Guto Graça Mello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guto Graça Mello
Nascimento 29 de abril de 1948 (70 anos)
Cidade do Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade da Califórnia em Berkeley
Ocupação produtor cinematográfico

Augusto César Graça Mello, conhecido como Guto Graça Mello (Rio de Janeiro, 29 de abril de 1948) é um compositor e produtor musical brasileiro.[1][2]

Após trancar o curso de arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), passou a estudar violão e inscreveu-se na escola de música ProArte.

Em 1967 compôs, com o amigo de infância e produtor musical Mariozinho Rocha, as músicas Manifesto, gravada por Elis Regina, e Cabra Macho, interpretada por Nara Leão. Montou o conjunto musical Vox Populi e foi se apresentar no México, onde passou três anos. Na sequência, foi convidado para compor a trilha sonora do filme norte-americano Missão: Matar.[3]

A convite de Walter Clark, então diretor-geral da TV Globo, foi convidado a trabalhar na emissora. No início dos anos 1970 foi estudar na Universidade de Berkeley, na Califórnia, para onde se mudou com a família. De volta ao Brasil, assumiu a direção musical da Globo, passando a cuidar do orquestramento das trilhas sonoras das telenovelas.[4]

Na década de 1980, além de realizar a direção musical dos festivais da canção MPB 80 e MPB Shell, Guto Graça Mello seguiu produzindo as trilhas sonoras de diversos programas da Globo. Em 1984, foi nomeado produtor musical da emissora. Guto Graça Mello afastou-se da televisão em 1989. Dedicou-se, por cinco anos, à composição e à produção de jingles publicitários e peças teatrais. Em seguida, passou a trabalhar exclusivamente na indústria fonográfica, com artistas como Maria Bethânia e Roberto Carlos.[5]

Compôs a trilha sonora de mais de 30 longas-metragens, entre eles O Beijo no Asfalto, A Estrela Sobe, Cazuza e Se Eu Fosse Você.[6]

Trilhas para filmes[editar | editar código-fonte]

Trilhas para televisão[editar | editar código-fonte]

Referências