Grace Gianoukas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Grace Gianoukas
Nome completo Grace Mattos Gianoukas
Nascimento 9 de dezembro de 1963 (59 anos)
Rio Grande, RS
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Atividade 1983–presente
Outros prêmios
Troféu Mambembe

1997 - O Pequeno Mago (ver mais)

Grace Mattos Gianoukas (Rio Grande, 9 de dezembro de 1963)[1] é uma atriz, autora, diretora teatral e produtora teatral brasileira. Ficou conhecida por interpretar Eva em Rá-Tim-Bum de 1990 a 1994. Em 2020, interpretou Ermê em Salve-se Quem Puder, pela qual foi indicada duas vezes ao Melhores do Ano de Melhor Atriz Coadjuvante: em 2020 e 2021.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1984, transfere-se para São Paulo, onde escreveu vários textos para teatro, como a comédia "Não Quero Droga Nenhuma", que ficou cinco anos em cartaz, além de produzir vários projetos culturais com a Cia. Harpias e Mansfield, que fundou com Ângela Dip, Giovanna Gold e Marcelo Mansfield, levando o teatro de humor para bares e casas noturnas. Depois de atuar em diversos espetáculos, como "O Amigo da Onça", de Chico Caruso, com direção de Paulo Betti, e "O Pequeno Mago", do grupo XPTO, trabalho que lhe rendeu o Prêmio do Ministério da Cultura de Melhor Atriz, criou um dos projetos que renovou o humor de São Paulo no início dos anos 2000: "Terça Insana".

Na década de 1980, após as participações em Acre vai à Rússia, (Élcio Rossini) e Dias Felizes (Samuel Beckett) Grace fundou junto à Ângela Dip, a Cia Harpas e Ogros, e nesta, criou, produziu e atuou em quatro espetáculos. Paralelamente, foi convidada para diversas montagens teatrais. No início dos anos 90 participou do programa infantil Rá-Tim-Bum da TV Cultura. Ao fim dos anos 90, trabalhou em dois espetáculos com o Grupo XPTO levando ao palco, artistas de áreas variadas, como forma de incentivo à formação dos novos talentos.[1][2]

No início dos anos 2001, uma das suas criações foi Terça Insana, projeto teatral que incentiva novos atores e autores de humor. O projeto revolucionou o humor brasileiro.[3][4] Atuou também em Sobre Amor e a Amizade, baseado na obra de Caio Fernando Abreu.[2] Fez uma pequena participação em Cúmplices de um Resgate (2015), no SBT como Benedita.[5]

Em 2016, Grace começou a viver os grandes momentos de sua carreira. Com isso, voltou com seu projeto de humor, o Terça Insana.[3] No mesmo ano, a atriz ganhou notoriedade nacional ao interpretar a vilã cômica Teodora Abdala na novela Haja Coração (uma nova versão de Sassaricando). Seu desempenho foi tão plausível que inicialmente levou a Rede Globo esticar seu papel na trama, que morreria logo nas primeiras semanas após a estreia. Mais tarde, devido aos pedidos do público, o autor arrumou um jeito da personagem nunca desaparecer completamente do folhetim, fazendo diversas participações em flashback e depois retornando, mas com uma nova personalidade e com maior teor cômico.[6]

Após o seu grande sucesso em Haja Coração, ganhou diversos convites para trabalhos na televisão, fazendo diversas participações em especiais. Em 2018, retorna as novelas em Orgulho e Paixão, novela das 18 horas, onde viveu a cômica Petúlia, uma governanta maquiavélica responsável por diversas armações na trama, sendo a principal vilã secundária da trama. Grace novamente foi elogiada e aplaudida por sua interpretação, pois Petúlia apesar de malvada era extremamente divertida e amada pelo público. Em 2020, é um dos destaques da novela das 19 horas Salve-se Quem Puder, onde surge como a doce Ermelinda, uma mulher amorosa e humilde do interior, que trabalha para o programa de proteção de testemunhas, sendo uma mãe super-protetora com seu filho adulto Zezinho, e tornando-se também uma mãe para as protagonistas da história, vivendo também um divertido triângulo amoroso.

Em 2021, para comemorar com os fãs, que a acompanham pelos palcos desde o início de sua carreira, e os mais jovens, que só a viram em cena pelas telas, a atriz criou o “Grace em Revista”.  O espetáculo chegou com os 21 anos de lançamento do Projeto Terça Insana e comemorou os seus 40 anos de carreira.

A atriz, sozinha em cena, revela o caminho que percorreu para transformar o palco da comédia num espaço de questionamento, de guerra ao preconceito, de respeito às minorias e transformação social. Em 70 minutos ela conta histórias vividas e revela o processo de criação que deu origem às suas criações icônicas. São elas: Aline Dorel, Santa Paciência, Advogada do Diabo, Adolescente Girassol, Preguiça, Mulher Limão e Cinderela; que pedem passagem para brilhar entre as histórias.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Grace Gianoukas nasceu na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, no dia 9 de dezembro de 1963. A atriz tem ascendência grega e portuguesa. Se formou em Artes Cênicas na UFRGS, Porto Alegre, em 1981.[1]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Como atriz[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1982 A Marquesa de Paraty
1983–84 O Acre Vai à Rússia[1]
1985 Dias Felizes de Samuel Beckett
Nas Gôndolas do Tietê
1986–92 Troféu Creme de la Creme
1987 Tonturas de Verão
O Amigo da Onça
1987–89 O Pequeno Grande Pônei Luna
1988 SP em Surto
1989 Carroça Sem Rumo Rosinha
1990–95 Não Quero Droga Nenhuma - A Comédia Vários personagens
1996–97 O Pequeno Mago
1998–00 Paraíso Sheila
1999 Além do Abismo
2001–presente Terça Insana[7] Vários personagens
2002 Sobre o Amor e a Amizade
2012 Terça Insana: Antes que o Mundo Acabe[8] Vários personagens
2014 Terça Insana - Adiós, Amigos![9] Vários personagens
2015–16 Grace Gianoukas Recebe[10] Vários personagens
2017 Hortance, A Velha[11] Hortance
2021 O L Perdido Leila
2021 - presente Grace em Revista Vários personagens
2022 Procuro o Homem da Minha Vida, Marido já Tive Daniela - Princesa Encantada

Como diretora[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2005–07 Mulheres Insanas[10]
2009 Lili e Cia[10]
2010–15 Pílulas Insanas[10]
2018 Vamos falar de Amor, Amor?
2019 A Bruxa do Chocolate

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota
1987–89 TV Mix Vários personagens[1][4]
1988 Chapadão do Bugre Grace[1] Episódio: "4 de janeiro"
1990–94 Rá-Tim-Bum Eva da Silva[1][4]
1992 Grande Pai Marta Episódio: 1 de março"
1993 Sex Appeal Célia Episódio: "3 de julho"
1993–94 Escolinha do Professor Raimundo Maninha Marrom[1]
1997 Castelo Rá-Tim-Bum Bruxa Má Episódio: "Hora de Dormir"
1999 Ô... Coitado! Juracy Episódio: "Não Pago nem Morto"
Sandy & Júnior Nanon Bouquet Episódio: "O Sumiço do Porco Dourado"
Tiro e Queda Claudinéia Assunção (Néia)[12]
2001 Vidas Cruzadas Cecilia
2006 Bang Bang Esmeralda[1] Episódio: "6–7 de fevereiro"
2013 Guerra dos Sexos Ludmila[13] Episódio: "25 de fevereiro"
2015 Cúmplices de um Resgate Benedita[5] Episódio: "25 de novembro–2 de dezembro"
2016 Haja Coração Teodora Abdala Varella[14]
2017 Angeli the Killer Rê Bordosa (voz)[15] Dublagem
Eu, Ela e um Milhão de Seguidores Ruth Goldenberg[16]
2018 Orgulho e Paixão Petúlia do Nascimento[17]
2019 Vai que Cola Rosa Temporada 7
2019–
presente
O Dono do Lar Nina
2020 Salve-se Quem Puder Ermelinda Prazeroso (Ermê)[18]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1989 Festa Secretária do Ator[1]
1996 Flores Ímpares Azaléia[1]
2002 Eu Não Conhecia Tururú Maria Felícia[1]
2008 Dossiê Rê Bordosa Rê Barbosa (dublagem)[19]
2012 Penetras de Luxo (curta-metragem) Pérola[20]
2021 Bob Cuspe: Nós Não Gostamos de Gente Rê Barbosa (dublagem)[19]
2022 O Clube das Mulheres de Negócios (previsão de lançamento 2024)

Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2012 Penetras de Luxo Pérola[20]
2016 Haja Coração – Spin-off Teodora Abdala Varella[21]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Nomeação Resultado Ref
1983 Troféu Açorianos Melhor proposta de vanguarda
O Acre Vai à Rússia
Venceu [22]
1997 Troféu Mambembe Melhor atriz
O Pequeno Mago
Venceu [1]
Prêmio APETESP Melhor atriz Indicada [23]
2016 Prêmio Quem de Televisão Melhor atriz coadjuvante
Haja Coração
Indicada [24]
Troféu UOL TV e Famosos Melhor Atriz Indicada [25]
Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Atriz de Comédia
Grace Gianoukas Recebe
Venceu [26]
Troféu Nelson Rodrigues Artes
Homenagem
Venceu [27]
2019 Prêmio F5 da Folha de S.Paulo Melhor atriz de comédia
O Dono do Lar
Indicada [28]
2020 Melhores do Ano Minha Novela Melhor Atriz Coadjuvante
Salve-se Quem Puder
Indicado [29]
2021 Melhores do Ano - RD1 Melhor Atriz Coadjuvante Indicado [30]
Prêmio Arcanjo de Cultura Teatro
O L Perdido
Venceu [31]
Especial
40 anos de Carreira
Venceu
2022 Prêmio Bibi Ferreira[32] Melhor Atriz Coadjuvante em Peça de Teatro
Procuro o Homem da Minha Vida, Marido Já Tive
Indicado
2022 Prêmio do Humor[33] Especial
40 anos dedicados à atuação e ao humor
Pendente

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m «Grace Gianoulas - Cecília D'Antino». Cecília D’Antino. Consultado em 8 de junho de 2016 
  2. a b «"Terça Insana - Grace Gianoukas Recebe" volta em janeiro». Resenhando.com. 7 de janeiro de 2016. Consultado em 8 de junho de 2016 
  3. a b Prado, Miguel Arcanjo (9 de janeiro de 2016). «Novo Terça Insana é mais cutucativo, diz Gianoukas nos 15 anos da peça». UOL Entretenimento. Consultado em 8 de junho de 2016 
  4. a b c «Grace Gianoukas». Trimix. Consultado em 8 de junho de 2016 
  5. a b «Sem novela bíblica, Globo sobe 1 ponto em SP e 5 no Rio - Cultura - Estadão». Estadão. Consultado em 22 de abril de 2016 
  6. «Teodora, de Haja Coração, ficará viva por mais tempo». www.ofuxico.com.br. Consultado em 7 de junho de 2016 
  7. «Grace Gianoukas anuncia o fim da "Terça Insana": "darei novos saltos no precipício"». Veja São Paulo. Consultado em 13 de janeiro de 2017 
  8. «Da Terça Insana para o espetáculo "Antes que o mundo acabe"». Trilha Cultural. Consultado em 13 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 16 de janeiro de 2017 
  9. «Terça Insana traz peça de despedida 'Adiós, amigos' ao Santa Isabel, Recife». G1. Consultado em 13 de janeiro de 2017 
  10. a b c d "«Terça Insana apresenta 'Grace Gianoukas Recebe' no Teatro Manauara». Revista Tipo. Consultado em 13 de janeiro de 2017 
  11. «"Hortance, A Velha" é estrelada por Grace Gianoukas, com direção de Fred Mayrink». IG Gente. Consultado em 13 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 16 de janeiro de 2017 
  12. «Tiro e Queda». Teledramaturgia. Consultado em 8 de junho de 2016 
  13. «Rimos muito, diz Grace Gianoukas sobre cena de balé com Gianecchini - Últimas Notícias - UOL TV e Famosos». UOL TV e Famosos. Consultado em 22 de abril de 2016 
  14. «Grace Gianoukas volta à Globo para novela "Haja Coração"». Registro POP. Consultado em 11 de fevereiro de 2016 
  15. «"Angeli The Killer" estreia no Canal Brasil». Teletela. Consultado em 20 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 23 de dezembro de 2017 
  16. «Crítica: Grace Gianoukas mostra versatilidade e brilha em 2017». Uol. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  17. «Grace Gianoukas fará 'Orgulho e paixão'». Patrícia Kogut, O Globo. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  18. Redação (9 de junho de 2019). «Grace Gianoukas grava séries para Multishow e se prepara para viver caipira em novela da Globo». GaūchaZH. Consultado em 28 de dezembro de 2019 
  19. a b «Dossiê Rê Bordosa». Porta Curtas. Consultado em 8 de junho de 2016 
  20. a b "«SundayTV estreia 'Penetras de Luxo'». Terra. 30 de novembro de 2012. Consultado em 13 de janeiro de 2017 
  21. «'Haja Coração Spin-off' Assista aos vídeos pelo Globo Play». Globo Play. Consultado em 13 de janeiro de 2017 
  22. «Premiação Açorianos 1983». Mais Teatro. Consultado em 21 de dezembro de 2016 
  23. «1996 – Prêmio APETESP». CBTIJ. Consultado em 21 de dezembro de 2016 
  24. «Prêmio QUEM 2016: Quem é a melhor atriz coadjuvante de TV do ano?». Revista Quem. Globo.com. 12 de dezembro de 2016. Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  25. «Quem foi a melhor atriz da TV em 2016?». tvefamosos.uol.com.br. Consultado em 12 de dezembro de 2018 
  26. «Grace Gianoukas recebe prêmio de melhor atriz de comédia». ACM São Paulo. 29 de dezembro de 2016. Consultado em 13 de janeiro de 2017 
  27. Miguel Arcanjo Veja quem ganhou o Troféu Nelson Rodrigues da ANCEC em SP UOL. Consultado em 14.02.2020
  28. «Prêmio F5: Veja indicados e vote nos principais destaques do entretenimento em 2019». Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de novembro de 2019 
  29. Jorge Luiz Brasil. «Confira os vencedores do 16° MAMN-Melhores do Ano de Minha Novela». Mais Novela. 13 de fevereiro de 2021. Consultado em 24 de novembro de 2021 
  30. «Melhores do Ano – RD1 elege destaques de 2021 na TV e na música». Spin Off. 12 de novembro de 2021. Consultado em 16 de novembro de 2021 
  31. «Marina Sena, Don L, Exposição Rita Lee: Veja indicados do Prêmio Arcanjo de Cultura». Terra. 29 de novembro de 2021. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  32. «Prêmio Bibi Ferreira 2022: veja os indicados de peças de teatro e musicais». Culturice. 16 de agosto de 2022. Consultado em 17 de agosto de 2022 
  33. «Hassum e Claudia Raia estão entre indicados do prêmio de humor de Porchat». O Tempo. 23 de dezembro de 2017. Consultado em 23 de dezembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Grace Gianoukas


Ícone de esboço Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.