Leandro Paulsen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leandro Paulsen
Desembargador Federal do TRF-4
Mandato: dezembro de 2013
até a atualidade
Dados pessoais
Alma mater: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Leandro Paulsen (Porto Alegre, Rio Grande do Sul) é um magistrado e professor brasileiro. É desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4)[1] desde dezembro de 2013, sendo atualmente o presidente da 8ª Turma.[2] É professor de direito e crimes financeiros do curso de pós graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).[3] É o revisor das ações nos processos da Operação Lava Jato, na segunda instância.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural de Porto Alegre, é formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). É mestre em Direito do Estado e Teoria do Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutor em Direitos e Garantias do Contribuinte pela Universidade de Salamanca, na Espanha.[1]

Em 1993 atuou na Justiça Federal de Porto Alegre, e atuou como juiz auxiliar no Supremo Tribunal Federal (STF) da ministra Ellen Gracie entre 2010 e 2011.[3][4]

Compôs lista tríplice elaborada pela Associação dos Juízes Federais para indicação ao STF na vaga de Joaquim Barbosa.[5]

Revisor das ações nos processos da Operação Lava Jato, presidente da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), foi o segundo a votar no julgamento do recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra decisões do juiz Sérgio Moro. Em outros processos da Lava Jato, Paulsen foi responsável pelas decisões que provocaram as absolvições mais polêmicas em segunda instância.[2] Em janeiro de 2018, Paulsen concordou com a condenação do juiz Sérgio Moro contra o ex-presidente, e votou pelo aumento de pena para 12 anos seguindo o voto do relator João Pedro Gebran Neto. "Adiro ao voto do relator também no que diz respeito à dosimetria da pena", disse o desembargador.[6][7][8][9]

Referências

  1. a b «Quem são os desembargadores do TRF4 que julgarão recurso de Lula». Clicrbs. Consultado em 20 de maio de 2018 
  2. a b c «Conheça Leandro Paulsen, revisor do julgamento de Lula no TRF4». VEJA. Abril. 24 de janeiro de 2018. Consultado em 20 de maio de 2018 
  3. a b «Sergio Moro e Leandro Paulsen, conheça a dupla da Lava Jato que decide o futuro do Brasil». InfoMoney. Consultado em 20 de maio de 2018 
  4. Luiz Antônio Araujo (21 de janeiro de 2018). «Quem são os juízes que decidirão o futuro de Lula nesta semana». BBC. Consultado em 20 de maio de 2018 
  5. «Quem são os juízes da operação Lava Jato». Migalhas. 2 de janeiro de 2015. Consultado em 20 de maio de 2018 
  6. Renan Ramalho e Filipe Matoso. «Em decisão unânime, tribunal condena Lula em segunda instância e aumenta pena de 9 para 12 anos». G1. Globo.com. Consultado em 20 de maio de 2018 
  7. Cristiane Agostine, André Guilherme Vieira e Alessandra Saraiva (24 de janeiro de 2018). «Por unanimidade, TRF4 condena Lula e amplia pena para 12 anos». Valor Econômico. Consultado em 20 de maio de 2018 
  8. «Leandro Paulsen concorda com relator e aumenta pena contra Lula». O Globo. Globo.com. Consultado em 20 de maio de 2018 
  9. Danyele Soares. «Por 3 a 0, desembargadores do TRF4 mantêm condenação de Lula no caso triplex». Agência Brasil. EBC. Consultado em 20 de maio de 2018