A Rainha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
The Queen
No Brasil A Rainha
Em Portugal A Rainha
 Reino Unido ·
 França ·  Itália
2006 •  cor •  97 min 
Direção Stephen Frears
Produção Andy Harries
Christine Langan
Tracey Seaward
Produção executiva François Ivernel
Cameron McCracken
Scott Rudin
Roteiro Peter Morgan
Elenco Helen Mirren
Michael Sheen
James Cromwell
Sylvia Syms
Género drama biográfico
ficção histórica
Música Alexandre Desplat
Direção de fotografia Affonso Beato
Figurino Consolata Boyle
Edição Lucia Zucchetti
Companhia(s) produtora(s) Granada Productions
Distribuição Miramax Films
Pathé!
BIM Distribuzione
Lançamento 15 de setembro de 2006
Idioma inglês

The Queen (bra/prt: A Rainha)[1][2] é um filme de drama biográfico britânico de 2006 que retrata os eventos após a morte de Diana, Princesa de Gales em 1997. Inicialmente, a Família Real considera a morte de Diana como um assunto privado e, portanto, não deve ser tratada como uma morte real oficial, em contrastam com as opiniões do primeiro-ministro Tony Blair e do ex-marido de Diana, o príncipe Charles, que favorecem o desejo do público em geral de uma expressão oficial de luto. As questões são ainda mais complicadas pela mídia, protocolo real sobre o status oficial de Diana e questões mais amplas sobre o republicanismo.

O filme foi escrito por Peter Morgan, dirigido por Stephen Frears e estrelado por Helen Mirren no papel-título da rainha Elizabeth II.[3] A produção e o lançamento do filme coincidiram com um renascimento do sentimento público favorável em relação à monarquia, uma queda na sorte de Blair e o inquérito britânico sobre a morte de Diana, a Operação Paget. O ator Michael Sheen reprisou seu papel como Blair de The Deal em 2003, e ele fez isso novamente em The Special Relationship em 2010.

A Rainha recebeu aclamação geral da crítica e do público por Mirren interpretando o papel-título, que lhe rendeu vários prêmios, como o Oscar, a Coppa Volpi de Melhor Atriz, o Prêmio BAFTA e o Globo de Ouro. Mirren foi elogiada pela própria rainha e foi convidada para jantar no Palácio de Buckingham.  No entanto, Mirren não pôde comparecer devido a compromissos de filmagem em Hollywood.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história se concentra na repercussão da morte de Lady Di, divulgada em 1 de setembro de 1997, quando a rainha Elizabeth 2.ª não consegue entender a reação emocional do povo britânico e permanece isolada com a rainha-mãe, o marido, o duque de Edimburgo, seu filho, o príncipe de Gales, e os netos — os príncipes Guilherme e Henrique de Gales no Castelo de Balmoral, na Escócia. Tony Blair, recém-empossado como primeiro-ministro, percebe que precisa agir para reaproximar a família real da população.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

O filme usa imagens de arquivo de Diana, Princesa de Gales, Camilla Parker Bowles, Nicholas Owen, Julia Somerville, Martyn Lewis, Trevor McDonald e John Suchet.

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 2007

Ano Categoria Notas Resultado
2007 Melhor Filme The Queen Indicado[5]
Melhor Diretor Stephen Frears Indicado[5]
Melhor Atriz Helen Mirren Venceu[5]
Melhor Roteiro Original Peter Morgan Indicado[5]
Melhor Figurino Consolata Boyle Indicado[5]
Melhor Trilha Sonora Alexandre Desplat Indicado[5]

Globo de Ouro 2007 (Estados Unidos)

Ano Categoria Notas Resultado
2007 Melhor Filme - Drama The Queen Indicado[6]
Melhor Diretor Stephen Frears Indicado[6]
Melhor Atriz - Drama Helen Mirren Venceu[6]
Melhor Roteiro Peter Morgan Venceu[6]

BAFTA 2007 (Reino Unido)

Ano Categoria Notas Resultado
2007 Melhor Filme The Queen Venceu[carece de fontes?]
Melhor Filme Britânico Indicado[carece de fontes?]
Melhor Diretor Stephen Frears Indicado[carece de fontes?]
Melhor atriz Helen Mirren Venceu[carece de fontes?]
Melhor Ator Coadjuvante Michael Sheen Indicado[carece de fontes?]
BAFTA de melhor roteiro original Peter Morgan Indicado[carece de fontes?]
Melhor Edição Lucia Zuchetti Indicado[carece de fontes?]
Melhor Figurino Consolata Boyle Indicado[carece de fontes?]
Melhor Maquiagem Monique Felix Indicado[carece de fontes?]
Melhor Trilha Sonora Alexandre Desplat Indicado[carece de fontes?]

Referências

  1. «A Rainha». Brasil: CinePlayers. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  2. «A Rainha». Portugal: CineCartaz. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  3. Bastin, Giselle (2009). «Filming the Ineffable: Biopics of the British Royal Family». a/b: Auto/Biography Studies (1): 34–52. ISSN 2151-7290. Consultado em 20 de setembro de 2022 
  4. https://www.scotsman.com/news
  5. a b c d e f «79.º Oscar - 2007». CinePlayers. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  6. a b c d «64.º Globo de Ouro - 2007». CinePlayers. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme britânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.