Mário Fofoca (seriado)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mário Fofoca
Informação geral
Formato série
Gênero Comédia
Mistério
Criador(es) Cassiano Gabus Mendes
País de origem  Brasil
Idioma original língua portuguesa
Produção
Diretor(es) Adriano Stuart
Elenco Luis Gustavo
Osmar Prado
Ana Ariel
Felipe Carone
Tema de abertura "Mário Fofoca", Zé Rodrix
Exibição
Emissora original Rede Globo
Transmissão original 13 de março de 1983 - 3 de junho de 1983
Temporadas 1
Episódios 17
Cronologia
Programas relacionados Elas por Elas
Ti Ti Ti

Mário Fofoca é um seriado que foi exibido pela Rede Globo entre 13 de março e 3 de junho de 1983, em 17 episódios

Criado por Cassiano Gabus Mendes, o seriado teve a autoria de Bráulio Pedroso, Carlos Eduardo Novaes e Luís Fernando Veríssimo.

Teve como protagonista Luiz Gustavo que interpretou Mário Fofoca.[1] Em maio de 1996, o personagem foi revivido no humorístico Sai de baixo[2]. Em 2010, o personagem foi novamente revivido na novela Ti Ti Ti[3].

Em 1º de outubro de 2016, o Viva reprisou-a.[4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Criado por Cassiano Gabus Mendes para a novela Elas por Elas (1982), o detetive particular Mário Cury, ou Mário Fofoca (Luis Gustavo), fez tanto sucesso que, um ano depois do fim da novela, ganhou um seriado próprio. Mário Fofoca era um detetive confuso e desastrado, que soluciona seus casos aos trancos e barrancos e veste sempre os mesmos terno quadriculado e gravata colorida. O episódio de estréia foi escrito pelo próprio Cassiano Gabus Mendes. Mário Fofoca deixa São Paulo e vai morar no Rio de Janeiro com a mãe Raquel (Ana Ariel), uma senhora mal-humorada, que não aprova a profissão do filho, e o pai Evilásio (Felipe Carone), que, ao contrário da esposa, é seu maior fã e incentivador. No Rio, o detetive reencontra seu velho amigo Donato Freitas (Osmar Prado), um corretor de imóveis que possui um escritório ao lado do seu e acaba servindo como parceiro nas investigações.[5]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem[6]
Luis Gustavo Mário Cury (Mário Fofoca)
Osmar Prado Donato Freitas
Ana Ariel Raquel Cury
Felipe Carone Evilásio Cury

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Episódios[7][editar | editar código-fonte]

  1. Vista chinesa (13/03/1983)
  2. Socorro, mamãe (20/03/1983)
  3. Nem tudo que sobe desce (27/03/1983)
  4. O estrangulador de Copacabana (03/04/1983)
  5. Doce Vampiro (10/04/1983)
  6. Detetive pra cachorro (17/04/1983)
  7. O rei dos bicheiros (24/04/1983)
  8. Espiões de biquíni (01/05/1983)
  9. O circo da morte (08/05/1983)
  10. Escola de panteras (05/06/1983)
  11. E.T – o extra tomate (12/06/1983)
  12. O bandido chinês (19/06/1983)
  13. O árabe louco (26/06/1983)
  14. O homem que conseguiu um emprego (03/07/1983)
  15. A cigana me enganou (07/08/1983)
  16. O milongueiro de falotas (14/08/1983)
  17. Um fofoca de proveta (21/08/1983)

Referências

  1. Thell de Castro (11 de setembro de 2016). «Conheça Mário Fofoca, o detetive que 'roubou' uma novela e virou filme e série». Noticias da TV. Consultado em 13 de setembro de 2016 
  2. «Mário Fofoca investiga armação de Caco e Cassandra». Canal Viva. 29 de maio de 2012. Consultado em 13 de setembro de 2016 
  3. «Luis Gustavo revive Mário Fofoca em "Tititi"». Área Vip. 19 de maio de 2010. Consultado em 13 de setembro de 2016 
  4. Duh Secco (5 de setembro de 2016). «O caricato Mário Fofoca chega ao VIVA». Canal Viva. Consultado em 8 de setembro de 2016 
  5. «Mário Fofoca». Memoria Globo. 5 de setembro de 2016. Consultado em 8 de setembro de 2016. Arquivado do original em 8 de novembro de 2011 
  6. «Mario Fofoca - Ficha Técnica». Memória Globo. Consultado em 15 de dezembro de 2019 
  7. [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.