Jesus (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre uma telenovela em exibição.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 10 de novembro de 2018)
TV-icon-novela-current.svg
Jesus
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 60 minutos
Criador(es) Paula Richard
País de origem Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Edgard Miranda
Câmera Multicâmera
Roteirista(s) João de Oliveira
Joaquim de Assis
Larissa de Oliveira
Méuri Luiza
Natália Piserni
Natália Sambrini
Rodrigo Ribeiro
Elenco
Tema de abertura Precioso, Marcello Brayner
Empresa(s) de produção RecordTV
Casablanca
Localização Casablanca Estúdios, Rio de Janeiro
Exibição
Emissora de televisão original RecordTV
Formato de exibição 3840i (4K)
Transmissão original 24 de julho de 2018 – presente
N.º de episódios 170 (previsão)

Jesus é uma telenovela brasileira produzida pela RecordTV em parceria com a produtora Casablanca sendo exibida desde 24 de julho de 2018, substituindo a minissérie Lia.[1] É a 30.ª novela exibida pela emissora desde a retomada da dramaturgia em 2004, sendo a 5.ª no horário bíblico estabelecido pela emissora. Escrita por Paula Richard com colaboração de Vitor de Oliveira, Joaquim de Assis, Larissa de Oliveira, Méuri Luiza, Natália Piserni, Natália Sambrini e Rodrigo Ribeiro, tendo direção geral de Edgard Miranda.[2] Jesus é a quarta telenovela brasileira gravada em resolução 4K (UHDTV), formato superior ao HD usada nas produções até então, utilizando-se da mesma tecnologia dos filmes estadunidenses, sendo as anteriores também da RecordTV.[3][4]

Dudu Azevedo interpreta o personagem-título, Jesus de Nazaré, a figura central do cristianismo, considerado o filho de Deus, que é gerado para disseminar o amor e o respeito entre os povos e acaba sendo perseguido. Guilherme Winter, Petrônio Gontijo, Gabriel Gracindo, Ricky Tavares, José Victor Pires, César Cardadeiro, Rafael Gevú, Pierre Baitelli, Gustavo Rodrigues, Matheus Fagundes, Rodrigo Andrade e Maurício Ribeiro interpretam os doze apóstolos que acompanharam Jesus no decorrer da vida. O elenco ainda conta com Day Mesquita, Mayana Moura, Vanessa Gerbelli, Marcos Winter, Fernando Pavão, Cláudia Mauro, Beth Goulart e Adriana Garambone nos demais papéis centrais.[5]

Antecedentes

Novela das oito

Cidadão Brasileiro estreou em 13 de março de 2006 como a primeira "novela das oito" da RecordTV, após a emissora ter consolidado o horário das 19h30 com obras como A Escrava Isaura, Essas Mulheres e Prova de Amor.[6] Pelas temáticas consideradas pesadas e a ameaça constante de ser reclassificada pelo Ministério Público, a emissora decidiu promover uma mudança na grade, passando Cidadão para às 22h e Bicho do Mato, que originalmente estreou como "novela das sete", para às 20h30.[7] A alteração rendeu um resultado positivo, crescendo a audiência de 12 para 18 pontos.[8] Luz do Sol veio na sequência, centralizando a temática de veraneio e praia, mantendo a média do horário entre 10 e 15 pontos.[9][10] A partir de 20 de novembro de 2007 Amor e Intrigas passou a ocupar o horário, porém em dezembro a emissora avaliou que a novela tinha uma trama muito pesada para o horário e se aplicaria melhor na segunda faixa, enquanto a novela das 22h, Caminhos do Coração atingia majoritariamente o público infantojuvenil, promovendo uma troca de horário entre as duas.[11] A troca foi favorável e a trama dos mutantes chegou a atingir a liderança no horário, chegando a abrir 27 pontos.[12] As duas partes seguintes da franquia dos mutantes, Os Mutantes e Promessas de Amor, seguiram no mesmo horário.[13]

Bela, a Feia estreou em 4 de agosto de 2009, porém teve dificuldades iniciais para se ajustar ao horário deixado pelas tramas adolescentes até então. Após a dificuldade inicial, a trama se estabilizou e, em 7 de abril de 2010, atingiu a liderança do horário com 18 pontos de média e 25 pontos de pico.[14] Buscando manter os resultados, a trama foi transferida para às 22h30 com o fim de Poder Paralelo, sendo o horário de "novela das oito" extinto.[14] Apenas em 2015, com uma nova mudança na grade de exibição de telenovelas, o horário voltou a ser ocupado com a estreia de Os Dez Mandamentos, que voltou a marcar recordes e liderou durante semanas o horário.[15] Pela boa repercussão, a emissora manteve o horário e a temática épica com as tramas seguintes, A Terra Prometida e O Rico e Lázaro.[16] Já em 21 de novembro de 2017 estreia Apocalipse, a primeira trama contemporânea no horário em sete anos.[17]

Teledramaturgia épica

A tradição em produzir tramas épicas se iniciou na RecordTV no verão de 2010 com a minissérie A História de Ester, de forma ainda despretensiosa e em forma de teste para ver a aceitação do público em um produto tão distinto do que se costumava fazer na televisão – acostumada com obras que iam, no máximo, até o período escravagista brasileiro.[18] Sem grandes pretensões, a minissérie surpreendeu a direção ao manter uma média de 11 pontos.[19] A segunda produção do gênero, a minissérie Sansão e Dalila, entrou no ar no início de 2011, recebendo um investimento de 12 milhões de reais e mantendo os índices do ano anterior.[20] Em 24 de janeiro de 2012 o projeto mais ambicioso até então, Rei Davi, estreou com gravações ocorridas no Canadá e Chile.[21] A trama chegou aos 16 pontos e liderança do horário em determinados dias.[22] Em 2013 entra no ar a quarta e última minissérie sequencial da temática, José do Egito, com um investimento de mais de R$ 60 milhões, o maior já empregado em uma minissérie até então no Brasil.[23] As gravações foram realizadas no Chile, Egito, Israel e Palestina, envolvendo 300 profissionais viajando para a produção.[24]

Em 2014 a emissora apostou em um formato diferente para a produção épica, lançado em duas temporadas o seriado Milagres de Jesus, que trazia em cada episódio uma história diferente.[25] Cada episódio foi orçado em R$ 900 mil, o maior para um seriado nacional.[26] Em 2015 a RecordTV decidiu expandir a temática e colocou no ar sua produção mais ambiciosa, a telenovela Os Dez Mandamentos, contrastando com as produções contemporâneas até então.[27] A trama logo conquistou sucesso, atingindo a liderança por semanas e fazendo com que a emissora dedicasse o horário para uma sequência de telenovelas épocas.[28][29] Em 5 de julho de 2016 estreou A Terra Prometida, contando a história sequencial à de Os Dez Mandamentos, narrando a missão de Josué no comando do povo hebreu em busca da tão sonhada terra dos sonhos.[30] O Rico e Lázaro veio a seguir em 2017, se passando 600 anos à frente da trama anterior, sendo a última produção épica antes da contemporânea Apocalipse.[31][32]

Produção

Em 2013 o diretor Alexandre Avancini apresentou para a RecordTV o projeto de uma minissérie baseada na vida de Jesus, após a boa repercussão da temática em Sansão e Dalila e Rei Davi, porém na época a emissora decidiu produzir José do Egito e a ideia acabou engavetada.[33] Em novembro de 2015, com o sucesso de Os Dez Mandamentos, o diretor voltou a insistir na produção da história, agora em formato de telenovela, e a proposta entrou na fila de avaliação de orçamento – que já contava com a segunda temporada de Os Dez Mandamentos e A Terra Prometida ocupando a grade até o início de 2017.[34] Em março de 2016, porém, O Rico e Lázaro e Apocalipse foram aprovadas para ocupar o espaço de "novela das oito" na sequência e a produção sobre Jesus perdeu força.[35] A principal justificativa era que a emissora já havia exibido A Bíblia, minissérie estadunidense que abordava os mesmos temas que o diretor desejava contar.[36] No final de 2017 Paula Richard entregou para a direção uma sinopse baseada no livro Gênesis, que percorreria a história de Adão e Eva e seus herdeiros, porém a emissora considerou a história fraca naquele momento e pediu à autora que produzisse uma síntese sobre a história de Jesus, tendo a profissional como referência por ter conseguido discutir temas da atualidade em O Rico e Lázaro.[37]

Em 3 de janeiro de 2018 Jesus foi aprovada para ocupar a grade das 20h30 no segundo semestre.[38] Edgard Miranda foi escalado como diretor geral, uma vez que Alexandre estava envolvido na concepção do filme Nada a Perder.[39] A principal inspiração para a produção da novela veio do filme A Paixão de Cristo, buscando utilizar o mesmo formato ao apostar em um texto menos didáticas e com cenas de mais ação e com efeitos especiais, referenciando o longa-metragem na via crúcis de forma violentamente real.[40] Outra inspiração no filme foi a escolha de uma atriz para interpretar o Diabo – diferente do padrão comum, interpretado por homens – sendo que Mayana Moura estudou o perfil criado pela italiana Rosalinda Celentano para compor sua versão.[41] Em abril a equipe o elenco começaram a passar por workshops, oficinas e estudos teóricos.[42]

Gravações e cenografia

As primeiras cenas foram gravadas em Uarzazate, no Marrocos.

As gravações começaram em junho em 2018.[43] Originalmente planejava-se gravar as cenas da primeira fase em Matera, na Itália, que tem construções preservadas da época antes de Cristo e foi cenário para o filme Ben-Hur, porém a equipe desistiu por precisar de uma locação que também tivesse deserto nos arredores.[44] Uarzazate, no Marrocos, foi então escolhida como cenário principal, sendo conhecida como a "Hollywood do deserto" por já ser estruturada com diversos estúdios e equipes de gravações, onde foram realizados os filmes Gladiador, Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo e o seriado Game of Thrones.[45] Jerusalém, em Israel, também foi selecionada para as gravações das cenas em locais históricos passados na vida real por Jesus.[46]

Escolha do elenco

Buscando um ator livre de controvérsias e de boa imagem, a emissora convidou Rodrigo Santoro para viver o protagonista, oferecendo R$ 8 milhões mensais pelo trabalho, salário que seria considerado o maior já pago na história da televisão brasileira, mas condizente ao status de astro internacional que ele havia conquistado.[47][48] O ator, porém, recusou o convite, uma vez que teria que passar meses longe dos Estados Unidos, implicando na recusa de papeis no cinema internacional por 8 meses e na retirada do seriado norte-americano Westworld, do qual ele fazia parte.[49] Além disso, o ator afirmou que não tinha mais vontade de fazer uma telenovela completa por serem demasiadamente longas – a última havia sido Mulheres Apaixonadas, em 2003.[50] Petrônio Gontijo foi cogitado para o papel, porém a direção preferiu não relacionar a imagem de Jesus ao mesmo ator que interpretou o dono da emissora no filme Nada a Perder para evitar controvérsias, deslocando-o para o papel de Pedro.[51] Igor Rickli era a opção mais desejada pela produção, tanto por ele já ter vivido o personagem na montagem Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, quanto por ele ter a imagem similar à de Jesus na cultura ocidental, porém o ator já havia emendado três novelas seguidas e sem férias desde 2016 e estava com a imagem saturada, preferindo poupa-lo.[52]

Em abril André Bankoff e Dudu Azevedo realizaram os testes para interpretar Jesus.[53] Apesar de André ser dado como certo para o papel por alguns veículos de imprensa pela imagem "mais semelhante" à do personagem, Dudu acabou sendo escolhido por se sair melhor na questão da interpretação e pela imagem mais próxima do que seria a real imagem de Jesus, levando em consideração de onde nascera.[54][55] Camila Rodrigues chegou a ser confirmada como Maria Madalena, mas foi substituída por Day Mesquita após a boa repercussão da atriz no filme Nada a Perder.[56] Guilherme Winter, Beth Goulart, Larissa Maciel, Ricky Tavares, Raphael Montagner e outros diversos atores que estavam confirmados no elenco de Topíssima foram realocados para Jesus após a primeira trama ser adiada para 2019.[57] Fernando Pavão chegou a ser dispensado pela emissora após doze anos de trabalhos, porém acabou tendo o contrato renovado e sendo escalado para interpretar Petronius.[58] Cláudia Assunção originalmente interpretaria Maria, mãe do protagonista, porém foi substituída por Cláudia Mauro.[59]Maurício Mattar chegou a ser confirmado como José, porém acabou sendo deslocado para a participação especial na primeira fase como Joaquim para não conflitar com sua agenda de shows, trocando de papel com Michel Bercovitch, que passou de avô para pai de Jesus.[60] Theo Becker fez testes para interpretar Herodes Arquelau, mas quem ficou com o papel foi Alexandre Slaviero – Theo chegou a dizer que havia desistido do personagem, porém a real informação já havia sido divulgada pela direção.[61]

Enredo

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Após receber a anunciação de que o filho de Deus estava a caminho, Maria (Cláudia Mauro) dá à luz ao escolhido e, junto com o marido José (Michel Bercovitch), cria com valores e bons princípios o jovem escolhido Jesus (Dudu Azevedo). A profecia do escolhido incomoda o rei Herodes (Paulo Gorgulho), que passa a perseguir a família, forçando Maria e José a criarem Jesus como um jovem comum longe de sua missão. Com o passar dos anos, no entanto, o rapaz entende seu papel no mundo e percorre os povos levando os ensinamentos de paz e igualdade junto com seus doze apóstolos: Pedro (Petrônio Gontijo), Mateus (Gabriel Gracindo), Judas Tadeu (Ricky Tavares), Tiago Menor (José Victor Pires), Tiago Maior (César Cardadeiro), Natanael (Pierre Baitelli), Tomé (Gustavo Rodrigues), Filipe (Matheus Fagundes), Simão Zelote (Rodrigo Andrade), João (Rafael Gevú) e André (Maurício Ribeiro), além do invejoso e sem caráter Judas Iscariotes (Guilherme Winter), que espera o momento certo para traí-lo. À eles se junta a maior devota do escolhido, Maria Madalena (Day Mesquita), uma judia helenista viúva de um romano que achava estar salva nos braços do centurião romano Petronius (Fernando Pavão), mas que a larga por considerá-la impura, encontrando em Jesus a libertação e tornando-se sua mais fiel discípula.

Atraindo uma gama de seguidores, Jesus retorna a Jerusalém aclamado como o Rei dos Judeus, mas tem que lidar com a ira de muita gente, como Herodes Antipas (Marcos Winter), filho de Herodes, e Pôncio Pilatos (Nicola Siri), que leva à condenação o filho de Deus, soltando o condenado Barrabás (André Gonçalves) em seu lugar, mesmo com os pedidos clementes da esposa, Cláudia (Larissa Maciel), que profetizava em seus sonhos os horrores do mundo se ele fosse considerado um falsário, e da filha Helena (Júlia Maggessi), a maior opositora ao pai, que preza pela justiça e pela ajuda aos pobres. Junto com eles na luta contra o escolhido está Caifás (Eucir de Souza), um sacerdote sem escrúpulos que almeja o poder acima de tudo e que despreza a própria esposa, Judite (Marcela Muniz), por ela nunca ter lhe dado um herdeiro, fazendo com que ela seja conivente com seu caso com a serva Livona (Bárbara Borges). Jesus ainda tem que lidar com as tentações de Lúcifer (Mayana Moura), que mina seu caminho e dos seus próximos, além da ira de seus próprios irmãos, Tiago Justo (Gil Coelho), Eliseba (Lara Lazzaretti), Simas (André Rosa), José Filho (Marcel Giubilei) e Judá (Rafael Awi), que o odeiam pela atenção que recebe. Apenas sua irmã mais nova, Yoná (Letícia Medina), se mostrará uma boa amiga e defensora.

Paralelamente há outras histórias, como da ambiciosa Herodíade (Vanessa Gerbelli), que havia se separado do primeiro marido para se casar com seu cunhado, Herodes Antipas e utiliza a ingenuidade da sua filha Salomé (Valentina Bulc) para manipular o cônjuge. Adela (Adriana Garambone) abandonou os dois filhos recém-nascidos, Dimas (Fifo Benicasa) e Gestas (Flávio Pardal), e se tornou prostituta para fugir da pobreza, retornando anos depois para tentar reconquistar o amor dos dois, embora esbarre no ódio da própria irmã, Livona, que se envergonha dos rumos tomados por ela. A viúva Mirian (Beth Goulart), mãe de Tiago Menor, sempre seguiu Jesus e defendeu a amiga Maria contra as calúnias da venenosa Asisa (Ana Paula Tabalipa) e do chefe da sinagoga de Nazaré, Efraim (Guilherme Lopes), pai de Laila (Manuela do Monte) e Asisa. Laila é humilhada constantemente pelo arrogante marido Simão Fariseu (Rafael Sardão), mas encontrará o amor verdadeiro nos braços de Jairo (Felipe Cunha). Irmão de Jesus, Tiago Justo sempre foi desprezado por Deborah (Manuela Llerena), que só tem olhos para Caius (Felipe Roque), um soldado romano dissimulado, que coage Longinus (Sacha Bali) às suas ordens por conhecer seu mais profundo segredo. Já o casal Chuza (Tadeu Aguiar) e Joana (Aninha Lima) vivem uma humorada relação com o servo Hélio (Raphael Montagner), que é mais culto e com melhores modos que os patrões.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Exibição

Originalmente Jesus tinha previsão de estreia para o início de junho, logo após o fim de Apocalipse.[62] Em abril, porém, a emissora decidiu adiar o lançamento, evitando coincidir com a época dos jogos da Copa do Mundo que tradicionalmente gera uma defasagem de telespectadores.[62] Na ocasião cogitava-se estrear a trama em agosto.[63] Em maio foi anunciado que a novela estrearia em 24 de julho, ficando a cargo da minissérie Lia ocupar a lacuna entre Apocalipse e Jesus.[64] Antes mesmo da estreia a novela foi vendida para o canal Univision, dos Estados Unidos, que já havia batido recordes de audiência com a exibição de outras tramas de cunho épico da RecordTV.[65][66]

Elenco

Ator/Atriz Personagem
Dudu Azevedo Jesus de Nazaré
Day Mesquita Maria Madalena
Mayana Moura Satanás
Vanessa Gerbelli Herodíade
Marcos Winter Herodes Antipas
Guilherme Winter Judas Iscariotes
Petrônio Gontijo Pedro da Galileia
André Gonçalves Barrabás
Fernando Pavão Petronius
Cláudia Mauro Maria de Nazaré
Beth Goulart Mirian de Alfeu
Adriana Garambone Adela Rakh
Nicola Siri Pôncio Pilatos
Larissa Maciel Cláudia Prócula de Pilatos
Gabriel Gracindo Mateus Evangelista
Ricky Tavares Judas Tadeu
Rafael Gevú João Zebedeu
César Cardadeiro Tiago Zebedeu (Tiago Maior)
José Victor Pires Tiago de Alfeu (Tiago Menor)
Rodrigo Andrade Simão Zelote
Pierre Baitelli Natanael Bartolomeu
Maurício Ribeiro André da Galileia
Gustavo Rodrigues Tomé Dídimo
Matheus Fagundes Filipe de Betsaida
Bárbara Borges Livona Rakh
Eucir de Souza Caifás
Marcela Muniz Judite de Caifás
Giuseppe Oristanio José de Arimatéia
Ana Paula Tabalipa Asisa Bah
Manuela do Monte Laila Bah
Rafael Sardão Simão Fariseu
Felipe Cunha Jairo
Letícia Medina Yoná de Nazaré
Júlia Maggessi Helena de Pilatos
Maitê Padilha Gabriela da Galileia
Iano Salomão João Batista de Jerusalém
Raphael Montagner Hélio
Ana Lima Joana de Chuza
Tadeu Aguiar Chuza
Paulo Figueiredo Anás ben Sete
Ernani Moraes Nicodemos
Kika Kalache Sula de Nazaré Zebedeu
Sacha Bali Longinus
Felipe Roque Caius
Gil Coelho Tiago Justo de Nazaré
Manuela Llerena Deborah de Arimatéia
Valentina Bulc Salomé Agripa
Hall Mendes Abel de Chuza
Felipe Cardoso Ami de Betesda
Jéssika Alves Maria de Betânia
Dani Moreno Marta de Betânia
Barbara Reis Susana
Paulo Lessa Goy
Vandré Silveira Lázaro de Betânia
Rafael Awi Judá de Nazaré
Lara Lazzaretti Eliseba de Nazaré
André Rosa Simas de Nazaré
Marcel Giubilei José Filho de Nazaré
Fifo Benicasa Dimas Rakh
Flávio Pardal Gestas Rakh
Polliana Aleixo Kesiah
Guilherme Lopes Efraim Bah
Adriano Alves Nemestrino
Zeca Richa Almáquio
Cacá Ottoni Diana Rakh
Claudia Assumpção Cassandra
Daniel Villas Malco de Betesda
Ana Barroso Sara
Hilton Castro Zaqueu
Ademir Emboava Cornélius
Luka Ribeiro Shabaka
Luiz Nicolau Heitor
Juliana Kaz Bina
Dani Bavoso Rebeca
Naiumi Goldoni Liba
Thales Coutinho Abner
Tiago Marques Dylan
Giuliano Laffayette Aarão

Participações especiais

Ator/Atriz Personagem
Michel Bercovitch José de Nazaré
Paulo Gorgulho Herodes, o Grande
Alexandre Slaviero Herodes Arquelau
Raphael Sander Anjo Gabriel
Allan Souza Lima Judas Galileu
Juliana Xavier Maria de Nazaré (jovem)
Guilherme Dellorto José de Nazaré (jovem)
Maurício Mattar Joaquim de Nazaré
Talita Castro Ana de Nazaré
Matheus Dantas Jesus de Nazaré (5 anos)
Nícolas Sanches Jesus de Nazaré (12 anos)
Bemvindo Sequeira Zacarias de Jerusalém
Cláudia Mello Isabel de Jerusalém
Dedina Bernardelli Edissa de Arimatéia
Cesar Pezzuoli Saul
Roney Villela Zebedeu
Paulo César Pereio Simeão
Camila Amado Hanna
Sthefany Brito Dana
Angelina Muniz Yarin
Adriana Birolli Cívia de Yafo
Pedro Lamin Isaque de Yafo
Marcelo Batista Simão de Cirene
Edson Fieschi Tribuno
Juliana Boller Cassandra (jovem)
Ronny Kriwat Caifás (jovem)
Vitor Novello Nicodemos (jovem)
Miguel Roncato Herodes Antipas (jovem)
Daniel Blanco Alfeu
João Fenerich Abiel de Betânia
Cássio Pandolph Melchior
Cridemar Aquino Baltasar
Tatsu Carvalho Gaspar
Sidney Guedes Samaritano
Bernardo Dugin Youssef
Raíssa Venâncio Adela de Betânia
Saulo Rodrigues Caleb
Myrella Victoria Talita
Nanda Andrade Adira
Kátia Moraes Elza
Rodrigo Vidigal Quemuel
Gabriela Rosas Zilla
Victoria Pozzan Mirian de Alfeu (jovem)
Enzo Diniz José Filho de Nazaré (criança)
Leandro Silva Tiago Justo de Nazaré (criança)
Isadora Cecatto Sula de Nazaré Zebedeu (jovem)
Fernando Roncanto Zebedeu (jovem)
Camila Mayrink Asisa (jovem)
Victor Sparapane Petronius (jovem)
Luiz Eduardo Oliveira Barrabás de Yafo (criança)
DJ Amorim Simão Zelote de Yafo (criança)
Rodrigo Soni Adão
Thalita Xavier Eva
Zeca Carvalho Comandante de Herodes
Marcos Holanda Servo de Herodes

Audiência

Jesus estreou na Grande São Paulo com 13,4 pontos de média e picos de 14,5 pontos, ficando em terceiro lugar na audiência, sendo a primeira telenovela da emissora desde a retomada da teledramaturgia em 2004 a não atingir o segundo lugar no primeiro capítulo no principal centro comercial televisivo.[67] Em outras regiões, no entanto, a trama atingiu maiores índices e consolidou o segundo lugar, incluindo o Rio de Janeiro com 13,7 pontos, Belo Horizonte com 14,6, Recife com 15,2 e Salvador com 19 – esta última chegando a liderar por alguns minutos.[68] Em Goiânia a novela bateu um recorde ao atingir 18,6 pontos e conquistar o primeiro lugar na audiência, fato nunca antes realizado logo em uma estreia fora da Rede Globo.[68]

Controvérsias

Em janeiro de 2018 o ator Theo Becker – que não era cogitado para o elenco da telenovela, sequer como protagonista – começou uma campanha em suas redes sociais pedindo para interpretar o personagem central.[69] Mesmo sem obter resposta da direção, o ator começou um processo de aprimoramento para o personagem, que incluiu deixar o cabelo e barba crescerem, perder 1 kg por dia de toda massa muscular ganhada na musculação ao longo dos anos para ficar magro e até mesmo se batizar, além de publicar diariamente sobre a martirizarão em busca do papel.[70][71] Em 4 de março, sem conseguir chegar até os diretores da telenovela, o ator desabafou em suas redes sociais que "A Record insiste em me tirar do ar porque sou macho demais para uma emissora onde todos os galãs são gays" e, após diversas críticas, apagou a publicação, afirmando que havia sido hackeado.[72] Toda confusão envolvendo a busca pelo papel chamou atenção pública, que destacou a necessidade do ator buscar ajuda psiquiátrica.[73]

Membros da Igreja Católica, como o arcebispo da arquidiocese de Goiânia, dom Washington Cruz, estão promovendo um boicote à novela por considerarem-na uma afronta aos dogmas católicos acerca da suposta virgindade perpétua de Maria (mãe de Jesus).[74]

Referências

  1. «Record define os 12 apóstolos de 'Jesus', sua próxima novela bíblica». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  2. «Record fecha boa parte do elenco de Jesus». Observatório da Imprensa. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  3. «Saiba quem é quem na novela Jesus». Redaçãomediz. Consultado em 16 de julho de 2018. 
  4. «Day Mesquita será Maria Madalena em Jesus». Record tv. Consultado em 12 de julho de 2018. 
  5. «Record define os 12 apóstolos». Jornal Agora. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  6. Redação Terra (21 de março de 2007). «Luz do Sol: Paloma Duarte estréia sua segunda protagonista na Record». Gente & TV. Terra. Consultado em 6 de fevereiro de 2011. 
  7. «Bicho do Mato e Cidadão Brasileiro mantém Record na vice-liderança do horário». Areavip. 22 de agosto de 2006. Consultado em 27 de julho de 2011. 
  8. «Bicho do Mato: Cristianne Fridman e Bosco Brasil perderam o rumo da trama na Record, mas seguraram a audiência». Terra. Consultado em 20 de agosto de 2016. 
  9. «'Amor e Intrigas' estréia com 12 pontos no Ibope». Terra. Consultado em 14 de outubro de 2011. 
  10. «'Amor e Intrigas' chega ao fim». Estado de S. Paulo. estadao.com.br. 19 de julho de 2008. Consultado em 25 de novembro de 2011. 
  11. «Com "Cidadão Brasileiro", Record gasta o dobro de "Prova de Amor"». UOL. Consultado em 20 de agosto de 2016. 
  12. «Há oito anos, Globo sofria primeira ameaça séria da Record com novelas às 21h». UOL. Consultado em 4 de março de 2018. 
  13. «Conheça os mutantes brasileiros». UOL. Consultado em 21 de maio de 2017. 
  14. a b «Protagonista fica bonita e audiência de "Bela, a Feia" bate recorde». Bol. 8 de abril de 2010. Consultado em 20 de outubro de 2015. 
  15. Carlos, Henrique. «Os Dez Mandamentos lidera contra A Regra do Jogo por 48 minutos – Observatório da Televisão». Consultado em 25 de setembro de 2015. 
  16. @annystonreal, Endrigo Annyston (20 de outubro de 2016). «Audiência de A Terra Prometida cresce em todo o país e garante segundo lugar isolado – Observatório da Televisão». Observatório da Televisão 
  17. «Traição entre irmãos e disputa pelo poder marcam a novela 'Apocalipse'» 
  18. «Record investe na mais alta qualidade em "A História de Ester"». BOL. 20 de dezembro de 2009. Consultado em 29 de outubro de 2017. 
  19. «Confira como foi a estreia da minissérie A História de Ester». Gospel Prime. 4 de março de 2010. Consultado em 29 de outubro de 2017. 
  20. «Record estreia minissérie Sansão e Dalila com investimento de R$ 12 milhões». Veja. Consultado em 15 de maio de 2012. 
  21. «Rei Davi bate a Globo no ibope por 16,5 a 10,2». R7. 24 de fevereiro de 2012. Consultado em 12 de novembro de 2017. 
  22. «Rei Davi bate recorde no Ibope com liderança absoluta». R7. 22 de fevereiro de 2012. Consultado em 12 de novembro de 2017. 
  23. «Um capítulo de "José" custa 133% a mais do que um de "Salve Jorge"». RD1. 27 de março de 2013. Consultado em 9 de agosto de 2013.. Arquivado do original em 20 de outubro de 2013 
  24. «Superprodução bíblica». ISTOÉ Independente. 18 de janeiro de 2013. Consultado em 9 de agosto de 2013. 
  25. «Record irá reprisar a série Milagres de Jesus nas manhãs de domingo». Consultado em 6 de abril de 2017. 
  26. «Record investe 900 mil por episódio de Milagres de Jesus». Televisão UOL. Consultado em 19 de janeiro de 2014. 
  27. «Histórico: 'Os Dez Mandamentos' atinge liderança na média consolidada». Consultado em 10 de julho de 2016. 
  28. «Record adia Escrava Mãe e coloca Rei Davi no lugar de Os Dez Mandamentos». Consultado em 9 de março de 2017. 
  29. «"Coluna do Vannucci": "Sansão e Dalila" é a próxima reprise da Record no aguardo da segunda parte de "Os Dez Mandamentos"». Parabólica. 16 de fevereiro de 2016. Consultado em 10 de junho de 2018.. Arquivado do original em 8 de outubro de 2016 
  30. «A Terra Prometida estreia na terça-feira (5) na RICTV Record». RicMais. Consultado em 5 de junho de 2016. 
  31. «Saiba quem faz a novela O Rico e Lázaro - Entretenimento - R7 O Rico e Lázaro». entretenimento.r7.com. Consultado em 23 de março de 2017. 
  32. «Record anuncia mais duas novelas bíblicas para 2017: `O Rico e o Lázaro´ e `O Apocalipse´ - Cpadnews». www.cpadnews.com.br. Consultado em 11 de março de 2017. 
  33. «Diretor de 'Os Dez Mandamentos' planeja novela sobre Jesus: 'Épico, desafiante'». Pure People. Consultado em 19 de julho de 2017. 
  34. «Diretor de Os Dez Mandamentos planeja fazer novela sobre Jesus Cristo». UOL. Consultado em 19 de julho de 2017. 
  35. «Record anuncia mais duas novelas bíblicas para 2017: "O Rico e o Lázaro" e "O Apocalipse"». Guiame. Consultado em 19 de julho de 2017. 
  36. «Baseada na história de Jesus, "A Bíblia - Nova Temporada" estreia na Record». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  37. «Por baixa audiência, 'Apocalipse' acelera tramas e é encurtada em 60 capítulos». Pure People. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  38. «Jesus vai virar novela da Record após 'Apocalipse'». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  39. «Fracasso de "Apocalipse" faz Record acelerar próxima novela religiosa». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  40. «Record vai gravar novela no cenário de "A Paixão de Cristo", de Mel Gibson». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  41. «Record escala mulher para interpretar Satanás em nova novela bíblica». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  42. «Próxima novela da Record promete mostrar os detalhes da vida de Jesus». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  43. «Com Mayana Moura como Satanás, 'Jesus' começa a ser gravada em junho». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  44. «'Jesus' deverá ser gravada na Itália e em Jerusalém». O Globo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  45. «Record muda locação da novela Jesus e vai para cenário de Game of Thrones». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  46. «"Jesus", próxima novela bíblica da Record TV, deve ser gravada na Itália e Jerusalém». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  47. «Record vê Rodrigo Santoro como ideal para viver Jesus em novela». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  48. «Rodrigo Santoro recebe proposta milionária para fazer novela na Record». Alto Astral. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  49. «Rodrigo Santoro recusa convite para o papel de Jesus na Record TV». Folha Góspel. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  50. «Rodrigo Santoro recusa papel de Jesus». Itinga Góspel. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  51. «Record começa a preparar Jesus, próxima novela». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  52. «Dudu Azevedo viverá Jesus em novela da Record TV». O Planeta TV. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  53. «Confira os atores cotados para interpretar Jesus na Record TV». Área VIP. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  54. «Fora da Globo, André Bankoff faz testes para ser Jesus em próxima novela da RecordTV». Site CTV. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  55. «Dudu Azevedo será o protagonista de 'Jesus', nova novela da Record». JC Online. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  56. «Record tira Camila Rodrigues do elenco da próxima novela bíblica 'Jesus'». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  57. «Guilherme Winter deixa "Topíssima" e será Judas em "Jesus"». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  58. «Fernando Pavão renova contrato com a Record e é escalado para Jesus». Observatório da Televisão. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  59. «Cláudia Assunção é substituída em nova novela da Record». Famosidades. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  60. «De volta à Record, Mauricio Mattar deixa de ser pai de Jesus para fazer avô». UOL. 11 de junho de 2018. Consultado em 11 de junho de 2018. 
  61. Ricco, Flávio (24 de junho de 2018). «Globo define plano para Marina Ruy Barbosa emendar novelas». UOL. Consultado em 24 de junho de 2018. 
  62. a b «RecordTV adia novela Jesus, substituta de Apocalipse». Pleno. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  63. «Sem elenco completo, novela Jesus deve estrear em agosto». Pleno. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  64. «Record define as datas de estreias de 'Lia', 'Jesus' e programa do Gugu». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  65. «"Jesus" é comercializada no exterior antes mesmo da estreia no Brasil». Boa Informação. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  66. «Novela bíblica da Record bate Supergirl na audiência... nos Estados Unidos». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  67. «Resultado da novela Jesus fica aquém de sua ambição». Folha de S.Paulo. Consultado em 25 de julho de 2018. 
  68. a b «"Jesus" estreia com bons índices e conquista liderança inédita». R7. Consultado em 25 de julho de 2018. 
  69. «Theo Becker faz apelo para interpretar Jesus na próxima novela da Record». Estadão. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  70. «Theo Becker impressiona com magreza para tentar ganhar papel de Jesus na TV». Extra. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  71. «Theo Becker emagrece 1 kg por dia para interpretar Jesus sem saber se será Jesus». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  72. «Theo Becker se revolta contra galãs após perder papel: "Todos gays"». Metrópoles. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  73. «'Só um milagre', dispara Sonia Abrão sobre Theo Becker como Jesus». UOL. Consultado em 9 de junho de 2018. 
  74. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome :0

Ligações externas