Guto Graça Mello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Augusto César Graça Mello, conhecido como Guto Graça Mello (Rio de Janeiro, 29 de abril de 1948) é um compositor e produtor musical brasileiro.[1][2]

Após trancar o curso de arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), passou a estudar violão e inscreveu-se na escola de música ProArte.

Em 1967 compôs, com o amigo de infância e produtor musical Mariozinho Rocha, as músicas Manifesto, gravada por Elis Regina, e Cabra Macho, interpretada por Nara Leão. Montou o conjunto musical Vox Populi e foi se apresentar no México, onde passou três anos. Na sequência, foi convidado para compor a trilha sonora do filme norte-americano Missão: Matar.[3]

A convite de Walter Clark, então diretor-geral da TV Globo, foi convidado a trabalhar na emissora. No início dos anos 1970 foi estudar na Universidade de Berkeley, na Califórnia, para onde se mudou com a família. De volta ao Brasil, assumiu a direção musical da Globo, passando a cuidar do orquestramento das trilhas sonoras das telenovelas.[4]

Na década de 1980, além de realizar a direção musical dos festivais da canção MPB 80 e MPB Shell, Guto Graça Mello seguiu produzindo as trilhas sonoras de diversos programas da Globo. Em 1984, foi nomeado produtor musical da emissora. Guto Graça Mello afastou-se da televisão em 1989. Dedicou-se, por cinco anos, à composição e à produção de jingles publicitários e peças teatrais. Em seguida, passou a trabalhar exclusivamente na indústria fonográfica, com artistas como Maria Bethânia e Roberto Carlos.[5]

Compôs a trilha sonora de mais de 30 longas-metragens, entre eles O Beijo no Asfalto, A Estrela Sobe, Cazuza e Se Eu Fosse Você.[6]

Trilhas para filmes[editar | editar código-fonte]

Trilhas para televisão[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) compositor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.