Sandy & Junior (série)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Sandy & Junior, veja Sandy & Junior (desambiguação).
Sandy & Junior
Logotipo usado na quarta temporada.
Informação geral
Formato série
Gênero Comédia musical
Duração 30 minutos
Criador(es) Adriana Avellar
Sarah Lavigne
Thiago Marinho
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Elenco
Tema de abertura "Eu Acho Que Pirei" (1999–2001)
"Não Dá pra não Pensar" (2002)
Localização Campinas
Rio de Janeiro
Exibição
Emissora original Rede Globo
Transmissão original 11 de abril de 1999 – 29 de dezembro de 2002
Temporadas 4
Episódios 175

Sandy & Junior foi um seriado brasileiro produzido e exibido pela Rede Globo e protagonizado pelos irmãos Sandy Leah e Junior Lima.[1] Foi transmitido de 11 de abril de 1999 a 29 de dezembro de 2002, tendo quatro temporadas e sendo reprisado até 23 de março de 2003 pela mesma emissora.[2] Da primeira à terceira temporada foi utilizada como tema de abertura a canção "Eu Acho que Pirei", interpretada pela dupla principal.[3] Já na quarta e última temporada foi utilizada a canção "Não Dá pra não Pensar".[4] Um videoclipe temático era produzido para o final de cada episódio, entre singles e outras canções dos álbuns da dupla, sempre interpretadas por eles.[5]

Todas as gravações das três primeiras temporadas foram realizadas em Campinas, utilizando um colégio real como cenário, o Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, que na trama se chamava Centro Educacional Mario de Andrade (CEMA), mudando para um condomínio cenográfico no Rio de Janeiro na última temporada.[6] Foi reprisado pelo Canal Viva, entre 2010 e 2013 e, devido ao pedido do público, novamente em 2015, a partir de 16 de fevereiro, onde se encontra em exibição atualmente.[7]

Teve os irmãos Sandy e Junior Lima como protagonistas em uma história baseada em suas próprias vidas, narrando as desventuras da dupla no colégio e entre amigos. Fernanda Paes Leme, Paulo Vilhena, Igor Cotrim, Wagner Santisteban, Camila dos Anjos, Bruna Thedy, Karina Dohme, Douglas Aguillar, Marie Lanna, José Trassi e Aline Ortolan interpretam os demais papeis principais.[8]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A série narra com humor o cotidiano de uma turma de amigos do colégio Centro Educacional Mário de Andrade (CEMA), localizado na cidade de Campinas. Lá eles vivem problemas e aventuras comuns da adolescência, como a intensidade dos amores, a criação de suas próprias ideologias e personalidade, a exploração da sexualidade e o descobrimento do que querem para o futuro. O grupo de amigos é formado pela inteligente Sandy (Sandy), o musicista Junior (Junior Lima), a rica Patty (Fernanda Paes Leme), a evoluida Ritinha (Bruna Thedy), o esportista Gustavo (Paulo Vilhena), o nerd Basílio (Wagner Santisteban), a tímida Bebel (Camila dos Anjos), a atrapalhada Beth (Karina Dohme), o ogro Mau (Douglas Aguillar), o encrenqueiro Boca (Igor Cotrim), a doce & meiga Clara (Marie Lanna), o skatista Dodô (José Trassi) e a artística Teca (Aline Ortolan).[9]

Episódio piloto[editar | editar código-fonte]

O episódio piloto do seriado foi exibido pela Rede Globo em dezembro de 1998[10] e bateu 32 pontos de audiência, o que encorajou o diretor geral de criação da emissora, Carlos Manga, a tornar o programa fixo na grade.[11]

Trata-se de um episódio especial de Natal que inicia a série, mostrando o cotidiano de alunos adolescentes de uma escola de Campinas. Sandy é uma aluna exemplar, considerada uma das melhores da escola, ao lado de Júnior, um exímio musicista, que lidera a rádio estudantil. Gustavo é o bom moço, esportista nato e bastante cobiçado pelas garotas, sendo o interesse amoroso de Vicky (Mariana Ximenes), uma garota tímida e bolsista que ajuda sua mãe Lígia (Regina Remencius) na cantina do colégio, durante os intervalos de aula. Gustavo, no entanto, anda se envolvendo com a fútil e esnobe Patty (Fernanda Paes Leme), que não perde tempo em humilhar Vicky.

Com o fim do ano se aproximando, os alunos planejam sua festa de Natal, organizada por Pachecão e pela professora Carolina (Patricia Lucchesi). Um grupo de percussão de uma comunidade carente chamado Bate-Lata é convidado para participar do evento, despertando rejeição em Patty e em seus amigos Beth (Karina Dohme), Mau (Douglas Aguillar) e Morcegão (Linho Bernini), que logo recorrem à conservadora professora Elvira (Cidinha Milani) para intervir na decisão junto ao diretor Camilo (Blota Filho). Essa atitude, acaba afastando Gustavo de Patty e o aproximando de Vicky. Sentindo-se excluída e traída, Patty resolve sabotar a festa e jogar a culpa em cima de Vicky, mas Sandy, Junior e seus amigos descobrem o plano da moça e planejam uma maneira inteligente dela e de seus cúmplices confessarem o ato.

1ª temporada[editar | editar código-fonte]

O colégio Liceu Salesiano, em Campinas, foi utilizado como cenário real para a série sob o nome de Centro Educacional Mário de Andrade (CEMA).

Na primeira temporada a turma de amigos está no primeiro ano do ensino médio, vivenciando as descobertas da juventude. Sandy e Junior são integrantes do grêmio estudantil e lideram a rádio do colégio com Dodô (que era vivido por Aldine Paiva no piloto e aqui passa a ser vivido por José Trassi) e Teca (Aline Ortolan). A trama paralela principal se desenvolve entre o triângulo amoroso formado por Patty (Fernanda Paes Leme), Gustavo (Paulo Vilhena) e Clara (Marie Lanna), com a primeira infernizando o romance dos dois. A equipe de professores do colégio CEMA (Centro Educacional Mário de Andrade) é formada pelo diretor Camilo (Blota Filho) - grande aliado dos alunos -, a conservadora Elvira (Cidinha Milan), a sensual Ludmila (Gisela Marques), a exótica Carolina (Patrícia Lucchesi), o galante Marcão (Gero Pestalozzi) e o liberal Borborema (Luís Serra), além da cantineira Irene (Márcia Manfredini).[12]

2ª temporada[editar | editar código-fonte]

A partir da segunda temporada, as crianças Talita (Talita Cantori), Duda (Vítor Morosini) e Glorinha (Letícia Colin), alunos do ensino fundamental, juntam-se à turma e passam a criar ainda mais aventuras. Um dos cenários mais utilizados a partir de então é o trailer de Basílio (Wagner Santisteban), que serve de ponto de encontro dos jovens. Nessa temporada, Junior começa seu romance com Clara (Marie Lanna), e Sandy com Gustavo (Paulo Vilhena), criando um abismo na amizade dela com Paty (Fernanda Paes Leme) - até então o atual interesse amoroso de Gustavo. Na equipe de professores, saem Carolina (Patrícia Lucchesi) e Marcão (Gero Pestalozzi) e entram o liberal Miguel (Marcos Damigo) e a exigente Rebeca (Adriana Londoño), além do assistente Festa (Guilherme Pierri) e da auxiliar de limpeza Valdete (Andréa Bassit).

3ª temporada[editar | editar código-fonte]

A terceira temporada tem início com o sumiço do trailer de Basílio (Wagner Santisteban) e o retorno de Patty (Fernanda Paes Leme) do oriente, totalmente zen. A galera começa a produzir filmes no espaço Detonação, com o patrocínio do CEMA. Sandy tem terminado seu romance com Gustavo (Paulo Vilhena), e Junior agora se envolve com Carol (Paula Picarelli), irmã de Alvinho (Fausto Maule), rival da galera que chega para prejudicar e atrapalhar todos os planos da turma. Entre os professores, saem Miguel (Marcos Damigo) e Ludmila (Gisela Marques), e entram a sensível Lola (Gabriella Rea) e o enigmático Galeno (Paulo Goya). No decorrer do ano, Gustavo (Paulo Vilhena) viaja em busca de seus sonhos e sai da série, e surge um novo amor para Sandy, Bruno (Daniel Del Sarto).

4ª temporada[editar | editar código-fonte]

A partir da quarta temporada, o seriado passa a ser ambientado em um condomínio do Rio de Janeiro. Na nova fase, Sandy e Junior estão na universidade – ela faz psicologia; e ele, música. Agora os personagens são quase adultos, têm sua própria casa e cuidam da própria vida. O programa aborda as temáticas do universo jovem, como conflitos de geração, divergências entre grupos de amigos, romances e muita música. Patty agora divide o apartamento com as amigas Beth (Karina Dohme) e Bebel (Camila dos Anjos). Basílio (Wagner Santisteban) mora no Detonação, agora um espaço alternativo, misto de centro cultural e lanchonete, do qual é proprietário - em sociedade com Sandy e Junior - e, onde promove shows, festas e exposições. O garçom João Pedro (Erik Marmo) acaba se tornando o novo namorado de Sandy.

Outro cenário fixo é a academia de dança, onde Sandy tem aulas de balé com a exigente e metódica professora Olga Kubanov (Ariclê Perez). A chegada da nova turma mexe com a rotina dos antigos moradores do Condomínio Mata Atlântica, como Nico (André Cursino), Tony (Edward Boggis) e Yoko (Danielle Suzuki). Além de despertar diferentes reações entre as irmãs Leila (Juliana Knust) e Laila (Graziella Schmitt), sobrinhas da vigilante síndica do condomínio, Marlene (Carmem Lu de Mendonça).

Episódios[editar | editar código-fonte]

Temporada Episódios Exibição Original
Estreia de temporada Final de temporada
Especial de fim de ano 1 27 de dezembro de 1998
37 11 de abril de 1999 26 de dezembro de 1999
Episódios de férias 9 2 de janeiro de 2000 27 de fevereiro de 2000
43 5 de março de 2000 31 de dezembro de 2000
Episódios de férias 11 14 de janeiro de 2001 25 de março de 2001
38 1 de abril de 2001 23 de dezembro de 2001
36 7 de abril de 2002 29 de dezembro de 2002

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principal[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem[13] Temporadas

1999

2000

2001

2002
Sandy Sandy Lima (Sandy)
Junior Lima Junior Lima (Ju)
Fernanda Paes Leme Patrícia Teles de Mendonça (Patty)
Paulo Vilhena Gustavo Beltrão
Bruna Thedy Rita de Cássia Quaresma (Ritinha)
Igor Cotrim Cleosvaldo Tartari (Boca)
Wagner Santisteban Basílio da Guia
Camila dos Anjos Maria Isabel Azevedo (Bebel)
Karina Dohme Elizabeth Pimentel (Beth)
Douglas Aguillar Maurício Quaresma (Mau)
Marie Lanna Clara Vasconcelos
José Trassi Dorival dos Santos (Dodô)
Aline Ortolan Tereza Nogueira (Teca)
Marcos Mion Max Müller
Erik Marmo João Pedro Pereira
Edward Boggis Anthony Grilo (Tony)
André Cursino Nicolau Grilo (Nico)
Daniele Suzuki Yoko Grilo
Juliana Knust Leila Costa Bastos
Graziella Schmitt Laila Costa Bastos

Recorrente[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem[14] Temporadas

1999

2000

2001

2002
Andréa Bassit Valdete
Márcia Manfredini Irene
Blota Filho Diretor Camilo
Cidinha Milan Profª. Elvira
Luiz Serra Prof. Borborema
Gisela Marques Profª. Ludmila
Gero Pestalozzi Prof. Marcão
Patrícia Lucchesi Profª. Carolina
Adriana Londoño Profª. Rebeca
Guilherme Pierri Luís Felipe (Festa)
Talita Cantori Talita
Vítor Morosini Duda
Letícia Colin Glorinha
Fausto Maule Álvaro Pires (Alvinho) part.
Marcos Damigo Prof. Miguel
Gabriella Rea Profª. Lola
Paula Picarelli Carolina Pires (Carol)
Carmem Lu de Mendonça Marlene Costa Bastos
Cintia Rosa Maria
Ivan de Almeida Café

Personagens[editar | editar código-fonte]

Elenco principal das três primeiras temporadas. Acima: Douglas Aguillar e Karina Dohme. Meio: Marie Lanna Camila dos Anjos, Sandy, Junior Lima, Fernanda Paes Leme e Paulo Vilhena. Abaixo: Wagner Santisteban, Bruna Thedy, Márcia Manfredini, Igor Cotrim, José Trassi e Aline Ortolan.
  • Sandy (Sandy) é a irmã gêmea se Junior – diferente da vida real –, uma garota inteligente e conciliadora, que sempre tenta ver o lado justo das situações e intercede pelos amigos junto à direção do colégio quando algo de acontece. Na primeira temporada tem uma paixão não correspondida por Otto (Fábio Azevedo), além de ser a menina dos olhos de Boca (Igor Cotrim). Na segunda temporada começa a namorar Gustavo, com quem vem a terminar na metade da terceira temporada, quando ele vai embora do colégio. Nesse período teve um relacionamento abusivo com Bruno (Daniel Del Sarto), que tenta afastá-lo da carreira e dos amigos para criar uma dependência. Na última temporada Sandy começa a estudar psicologia e vive romances com João Pedro (Erik Marmo) e Tony (Edward Boggis).[15]
  • Junior (Junior Lima) é o irmão de Sandy e melhor amigo de Gustavo e Dodô, com quem comanda a rádio do colégio. Na primeira temporada não quer um relacionamento sério, embora tenha um breve romance com Patty. Na segunda temporada começa namorar Clara e na terceira Carol (Paula Picarelli), uma universitária mais velha.[16] Na quarta temporada faz faculdade de música, enquanto se envolve com Yoko (Daniele Suzuki), Leila (Juliana Knust), Laila (Graziella Schmitt) e Patty novamente.
  • Patty (Fernanda Paes Leme) é uma milionária mimada e, por muitas vezes, maldosa, embora seja retratada de forma cômica. No fundo esconde uma amargura por não ter os pais presentes, uma vez que eles passam quase todo o ano fora do país a trabalho e a deixam sozinha. Apaixonada por Gustavo, tenta arruinar o namoro dele com Clara na primeira temporada e disputa ele com Sandy na segunda e terceira, chegando a namorarem durante um tempo e provocando situações desagradáveis por ciúme. Na última temporada deixa o lado antagonista ao entrar na faculdade de artes cênicas e vai morar com Bebel e Beth, transformando a vida delas em um caos por nunca ter feito serviços domésticos e por sempre estar encarnando um personagem diferente para as aulas.
  • Gustavo (Paulo Vilhena) (Temporadas 1–3) é o esportista do grupo, um exímio jogador de basquete e futebol, além de melhor amigo de Junior e Dodô. Na primeira temporada namora com Clara e é alvo de desejo de Patty. Na segunda temporada tenta dar uma chance para a patricinha durante um tempo, mas se apaixona por Sandy, com quem vem a namorar até ir embora do colégio na metade da terceira temporada.[17]
  • Ritinha (Bruna Thedy) é a melhor amiga de Sandy e irmã de Mau, embora viva em conflito com ele por terem personalidades diferentes. Apesar de despertar o interesse da maioria dos garotos do colégio por seu jeito sensual, considera-os imaturos e tem paixões não correspondidas por homens mais velhos, como o professor Miguel na segunda temporada e pelo seminarista Festa na terceira. Na quarta temporada chega no condomínio da turma após sair de casa quando seu pai se casa com uma nova mulher, indo morar com Basílio e Boca.[18]
  • Boca (Igor Cotrim) é um roqueiro rebelde que já repetiu 4 vezes e inicialmente inferniza a turma. Originalmente participaria de apenas um episódio, porém devido ao sucesso com o público foi fixado no elenco, tendo a personalidade suavizada para um rebelde "sem causa" cômico e debochado, se tornando parte da turma e melhor amigo de Basílio. Apesar de às vezes ainda tentar se dar bem de formas erradas, é sempre colocado na linha por Sandy, por quem é secretamente apaixonado. Na última temporada chega no condomínio da turma após fugir de casa para passar meses mochilando pelo Brasil, indo morar e trabalhar com Basílio e Ritinha.[19]
  • Basílio (Wagner Santisteban) é um nerd atrapalhado, que só pensa em garotas e dinheiro, sempre achando uma forma de lucrar. Na primeira temporada tem um breve romance com Beth e depois namora Bebel por dois anos. Na segunda temporada gerencia o food truck da família, onde sempre acontecem confusões. Na quarta temporada faz faculdade de administração e abre o bar Detonação.[20]
  • Bebel (Camila dos Anjos) é tímida e tem dificuldades de se abrir com os amigos. Nos episódios "A Rádio CEMA está no ar" e "Bebel Não Vai Pro Céu" rompe com os amigos ao se tornar rebelde, além de começar a fumar e namorar Boca, sendo revelado que ela estava em um estopim emocional pela separação conturbada dos pais em meio a agressões, voltando ao normal depois. Inicialmente tem uma paixão não correspondida por Júnior, mas depois começa a namorar o Basílio por dois anos. Na última temporada faz faculdade de direito e mora com Patty e Beth.[21]
  • Beth (Karina Dohme) é a melhor amiga de Patty, uma garota atrapalhada e com o raciocínio lento, que sempre coloca os amigos em confusões por falar o que não deveria. Na primeira temporada namora Basílio e depois Mau por dois anos. Na quarta temporada se torna modelo e faz faculdade de psicologia, indo morar com Patty e Beth e criando um caos na vida dos amigos por analisar todos e dar diagnósticos absurdos.[22]
  • Mau (Douglas Aguillar) (Temporadas 1–3) é o irmão de Ritinha, com quem vive em conflito por seu jeito sem noção. Por ter um corpo atlético e jogar futebol acha que as meninas são fáceis para ele, mas sempre se dá mal. Está sempre perto de reprovar e se enfia nas confusões criadas por Basílio. Começa a namorar Beth na segunda temporada e no final da terceira temporada decidi ingressar na Marinha após se formar.[23]
  • Clara (Marie Lanna) (Temporadas 1–3) é uma das amigas de Sandy, uma garota que vive preocupada com o futuro por ainda não saber o que quer da vida. Inicialmente namora Gustavo, mas termina na segunda temporada por não suportar as interferências de Patty e começa a sair com Junior.[24]
  • Dodô (José Trassi) (Temporadas 1–3) é o melhor amigo de Junior e Gustavo, um skatista que sabe produzir e mixar músicas e comanda a rádio com os amigos. Namora Teca, mas na terceira temporada tem uma paixão platônica por Clara.[25]
  • Teca (Aline Ortolan) (Temporadas 1–3) é uma das amigas de Sandy e namorada de Dodô. Apesar de ser filha de médicos, quer outra vida e está sempre envolvida com os projetos artísticos e causas sociais.[26]

Produção[editar | editar código-fonte]

As três primeiras temporadas se passam em Campinas, interior de São Paulo.

O piloto do seriado foi introduzido na grade da Rede Globo como um especial de fim de ano, sendo exibido em 27 de dezembro de 1998.[27] A audiência de 32 pontos encorajou o diretor geral de criação da emissora, Carlos Manga, a tornar o programa fixo na grade.[28] Algumas mudanças ocorreram no elenco, como a ausência de Sidney Sampaio, Tatyane Goulart, Linho Bernini, Aldine Paiva e Mariana Ximenes.[29] A personagem de Mariana foi substituída por Clara (Marie Lanna), que trouxe características idênticas e mesmo par romântico, embora fosse outra pessoa.[30]José Trassi entrou para fazer o mesmo personagem que foi de Aldine no piloto, não tendo explicação revelada para a troca.[29] Outros personagens tiveram suas características lapidadas, como Patty (Fernanda Paes Leme), que ganhou tons mais cômicos e menos cruéis.[27] Ritinha (Bruna Thedy), que no piloto se chamava Sheilla e era uma garota exibida que gostava de mostrar seu corpo, foi transformada em uma garota meiga e de personalidade forte. E Basílio (Wagner Santisteban) ganhou maior destaque na série fixa, uma vez que no especial apenas fazia parte do elenco minoritário.[27] Todas as gravações das três primeiras temporadas foram realizadas em Campinas, utilizando um colégio real como cenário, o Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, que na trama se chamava Centro Educacional Mario de Andrade (CEMA).[31]

Antes do final da primeira temporada, Marcos Mion deixou o elenco após passar nos testes para se tornar apresentador na MTV.[32] O ator Paulo Vilhena também deixou o elenco em meados da terceira temporada para trabalhar na novela de Maria Adelaide Amaral, Um Lugar ao Sol. A novela acabou sendo cancelada pela Justiça e Paulo foi indicado para a trama substituta Coração de Estudante, de Emanuel Jacobina.[33] Fernanda Paes Leme também recebeu diversos convites para atuar em novelas, mas o diretor Paulo Silvestrini não a liberou do programa. Ela foi uma das primeiras atrizes cotadas para viver Anita na minissérie Presença de Anita, de Manoel Carlos.

Sandy e Paulo Vilhena passaram a namorar durante o período de gravação da série. O namoro durou cerca de oito meses e facilitou o envolvimento dos dois também no seriado, formando um quarteto entre eles, Patty (Fernanda Paes Leme) e Clara (Marie Lanna). Durante a primeira fase da terceira temporada, Sandy teve sua participação reduzida no seriado, devido às gravações da novela Estrela-Guia, da qual era protagonista. As histórias dessa fase eram centradas no personagem de Junior e na galera do espaço Detonação. No episódio da primeira temporada "Uma Canção Para Sandy", a dupla viveu o dilema que envolvia o tema de separação da dupla após Sandy receber convites para gravações solo. Como sempre, a história terminou com os dois garantindo que jamais cantariam separados, o que na vida real acabou acontecendo em 2007.[29] No final de 2001, o seriado chegaria ao fim, uma vez que a dupla pretendia se lançar internacionalmente, porém acabou sendo renovado por mais um ano, mudando de cidade e cenário para conciliar as gravações.[34]

Reprise[editar | editar código-fonte]

O Canal Viva, pertencente à TV por assinatura da Globosat, passou a reprisar os episódios a partir de 10 de maio de 2010. No mesmo ano, em entrevista à Marília Gabriela no programa De Frente com Gabi, Junior declarou que não assiste o seriado por sentir "vergonha" do programa.[35] Após as críticas ao depoimento, Sandy discordou, "Não tenho vergonha do seriado. Estou feliz com a exibição dele".[36] A reprise voltou ao ar em 16 de fevereiro de 2015 no Canal Viva devido ao pedido do público, que levou uma petição aos trending topics do Twitter.[37]

Em março de 2019, em comemoração à turnê Nossa História de Sandy e Junior, a plataforma digital da Globoplay disponibilizou toda a série em seu catálogo de streaming.[38]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado Ref.
2001 Melhores do Ano Música de Abertura "Eu Acho que Pirei" Indicado [39]
2002 Troféu Internet Melhor Programa Humorístico Sandy & Junior [40]
Prêmio Contigo! de TV Melhor Programa Infanto-Juvenil [41]
2003 Venceu -

Referências

  1. «Por que ela não poda amar?». Geocities. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  2. «'Sandy & Junior' volta ao ar no Viva. Veja como estão os atores do seriado!». Pure People. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  3. «Mate as saudades da série Sandy & Junior com a música 'Eu Acho que Pirei'». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  4. «Sandy & Junior – A Serie». Dubla Séries. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  5. «Revivendo os anos 90: Sandy & Junior». Mini Lua. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  6. «Veja o antes e depois dos personagens do seriado Sandy & Junior». R7. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  7. «A dupla está de volta: Viva reprisa série protagonizada por Sandy e Junior». O Globo. Globo.com. 16 de fevereiro de 2015. Consultado em 24 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2015 
  8. «Veja a transformação dos atores do seriado 'Sandy & Junior'». Terra. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  9. «Fenômenos da música pop brasileira, com dezenas de aparições em especiais musicais e programas de auditório, Sandy e Junior estreavam como atores neste seriado.». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  10. Thevenet, Claudia (27 de dezembro de 1998). «Chegou a hora de rebolar». O Globo. Consultado em 25 de junho de 2019. Cópia arquivada em 24 de junho de 2019 
  11. «Sandy diz que está preparada para receber críticas». Terra Networks. 10 de março de 2001. Consultado em 31 de março de 2019 
  12. «Seriado "Sandy & Junior" volta ao Viva». ZH Entretenimento. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  13. «Sandy e Jr». Teledramaturgia.com.br. Teledramaturgia.com.br. Consultado em 11 de novembro de 2019 
  14. «Sandy e Jr». Teledramaturgia.com.br. Teledramaturgia.com.br. Consultado em 11 de novembro de 2019 
  15. «Confira terceira parte da história do seriado Sandy & Junior». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  16. «Sandy & Junior: Junior e Carol». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  17. «Paulinho Vilhena relembra a época do seriado 'Sandy & Junior'». Revista Caras. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  18. «Atriz de 'Sandy & Júnior', Bruna Thedy agora é apresentadora de TV». Extra. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  19. «Ex-'Sandy & Junior', Igor Cotrim será ator pornô no cinema». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  20. «'Já me decepcionei com a TV', diz Wagner Santisteban aos 30 anos». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  21. «Atriz de 'Sandy & Junior', Camila dos Anjos se dedica ao teatro e produz peça enquanto aguarda convites para TV». Extra. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  22. «Estrela aos 13, Karina Dohme chegou a ser vendedora de loja». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  23. «Reveja a saga de Sandy & Junior com a saga do tibet». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  24. «Seriado 'Sandy & Junior' está de volta no Viva». Jornal O Dia. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  25. «Reveja cena da novela de rádio do seriado Sandy e Junior». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  26. «Mate a saudade da galera de Sandy e Júnior». Globo. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  27. a b c «Piloto Sandy & Junior». Teledramaturgia.com. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  28. André Bernardo (10 de março de 2001). «Sandy diz que está preparada para receber críticas». Terra Networks. Consultado em 12 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 3 de maio de 2001 
  29. a b c «Sandy & Junior: Sériado volta ao Viva». Viva. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  30. «"Gosto de experimentar tipos", diz Mariana Ximenes». Terra. Terra Networks. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 7 de abril de 2013 
  31. «Fernanda Gentil visita escola onde o seriado 'Sandy & Junior' foi gravado». RedeTV!. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  32. «Marcos Mion relembra a época do seriado 'Sandy e Junior'». Caras. UOL HOST. 18 de fevereiro de 2015. Consultado em 24 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2015 
  33. Fernando Miragaya (7 de setembro de 2001). «Paulo Vilhena será vilão em novela da Globo». Diário do Grande ABC. Consultado em 24 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2015 
  34. «Carreira internacional de Sandy e Júnior ameaça seriado». Paraná Online. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  35. Fabíola Reipert (10 de setembro de 2010). «Junior tem vergonha do programa que fazia com Sandy». R7. Grupo Record. Consultado em 24 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 27 de abril de 2013 
  36. Odara Gallo (16 de setembro de 2010). «'Não tenho vergonha do seriado', discorda Sandy do irmão Júnior». EGO. Globo.com. Consultado em 24 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2013 
  37. «Atendendo a pedidos, série "Sandy & Júnior" volta ao ar no canal Viva». UOL. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  38. «Globoplay disponibiliza todos episódios do seriado Sandy & Junior». Bol. Observatório da Televisão. Consultado em 11 de novembro de 2019 
  39. «elhores do Ano: Confira todos os vencedores das 14 edições do prêmio». Globo. 11 de março de 2015 
  40. «Os atores que estrelaram o seriado 'Sandy & Junior' na Globo». Revista Caras. 20 de abril de 2004. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  41. «4º Prêmio Contigo! - Vencedores». Contigo!. Consultado em 6 de outubro de 2011. Arquivado do original em 14 de setembro de 2011 
  42. «5º Prêmio Contigo! - Vencedores». Contigo!. Consultado em 2 de outubro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2012 
  43. «Confira todos os vencedores do Prêmio Contigo!». Babado. 20 de maio de 2003. Consultado em 2 de outubro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]