Diário do Grande ABC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diário do Grande ABC
Diário do Grande ABC.jpg
Periodicidade Diário
Formato Standard
Sede Santo André
Fundação 1958
Fundador(es) Edson Danillo Dotto
Maury de Campos Dotto
Angelo Puga
Fausto Polesi
Pertence a Ronan Maria Pinto
Página oficial Página oficial

O Diário do Grande ABC é um jornal regional do Brasil. É o principal periódico do Grande ABC, em São Paulo. A empresa está localizada no centro de Santo André. Foi fundado em 1958 pelos sócios Edson Danillo Dotto, Maury de Campos Dotto, Angelo Puga e Fausto Polesi. Antigamente era o "News Seller".[1] De acordo com a Associação Paulista de Jornais, o Diário do Grande ABC é o maior jornal regional do Brasil.[2]

Em 1º de abril de 2016, o Diário do Grande ABC foi alvo de busca e apreensão da 27ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Carbono 14. Os integrantes da força-tarefa da Lava Jato consideram que o empresário Ronan Maria Pinto, dono do jornal Diário do Grande ABC, foi o destinatário final de pelo menos metade dos R$ 12 milhões relacionados ao contrato de mútuo do Banco Schahin, supostamente utilizado para quitar dívidas do PT.[3][4]

Referências

  1. «História para contar». dgabc [S.l.: s.n.] Consultado em 11 de setembro de 2010. 
  2. «Assciados». apj.inf.br [S.l.: s.n.] Consultado em 12 de outubro de 2011. 
  3. Ricardo Gozzi (1 de abril de 2016). «Dono do Diário do Grande ABC recebeu 50% dos R$ 12 milhões do Schahin». Valor Econômico. Consultado em 1 de abril de 2016. 
  4. «PF prende ex-secretário do PT e empresário paulista na 27ª fase da Lava Jato». UOL. 1 de abril de 2016. Consultado em 1 de abril de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.