Athayde Ribeiro Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Athayde Ribeiro Costa
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Procurador do Ministério Público Federal
Principais trabalhos investigador da Operação Lava Jato
Prémios Global Investigations Review 2015

Athayde Ribeiro Costa é um Procurador da República do Ministério Público Federal (MPF), que ganhou notoriedade por integrar a força-tarefa do MPF na Operação Lava Jato, em Curitiba.[1]

Em julho de 2015, durante entrevista coletiva da 16ª fase da Lava Jato que prendeu o então presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, acusado de receber R$4,5 milhões, o procurador disse que a corrupção no país está em metástase. Segundo Athayde Ribeiro da Costa, a corrupção no país pode ser comparada a um câncer. "Isso mostra que a corrupção no Brasil é endêmica e que está em metástase".[2]

Em setembro de 2015, foi premiado pelo Global Investigations Review (GIR).[3]

Em novembro de 2016, Athayde Ribeiro Costa diz que esquema revelado pelas investigações mostra os efeitos avassaladores da corrupção.[4]

Referências

  1. «Quem é quem?». MPF. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  2. «Corrupção no país está em metástase, diz procurador da Lava Jato». UOL. Consultado em 6 de de dezembro de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. «Força-Tarefa da Lava Jato recebe premiação internacional». ANPR. 25 de setembro de 2015. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  4. «Athayde Ribeiro Costa diz que esquema revelado mostra 'efeitos avassaladores da corrupção'». G1. Globo.com. Consultado em 6 de dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]