costa
Nascimento 11 de junho de 1967 (49 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade  brasileira
Ocupação Atriz de televisão e teatro
Atividade 1971-presente
IMDb: (inglês)

Isabela Garcia Costa (Rio de Janeiro, 11 de junho de 1967) é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estreou na TV Globo aos quatro anos em Medéia, episódio do programa Caso Especial. Seu primeiro papel nas telenovelas foi aos seis, quando interpretou Clarinha em O Semideus, de 1973. Em 1976 foi Doró, em Vejo a Lua no Céu, e em 1977 Isadora em Nina. Nos anos seguintes participou de Pai Herói e Água Viva. Pela sua juventude chegou a ser chamada de "Shirley Temple brasileira".[1] Em 1986 chamou a atenção do público ao interpretar a "moderna" Rosemary na minissérie Anos Dourados. Em Bebê a Bordo, Isabela viveu sua primeira protagonista, Ana. A novela foi um grande sucesso e a atriz foi o destaque do ano de 1988, onde posou nua, aos 21 anos, para a edição brasileira da revista Playboy. No mesmo ano Isabela participou do especial de fim de ano do cantor Roberto Carlos.

Nas novelas seguintes, O Sexo dos Anjos (1989) e Lua Cheia de Amor (1990), Isabela continuou interpretando protagonistas.

Na minissérie Labirinto, de 1998, sua personagem foi a divertida Yoyô.

Em 2003 Isabela voltou a ficar em evidência com a personagem Eliete, de Celebridade. Novamente a atriz foi convidada para estampar a capa da revista Playboy, o que acabou não acontecendo por conta das negociações.

Isabela estava no elenco da versão proibida pela censura de Roque Santeiro em 1975. Na trama, Isabela interpretaria a filha de Zé das Medalhas, interpretado por Emiliano Queiroz.

Em 2007, Isabela ganhou o prêmio Amigos de Melhor Atriz Coadjuvante por sua atuação na novela Paraíso Tropical.[2]

Entre os anos de 1987 e 1990, Isabela apresentou (ao lado de César Filho, Guilherme Fontes e Jimmy Raw) o programa musical Globo de Ouro.

No teatro Isabela esteve em vários espetáculos, entre os quais Cantares em Desafino (1983), Léo e Bia (1984), No Coração do Brasil (1993), Luxúria, Soberba e Ira (1998), A Dança dos Mitos (1999), AHH com Os Melhores do Mundo (1999), Laboratório de Humor (2000), Alarmes (2001), Terceiras Intenções (2003) direção Bibi Ferreira e Cruzes! Festa Surpresa! (2006).[3]

No ano de 2010, participou do espetáculo de Natal do HSBC, em Curitiba

Em 2004, Isabela produziu o espetáculo Beijo na Boca, de Carlos Thiré, seu ex-marido.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Isabela é filha de Dirce Prieto e do radioator Gilberto Garcia, falecido em 1996.[4] Tem três irmãos: Gilberto, Ricardo e Rosana Garcia, também atriz, intérprete da célebre Narizinho do Sítio do Picapau Amarelo.[4]

É mãe de quatro filhos: João Pedro Bonfá (também filho do ex-baterista da Legião Urbana, Marcelo Bonfá), Gabriella Garcia Wanderley (filha do fotógrafo André Wanderley) e os gêmeos Francisco e Bernardo Thiré.[5] (filhos do ator Carlos Arthur Thiré).

Isabela tem uma neta, Luísa, nascida em 2011.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1971 Caso Especial
1973 O Semideus Clarinha
1976 Vejo a Lua no Céu Doró
1977 Nina Isadora
1978 Sítio do Picapau Amarelo Sininho
1979 Pai Herói Ângela
1980 Água Viva Maria Helena
1981 O Amor É Nosso Marina
1982 Caso Verdade
1984 Caso Especial
Corpo a Corpo Heloísa
1985 De Quina pra Lua Fatinha
1986 Anos Dourados Rosemary
Roda de Fogo Ana Maria
1988 Bebê a Bordo Ana
1989 O Sexo dos Anjos Isabela
1990 Lua Cheia de Amor Mercedes
1992 Perigosas Peruas Violeta
1993 Sonho Meu Lúcia
1994 Você Decide (episódio: "No Último Round")
1995 Irmãos Coragem Lídia
1996 A Comédia da Vida Privada
Você Decide (episódio: "A Troca")
A Vida Como Ela É Vários (8 episódios)
1997 O Amor Está no Ar Flora
1998 Labirinto Yoyô
1999 Andando nas Nuvens Oneide
2000 Mundo VIP Ela mesma
Brava Gente Malu (episódio: "Um Parque Para Todos")
Você Decide Yeda (episódio: "Voyeur")
2001 Estrela-Guia Luciana Teixeira
Sítio do Pica Pau Amarelo (episódio: "A Festa da Cuca")
2003 Celebridade Eliete Coimbra
2004 A Diarista Meire (episódio: "Lady Laura")
2005 Belíssima Norma Souza e Silva
2006 JK Déa Pinheiro
A Diarista Michelly (episódio: "O Que o Figueirinha Tem?")
A Grande Família Socorro (episódio: "Jararaca e Lambisgóia")
A Diarista Maria Rita (episódio: "Pelíssima")
2007 Paraíso Tropical Dinorá Brandão Martelli
2008 Casos e Acasos Letícia (episódio: "O Bombeiro, o Furto e a Foto")
Casos e Acasos Cristina (episódio: "A Noiva, o Desempregado e o Fiscal")
Casos e Acasos Andréia (episódio: "A Ciumenta, o Ciumento e o Ciúme")
Dicas de Um Sedutor Renata (episódio: "Não É O Que Parece")
2009 Cama de Gato Mariana Batista (Mari)
2010 As Cariocas Dona Irene (episódio: "A Desinibida do Grajaú")
2011 Insensato Coração Daysi Damasceno
2012 Lado a Lado Celinha
2013 Malhação Vera[7]
2016 Êta Mundo Bom! Nádia
2016 Tocs de Dalila Rosinha

Cinema[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Márcia Montojos. «Isabela Garcia volta por cima». Istoé Gente. Consultado em 21 de dezembro de 2011. 
  2. «Emiliano Queiroz - Na Sobremesa da Vida» (PDF). Coleção Aplauso. Consultado em 18 de setembro de 2012. 
  3. «Isabela Garcia». Montenegro e Raman. Consultado em 21 de dezembro de 2011. 
  4. a b Rosane Queiroz. «Trechos inéditos da entrevista com Isabela Garcia». Marie Claire. Globo.com. 
  5. «Isabela Garcia: maratona com os 4 filhos». Caras. UOL. 23 de junho de 2010. Consultado em 29 de dezembro de 2011. 
  6. «Isabela Garcia fala de Responsabilidades como mãe e avó». Caras. UOL. 24 de agosto de 2012. Consultado em 24 de setembro de 2012. 
  7. «Quem é quem em 'Malhação'». Yahoo! TV. Consultado em 8 de julho de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]