Memórias de Amor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Memórias de Amor
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 minutos Aproximado
Criador(es) Wilson Aguiar Filho
Baseado em O Ateneu, de Raul Pompeia
País de origem  Brasil
Idioma original (português)
Produção
Diretor(es) Gracindo Júnior
Herval Rossano (supervisão)
Elenco Sandra Bréa
Eduardo Tornaghi
Jardel Filho
Maneco Bueno
Ricardo Blat
Eva Todor
Ary Fontoura
e grande elenco
Tema de abertura "Jura Secreta", Simone
Exibição
Emissora original TV Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 5 de março1 de junho de 1979
Episódios 82

Memórias de Amor é uma telenovela brasileira produzida pela TV Globo e exibida de 5 de março a 1 de junho de 1979, em 82 capítulos. Substituiu A Sucessora e foi substituída por Cabocla,[1] sendo a 17ª "novela das seis" exibida pela emissora.

Escrita por Wilson Aguiar Filho, baseada no romance O Ateneu, de Raul Pompeia, com direção de Gracindo Júnior e supervisão de Herval Rossano.

Contou com Eduardo Tornaghi, Sandra Brea, Maneco Bueno, Myrian Rios, Gilberto Martinho e Jardel Filho nos papéis principais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Rio de Janeiro, 1888. Jorge (Eduardo Tornaghi) e Lívia (Sandra Brea) são separados no amor por imposição de Aristarco Argolo Ramos (Jardel Filho), pai de Jorge e dono do maior colégio interno para rapazes da Corte: o Ateneu. A história mostra o relacionamento dos alunos do colégio, como Sérgio (Maneco Bueno), que aos poucos vai-se aborrecendo com os métodos apresentados, até o desencantamento.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Memórias de amor». Teledramaturgia. Consultado em 17 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]