DreamWorks SKG

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
DreamWorks SKG
Privada
Atividade Produção cinematográfica e programas de televisão
Fundação 12 de outubro de 1994 (25 anos)
Fundador(es) Steven Spielberg, Jeffrey Katzenberg e David Geffen
Sede Burbank, Califórnia,  Estados Unidos
Área(s) servida(s) Mundo
Proprietário(s) Amblin Partners:
Pessoas-chave Steven Spielberg
Jeffrey Katzenberg (CEO)
David Geffen
Empregados 1.200 (2008)
Divisões DreamWorks Television
Storyteller Distribution
Faturamento Aumento US$ 4.5 bilhões (2008)
Website oficial DreamWorks.com

DreamWorks Pictures SKG ou DreamWorks Studios ou simplesmente DreamWorks, é uma das maiores empresas cinematográficas dos Estados Unidos, desenvolvendo, produzindo e distribuindo filmes, Video games e programas de televisão. A DreamWorks localiza-se em Burbank na Califórnia e tem uma filial em Jersey City. As iniciais "SKG" são devidas aos co-fundadores da companhia, Steven Spielberg (diretor de cinema e fundador da Amblin Entertainment), Jeffrey Katzenberg (cineasta americano, ex-diretor da Walt Disney Company) e David Geffen (produtor musical, fundador das gravadoras Geffen Records e DGC Records, pertencente à Universal Music Group).[1]

Nos videos games, temos o fabuloso game que marcou época no console da Sony; Medal of Honor foi um dos principais jogos da série em meados de 1997.

A DreamWorks Records nunca atendeu as expectativas e foi vendida em outubro de 2003 para a Universal Music Group, que agora opera com o nome de DreamWorks Nashville.

De todos os principais estúdios cinematográficos é o mais recente, tendo sido lançado seu 1° filme (The Peacemaker) em 1997, apesar de ter produzido algumas séries em 1996. Apesar de novo, o estúdio já conseguiu realizar vários filmes de sucesso, como o vencedor do Oscar Beleza Americana e franquias de animação como Shrek e Madagascar. O estúdio teve grande sucesso financeiro com esses filmes, especificamente com a franquia Shrek que arrecadou mais de US$ 3,5 bilhões nos cinemas, sendo a franquia de animação mais rentável de todos os tempos. Baseado nesse sucesso, a DreamWorks Animation foi criada como uma companhia a parte, atualmente pertencente ao grupo Comcast. Na realidade, a DreamWorks emergiu como o principal competidor da Pixar na era da animação computadorizada.

A empresa tem também trabalhos voltados a videogames, através da DreamWorks Iteractive. Em 1999 lançou aquele que seria seu principal game: Medal of Honor, um dos melhores jogos lançados para o primeiro Playstation. Depois, a série foi continuada pela sua publisher, a Eletronic Arts.

A DreamWorks especialmente co-financia e co-distribui varias produções. DreamWorks já lançou filmes com as seguintes companhias:

  1. Universal Pictures
  2. Walt Disney Pictures e Touchstone Pictures
  3. Sony Pictures
  4. Warner Bros. Pictures
  5. Paramount Pictures
  6. 20th Century Fox
  7. Nickelodeon Movies
  8. Relliance Entertainment India

Com o co-financiamento e co-distribuição, um dos estúdios lança o filme internacionalmente, e o outro, domesticamente. Geralmente dois filmes são produzidos com esse ideal. Por exemplo, ambos Minority Report e Estrada para Perdição foram feitos pela Dreamworks/20th Century Fox e lançados em 2002. No caso de Minority Report, a Fox lançou o filme nos Estados Unidos e a Dreamworks o lançou internacionalmente. Já em Estrada Para Perdição, Dreamworks lançou o filme nos Estados Unidos e a Fox o lançou internacionalmente.

Em 2012 a DreamWorks teve seus filmes distribuídos pela Walt Disney Pictures, usando o selo Touchstone Pictures. Mas em 2013 teve uma mudança, e a DreamWorks passou a ser distribuído pela 20th Century Fox. Em Outubro de 2016, a DreamWorks passou a ser distribuído pela Universal Studios.

Propriedade[editar | editar código-fonte]

Em 1994, Spielberg, Geffen e Katzenberg abriram a companhia após o último ser demitido da The Walt Disney Company. O financiamento veio de US$ 33 milhões de cada um mais $ 500[vago] milhões do cofundador da Microsoft Paul Allen.

Com dificuldades financeiras após o fracasso de Sinbad: Legend of the Seven Seas ($125 milhões de prejuízo) e a performance baixa de The Island[desambiguação necessária] na América do Norte ($36 milhões com um orçamento de $126 milhões),[2] em 2005 a Paramount Pictures comprou a DreamWorks, exceto pela lucrativa divisão animada - que ainda assim tem suas produções distribuídas pela Paramount.[3]

Em 2006, a Paramount vendeu parte do controle do acervo da DreamWorks para a Soros Strategic Contners e Dune Entertainment II.[4][5]

Em 2008, em busca de financiamento para continuar operando independentemente, visto que o contrato com a Paramount venceria no fim do ano,[6] a DreamWorks fechou um acordo com uma firma de investimentos indiana, Reliance ADA Group.[7]

Companhias derivadas[editar | editar código-fonte]


Filmes Animados[editar | editar código-fonte]

Animação Tradicional[editar | editar código-fonte]

Filme Ano Bilheteria Mundial*
O Príncipe do Egito 1998 $218,613,188
O Caminho Para El Dorado 2000 $76,432,727
José - O Rei dos Sonhos 2000 (direto-em-DVD)
Spirit - O Corcel Indomável 2002 $122,563,539
Sinbad: A Lenda dos Sete Mares 2003 $80,767,884
  • -em dólares

Filmes Stop-motion[editar | editar código-fonte]

Produzidos pela Aardman Animations.

Filme Ano Bilheteria Mundial*
A Fuga das Galinhas 2000 $224,834,564
Wallace & Gromit - A Batalha dos Vegetais 2005 $192,610,372
  • Em dólares

Filmes de Animação-computadorizada[editar | editar código-fonte]

Filmes de Animação-computadorizada ainda não lançados[editar | editar código-fonte]

  • Trolls World Tour (2020)
  • The Croods 2 (2020)
  • The Boss Baby 2 (2021)

Séries de televisão[editar | editar código-fonte]

Especiais de televisão[editar | editar código-fonte]

  • The Hatching of "Chicken Run" (2000)
  • Gladiator Games: The Roman Bloodsport (2000)
  • We Stand Alone Together (2001)
  • What Lies Beneath: Constructing the Perfect Thriller (2001)
  • Woody Allen: A Life in Film (2002)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]