A Muralha (1954)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outras produções baseadas no livro de Diná Silveira de Queirós, veja A Muralha.
A Muralha
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 30 minutos
Criador(es) Ivani Ribeiro
Baseado em A Muralha, de Diná Silveira de Queirós
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) J. Silvestre
Elenco
Exibição
Emissora original Brasil RecordTV
Formato de exibição Preto e branco
Transmissão original 2 de novembro de 195421 de dezembro de 1954
Episódios 15

A Muralha é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela RecordTV entre 2 de novembro e 21 de dezembro de 1954, com quinze capítulos exibidos duas vezes por semana ao vivo, uma vez que na época ainda não existia videotape no Brasil.[1] Foi a primeira telenovela da emissora em uma fase ainda experimental, uma vez que a teledramaturgia só seria estruturada e produzida em sequência a partir de 1956.[2] Baseada no livro A Muralha, lançado pela escritora brasileira Diná Silveira de Queirós naquele mesmo ano, foi a primeira telenovela escrita por Ivani Ribeiro, sendo dirigida por J. Silvestre.[3] Apesar do livro abordar diversas histórias, Ivani escolheu especificamente a da judia Ana Cardoso, que não era a principal da trama.[2]

Contou com um elenco enxuto, formado apenas por Fernanda Montenegro, Gilberto Chagas, Rolando Boldrin, Lolita Rodrigues, Gessy Fonseca e Sylvio Silveira.[4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Ana (Fernanda Montenegro) é uma doce e forte moça judia que tenta salvar a todo custo seu pai da Inquisição em Portugal. Após ser liberto pelo intermédio do poderoso Don Jerônimo (Rolando Boldrin), a moça é prometida em casamento como divida de gratidão e, convertida ao cristianismo, se muda para o Brasil para cumprir sua sina. Ao chegar, no entanto, ela conhece o galante Guilherme (Gilberto Chagas), funcionário de seu futuro marido que é responsável por levá-la até sua nova casa, embora os dois acabem se apaixonando. Apesar disso, Ana casa-se com Jerônimo e passa a sofrer todo tipo de humilhação e violência, transformando a garota em uma caricatura escravizada pelo seu poder. Com a ajuda de Antônia (Lolita Rodrigues), sua grande amiga que também se muda para o Brasil buscar um bom casamento, Ana consegue se comunicar clandestinamente com Guilherme, a quem jura amor eterno.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Fernanda Montenegro Ana Cardoso
Gilberto Chagas Guilherme Schetz
Rolando Boldrin Don Jerônimo Taveira
Lolita Rodrigues Antônia Gusmão
Gessy Fonseca Gênova
Ivone Sampaio Isabel
Nicia Moraes Rosália
Sylvio Silveira Heitor Cardoso

Referências

  1. «Teledramartugia e representações da História» (PDF). Unicamp. Consultado em 23 de março de 2018 [ligação inativa]
  2. a b «Teledramaturgia de 1954». Tudo Sobre tv. Consultado em 23 de março de 2018 
  3. «Livros e televisão: correlações». Google Books. Consultado em 23 de março de 2018 
  4. «IVANI RIBEIRO – A GRANDE DAMA DAS TELENOVELAS». Jeo Caz. Consultado em 23 de março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.