Belo (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde abril de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Belo
Belo no carnaval de 2010, pela escola Império da Casa Verde.
Informação geral
Nome completo Marcelo Pires Vieira
Também conhecido(a) como Belo
Nascimento 22 de abril de 1974 (42 anos)
Local de nascimento São Paulo, SP
 Brasil
Gênero(s) Pagode romântico
Instrumento(s) Vocal, cavaquinho
Período em atividade 1993–presente
Outras ocupações Compositor
Gravadora(s) EMI (2000-2003)
Sony BMG (2004-2008)
Sony Music (2009-presente)
Afiliação(ões) Soweto
Gigantes do Samba II
Página oficial Página oficial

Marcelo Pires Vieira, mais conhecido pelo seu nome artístico Belo (São Paulo, 22 de abril de 1974) é um cantor e compositor brasileiro.

Até o presente, Belo lançou 14 CDs, 7 DVDs e já vendeu mais de 7 milhões de cópias.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Belo foi cavaquinista em vários grupos paulista e fez abertura de shows para várias bandas: Arte Final, Reinaldo, Art Popular, J.B. Samba, entre outras. A partir de 1993, a convite de um amigo de infância, Robson Buiú, integrou o grupo Soweto, com o qual foi líder, gravou três discos e realizou shows pelo Brasil e exterior.

Em 1996, por um selo independente o grupo lançou o CD “Ventos areais”. No ano seguinte, contratados pela EMI Music, gravaram o CD “Refém do coração”, que chegou a vender cerca de um milhão de cópias, lançando nacionalmente o grupo. Belo também participou de gravações com outros artistas, como Ivete Sangalo e Neguinho da Beija-Flor. Com este, gravou o sucesso “Ângela”, cuja  regravação vendeu 500 mil cópias em todo o país.

Em 1999, a presidência da Escola de Samba Beija-Flor convidou-o a puxar o samba-enredo da escola ao lado de Neguinho da Beija-Flor. No mesmo ano, o disco que lançou com o Soweto, “Farol das estrelas”, vendeu um milhão e meio de cópias.

Em 2000, o conjunto saiu em turnê por Portugal e África. Neste mesmo ano, lançou seu primeiro trabalho solo, o CD “Desafio”, pela gravadora EMI. A música "Tua boca" foi tema da novela "O Cravo e a Rosa", da Rede Globo; "Desafio", outro sucesso do disco, destacou-se nas rádios. O disco vendeu mais de um milhão de cópias, ganhando o "Disco de Platina Duplo".

Em 2001, ao lado de Dhema, Os Morenos e da bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel, participou do show de réveillon na Praia do Recreio, no Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, lançou "Belo Ao Vivo". O CD vendeu cerca de um milhão de cópias e com ele ganhou mais uma vez o disco de platina. Neste disco incluiu alguns sucessos de seu antigo grupo Soweto e outros de sua carreira solo, além das composições "Lambada de serpente" (Djavan e Cacaso), "Resumo de felicidade" e " "Viver por ela" (Belo e M. Martinez e Felipe Bravo). O CD contou com as participações especiais de Nando da Silva (baixo) e Serginho de Lima (teclado), ambos do grupo Roupa Nova e vendeu em apenas quatro meses 500 mil cópias.

Em 2002 lançou o CD "Valeu Esperar", disco no qual incluiu as inéditas "Figurino","Do meu jeito", "Abrigo" (Délcio Luiz e Aloysio Reis), "Viver por ela" (Belo e M. Martinez e Felipe Bravo), "Todo cuidado é pouco", "Vício", "Tarde demais" e a faixa-título "Valeu esperar" e ainda, visando o mercado latino, a regravação de "Romance rosa", versão de Aloysio Reis e José G. Guerra para "Bachata rosa" de Juan Luís Guerra, grande sucesso de Luís Miguel. 

No ano de 2003, em plena turnê de divulgação de seu novo disco, foi condenado a seis anos de prisão por tráfico de drogas e associação para fins de tráfico pela juíza da 34ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, acompanhado do grupo Tentassamba, fez show de lançamento de seu CD no Via Show, no Rio de Janeiro. Lançou, pela EMI, a coletânea “Romance Rosa”, que reúne os maiores sucessos do cantor.

Em 2004 lançou, pela Sony, o CD “Seu Fã”, de cuja gravação Ao vivo foi lançada no ano seguinte. No ano de 2006 a EMI lançou a coletânea “Procura-se um Amor”, com os sucessos do cantor depois que passou a seguir carreira solo. Nesse mesmo ano lançou o CD “Belo”, que contou com 16 faixas, dentre as quais “Vem”, “Nada vai separar”, “Pra ver o sol brilhar”. 

Em 2007 a Som Livre lançou a coletânea “100% Belo”, com músicas da época em que era líder da banda Soweto e de sua carreira solo. Em 2008, gravou o CD/ DVD “Pra Ver o Sol Brilhar Ao vivo”, em show realizado no Centro de Eventos Fenadoce, no Rio de Janeiro, que contou com as participações especiais de Alcione, Perlla, Negra Li, Mano Brown, Flávia Santana e Racionais MCs.

Em 2009 lançou o CD “Primavera”, com arranjos de Jota Moraes e Serginho Trombone e produção de Prateado. Em 2010 lançou, pelo selo Sony & BMG, o CD “Pra ser amor”. Produzido por Prateado, o disco contou com a participação de Jorge Vercillo em “Tanta ira” (Prateado e Luiz Carlos Picolé) e Marina Elali em “Pra ser amor”.

Em 2011 apresentou-se na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, em show realizado pela radio FM O Dia. Nesse mesmo ano lançou, pelo selo Sony & BMG o CD/DVD “10 Anos de Sucesso - Ao Vivo em Salvador”, gravado no parque aquático Wet’n Wild, em Salvador, Bahia. Com direção musical de Prateado, o show contou com a participação de Daniela Mercury, em “Pétala” (Djavan); Padre Marcelo Rossi, em “Noites traiçoeiras” (Simone Telésforo e Carlos Papae) e “Hoje livre sou” (Walmir Alencar e Rodrigo Pires); Marina Elali, em “Coisas da vida” (Belo, Fabiano dos Anjos e Rodrigo Rodrigues). 

Em 2012 apresentou-se no palco do Citibank Hall, no Rio de Janeiro, em show de lançamento do DVD “10 Anos de Sucesso”.

Em 2013 lançou, pelo selo Sony Music, o CD “Tudo Novo", que produziu ao lado de Pezinho. O disco contou com as faixas “Menina linda” (Jefferson Junior e Umberto Tavares), “Mundo de paz” (Chiquinho dos Santos e Helder Celso), “Olhando os retratos” (Alexandre Lucas e Douglas Lacerda), “Teu Refém” (Billy SP e André Lemos), “Nos desejos de uma paixão” (Altay Veloso e Délcio Ruiz), entre outras.

Em 2015 lançou, pela Sony Music, o CD "Mistério", onde teve a parceria de Jefferson Junior e Umberto Tavares. O disco teve grandes sucessos como "Porta Aberta", "Tatuagem", "Montanha Russa" e participação especial de Ivete Sangalo no hit "Linda Rosa" e Thaeme & Thiago, na musica "Até o Sol não Nascer Mais".

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2000 Desafio
2001 Belo Ao Vivo
2002 Valeu Esperar
2003 Romance Rosa
2004 Seu Fã
2005 Seu Fã Ao Vivo
2006 Procura-se um amor'
2006 Belo
2007 100% Belo
2008 Pra ver o Sol Brilhar
2009 Primavera[2]
2010 Pra Ser Amor
2011 10 Anos de Sucesso
2013 Tudo Novo
2014 Mistério

Singles[editar | editar código-fonte]

  • Singles lançados em carreira solo[3][4][5]
Ano Single Charts Álbum
BRA
2000 Desafio 10 Desafio
Tua Boca 26
Eternamente 3
2001 Procura-se Um Amor 45
Nuvem 59
Quem Será? 56
Um Dia, Um Adeus 35 Ao Vivo
2002 Lambada de Serpente 54
Abrigo 6 Valeu Esperar
2003 Valeu Esperar
Supera 16
Não Tem Saída (part. Alcione) 26 Apenas Single
Fim da Tristeza 37 Valeu Esperar
Romance Rosa 49
Vício 65
2004 Luz das Estrelas 12 Seu Fã
Diz Que Me Ama 19
2005 O Dia Amanheceu 62
2006 Vem 54 Belo
Nada Vai Separar 58
2007 Intriga da Oposição 20
Razão da Minha Vida 30
2008 Pra Ver o Sol Brilhar 46
Desse Jeito é Ruim Pra Mim 28 Pra Ver o Sol Brilhar - Ao Vivo
Perfume 46
Depois do Amor 2
2009 Incondicionalmente 21
Reinventar 12 Primavera
Invencível
2010 Tudo Mudou 25
Direito de Te Amar 30 Pra Ser Amor
2011 O Meu Amor é Belo 32
Defeito Meu 34
Pura Adrenalina 31 10 Anos de Sucessos
Vai Na Fé
2012 Um Sonho Bom 32
Escolha Errada 67
Fica Mais Relax 29 Tudo Novo
2013 Vi Amor No Seu Olhar [6] 15
Menina Linda 51
2014 Olhando os Retratos 49
Porta Aberta 45 Mistério
Linda Rosa (Part. Ivete Sangalo) 30
2015 Lembra
Voyeur

Como artista convidado[editar | editar código-fonte]

Singles promocionais[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Álbum
2001 Resumo da Felicidade Belo Ao Vivo
2002 Viver Por Ela
2009 Ainda Estou Apaixonado Primavera
2010 Intimidade Pra Ser Amor

Referências

  1. «Belo e Sorriso Maroto encerram mês no Palladium». Jornal Vanguarda. 25 de julho de 2009. Consultado em 11 de abril de 2015 
  2. «Dicionário Cravo Albin de Música Brasileira Nota: Excluem-se os álbuns lançados pelo Soweto» 
  3. «Canor Belo em dicionário da MPB». dicionariompb. Consultado em juho de 2013  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  4. «Singles - Belo». iTunes Store. Consultado em juho de 2013  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  5. «Belo completa dez anos solo com gravação de DVD». R7. Consultado em junho de 2013  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  6. «Vi Amor No Seu Olhar - Single». iTunes Store. Consultado em 3 de agosto de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]