Vidas Cruzadas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura a novela homônima da TV Excelsior, veja Vidas Cruzadas (1965).
Vidas Cruzadas
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 60 minutos
Criador(es) Marcos Lazarini
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Atílio Riccó
Henrique Martins
Roteirista(s) Ecila Pedroso
Elenco Patrícia de Sabrit
Alexandre Barillari
Dalton Vigh
Sérgio Britto
Laura Cardoso
Jayme Periard
Felipe Folgosi
Martha Mellinger
Micaela Góes
Ana Cecília Costa
Ângela Leal
(ver mais)
Tema de abertura "Eternamente", Belo
Exibição
Emissora de televisão original Brasil RecordTV
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 20 de novembro de 2000 - 16 de abril de 2001
N.º de episódios 127

Vidas Cruzadas é uma telenovela brasileira produzida pela RecordTV e exibida de 20 de novembro de 2000 a 16 de abril de 2001 em 127 capítulos às 20h.[1] Escrita por Marcos Lazarini com colaboração de Ecila Pedroso, direção de Cláudio Cavalcanti e Fernando Leal, direção geral de Henrique Martins e direção de núcleo de Atílio Riccó. Foi a última telenovela brasileira dirigida por Atílio Riccó antes deste iniciar carreira em Portugal, no ano de 2001.

Contou com Patrícia de Sabrit, Alexandre Barillari, Dalton Vigh, Sérgio Britto, Jayme Periard e Laura Cardoso nos papéis principais. Teve uma média geral de 6 pontos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O milionário Teodoro Oliveira de Barros se reencontra com sua neta Letícia vinte anos depois de tê-la trocado na maternidade, quando nascera, pelo menino Aquiles, que criara como seu neto, por desejar um herdeiro homem. Teodoro trocou a neta pelo filho de um empregado, Ambrósio, porque o poderoso comendador Aquiles Machado propôs casar-se com Beatriz, mesmo grávida como estava depois de um namoro desaprovado pelo pai, contanto que ela lhe desse um filho homem para prosseguir com seu nome e seus negócios. Com o nascimento de Letícia, Teodoro faz a troca.

A filha de Teodoro, Beatriz, não sabe da troca e tem Aquiles como seu filho verdadeiro. Mais de vinte anos depois, Letícia repete a história da mãe e engravida muito jovem, saindo então do internato onde esteve. O pai de seu filho é o jovem Aquiles, que ocupa o lugar dela na família Oliveira de Barros. Luísa conhece o fotógrafo Lucas, que se apaixona por ela e tenta ajudá-la a resolver seus problemas com Aquiles.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Patrícia de Sabrit Letícia / Luísa
Alexandre Barillari Aquiles Oliveira de Barros
Dalton Vigh Lucas
Petrônio Gontijo José Carlos Coutinho ()
Sérgio Britto Teodoro Oliveira de Barros
Laura Cardoso Natália Oliveira de Barros
Jayme Periard Dr. Amaro
Felipe Folgosi Douglas
Martha Mellinger Leonor
Domingos Montagner Rubens Falcão
Micaela Góes Raquel
Ana Cecília Costa Janine
Ângela Leal Beatriz Oliveira de Barros
Narjara Turetta Selma Duarte
Gianfrancesco Guarnieri Policarpo Quaresma
Valéria Alencar Rafaela
Mário Schoemberger Ambrósio
Ariel Borghi Martim
Fernando Levi Leonel
Gabriela Alves Josefa
Gésio Amadeu Josué
Karina Bacchi Renata
Nill Marcondes Léo
Lucimara Martins Manuela
Sônia Guedes Loreta
Ângela Correa Guiomar
Guadalupe Mendonça Rita
Glória Portella Darcy
Ícaro Silva Cacá
Leonardo Paes Leme Juvenal
Paulo Vasconcelos Paulo
Renato Rodriguez Fernando
Juca de Oliveira Comendador Aquiles Machado
Adelson Dornellas Mestre Baltazar
Clenira Melo Cida
Ivanildo Silva Expedito
Desirée Vignolli Dorotéia

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Vidas Cruzadas
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2001
Gênero(s) Trilha sonora
Idioma(s) Português
Formato(s)
Gravadora(s) Rds

Capa: Patrícia de Sabrit

N.º Título Música Personagem tema Duração
1. "Eternamente"   Belo Tema de abertura 4:26
2. "Meus Sentimentos"   Harmonia do Samba   4:32
3. "Amor Demais"   Soweto   3:34
4. Sem título   Fabio Jr.   3:16
5. "Abre Coração"   Guilherme & Santiago   3:29
6. "Teu Beijo"   Família Lima   4:16
7. "Olhos"   Leandro Lehart   4:50
8. "Alma Metade"   Marcelo Marcky   4:19
9. "Tudo Passa"   Adryana e a Rapaziada   3:57
10. "Intuição"   Netinho   3:42
11. "Gudibay"   Banda Eva   3:10
12. "1800 Colinas"   Paula Toller   3:48
13. "Berreco"   Cláudinho & Buxexa   3:45

Referências

  1. «Ilha de "Vidas Cruzadas" tem fama de assombrada». Folha Ilustrada. 20 de novembro de 2000. Consultado em 5 de junho de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]