Gladiador (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gladiador
Gladiator
Pôster de divulgação
 Estados Unidos[1]
 Reino Unido[2]
2000 •  155 [3] min 
Direção Ridley Scott
Produção Douglas Wick
David Franzoni
Branko Lustig
Roteiro David Franzoni
John Logan
William Nicholson
História David Franzoni
Elenco Russell Crowe
Joaquin Phoenix
Connie Nielsen
Oliver Reed
Derek Jacobi
Djimon Hounsou
Richard Harris
Género
Música Lisa Gerrard
Hans Zimmer
Harry Greenway
Cinematografia John Mathieson
Edição Pietro Scalia
Companhia(s) produtora(s) Scott Free Productions
Red Wagon Entertainment[4]
Distribuição DreamWorks SKG (EUA)
Universal Pictures (Internacional)
Lançamento Estados Unidos 5 de maio de 2000
Reino Unido 12 de maio de 2000
Brasil 19 de maio de 2000
Portugal 19 de maio de 2000
Idioma inglês
Orçamento US$ 103 000 000[5][6]
Receita US$ 457 640 427[7]
Página no IMDb (em inglês)

Gladiator (prt/bra: Gladiator)[8][9] é um filme britano-americano de 2000, dos gêneros drama histórico, ação e aventura, dirigido por Ridley Scott, com roteiro de David Franzoni, John Logan e William Nicholson.[8]

Estrelado por Russell Crowe, Joaquin Phoenix, Connie Nielsen, Ralf Möller, Oliver Reed, Djimon Hounsou, Derek Jacobi, John Shrapnel e Richard Harris, Gladiator foi distribuído pela Dreamworks SKG somente para a América do Norte, enquanto a Universal Pictures distribuiu mundialmente. Crowe interpreta o leal general Maximus Decimus Meridius, chamado de Espanhol no filme, que é traído quando o ambicioso filho do imperador, Cómodo, mata seu pai e toma o trono. Reduzido a um escravo, Máximo ascende através das lutas de gladiadores para vingar a morte de sua família e do antigo imperador.

Lançado em 5 de maio de 2000, Gladiator foi um enorme sucesso de bilheteria, recebendo críticas geralmente favoráveis. O filme foi indicado a vários prêmios, vencendo cinco Oscars incluindo o de Melhor Filme.[10]

Gladiator foi um sucesso de público e crítica, sendo considerado um marco para o cinema e iniciou uma nova onda de filmes históricos.[11]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O ano é de 180 d.C. e o general romano Maximus, servindo ao seu imperador Marco Aurélio, prepara seu exército para impedir a invasão dos bárbaros germânicos. Após o combate, Maximus fica sabendo que Marco Aurélio, já velho e ciente de sua morte, quer lhe passar o comando do Império Romano. Cómodo, filho do imperador, fica irado por ser preterido e mata o pai, assumindo o comando do império. Maximus escapa dos guardas de Cómodo, e então foge para sua fazenda em Trujillo, onde descobre que a mando do novo imperador sua esposa e filho foram mortos. Após enterrar sua família, Maximus desmaia de exaustão e feridas acumuladas.

Levado por vendedores de escravos, Maximus é levado para a Mauritânia Cesariense, onde é comprado pelo treinador de gladiadores Proximus. Sua aptidão militar torna Maximus um sucesso na região, onde sobrevive muitas batalhas ao lado do númida Juba e o germânico Hagen. Finalmente, Próximo é convidado para levar seus gladiadores ao Coliseu. Maximus, disposto a vingar o assassinato de sua mulher e de seu filho, sabe que é preciso triunfar para ganhar a confiança da plateia. Acumulando cadáveres nas arenas, o gladiador luta por uma causa pessoal, de forma quase que solitária e leva benefícios ao povo, submetido pela política do "pão e circo". "... E terei minha vingança, nesta vida ou na próxima.". Maximus sabe que o controle da multidão será vital para que possa arquitetar sua vingança, que culmina em um combate com o próprio Cômodo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Russell Crowe Maximus
Joaquin Phoenix Commodus
Connie Nielsen Lucilla
Oliver Reed Próximo
Richard Harris Marcus Aurelius
Derek Jacobi Gracchus
Djimon Hounsou Juba
David Schofield Falco
John Shrapnel Gaius
Tomas Arana Quintus
Ralf Möeller Hagen
Spencer Treat Clark Lucius
David Hemmings Cassius
Tommy Flanagan Cícero

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Recipiente Resultado
Oscar 2001 Melhor filme Douglas Wick, David Franzoni, Branko Lustig Venceu[12]
Melhor ator Russell Crowe Venceu[12][10]
Melhor figurino Janty Yates Venceu[10][12]
Melhores efeitos visuais Venceu[12][10]
Melhor som Venceu[12][10]
Melhor ator coadjuvante Joaquin Phoenix Indicado[12]
Melhor design de produção Arthur Max Indicado[12]
Melhor fotografia John Mathieson Indicado[12]
Melhor direção Ridley Scott Indicado[12]
Melhor edição Pietro Scalia Indicado[12]
Melhor trilha sonora Hans Zimmer, Lisa Gerrard Indicado[12]
Melhor roteiro original David Franzoni, John Logan, William Nicholson Indicado[12]
BAFTA 2001 Melhor cinematografia John Mathieson Venceu[13]
Melhor filme Douglas Wick, David Franzoni, Branko Lustig Venceu[13]
Melhor montagem Pietro Scalia Venceu[13]
Melhor design de produção Arthur Max Venceu[13]
Melhor direção Ridley Scott Indicado[13]
Melhores efeitos visuais John Nelson, Tim Burke, Rob Harvey, Neil Corbould Indicado[13]
Melhor figurino Janty Yates Indicado[13]
Melhor maquiagem e caracterização Paul Engelen, Graham Johnston Indicado[13]
Melhor ator Russell Crowe Indicado[13]
Melhor ator coadjuvante Oliver Reed Indicado[13]
Joaquin Phoenix Indicado[13]
Melhor roteiro original David Franzoni, John Logan, William Nicholson Indicado[13]
Melhor som Ken Weston, Scott Millan, Bob Beemer, Per Hallberg Indicado[13]
Melhor trilha sonora Hans Zimmer, Lisa Gerrard Indicado[13]
Globo de Ouro 2001 Melhor filme - drama Douglas Wick, David Franzoni, Branko Lustig Venceu[14]
Melhor trilha sonora Hans Zimmer, Lisa Gerrard Venceu[14][10]
Melhor direção Ridley Scott Indicado[14]
Melhor atriz - drama Russell Crowe Indicado[14]
Melhor ator coadjuvante Joaquin Phoenix Indicado[14]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Gladiator». AFI. Consultado em 18 de agosto de 2014 
  2. «Gladiator». BFI. Consultado em 20 de julho de 2013 
  3. «GLADIATOR (15)». British Board of Film Classification. 19 de abril de 2000. Consultado em 2 de junho de 2013 
  4. «Company Information». movies.nytimes.com. Consultado em 30 de julho de 2010 
  5. Sale, Martha Lair; Paula Diane Parker (2005), Losing Like Forrest Gump: Winners and Losers in the Film Industry (PDF), consultado em 19 de abril de 2019, arquivado do original (PDF) em 27 de fevereiro de 2007 
  6. Schwartz, Richard (2002), The Films of Ridley Scott, ISBN 0-275-96976-2, Westport, CT: Praeger, p. 141 
  7. «Gladiator (2000) - Box Office». boxofficemojo.com. Consultado em 16 de março de 2015 
  8. a b «Gladiator». Brasil: CinePlayers. Consultado em 22 de julho de 2020 
  9. «Gladiator». Portugal: CineCartaz. Consultado em 22 de julho de 2020 
  10. a b c d e f «GLADIADOR (crítica)». CCINE10. Consultado em 1 de março de 2016 
  11. Martin, Arnold (11 de julho de 2002), Making Books; Book Parties With Togas, The New York Times, consultado em 27 de fevereiro de 2009, cópia arquivada em 17 de janeiro de 2008 
  12. a b c d e f g h i j k l «73.º Oscar - 2001». CinePlayers. Consultado em 22 de julho de 2020 
  13. a b c d e f g h i j k l m n «BAFTA|Film in 2001». BAFTA Awards Database. Consultado em 22 de julho de 2020 
  14. a b c d e «58.º Globo de Ouro - 2001». CinePlayers. Consultado em 22 de julho de 2020