Vejo a Lua no Céu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vejo a Lua no Céu
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero drama
romance
Criador(es) Sylvan Paezzo
Baseado em Três Caminhos de Marques Rebelo
Desenvolvedor(es) Rede Globo
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Herval Rossano
Elenco
Tema de abertura Vejo a Lua no Céu - Walter Blanco
Tema de encerramento Vejo a Lua no Céu - Walter Blanco
Exibição
Emissora original Rede Globo
Transmissão original 9 de fevereiro - 25 de junho de 1976
Episódios 99

Vejo a Lua no Céu é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 9 de fevereiro a 25 de junho de 1976 em 99 capítulos.[1] Substituiu A Moreninha e foi substituída por O Feijão e o Sonho, sendo a "novela das seis" exibida pela emissora.

Escrita por Silvan Paezzo, baseada em conto homônimo da coletânea Três Caminhos, de Marques Rebelo, foi redigida por Paezzo e dirigida por Herval Rossano.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A vida na casa de 'seu' Pedro, onde há submissão ao chefe de família, é baseada nos velhos princípios da ordem, austeridade e respeito familiar. Enquanto Pedro esconde da família a crise financeira, a mulher Filoca, cuida com esmero dos filhos. Fernando, o mais velho, é um bancário sonhador e romântico. Margarida é a normalista que se apaixona por Eusébio, funcionário do pai. E os três mais novos, Catarina, Edgar e Doró, vivem aventuras num mundo de fantasia.

O conflito maior se dá quando Fernando desafia o pai austero e deixa o lar para casar com a jovem Suzana, que conhecera havia pouco tempo. Mas uma doença vem abalar todas essas relações.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Eduardo Tornaghi Fernando
Norma Blum Suzana
Alberto Pérez Seu Pedro
Cláudio Cavalcanti Eusébio
Tamara Taxman Margarida
Elisa Fernandes Maria
Ítalo Rossi Jacinto
Aracy Cardoso Filoca
Ângela Leal Ruth
Cristina Aché Catarina
Camilo Beviláqua João
Francisco Nagem Manoel
Isaac Bardavid Anjo Latoeiro
Monah Delacy Augusta
Cleyde Blota Carmem
Luiz Orioni Alberto Medeiros
Márcio Bernstein Edgar
Miriam Ficher Lu
Isabela Garcia Doró
Cléa Simões Dolores
Ana Cristina Nazaré
Alair Nazareth Piedade
Solange Radislovich Tereza
Gilberto Garcia Ângelo
Aguinaldo Rocha Gilmar
Roberto Frota Paulo
Renato Bastos Marcos
Magno Egydio Felipe
Antônio Victor Juliano
Vanda Costa Maurícia
Roberto de Cleto Eduardo

Produção[editar | editar código-fonte]

Inicialmente o protagonista Fernando seria interpretado por Ney Latorraca. Porém, como a novela O Grito foi estendida, o ator não teve como interpretar esse personagem. Em seu lugar ficou Eduardo Tornaghi, que viveria o personagem Eusébio, que acabou sendo interpretado por Cláudio Cavalcanti. [2]

As cenas foram gravadas na cidade cenográfica de Barra de Guaratiba. Já as externas foram rodadas em vários lugares históricos do Rio de Janeiro, entre eles a floresta da Tijuca, Confeitaria Colombo, Outeiro da Glória, largo do Boticário e Santa Teresa.[3]

Reprise[editar | editar código-fonte]

Foi reprisada de 13 de dezembro de 1976 a 29 de abril de 1977, às 13h30, substituindo sua antecessora original A Moreninha e substituída pela sua sucessora original O Feijão e o Sonho.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. "Canção da Saudade" - Walter Blanco
  2. "Vejo a Lua no Céu" - Walter Blanco (tema de abertura)
  3. "Onde Estás" - Waltel Blanco
  4. "Rodopio" - Waltel Blanco

Referências

  1. «Vejo a lua no céu». Teledramaturgia. Consultado em 14 de dezembro de 2015 
  2. «Vejo a lua no céu - Bastidores». Teledramaturgia. Consultado em 14 de dezembro de 2015 
  3. «Vejo a lua no céu - Bastidores». Teledramaturgia. Consultado em 14 de dezembro de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.